P. 1
A verdadeira pregação neotestamentária

A verdadeira pregação neotestamentária

|Views: 1.919|Likes:
Publicado porErasmo Nascimento

More info:

Published by: Erasmo Nascimento on Jan 13, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/24/2011

pdf

text

original

A verdadeira pregação neotestamentária

E como ouvirão, se não há quem pregue? Romanos 10.14c (arc) A palavra grega utilizada aqui para ?pregar? significa ?anunciar, proclamar ou publicar?. Evidentemente, um ?púlpito? pessoal é designado para cada crente (em casa, na comunidade, no escritório ou na escola) para mostrar e contar aos outros as Boas Novas. (bep) Prega a Jesus Cristo (23) ? Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus e loucura para os gregos. (24) ? Mas, para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus. I Coríntios 1.23 e 24 (arc). O evangelho é a revelação da verdade, mas, na análise final, é a operação do poder de Deus com vitória sobre o pecado e a morte. A salvação bíblica não é nada menos que uma completa restauração do universo, com um novo céu e uma nova terra. (bep) Prega arrependimento e perdão dos pecados (46) ? E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse e, ao terceiro dia, ressuscitasse dos mortos; (47) ? e, em seu nome, se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém. Lucas 24. 46 e 47 (arc). Os discípulos somente deviam pregar o perdão dos pecados juntamente com o arrependimento do pecador. O pregador que anuncia a salvação como uma simples ?crença? ou religião fácil, ou uma formal aceitação da salvação gratuita, sem nenhum compromisso voluntário do pecador de obedecer a Cristo e à sua Palavra, está pregando um falso evangelho. O verdadeiro arrependimento inclui o abandono do pecado, i.e., um elemento fundamental e imutável do verdadeiro evangelho neotestamentário (ver Mt 3.2, nota sobre o arrependimento). ? (BEP) Prega a Palavra do Senhor (31) ? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. (32) - E lhe pregaram a Palavra do Senhor e a todos os que estavam em sua casa. Atos 16. 31 e 32 (arc).

Aqui temos o ministério da confirmação na Palavra, o que, por toda parte do livro de Atos, é algo bem enfatizado. A própria Grande Comissão salienta tanto a necessidade do evangelismo inicial como do ensino doutrinário, embora esta última porção do ministério cristão seja com freqüência negligenciada. (nti) Prega o evangelho do reino de Deus (14)- E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o Evangelho do Reino de Deus (15) ? e dizendo: O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho. Marcos 1. 14 e 15 (arc). Há somente um evangelho: Jesus o pregou, transmitiu a seus discípulos e comissionou-os à sua igreja. Paulo preveniu contra jamais receber qualquer outro evangelho. ?Qualquer outro? pode ser tanto uma mensagem completamente errada ou um argumento para uma mensagem diluída e desprovida de poder, embora nominalmente cristã. Jd. 3 sempre nos impele a batalhar pelo original, ?a fé que uma vez foi dada aos santos?. Atenham-se ao ?completo evangelho do Reino?, e esperem que o Senhor confirme essa ? palavra? com os sinais que ele prometeu. (Mc. 16.15-18) ? (bep) Prega a Palavra em todo tempo Que pregues a Palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. II Timóteo 4.2.(arc). Torne-se um servo comprometido com a Palavra de Deus. Esteja preparado a qualquer momento, seja conveniente ou não, para proclamá-lo e para instruir pacientemente aqueles que não o compreendem ou não o aceitam (bep) Não prega ou aceita outro Evangelho Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! Gálatas 1.8 (nvi). A Bíblia afirma claramente que há um só evangelho, ?o evangelho de Cristo? (v.7). Este evangelho nos veio ?pela revelação de Jesus Cristo? (v.12) e pela inspiração do Espírito Santo. O evangelho é definido e revelado na Bíblia, a Palavra de Deus. Quaisquer ensinos, doutrinas, ou idéias que, originados em pessoas, igrejas ou tradições, e que não estejam expressos ou subentendidos na Palavra de Deus, não podem ser incluídos no evangelho de Cristo (v.11). Misturá-los com o conteúdo original do evangelho é ?transtornar o evangelho de Cristo? (v.7). Não negocia a Palavra de Deus Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando lucro; antes em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus. II Coríntios 2.17 (nvi).

Paulo descreve, aqui, pregadores de então que reduziam as exigências do evangelho a fim de obterem lucro, aceitação e sucesso (cf. 11.4,12-15). Eram talentosos e persuasivos, mas, secretamente, insinceros. Cobiçavam dinheiro e visavam à preeminência (cf.Jo 10.12,13; Fp.1.15,17; I Pe 5.2; II Pe 2.1-3,1416). (BEP)

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->