P. 1
Relacao de Normas Vigentes

Relacao de Normas Vigentes

|Views: 471|Likes:
Publicado porJoao Bastos

More info:

Published by: Joao Bastos on Jul 23, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/09/2014

pdf

text

original

RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011

)

NORMA VIGENTE

TÍTULO MATERIAL ASFÁLTICO - DETERMINAÇÃO DO EFEITO DO CALOR E DO AR - MÉTODO DA PELÍCULA DELGADA (ABNT- MB 425) DNER-ME 001/87

NORMAS SUBSTITUÍDAS

001 DNER-ME 001/94

001 DNIT 001/2009-PRO ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE NORMAS DO DNIT 002 DNER-PRO 002/94 002 DNER-TER 002/79 COLETA DE AMOSTRAS INDEFORMADAS DE SOLOS CONSERVAÇÃO, RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTOS

DNIT 001/2002-PRO;DNER-PRO 050/88;DNER-PRO 050/93;DNERPRO 050/97;DNER-PRO 101/88;DNER-PRO 101/93;DNER-PRO 101/97 DNER-PRO 002/78 DNIT 002/2002-PRO;DNER-PRO 050/88;DNER-PRO 050/93;DNERPRO 050/97;DNER-PRO 101/88;DNER-PRO 101/93;DNER-PRO 101/97 DNER-PRO 003/78 DNIT 003/2002-PAD DNER-IE 004/71 DNER-ME 004/73

002 DNIT 002/2009-PRO ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE MANUAIS DO DNIT 003 003 004 004 DNER-PRO 003/94 DNIT 003/2009-PRO DNER-IE 004/94 DNER-ME 004/94 COLETA DE AMOSTRAS DEFORMADAS DE SOLOS CRIAÇÃO E INCORPORAÇÃO DE ACESSO, ANEL OU CONTORNO RODOVIÁRIO SOLOS COESIVOS - DETERMINAÇÃO DA COMPRESSÃO SIMPLES DE AMOSTRAS INDEFORMADAS MATERIAL BETUMINOSO - DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE SAYBOLT-FUROL A ALTA TEMPERATURA (ABNT-MB 517)

004 DNIT 004/2010-PRO ABSORÇÃO DE TRECHOS DE RODOVIAS ESTADUAIS EXISTENTES COINCIDENTES COM RODOVIAS FEDERAIS PLANEJADAS 005 005 005 005 006 006 006 007 DNER-IE 005/94 DNER-ME 005/94 DNER-PRO 005/94 DNIT 005/2003-TER DNER-IE 006/94 DNER-ME 006/00 DNIT 006/2003-PRO DNER-ME 007/94 SOLOS - ADENSAMENTO EMULSÃO ASFÁLTICA - DETERMINAÇÃO DA PENEIRAÇÃO (ABNT-MB 609) COLETA DE AMOSTRAS DE MATERIAL DE ENCHIMENTO DEFEITOS NOS PAVIMENTOS FLEXÍVEIS E SEMI-RÍGIDOS MATERIAIS ROCHOSOS USADOS EM RODOVIAS - ANÁLISE PETROGRÁFICA EMULSÕES ASFÁLTICAS - DETERMINAÇÃO DA SEDIMENTAÇÃO AVALIAÇÃO OBJETIVA DA SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS E SEMI-RÍGIDOS EMULSÃO ASFÁLTICA - DETERMINAÇÃO DE RUPTURA - MÉTODO DA MISTURA COM CIMENTO (ABNT-NBR 6297). LEVANTAMENTO PARA AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO DE SUPERFÍCIE DE SUBTRECHO HOMOGÊNEO DE RODOVIAS DE PAVIMENTO FLEXÍVEL E SEMI-RÍGIDO PARA GERÊNCIA DE PAVIMENTOS E ESTUDOS E PROJETOS. EMULSÃO ASFÁLTICA - DETERMINAÇÃO DE RUPTURA - MÉTODO DE MISTURA COM FILLER SILÍCICO (ABNT-NBR 6302) LEVANTAMENTO VISUAL CONTÍNUO PARA AVALIAÇÃO DA SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS E SEMI-RÍGIDOS PETRÓLEO E DERIVADOS - DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE - MÉTODO DO DENSÍMETRO AVALIAÇÃO SUBJETIVA DA SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS E SEMI-RÍGIDOS CIMENTOS ASFÁLTICOS DE PETRÓLEO - DETERMINAÇÃO DO TEOR DE BETUME (ABNT-MB 166) AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DOS PAVIMENTOS FLEXÍVEIS - PROCEDIMENTO A INSPEÇÕES EM PONTES E VIADUTOS DE CONCRETO ARMADO E PROTENDIDO MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA - VERIFICAÇÃO DA RESISTÊNCIA À SOLUÇÃO DE CLORETO DE CÁLCIO AVALIAÇÃO ESTRUTURAL DOS PAVIMENTOS FLEXÍVEIS - PROCEDIMENTO B GESTÃO DA QUALIDADE EM OBRAS RODOVIÁRIAS ASFALTO DILUÍDO - DESTILAÇÃO (ABNT-MB 43) FOTO INTERPRETAÇÃO APLICADA À ENGENHARIA RODOVIÁRIA REQUISITOS PARA A QUALIDADE EM PROJETOS RODOVIÁRIOS MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA - DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA DNER-IE 005/71 DNER-ME 005/87 DNER-PRO 005/79 DNER-TER 001/78 DNER-IE 006/79 DNER-ME 006/86;DNER-ME 006/94 DNER-PRO 008/87;DNER-PRO 008/94 DNER-ME 007/87 DNER-ES 128/83 DNER-ME 008/87 DNER-ME 009/87;DNER-ME 009/93;DNER-ME 009/94 DNER-PRO 007/78;DNER-PRO 007/94 DNER-ME 010/86 DNER-PRO 123/88;DNER-PRO 123/94 DNER-ME 011/89 DNER-PRO 407/01 DNER-ME 012/86 DNER-PRO 012/79;DNER-PRO 012/94 DNER-ME 013/89 DNER-IE 002/64;DNER-PRO 013/79

007 DNIT 007/2003-PRO 008 008 009 009 010 010 010 DNER-ME 008/94 DNIT 008/2003-PRO DNER-ME 009/98 DNIT 009/2003-PRO DNER-ME 010/94 DNER-PRO 010/79 DNIT 010/2004-PRO

011 DNER-ME 011/94 011 011 012 012 012 DNER-PRO 011/79 DNIT 011/2004-PRO DNER-ME 012/94 DNER-PRO 012/95 DNIT 012/2004-PRO

013 DNER-ME 013/94

013 DNER-PRO 013/94 COLETA DE AMOSTRA DE MISTURAS BETUMINOSAS PARA PAVIMENTAÇÃO 013 DNIT 013/2004-PRO REQUISITOS PARA A QUALIDADE EM OBRAS RODOVIÁRIAS

Impresso em: 01/06/11

Página 1/11

DNER-ES 286/97 DNER-ME 026/78 DNER-ES 287/97 DNER-ME 027/78 DNER-ES 296/97 DNER-ME 027/89 DNER-ES 297/97 DNER-ME 029/74.DNER-ES 284/97.DNER-ES 293/97 DNER-ES 022/71.DNER-ES 288/97.RESISTÊNCIA À ÁGUA 020 DNIT 020/2006-ES DRENAGEM .VERIFICAÇÃO DA RESISTÊNCIA AO ÁCIDO CLORÍDRICO 014 DNER-PRO 014/95 MAPEAMENTO GEOLÓGICO .DETERMINAÇÃO DE EXPANSIBILIDADE DRENAGEM .RESTAURAÇÃO DE DISPOSITIVOS DE DRENAGEM DANIFICADA SOLOS .GEOTÉCNICO PARA OBRAS VIÁRIAS 014 DNIT 014/2004-PRO REQUISITOS PARA A QUALIDADE EM SUPERVISÃO DE OBRAS RODOVIÁRIAS 015 DNER-ME 015/94 MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DNER-ME 024/87 DNER-ES 038/71.DNIT 023/2004ES DNER-ME 024/78.DETERMINAÇÃO DAS DEFLEXÕES PELA VIGA BENKELMAN DRENAGEM .BUEIROS TUBULARES DE CONCRETO PAVIMENTO .SARJETAS E VALETAS DE DRENAGEM 019 DNER-ME 019/94 TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DNER-ES 292/97.DNER-ES 188/87.DNIT 020/2004-ES DNER-ES 025/70.DNER-ME 035/92.CONCRETO ASFÁLTICO RECICLADO A QUENTE NA USINA ÁGUA PARA CONCRETO PAVIMENTOS FLEXÍVEIS .LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DE DISPOSITIVOS DE DRENAGEM SOLO .MEIOS-FIOS E GUIAS 021 DNIT 021/2004-ES DRENAGEM .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº NORMA VIGENTE TÍTULO DNER-ME 014/89 NORMAS SUBSTITUÍDAS MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .BUEIROS CELULARES DE CONCRETO PODER DE COBERTURA DE TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA DRENAGEM .ENTRADAS E DESCIDAS D'ÁGUA MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .AREIA-ASFALTO A QUENTE MOURÕES DE EUCALIPTO PRESERVADO PARA CERCAS PAVIMENTOS FLEXÍVEIS .RESISTÊNCIA À UMIDADE 015 DNER-PRO 015/94 INSPEÇÃO DE USINAS PARA MISTURAS BETUMINOSAS 015 DNIT 015/2006-ES DRENAGEM .DNER-ES 319/97 DNER-EM 035/70 DNER-ME 035/64.DNER-ES 313/97 DNER-ES 021/71.DNER-ME 035/94 Página 2/11 Impresso em: 01/06/11 .DRENOS SUBTERRÂNEOS 016 DNIT 016/2006-ES DRENAGEM .CAIXAS COLETORAS PIGMENTOS .DISSIPADORES DE ENERGIA 014 DNER-ME 014/94 023 DNER-ME 023/94 023 DNIT 023/2006-ES 024 024 025 026 026 027 027 028 028 029 029 030 030 031 032 033 033 034 034 035 035 DNER-ME 024/94 DNIT 024/2004-ES DNIT 025/2004-ES DNER-ME 026/98 DNIT 026/2004-ES DNER-ME 027/97 DNIT 027/2004-ES DNER-ME 028/94 DNIT 028/2004-ES DNER-ME 029/94 DNIT 029/2004-ES DNER-ME 030/94 DNIT 030/2004-ES DNIT 031/2006-ES DNIT 032/2005-ES DNER-EM 033/94 DNIT 033/2005-ES DNER-EM 034/97 DNIT 034/2005-ES DNER-EM 035/95 DNER-ME 035/98 MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA.DNIT 018/2004-ES DNER-ME 019/89 DNER-ES 289/97 DNER-ME 020/89 DNER-ES 290/97.DNIT 015/2004-ES DNER-ES 294/97.DETERMINAÇÃO DAS RELAÇÕES SÍLICA-ALUMINA E SÍLICA-SESQUIÓXIDOS EM SOLOS DRENAGEM .DNER-PRO 014/94 DNER-ME 015/89 DNER-PRO 015/79 DNER-ES 029/70.DNER-EM 034/94 DNER-ES 187/87.DNER-ES 312/97.DNER-ES 291/97 DNER-ME 022/89 DNER-ES 283/97.BUEIROS METÁLICOS EXECUTADOS SEM INTERRUPÇÃO DO TRÁFEGO DRENAGEM .CONCRETO ASFÁLTICO RECICLADO A QUENTE NO LOCAL PENEIRAS DE MALHAS QUADRADAS PARA ANÁLISE GRANULOMÉTRICA DE SOLOS AGREGADOS .GRAU DE DISPERSÃO NO VEÍCULO DE TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA DRENAGEM .DEMOLIÇÃO DE DISPOSITIVOS DE CONCRETO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .TRANSPOSIÇÃO DE SARJETAS E VALETAS 020 DNER-ME 020/94 TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DA FLEXIBILIDADE 019 DNIT 019/2004-ES DRENAGEM .DNIT 017/2004-ES DNER-ME 018/89 DNER-ES 025/70.DNER-ES 285/97 DNER-ES 038/71.DETERMINAÇÃO DA CONSISTÊNCIA DRENAGEM .DNIT 022/2004-ES DNER-ME 023/89 DNER-ES 027/70.DRENO SUB-HORIZONTAL 018 DNER-ME 018/94 TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DNER-ME 029/87 DNER-ES 298/97 DNER-ME 030/88 DNER-ES 028/70.DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À SOLUÇÃO 022 DNER-ME 022/94 DE SULFETO DE SÓDIO 022 DNIT 022/2006-ES DRENAGEM .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À ÁGUA DRENAGEM .VERIFICAÇÃO DO SANGRAMENTO NO ASFALTO 018 DNIT 018/2006-ES DRENAGEM .DRENOS SUB-SUPERFICIAIS 017 DNIT 017/2006-ES DRENAGEM .DNER-ES 038/71.DNER-ES 318/97 DNER-EM 034/70.DETERMINAÇÃO DA ABRASÃO "LOS ANGELES" DNER-PRO 014/79.DNIT 031/2004-ES DNER-EM 033/71 DNER-ES 189/87.DNIT 016/2004-ES DNER-ES 295/97.DISPOSITIVOS DE DRENAGEM PLUVIAL URBANA PAVIMENTOS FLEXÍVEIS .CONCRETO ASFÁLTICO PAVIMENTOS FLEXÍVEIS .

ÁGUA PARA AMASSAMENTO DO CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND .SUB-BASE DE CIMENTO DE CONCRETO PORTLAND COMPACTADA COM ROLO DNER-ME 052/64 DNER-ME 053/63 NORMAS SUBSTITUÍDAS DNER-ES 320/97.SELANTE DE JUNTAS .ENVELHECIMENTO ACELERADO EM ESTUFA PROSPECÇÃO GEOFÍSICA PELO MÉTODO DA SÍSMICA DE REFRAÇÃO PAVIMENTO RÍGIDO .SELANTE DE JUNTAS .EXECUÇÃO DE PAVIMENTO RÍGIDO COM EQUIPAMENTO DE FÔRMA-TRILHO SOLOS .DETERMINAÇÃO DA RETRAÇÃO DO CONCRETO POR SECAGEM EQUIVALENTE DE AREIA PAVIMENTO RÍGIDO .DNER-ES 325/97 DNER-ES 326/97 DNER-ME 049/74.ENSAIOS COMPARATIVOS AGREGADO MIÚDO PARA CONCRETO DE CIMENTO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DE IMPUREZAS ORGÂNICAS PAVIMENTO RÍGIDO .SELANTE DE JUNTAS .DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE SUPORTE CALIFÓRNIA UTILIZANDO AMOSTRAS NÃO TRABALHADAS PAVIMENTO RÍGIDO .EXECUÇÃO DE PAVIMENTO RÍGIDO COM EQUIPAMENTO DE PEQUENO PORTE PAVIMENTO RÍGIDO .ANÁLISE GRANULOMÉTRICA PAVIMENTO RÍGIDO . COM EMPREGO DO ÓLEO PAVIMENTO RÍGIDO .EXECUÇÃO DE PAVIMENTO RÍGIDO COM EQUIPAMENTO DE FÔRMA-DESLIZANTE PAVIMENTO RÍGIDO .DETERMINAÇÃO DAS DEFLEXÕES PELO DYNAFLECT PAVIMENTO RÍGIDO .RECEBIMENTO E ACEITAÇÃO SOLO .ENSAIOS QUÍMICOS AGREGADO GRAÚDO PARA CONCRETO DE CIMENTO SOLO .SELANTE DE JUNTAS . "IN SITU".REVESTIMENTO DE TALUDES COM SOLO-CIMENTO PAVIMENTO RÍGIDO .TRAÇÃO PROSPECÇÃO GEOFÍSICA PELO MÉTODO DE ELETRORRESISTIVIDADE PAVIMENTO RÍGIDO .DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE FLUIDEZ MUROS DE ARRIMO PAVIMENTO .SELANTE DE JUNTAS PAVIMENTO RÍGIDO .DNER-ME 045/94 DNER-ME 046/64.ABSORÇÃO DE ÁGUA PROTEÇÃO DO CORPO ESTRADAL .PERCENTAGEM DE BETUME PAVIMENTO RÍGIDO .DNER-EM 037/94 DNER-ME 037/71 DNER-EM 038/71.SELANTE DE JUNTAS .DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE NA ARMAZENAGEM PAVIMENTO RÍGIDO .DEFORMAÇÃO PERMANENTE À COMPRESSÃO PAVIMENTO RÍGIDO .DEFORMAÇÃO PERMANENTE NA TRAÇÃO EM ALONGAMENTO CONSTANTE SOLOS E AGREGADOS MIÚDOS .DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA.SELANTE DE JUNTAS .DNER-ME 040/94 DNER-ME 041/63 DNER-ME 043/64 DNER-ME 045/87.ENVELHECIMENTO ACELERADO POR INTEMPERISMO CONCRETO .DNER-ES 324/97 DNER-ME 051/64 051 DNIT 051/2004-ME 052 052 053 053 054 054 055 DNER-ME 052/94 DNIT 052/2004-ME DNER-ME 053/94 DNIT 053/2004-ME DNER-ME 054/97 DNIT 054/2004-PRO DNER-ME 055/95 DNER-ME 054/63.DNER-ME 046/94 DNER-ES 024/71.ÁGUA PARA AMASSAMENTO DO CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND .ENSAIO MARSHALL PAVIMENTO RÍGIDO .ESTUDOS DE TRAÇOS DE CONCRETO E ENSAIOS DE CARACTERIZAÇÃO DE MATERIAIS AREIA .PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS PARA ENSAIOS DE CARACTERIZAÇÃO PAVIMENTO RÍGIDO .SELANTE DE JUNTAS .DNER-EM 038/94 DNER-ME 038/89 DNER-ME 039/78 DNER-ME 040/79.SELANTE DE JUNTAS . COM EMPREGO DO BALÃO DE BORRACHA PAVIMENTO RÍGIDO .DNER-ME 054/94 DNER-ME 055/64 055 DNIT 055/2004-ME 056 DNIT 056/2004-ES Impresso em: 01/06/11 DNER-ES 322/97 Página 3/11 .MICRO REVESTIMENTO ASFÁLTICO A FRIO COM EMULSÃO MODIFICADA POR POLÍMERO CIMENTO PORTLAND .DNER-ES 389/99 DNER-EM 036/71 DNER-ME 036/71 DNER-EM 037/71.SELANTE DE JUNTAS .ADERÊNCIA SELANTE X SUBSTRATO SOLOS .DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA APARENTE.RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 035 036 036 036 037 037 037 038 038 038 039 039 039 040 040 041 041 042 043 043 044 044 045 045 046 046 047 048 049 049 050 051 NORMA VIGENTE DNIT 035/2005-ES DNER-EM 036/95 DNER-ME 036/94 DNIT 036/2004-ME DNER-EM 037/97 DNER-ME 037/94 DNIT 037/2004-ME DNER-EM 038/97 DNER-ME 038/94 DNIT 038/2004-ME DNER-ES 039/71 DNER-ME 039/94 DNIT 039/2004-ME DNER-ME 040/95 DNIT 040/2004-ME DNER-ME 041/94 DNIT 041/2004-ME DNIT 042/2004-ME DNER-ME 043/95 DNIT 043/2004-ME DNER-ES 044/71 DNIT 044/2004-ME DNER-ME 045/95 DNIT 045/2004-ME DNER-ME 046/98 DNIT 046/2004-EM DNIT 047/2004-ES DNIT 048/2004-ES DNER-ME 049/94 DNIT 049/2009-ES DNIT 050/2004-EM DNER-ME 051/94 TÍTULO PAVIMENTOS FLEXÍVEIS .RASGAMENTO MISTURAS BETUMINOSAS A QUENTE . "IN SITU".MOLDAGEM E CURA DE CORPOS-DE-PROVA CILÍNDRICOS OU PRISMÁTICOS PAVIMENTO RÍGIDO .PUNCIONAMENTO ESTÁTICO MISTURAS BETUMINOSAS .CIMENTO PORTLAND SOLOS .SELANTE DE JUNTAS .DNER-ME 050/64 DNIT 049/2004-ES.DETERMINAÇÃO DA UMIDADE PELO MÉTODO EXPEDITO "SPEEDY" PAVIMENTO RÍGIDO .PROVA DE CARGA ESTÁTICA PARA DETERMINAÇÃO DO COEFICIENTE DE RECALQUE DE SUBLEITO E SUB-BASE EM PROJETO E AVALIAÇÃO DE PAVIMENTOS PAVIMENTO RÍGIDO .

ADESIVIDADE A LIGANTE BETUMINOSO 078 DNIT 078/2006-PRO CONDICIONANTES AMBIENTAIS PERTINENTES À SEGURANÇA RODOVIÁRIA NA FASE DE OBRAS 079 DNER-ME 079/94 AGREGADO .DNER-ME 081/94 DNER-ME 082/63 DNER-ME 083/63.ADESIVIDADE A LIGANTE BETUMINOSO 079 DNIT 079/2006-ES PLATAFORMAS DE TRABALHO 080 DNER-ME 080/94 SOLOS .DNER-ME 094/94 DNER-ES 323/97 DNER-ES 328/97 068 DNIT 068/2004-ES 069 DNIT 069/2005-ME MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL RODOVIÁRIA .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA AO ÓLEO DIESEL 070 DNIT 070/2006-PRO CONDICIONANTES AMBIENTAIS DAS ÁREAS DE USO DE OBRAS TRATAMENTO AMBIENTAL DE ÁREAS DE USO DE OBRAS E DO PASSIVO AMBIENTAL DE ÁREAS CONSIDERADAS PLANAS OU 071 DNIT 071/2006-ES DE POUCA DECLIVIDADE POR VEGETAÇÃO HERBÁCEA TRATAMENTO AMBIENTAL DE ÁREAS DE USO DE OBRAS E DO PASSIVO AMBIENTAL DE ÁREAS ÍNGREMES OU DE DIFÍCIL 072 DNIT 072/2006-ES ACESSO PELO PROCESSO DE REVEGETAÇÃO HERBÁCEA TRATAMENTO AMBIENTAL DE ÁREAS DE USO DE OBRAS E DO PASSIVO AMBIENTAL DE ÁREAS CONSIDERADAS PLANAS OU 073 DNIT 073/2006-ES DE POUCA DECLIVIDADE POR REVEGETAÇÃO ARBÓREA E ARBUSTIVA TRATAMENTO AMBIENTAL DE TALUDES E ENCOSTAS POR INTERMÉDIO DE DISPOSITIVOS DE CONTROLE DE PROCESSOS 074 DNIT 074/2006-ES EROSIVOS 075 DNIT 075/2006-ES TRATAMENTO AMBIENTAL DE TALUDES COM SOLOS INCONSISTENTES 076 DNIT 076/2006-ES TRATAMENTO AMBIENTAL ACÚSTICO DAS ÁREAS LINDEIRAS DA FAIXA DE DOMÍNIO 077 DNIT 077/2006-ES CERCA VIVA OU DE TELA PARA PROTEÇÃO DA FAUNA 078 DNER-ME 078/94 AGREGADO GRAÚDO .DETERMINAÇÃO DE DENSIDADE REAL 084 DNIT 084/2006-ES TRATAMENTO DA CORROSÃO Impresso em: 01/06/11 DNER-ME 078/63 DNER-ME 079/63 DNER-ME 080/64 DNER-ME 081/64.DETERMINAÇÃO DO LIMITE DE PLASTICIDADE 082 DNIT 082/2006-ES FUROS NO CONCRETO PARA ANCORAGEM DE ARMADURAS 083 DNER-ME 083/98 AGREGADOS .ANÁLISE GRANULOMÉTRICA 083 DNIT 083/2006-ES TRATAMENTO DE TRINCAS E FISSURAS 084 DNER-ME 084/95 AGREGADO MIÚDO .AVALIAÇÃO SUBJETIVA PAVIMENTO RÍGIDO .DEFEITOS PAVIMENTO RÍGIDO .PAVIMENTO DE CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND.EXECUÇÃO DE SUB-BASE DE SOLO-CIMENTO EMULSÕES ASFÁLTICAS .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 057 057 058 058 059 059 060 061 062 063 064 065 066 067 NORMA VIGENTE DNER-ME 057/94 DNIT 057/2004-ES DNER-ME 058/94 DNIT 058/2004-ES DNER-ME 059/94 DNIT 059/2004-ES DNIT 060/2004-PRO DNIT 061/2004-TER DNIT 062/2004-PRO DNIT 063/2004-PRO DNIT 064/2004-ME DNIT 065/2004-ES DNIT 066/2004-ES DNIT 067/2004-ES TÍTULO MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SÍLICA PAVIMENTO RÍGIDO .CONSTRUÇÃO COM PEÇAS PRÉ-MOLDADAS DE CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND PAVIMENTO RÍGIDO .DNER-ME 083/94 DNER-ME 084/64 Página 4/11 . COMPACTADO COM ROLO PAVIMENTO RÍGIDO .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À ÁGUA (ADESIVIDADE) (ABNT-NBR 6300).REABILITAÇÃO PAVIMENTO RÍGIDO . PAVIMENTO RÍGIDO .SUB-BASE DE CONCRETO DE CIMENTO PORTLAND ADENSADO POR VIBRAÇÃO PAVIMENTO RÍGIDO .EXECUÇÃO DE CAMADA SUPERPOSTA DE CONCRETO DO TIPO WHITETOPPING POR MEIO MECÂNICO DNER-ME 057/89 DNER-ME 058/89 DNER-ME 059/86 NORMAS SUBSTITUÍDAS DNER-ME 094/78.DETERMINAÇÃO DA GRANULOMETRIA PAVIMENTO RÍGIDO .DETERMINAÇÃO DE CONSISTÊNCIA DO CONCRETO PELO CONSISTÔMETRO VeBe PAVIMENTO RÍGIDO .AVALIAÇÃO OBJETIVA PAVIMENTO RÍGIDO .EXECUÇÃO DE SUB-BASE MELHORADA COM CIMENTO MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .ANÁLISE GRANULOMÉTRICA POR PENEIRAMENTO 080 DNIT 080/2006-ES PREPARAÇÃO DE SUPERFÍCIES DE CONCRETO: APICOAMENTO E JATEAMENTOS 081 DNER-ME 081/98 AGREGADOS .DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO E DA DENSIDADE DE AGREGADO GRAÚDO 081 DNIT 081/2006-ES REMOÇÕES NO CONCRETO 082 DNER-ME 082/94 SOLOS .INSPEÇÃO VISUAL PAVIMENTO RÍGIDO .

AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA MECÂNICA PELO MÉTODO DOS 10% DE FINOS DRENAGEM .SEGURANÇA NO TRÁFEGO RODOVIÁRIO .SERVIÇOS PRELIMINARES TERRAPLENAGEM .SINALIZAÇÃO HORIZONTAL OBRAS COMPLEMENTARES .DETERMINAÇÃO DOS FATORES DE CONTRAÇÃO EXECUÇÃO E ACABAMENTO DO CONCRTO PROJETADO SOLOS .DNER-EM 204/95 DNER-ME 096/71.DNER-EM 204/87. GUARDA-CORPOS E BARREIRAS AGREGADOS .DNER-ES 048/74.PROTEÇÃO VEGETAL COLETA DE AMOSTRAS DE ÓLEOS E GRAXAS LUBRIFICANTES PROTEÇÃO DO CORPO ESTRADAL . COM EMULSÃO ASFÁLTICA .PROJETO DE BARREIRAS DE CONCRETO MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 085 085 086 086 087 087 088 088 NORMA VIGENTE DNER-ME 085/94 DNIT 085/2006-ES DNER-ME 086/94 DNIT 086/2006-ES DNER-ME 087/94 DNIT 087/2006-ES DNER-ME 088/94 DNIT 088/2006-ES TÍTULO MATERIAL FINAMENTE PULVERIZADO .ESTRUTURAS DE ARRIMO COM GABIÃO AMOSTRAGEM DE TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA TERRAPLENAGEM .DNER-PRO 102/94 DNER-ES 341/97.DNER-ME 096/94 DNER-ES 047/74.ATERROS OBRAS COMPLEMENTARES .BUEIROS DE CONCRETO TIPO MINITÚNEL . NEOPRENE E METÁLICOS SOLO .CORTES MISTURA BETUMINOSA A FRIO.EMPRÉSTIMOS TERRAPLENAGEM .DNER-ES 040/86 DNER-ES 339/97.SEGURANÇA NO TRÁFEGO RODOVIÁRIO .DNER-ES 042/70 DNER-PRO 102/80.DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE REAL TUBO DRENO CORRUGADO DE POLIETILENO DE ALTA DENSIDADE (PEAD) PARA DRENAGEM RODOVIÁRIA TUBO DE POLIÉSTER REFORÇADO COM FIBRA DE VIDRO (PRFV) PARA DRENAGEM RODOVIÁRIA CIMENTOS ASFÁLTICOS DE PETRÓLEO AGREGADO GRAÚDO .SEM INTERRUPÇÃO DO TRÁFEGO ELABORAÇÃO DE DIÁRIO DE OBRA DO DNIT PAVIMENTAÇÃO .BASE ESTABILIZADA GRANULOMETRICAMENTE COM UTILIZAÇÃO DE SOLO LATERÍTICO OBRAS COMPLEMENTARES .DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE FORMA RECUPERAÇÃO DO SISTEMA DE DRENAGEM SOLOS .SEGURANÇA NO TRÁFEGO RODOVIÁRIO .DNER-PAD 111/94 Impresso em: 01/06/11 Página 5/11 .DNER-ES 042/70 DNER-ES 340/97. COM EMPREGO DO FRASCO DE AREIA JUNTAS DE DILATAÇÃO SOLOS .DNER-ES 005/70 DNER-PRO 176/94 DNER-ME 110/89 DNER-PRO 176/94 DNER-PAD 111/81.CAMINHOS DE SERVIÇO TERRAPLENAGEM .DNER-ES 001/70 DNER-ES 279/97.DNER-ES 004/70 DNER-ES 282/97.DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA REAL DEMOLIÇÃO E REMOÇÃO DE PAVIMENTOS: ASFALTO OU CONCRETO AGREGADO .ENSAIO MARSHALL TERRAPLENAGEM .DNER-ES 003/70 DNER-ME 107/80 DNER-ES 281/97.DETERMINAÇÃO DA UMIDADE PELO MÉTODO EXPEDITO DO ÁLCOOL DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA LATERAL: GUARDA-RODAS.AVALIAÇÃO DO ÍNDICE DE REFRAÇÃO OBRAS COMPLEMENTARES .DNER-EM 141/84.ENSAIO DE COMPRESSÃO DE CORPOS DE PROVA CILÍNDRICOS TRATAMENTO DE APARELHOS DE APOIO: CONCRETO.AVALIAÇÃO DA DURABILIDADE PELO EMPREGO DE SOLUÇÕES DE SULFATO DE SÓDIO OU DE MAGNÉSIO EXECUÇÃO DE PINGADEIRAS POR COLAGEM DE PLACAS PRÉ-MOLDADAS PATOLOGIAS DO CONCRETO CONCRETO .CERCAS DE ARAME FARPADO OBRAS COMPLEMENTARES .DNER-ES 002/70 DNER-ES 280/97.SEGURANÇA NO TRÁFEGO RODOVIÁRIO .DNER-ES 043/71 DNER-PRO 103/87 DNER-ES 343/97 DNER-PRO 104/89 DNER-ES 278/97.EXECUÇÃO DE BARREIRAS DE CONCRETO FICHAS .DNER-ES 378/98 DNER-ES 338/97.SINALIZAÇÃO VERTICAL SONDAGEM DE RECONHECIMENTO PELO MÉTODO ROTATIVO PROTEÇÃO DO CORPO ESTRADAL .REPRESENTAÇÃO DE PERFIS INDIVIDUAIS DE SONDAGEM A PERCUSSÃO E ROTATIVA DNER-ME 085/64 DNER-ME 086/64 DNER-ME 087/64 DNER-ME 088/64 DNER-ME 089/64 NORMAS SUBSTITUÍDAS 089 DNER-ME 089/94 089 090 091 091 092 092 093 093 094 DNIT 089/2006-ES DNIT 090/2006-ES DNER-ME 091/98 DNIT 091/2006-ES DNER-ME 092/94 DNIT 092/2006-ES DNER-ME 093/94 DNIT 093/2006-EM DNIT 094/2006-EM DNER-ME 091/64. "IN SITU".DNER-ME 091/94 DNER-ME 092/64 DNER-ME 093/64 095 DNIT 095/2006-EM 096 096 097 098 099 100 101 102 102 103 103 104 104 105 106 107 107 108 109 110 110 111 DNER-ME 096/98 DNIT 096/2006-ES DNIT 097/2007-PRO DNIT 098/2007-ES DNIT 099/2009-ES DNIT 100/2009-ES DNIT 101/2009-ES DNER-PRO 102/97 DNIT 102/2009-ES DNER-PRO 103/94 DNIT 103/2009-ES DNER-PRO 104/94 DNIT 104/2009-ES DNIT 105/2009-ES DNIT 106/2009-ES DNER-ME 107/94 DNIT 107/2009-ES DNIT 108/2009-ES DNIT 109/2009-PRO DNER-ME 110/94 DNIT 110/2009-ES DNER-PAD 111/97 DNER-EM 141/94.DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA APARENTE.

DO TIPO "TERMINAL BLENDING" PAVIMENTAÇÃO RODOVIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO PONTO DE AMOLECIMENTO .DNER-PRO 120/94 DNER-ES 333/97.DNER-PRO 120/85.DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO POR COMPRESSÃO 136 DNIT 136/2010-ME DIAMETRAL 137 DNER-PRO 137/94 COLETA DE AMOSTRAS DE ÁGUA PARA ENSAIOS QUÍMICOS 137 DNIT 137/2010-ES PAVIMENTAÇÃO .SOLOS . DO TIPO "TERMINAL BLENDING" PAVIMENTOS FLEXÍVEIS .DNER-ES 300/97 DNER-ME 139/89 Página 6/11 .DNER-ME 138/94 DNER-PRO 137/84 DNER-ES 006/71.DELINEAMENTO DA LINHA DE INFLUÊNCIA LONGITUDINAL DA BACIA DE DEFORMAÇÃO POR 133 DNIT 133/2010-ME INTERMÉDIO DA VIGA BENKELMAN 134 DNIT 134/2010-ME PAVIMENTAÇÃO .BASE ESTABILIZADA GRANULOMETRICAMENTE COM ESCÓRIA DE ACIARIA .DNER-ME 048/64.COMPACTAÇÃO UTILIZANDO AMOSTRAS NÃO TRABALHADAS CIMENTO ASFÁLTICO DE PETRÓLEO MODIFICADO POR POLÍMERO ELASTOMÉRICO DETERMINAÇÃO DA RECUPERAÇÃO ELÁSTICA DE MATERIAIS ASFÁLTICOS PELO DUCTILÔMETRO MATERIAIS ASFÁLTICOS .CONCRETO ASFÁLTICO COM ASFALTO-BORRACHA.DNER-PRO 120/82.AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE EXPANSÃO DE ESCÓRIA DE ACIARIA PAVIMENTAÇÃO RODOVIÁRIA .DNIT 129/2010-EM DNER-ME 382/99 DNER-PRO 132/89 DNER-ME 061/79.DNER-ES 030/71 DNER-ME 077/80.DNER-ES 037/71 DNER-ES 337/97.DNER-ME 117/87 DNER-ES 330/97.DNER-ES 032/71 DNER-ES 332/97.DETERMINAÇÃO DA ADERÊNCIA Impresso em: 01/06/11 DNER-ES 329/97.MISTURAS ASFÁLTICAS .DNER-ME 131/94 DNER-PRO 135/84 DNER-ME 133/86.SUB-BASE ESTABILIZADA GRANULOMETRICAMENTE COM ESCÓRIA DE ACIARIA .DNER-ME 061/94 DNER-ME 131/86.DNER-ME 133/94 DNER-ME 138/86.MISTURAS ASFÁLTICAS .DNER-ES 031/71 DNER-ES 331/97.DNER-ES 034/71 DNER-EM 396/99 DNER-ME 047/64. VIA ÚMIDA.DNER-ME 129/89 DNER-EM 396/99.DNER-ME 044/82.DNER-ES 035/71 DNER-ME 044/71.DNER-ES 033/71 DNER-IE 001/64.DETERMINAÇÃO DO MÓDULO DE RESILIÊNCIA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA .REGULARIZAÇÃO DO SUBLEITO 138 DNIT 138/2010-ES PAVIMENTAÇÃO .ACERITA PAVIMENTAÇÃO RODOVIÁRIA .MÉTODO DE REFERÊNCIA E MÉTODO EXPEDITO PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – ESTRUTURAS DE CONCRETO PROTENDIDO PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – ESCORAMENTOS ELABORAÇÃO DE DESENHOS PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS E PARA DOCUMENTOS TÉCNICOS EM GERAL CODIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA EMISSÃO E REVISÃO DE DOCUMENTOS DE PROJETO EMULSÕES ASFÁLTICAS CATIÔNICAS MODIFICADAS POR POLÍMEROS ELASTOMÉRICOS SOLOS .CIMENTO ASFÁLTICO MODIFICADO POR BORRACHA DE PNEUS INSERVÍVEIS PELO PROCESSO VIA ÚMIDA.DETERMINAÇÃO DO LIMITE DE LIQUIDEZ .DNER-ES 034/71 DNER-ES 334/97.RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº NORMA VIGENTE TÍTULO PAVIMENTAÇÃO FLEXÍVEL .MÉTODO DO ANEL E BOLA INSPEÇÃO VISUAL DE EMBALAGENS DE MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PAVIMENTOS – CALIBRAÇÃO DA CÉLULA DE CARGA E DE SENSORES DE DEFLEXÃO DOS DEFLECTÔMETROS DO TIPO 132 DNIT 132/2010-PRO “FALLING WEIGHT DEFLECTOMETER (FWD)” PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA .AGREGADO ARTIFICIAL .ACERITA PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – SERVIÇOS PRELIMINARES MISTURA BETUMINOSA .DNER-ME 122/87 DNER-ES 335/97.REFORÇO DO SUBLEITO 139 DNER-ME 139/94 TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE APARENTE PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – CONCRETOS.DETERMINAÇÃO DO MÓDULO DE RESILIÊNCIA 135 DNER-PRO 135/94 ELABORAÇÃO DE RESUMOS E SINOPSES 135 DNIT 135/2010-ME PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA . ARGAMASSAS E CALDA DE CIMENTO PARA INJEÇÃO PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – ARMADURAS PARA CONCRETO ARMADO PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – ARMADURAS PARA CONCRETO PROTENDIDO COLETA DE AMOSTRAS DE AGREGADOS NORMAS SUBSTITUÍDAS 111 DNIT 111/2009-EM 112 DNIT 112/2009-ES 113 DNIT 113/2009-ME 114 DNIT 114/2009-ES 115 116 117 117 118 119 DNIT 115/2009-ES DNIT 116/2009-ES DNER-ME 117/94 DNIT 117/2009-ES DNIT 118/2009-ES DNIT 119/2009-ES 120 DNER-PRO 120/97 120 121 122 122 123 124 125 126 127 128 129 129 130 131 132 DNIT 120/2009-ES DNIT 121/2009-ES DNER-ME 122/94 DNIT 122/2009-ES DNIT 123/2009-ES DNIT 124/2009-ES DNIT 125/2010-PAD DNIT 126/2010-PAD DNIT 127/2010-PAD DNIT 128/2010-EM DNER-ME 129/94 DNIT 129/2011-EM DNIT 130/2010-ME DNIT 131/2010-ME DNER-PRO 132/94 PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – FÔRMAS PONTES E VIADUTOS RODOVIÁRIOS – FUNDAÇÕES SOLOS .DNER-ES 299/97 DNER-ES 007/71.DNER-ES 036/71 DNER-ES 336/97.

BASE ESTABILIZADA GRANULOMETRICAMENTE LOCALIZAÇÃO E NUMERAÇÃO DE MARCOS QUILOMÉTRICOS PAVIMENTAÇÃO .DNER-ME 064/79 DNER-ES 046/71.PRÉ-MISTURADO A FRIO COM EMULSÃO CATIÔNICA CONVENCIONAL PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA .LAMA ASFÁLTICA ASFALTOS .BASE DE SOLO-CIMENTO DEFENSAS METÁLICAS PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA .MACADAME BETUMINOSO COM LIGANTE ASFÁLTICO CONVENCIONAL POR PENETRAÇÃO PETRÓLEO E OUTROS MATERIAIS BETUMINOSOS .CONTROLE TECNOLÓGICO DURANTE A FABRICAÇÃO PAVIMENTAÇÃO .MACADAME HIDRÁULICO AGREGADO EM ESTADO COMPACTADO SECO .DNER-ES 307/97 DNER-IE 146/85 DNER-ES 016/71.DNER-ME 002/94 DNER-ME 063/79.DNER-ME 153/94 DNER-ES 105/80.DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA APARENTE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA.DNER-ME 063/94 DNER-ME 162/85 DNER-ME 060/79.DNER-ME 163/94 DNER-PRO 164/89 DNER-PRO 165/85 148 DNER-ME 148/94 148 DNIT 148/2010-ES 149 DNER-ME 149/94 149 DNIT 149/2010-ES 150 DNER-ME 150/94 150 151 151 152 152 153 153 154 155 156 157 159 162 163 DNIT 150/2010-ES DNER-ME 151/94 DNIT 151/2010-ES DNER-ME 152/95 DNIT 152/2010-ES DNER-ME 153/97 DNIT 153/2010-ES DNIT 154/2010-ES DNIT 155/2010-ME DNIT 156/2011-ME DNIT 157/2011-ME DNER-PRO 159/85 DNER-ME 162/94 DNER-ME 163/98 164 DNER-PRO 164/94 165 DNER-PRO 165/94 169 DNER-ES 169/86 170 171 173 174 DNER-PRO 170/94 DNER-PRO 171/94 DNER-ES 173/86 DNER-EM 174/94 DNER-PRO 170/86 DNER-PRO 171/86 DNER-EM 174/86 Página 7/11 Impresso em: 01/06/11 .SUB-BASE ESTABILIZADA GRANULOMETRICAMENTE PAVIMENTAÇÃO .DNER-ES 305/97 DNER-ES 041/70 DNER-ES 014/71.DNER-ES 301/97 DNER-ES 009/71.DETERMINAÇÃO DA CARGA DA PARTÍCULA EMULSÕES ASFÁLTICAS CATIÔNICAS – DETERMINAÇÃO DA DESEMULSIBILIDADE PROJETO DE RESTAURAÇÃO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS E SEMI-RÍGIDOS SOLOS .ENSAIO DE COMPACTAÇÃO UTILIZANDO AMOSTRAS TRABALHADAS MATERIAIS BETUMINOSOS .DETERMINAÇÃO DA VISCOSIDADE CINEMÁTICA.DNER-ES 311/97 DNER-ME 150/87 DNER-ES 023/71.IMPRIMAÇÃO COM LIGANTE ASFÁLTICO CONVENCIONAL PAVIMENTAÇÃO .DNER-ME 002/87.RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 139 140 141 142 142 143 143 144 144 145 146 146 147 NORMA VIGENTE DNIT 139/2010-ES DNIT 140/2010-ES DNIT 141/2010-ES DNER-PRO 142/94 DNIT 142/2010-ES DNER-PRO 143/94 DNIT 143/2010-ES DNER-ES 144/85 DNIT 144/2010-ES DNIT 145/2010-ES DNER-IE 146/94 DNIT 146/2010-ES DNIT 147/2010-ES TÍTULO PAVIMENTAÇÃO .DNER-ES 316/97 DNER-ME 153/85.DETERMINAÇÃO DO PH (ABNT-NBR 6299) PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA .DNER-ES 303/97 DNER-PRO 142/84 DNER-ES 011/71.DNER-ES 302/97 DNER-ES 010/71.DNER-ES 306/97 DNER-ES 015/71.DNER-ES 308/97 DNER-ES 017/71.TRATAMENTO SUPERFICIAL SIMPLES COM LIGANTE ASFÁLTICO CONVENCIONAL PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA.BASE DE SOLO MELHORADO COM CIMENTO FORMAÇÃO DE LOTES DE INSPEÇÃO PAVIMENTAÇÃO .DNER-ME 003/94.DETERMINAÇÃO DA MASSA UNITÁRIA PAVIMENTAÇÃO .TRATAMENTO SUPERFICIAL DUPLO COM LIGANTE ASFÁLTICO CONVENCIONAL MATERIAL BETUMINOSO .DETERMINAÇÃO DA DUCTILIDADE CALIBRAÇÃO E CONTROLE DE SISTEMAS DE MEDIDORES DE IRREGULARIDADE DE SUPERFÍCIE DE PAVIMENTO (SISTEMAS INTEGRADORES IPR/USP E MAYSMETER) UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTO DO DNER EM SERVIÇOS DE PESQUISA RODOVIÁRIA CONTRATADOS POR EMPRESAS DE CONSULTORIA CONTROLE DE QUALIDADE DE LEVANTAMENTO DA CONDIÇÃO DE SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS OU SEMIRÍGIDOS PARA GERÊNCIA DE PAVIMENTOS A NÍVEL DE REDE ILUMINAÇÃO EM RODOVIAS FEDERAIS (ABNT-NBR 5101) ILUMINAÇÃO DE TÚNEIS RODOVIÁRIOS (ABNT-NBR 5181) MÉTODO DE NÍVEL E MIRA PARA CALIBRAÇÃO DE SISTEMAS MEDIDORES DE IRREGULARIDADE TIPO RESPOSTA MOURÕES DE CONCRETO ARMADO PARA CERCAS DE ARAME FARPADO NORMAS SUBSTITUÍDAS DNER-ES 008/71.DETERMINAÇÃO DE ÁGUA (MÉTODO POR DESTILAÇÃO) (ABNT-NBR 14236) PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA . 02 P (ABNT-MB 826) PAVIMENTAÇÃO .DNER-ES 317/97 DNER-ES 321/97 DNER-ME 003/87.PINTURA DE LIGAÇÃO COM LIGANTE ASFÁLTICO CONVENCIONAL DEFENSAS METÁLICAS .SUB-BASE DE SOLO MELHORADO COM CIMENTO PAVIMENTAÇÃO .ACOSTAMENTOS AGREGADO EM ESTADO SOLTO .RECUPERAÇÃO DE DEFEITOS EM PAVIMENTOS ASFÁLTICOS MATERIAL ASFÁLTICO .DNER-ME 003/99 DNER-ME 002/98.DNER-ES 019/71.DNER-ES 310/97 DNER-ME 149/85 DNER-ES 020/71.DNER-ES 304/97 DNER-PRO 143/85 DNER-ES 012/71.DNER-ES 314/97 DNER-ME 151/85 DNER-ES 013/71.DNER-ES 315/97 DNER-ME 152/87.DNER-ME 163/85.DNER-ES 309/97 DNER-ME 148/85 DNER-ES 018/71.DETERMINAÇÃO DOS PONTOS DE FULGOR E DE COMBUSTÃO (VASO ABERTO CLEVELAND) (ABNTNBR 11341) PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA .TRATAMENTO SUPERFICIAL TRIPLO COM LIGANTE ASFÁLTICO CONVENCIONAL EMULSÕES ASFÁLTICAS .DETERMINAÇÃO DA PENETRAÇÃO EMULSÃO ASFÁLTICA .

DNER-PRO 212/88 DNER-ME 213/88 DNER-ME 216/88 DNER-PRO 218/88 DNER-ME 222/89 DNER-ME 223/89 DNER-ME 225/89 DNER-ME 228/89 DNER-PRO 229/89 DNER-EM 230/89 DNER-ME 025/76.DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO SIMPLES SOLOS ESTABILIZADOS COM CINZA VOLANTE E CAL HIDRATADA .DNER-ME 193/87.DNER-ME 184/89 DNER-ME 021/86.DESGASTE POR ABRASÃO ARGILAS PARA FABRICAÇÃO DE AGREGADO SINTÉTICO DE ARGILA CALCINADA .DNER-ME 193/94 DNER-ME 194/87.DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA AO ESMAGAMENTO DE AGREGADOS GRAÚDOS CONSTITUINTES MINERALÓGICOS DOS AGREGADOS NATURAIS (ABNT-NBR 9942) REDUÇÃO DE AMOSTRA DE CAMPO DE AGREGADOS PARA ENSAIO DE LABORATÓRIO SOLO .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº NORMA VIGENTE TÍTULO AFERIÇÃO DE VIGA BENKELMAN CARGA MÓVEL (TREM-TIPO) EM PONTE RODOVIÁRIA E PASSARELA DE PEDESTRES (ABNT-NBR 7188) GUIA PARA AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA DO CONCRETO EM ESTRUTURAS SOLOS ESTABILIZADOS COM CINZA VOLANTE E CAL HIDRATADA .SELEÇÃO EXPEDITA PELO PROCESSO DE FERVURA AGREGADO SINTÉTICO DE ARGILA CALCINADA .DNER-PRO 231/89 DNER-ME 033/78.DNER-ME 192/87.DNER-ME 186/89 DNER-ME 034/78.CIMENTO .DNER-ME 186/87.AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO NA PISTA DE ROLAMENTO DNER-PRO 175/86 DNER-PRO 178/86 DNER-PRO 179/87 DNER-ME 180/87 DNER-ME 181/87 DNER-PRO 182/90 NORMAS SUBSTITUÍDAS 175 DNER-PRO 175/94 178 DNER-PRO 178/94 179 DNER-PRO 179/94 180 DNER-ME 180/94 181 DNER-ME 181/94 182 DNER-PRO 182/94 183 184 185 186 190 192 193 194 195 196 197 198 199 201 202 203 206 207 211 212 213 216 DNER-ME 183/94 DNER-ME 184/94 DNER-ME 185/94 DNER-ME 186/94 DNER-ME 190/94 DNER-ME 192/97 DNER-ME 193/96 DNER-ME 194/98 DNER-ME 195/97 DNER-ME 196/98 DNER-ME 197/97 DNER-TER 198/94 DNER-PRO 199/96 DNER-ME 201/94 DNER-ME 202/94 DNER-ME 203/94 DNER-PRO 206/94 DNER-PRO 207/94 DNER-PRO 211/94 DNER-PRO 212/94 DNER-ME 213/94 DNER-ME 216/94 DNER-ME 017/76.DNER-ME 190/89 DNER-ME 065/79. EXECUÇÃO E RETIRADA DE CIMBRAMENTOS DE PONTES DE CONCRETO ARMADO E PROTENDIDO INTEGRAÇÃO DE RODOVIAS COM O MEIO .MOLDAGEM E CURA DE CORPOS DE PROVA CILÍNDRICOS SOLO .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE TOTAL.CIMENTO . POR SECAGEM.COMPACTAÇÃO EM EQUIPAMENTO MINIATURA MANUTENÇÃO DE SISTEMAS MEDIDORES DE IRREGULARIDADE DE SUPERFÍCIE DE PAVIMENTO .DETERMINAÇÃO DA PERDA DE MASSA APÓS FERVURA AGREGADOS SINTÉTICOS GRAÚDOS DE ARGILA CALCINADA .DNER-ME 197/87.DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA DE AGREGADOS MIÚDOS POR MEIO DO FRASCO CHAPMAN AGREGADOS .AMBIENTE NA REGIÃO AMAZÔNICA ESTUDOS E PROJETOS PARA INTEGRAÇÃO DE RODOVIAS COM O MEIO .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO POR COMPRESSÃO DIAMETRAL MEDIÇÃO DA IRREGULARIDADE DE SUPERFÍCIE DE PAVIMENTO COM SISTEMAS INTEGRADORES IPR/USP E MAYSMETER TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO TEMPO DE SECAGEM NO "PICK-UP-TIME" TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .COMPRESSÃO AXIAL DE CORPOS DE PROVA CILÍNDRICOS SOLO .CIMENTO .DNER-ME 203/87 DNER-PRO 206/87 DNER-PRO 207/87 DNER-PRO 211/88 DNER-PRO 134/83. EM AGREGADO GRAÚDO AGREGADOS .DNER-ME 183/89 DNER-ME 032/78.DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE NA DILUIÇÃO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DNER-ME 194/94 DNER-ME 195/87.DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO E DA MASSA ESPECÍFICA DE AGREGADO GRAÚDO AGREGADOS .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE UMIDADE SOLO .DNER-ME 192/94 DNER-ME 016/64.DNER-ME 184/87.CIMENTO .DNER-PRO 232/89 Página 8/11 218 DNER-PRO 218/94 222 DNER-ME 222/94 223 DNER-ME 223/94 225 DNER-ME 225/94 227 DNER-ES 227/89 228 DNER-ME 228/94 229 DNER-PRO 229/94 230 DNER-EM 230/94 231 DNER-PRO 231/94 232 DNER-PRO 232/94 Impresso em: 01/06/11 .DETERMINAÇÃO DA RELAÇÃO ENTRE O TEOR DE UMIDADE E A MASSA ESPECÍFICA APARENTE UTILIZAÇÃO DE LABORATÓRIOS E OUTROS RECURSOS DO IPR PARA DESENVOLVIMENTO DE TESES OU DISSERTAÇÕES DE DOUTORADO OU MESTRADO AGREGADO SINTÉTICO FABRICADO COM ARGILA .DNER-ME 196/94 DNER-ME 042/71.DNER-ME 197/94 DNER-TER 198/87 DNER-PRO 199/87.DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE 20 ºC / 4 ºC AGREGADOS .AMBIENTE SOLOS .DETERMINAÇÃO DA COR TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DNER-PRO 199/94 DNER-ME 201/87 DNER-ME 202/87 DNER-ME 068/79.EMPREGO EM OBRAS RODOVIÁRIAS SOLOS .DETERMINAÇÃO DA DURABILIDADE ATRAVÉS DA PERDA DE MASSA POR MOLHAGEM E SECAGEM AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA DO CONCRETO POR ENSAIO DE LUVA EXPANSÍVEL PROJETO.DNER-ME 195/94 DNER-ME 196/87.DETERMINAÇÃO DA FORMAÇÃO DE NATA TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .INTEGRADOR IPR/USP E MAYSMETER AGREGADOS SINTÉTICOS GRAÚDOS DE ARGILA CALCINADA INSPEÇÃO VISUAL DE RECIPIENTES COM TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DA MASSA ESPECÍFICA AGREGADOS .DNER-ME 185/89 DNER-ME 031/78.DETERMINAÇÃO DO INCHAMENTO DE AGREGADO MIÚDO PRODUTOS BETUMINOSOS LÍQUIDOS E SEMI-SÓLIDOS .

DETERMINAÇÃO DA DENSIDADE RELATIVA MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .PAVIMENTO COM PEÇAS PRÉ-MOLDADAS DE CONCRETO EDIFICAÇÕES .MINI .DETERMINAÇÃO DA PERDA DE MASSA POR IMERSÃO ESTUDOS E AMOSTRAGEM DE ROCHAS EM PEDREIRAS PARA FINS RODOVIÁRIOS SOLOS COMPACTADOS EM EQUIPAMENTO MINIATURA .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À LUZ MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO DIÓXIDO DE TITÂNIO NO PIGMENTO MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE MICROESFERAS DE VIDRO CÁLCULO DO VEÍCULO TOTAL E VEÍCULO NÃO VOLÁTIL EM TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA MICROESFERAS DE VIDROS RETRORREFLETIVAS PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO DIÓXIDO DE TITÂNIO NO PIGMENTO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DA ABSORÇÃO D’ÁGUA TINTA PARA SINALIZAÇÃO RODOVIÁRIA HORIZONTAL.DETERMINAÇÃO DA COR MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .ALVENARIAS E PAINÉIS EDIFICAÇÕES .DNER-ME 254/94 DNER-ME 256/90 DNER-PRO 257/90.DNER-ME 266/94 259 DNER-CLA 259/96 260 261 262 263 266 269 DNER-EM 260/94 DNER-PRO 261/94 DNER-EM 262/94 DNER-PRO 263/94 DNER-ME 266/97 DNER-PRO 269/94 273 DNER-PRO 273/96 274 276 277 327 344 345 346 347 348 349 DNER-ME 274/96 DNER-EM 276/00 DNER-PRO 277/97 DNER-ES 327/97 DNER-ES 344/97 DNER-ES 345/97 DNER-ES 346/97 DNER-ES 347/97 DNER-ES 348/97 DNER-ES 349/97 DNER-EM 276/96 Impresso em: 01/06/11 Página 9/11 .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE MATERIAIS PULVERULENTOS PROJETO DE RESTAURAÇÃO DE PAVIMENTOS FLEXÍVEIS.DNER-PRO 257/94 DNER-ME 258/90 DNER-CLA 259/90.DETERMINAÇÃO DO TEOR DE PIGMENTO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 NORMA VIGENTE DNER-ME 233/94 DNER-ME 234/94 DNER-ME 235/94 DNER-ME 236/94 DNER-ME 237/94 DNER-ME 238/94 DNER-ME 239/94 DNER-ME 240/94 DNER-ME 241/94 DNER-ME 242/94 DNER-ME 243/94 DNER-ME 244/94 DNER-ME 245/94 DNER-ME 246/94 TÍTULO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .IMPERMEABILIZAÇÃO DNER-ME 233/89 DNER-ME 234/89 DNER-ME 235/89 DNER-ME 236/89 DNER-ME 237/89 DNER-ME 238/89 DNER-ME 239/89 DNER-ME 240/89 DNER-ME 241/89 DNER-ME 242/89 DNER-ME 243/89 DNER-ME 244/89 DNER-ME 245/89 DNER-ME 246/89 DNER-ME 247/89 NORMAS SUBSTITUÍDAS 247 DNER-ME 247/94 248 249 250 251 254 256 257 258 DNER-ME 248/94 DNER-ME 249/94 DNER-PRO 250/94 DNER-PRO 251/94 DNER-ME 254/97 DNER-ME 256/94 DNER-PRO 257/99 DNER-ME 258/94 DNER-ME 248/89 DNER-ME 249/89 DNER-PRO 250/89 DNER-PRO 251/89 DNER-ME 254/89.SERVIÇOS PRELIMINARES EDIFICAÇÕES .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE SUBSTÂNCIAS VOLÁTEIS E NÃO VOLÁTEIS TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .TECNAPAV DETERMINAÇÃO DAS DEFLEXÕES UTILIZANDO O DEFLECTÔMETRO DE IMPACTO TIPO "FALLING WEIGHT DEFLECTOMETER FWD" SOLO-CIMENTO .CBR E EXPANSÃO SOLOS COMPACTADOS COM EQUIPAMENTO MINIATURA .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA À ABRASÃO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DNER-CLA 259/94 DNER-EM 260/90 DNER-PRO 261/90 DNER-EM 262/90 DNER-PRO 263/90 DNER-ME 266/92.ESTRUTURAS EDIFICAÇÕES .FUNDAÇÕES EDIFICAÇÕES .DETERMINAÇÃO DO BRILHO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO TEOR DE LIGANTE MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO CROMATO DE CHUMBO NO PIGMENTO MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DO CROMATO DE CHUMBO NO PIGMENTO TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA . A BASE DE RESINA ACRÍLICA EMULSIONADA EM ÁGUA METODOLOGIA PARA CONTROLE ESTATÍSTICO DE OBRAS E SERVIÇOS PAVIMENTAÇÃO .MINI .MCV CLASSIFICAÇÃO DE SOLOS TROPICAIS PARA FINALIDADES RODOVIÁRIAS UTILIZANDO CORPOS-DE-PROVA COMPACTADOS EM EQUIPAMENTO MINIATURA ESCÓRIAS DE ALTO FORNO PARA PAVIMENTOS RODOVIÁRIOS EMPREGO DE ESCÓRIAS DE ALTO FORNO EM PAVIMENTOS RODOVIÁRIOS ESCÓRIAS DE ACIARIA PARA PAVIMENTOS RODOVIÁRIOS EMPREGO DE ESCÓRIAS DE ACIARIA EM PAVIMENTOS RODOVIÁRIOS AGREGADOS .DETERMINAÇÃO QUALITATIVA DE BREU MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA AO CALOR TINTA PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .AMOSTRAGEM SOLOS COMPACTADOS EM EQUIPAMENTO MINIATURA .DETERMINAÇÃO DO PONTO DE AMOLECIMENTO (MÉTODO DO ANEL E BOLA) MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .COBERTURAS EDIFICAÇÕES .DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA DEMARCAÇÃO VIÁRIA .

DNER-EM 121/94.DNER-EM 118/89.DNER-EM 140/94 DNER-EM 145/85.ESQUADRIAS EDIFICAÇÕES .INSTALAÇÕES DE ÁGUA EDIFICAÇÕES .DNER-EM 004/94 DNER-EM 007/71.TRATAMENTO SUPERFICIAL SIMPLES COM ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .PRÉ-MISTURADO A FRIO COM EMULSÃO MODIFICADA POR POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .REVESTIMENTO DE PISOS EDIFICAÇÕES .DNER-EM 371/99 DNER-EM 253/89.ENSAIO CANTABRO ESTABILIDADE AO ARMAZENAMENTO DE ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .DNER-EM 013/94.DNER-EM 022/94 DNER-EM 024/89.VIDRAÇARIA EDIFICAÇÕES .DNER-EM 371/97.DNER-EM 373/97.DNER-EM 217/94 Impresso em: 01/06/11 Página 10/11 .DNER-EM 145/94 DNER-EM 013/75.FERRAGENS EDIFICAÇÕES .INSTALAÇÕES DE ESGOTO E ÁGUAS PLUVIAIS EDIFICAÇÕES .DNER-EM 368/99 DNER-EM 140/84.DNER-EM 024/94 DNER-EM 013/75.DNER-EM 373/99 DNER-EM 217/88.PRÉ.DNER-EM 252/89.CAMADA POROSA DE ATRITO PAVIMENTAÇÃO . ESTIRENO/ACRILATO E/OU ESTIRENO BUTADIENO MATERIAL TERMOPLÁSTICO PARA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL RODOVIÁRIA MICROESFERAS DE VIDRO RETRORREFLETIVAS PARA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL RODOVIÁRIA FIOS E BARRAS DE AÇO PARA CONCRETO ARMADO FIOS DE AÇO PARA CONCRETO PROTENDIDO CORDOALHAS DE AÇO PARA CONCRETO PROTENDIDO EXTRAÇÃO E PREPARAÇÃO DE AMOSTRAS DE CIMENTO ESFERAS DE VIDRO PARA SINALIZAÇÃO RODOVIÁRIA HORIZONTAL UTILIZAÇÃO DE GEOSSINTÉTICOS EM OBRAS RODOVIÁRIAS PROJETO DE ATERROS SOBRE SOLOS MOLES PARA OBRAS VIÁRIAS DESGASTE POR ABRASÃO DE MISTURAS BETUMINOSAS COM ASFALTO POLÍMERO .INSTALAÇÕES DE GÁS PROCEDIMENTOS PARA SIMILARIDADES DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO ASFALTOS DILUÍDOS TIPO CURA RÁPIDA ASFALTOS DILUÍDOS TIPO CURA MÉDIA ALCATRÕES PARA PAVIMENTAÇÃO EMULSÃO ASFÁLTICAS PARA LAMA ASFÁLTICA ARAME FARPADO DE AÇO ZINCADO MATERIAL DE ENCHIMENTO PARA MISTURAS BETUMINOSAS TINTA PARA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL RODOVIÁRIA À BASE DE RESINA ACRÍLICA OU VINÍLICA EMULSÕES ASFÁLTICAS CATIÔNICAS DEFENSAS METÁLICAS DE PERFIS ZINCADOS TINTA PARA SINALIZAÇÃO HORIZONTAL RODOVIÁRIA À BASE DE RESINA.DNER-EM 372/99 DNER-EM 121/89.AREIA ASFALTO A QUENTE COM ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO . MECÂNICAS E DE TELECOMUNICAÇÕES EDIFICAÇÕES .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 350 351 352 353 354 355 356 357 358 359 360 361 362 363 364 365 366 367 NORMA VIGENTE DNER-ES 350/97 DNER-ES 351/97 DNER-ES 352/97 DNER-ES 353/97 DNER-ES 354/97 DNER-ES 355/97 DNER-ES 356/97 DNER-ES 357/97 DNER-ES 358/97 DNER-ES 359/97 DNER-ES 360/97 DNER-PRO 361/97 DNER-EM 362/97 DNER-EM 363/97 DNER-EM 364/97 DNER-EM 365/97 DNER-EM 366/97 DNER-EM 367/97 TÍTULO EDIFICAÇÕES .DNER-EM 021/94 DNER-EM 022/73.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS.DNER-EM 118/94.MICRO PRÉ-MISTURADO A QUENTE COM ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .MISTURADO A QUENTE COM ASFALTO POLÍMERO .PINTURA EDIFICAÇÕES .DNER-EM 007/94 DNER-EM 021/73.DNER-EM 368/97.FORROS EDIFICAÇÕES .TRATAMENTO SUPERFICIAL DUPLO COM ASFALTO POLÍMERO NORMAS SUBSTITUÍDAS 368 DNER-EM 368/00 369 DNER-EM 369/97 370 DNER-EM 370/97 371 DNER-EM 371/00 372 DNER-EM 372/00 373 DNER-EM 373/00 374 375 376 377 379 380 381 383 384 385 386 387 388 390 391 392 DNER-EM 374/97 DNER-EM 375/97 DNER-EM 376/97 DNER-PRO 377/97 DNER-EM 379/98 DNER-PRO 380/98 DNER-PRO 381/98 DNER-ME 383/99 DNER-ME 384/99 DNER-ES 385/99 DNER-ES 386/99 DNER-ES 387/99 DNER-ES 388/99 DNER-ES 390/99 DNER-ES 391/99 DNER-ES 392/99 DNER-EM 003/71.DNER-EM 252/94.CONCRETO ASFÁLTICO COM ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .DNER-EM 372/97.REVESTIMENTO DE PAREDES EDIFICAÇÕES .DNER-EM 253/94.DNER-EM 003/94 DNER-EM 004/71.DNER-EM 013/94.

COM LIGANTE IDML E SEM LIGANTE .AMOSTRAGEM DE CONCRETO FRESCO PENEIRAS DE ENSAIO E ENSAIO DE PENEIRAMENTO .DETERMINAÇÃO DA CONSITÊNCIA PELO ABATIMENTO DO TRONCO DE CONE PAVIMENTAÇÃO .MACADAME POR PENETRAÇÃO COM ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .PAVIMENTAÇÃO .TERMINOLOGIA CONCRETO .IDW AGREGADOS .IDM CONCRETO .DESGASTE APÓS FERVURA DE AGREGADO PÉTREO NATURAL AGREGADOS .ÍNDICE DE DEGRADAÇÃO APÓS COMPACTAÇÃO PROCTOR (IDP) AGREGADOS .PINTURA DE LIGAÇÃO COM ASFALTO POLÍMERO AGREGADOS.RECICLAGEM DE PAVIMENTO À FRIO "IN SITU" COM ESPUMA DE ASFALTO NORMAS SUBSTITUÍDAS 401 DNER-ME 401/99 402 403 404 405 DNER-ME 402/00 DNER-TER 403/00 DNER-ME 404/00 DNER-ES 405/00 Impresso em: 01/06/11 Página 11/11 .RELAÇÃO DE NORMAS VIGENTES E NORMAS SUBSTITUÍDAS (Maio 2011) Nº 393 394 395 397 398 399 400 NORMA VIGENTE DNER-ES 393/99 DNER-ES 394/99 DNER-ES 395/99 DNER-ME 397/99 DNER-ME 398/99 DNER-ME 399/99 DNER-ME 400/99 TÍTULO PAVIMENTAÇÃO .DETERMINAÇÃO DA PERDA AO CHOQUE NO APAREHO TRETON AGREGADOS .TRATAMENTO SUPERFICIAL TRIPLO COM ASFALTO POLÍMERO PAVIMENTAÇÃO .DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE DEGRADAÇÃO DE ROCHAS APÓS COMPACTAÇÃO MARSHALL.DETERMINAÇÃO DO ÍNDICE DE DEGRADAÇÃO WASHINGTON .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->