P. 1
Rx tórax - Anatomia

Rx tórax - Anatomia

|Views: 35|Likes:
Publicado porricbrancher

More info:

Published by: ricbrancher on Aug 19, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/18/2012

pdf

text

original

Radiografia simples do tórax: noções de anatomia Gustavo de Souza Portes Meirelles1

1 – Doutor em Radiologia pela Escola Paulista de Medicina – UNIFESP

1 – Partes moles

Devemos analisar as partes moles em toda radiografia, com atenção para os tecidos supraclaviculares e torácicos laterais, além dos órgãos do abdome superior e das mamas (figura 1).

Figura 1. Análise das partes moles torácicas. As setas apontam para as mamas.

2 – Arcabouço ósseo

O arcabouço ósseo faz parte da avaliação da radiografia de tórax. Devem ser sempre examinadas as costelas, as clavículas, o esterno e a cintura escapular (figuras 2 a 5).

Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2

1

Clavículas na radiografia em PA.Figura 2. Segmentos do esterno na radiografia simples de tórax em perfil. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 2 . Figura 3.

Contudo. O pulmão direito é composto por três lobos: superior. A horizontal divide o lobo superior dos lobos médio e Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 3 . Figura 5. 3 – Parênquima pulmonar: divisão em lobos Nem sempre é possível estimar com precisão a localização de lesões na radiografia simples de tórax. Coluna vertebral assinalada na radiografia em perfil. Eles são separados por duas fissuras: horizontal (pequena) e oblíqua (grande).Figura 4. Demonstração das costelas posteriores e anteriores. o conhecimento do aspecto normal e da divisão dos lobos pulmonares é fundamental. entre os quais estão as fissuras. médio e inferior. Utilizamos como referência os septos interlobares.

As figuras 6 a 9 ilustram a topografia das fissuras e a divisão em lobos do pulmão direito. Localização do lobo superior direito na radiografia de tórax.inferior. Figura 7. Posição das fissuras horizontal e oblíqua direitas na radiografia de tórax em PA e perfil. A oblíqua divide o lobo inferior dos demais lobos. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 4 . Figura 6.

Estes são separados pela fissura oblíqua (grande). Localização do lobo inferior direito na radiografia de tórax. Figura 9. O pulmão esquerdo é composto por dois lobos: superior e inferior (a língula é parte do lobo superior esquerdo). Situação do lobo médio na radiografia de tórax. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 5 . As figuras 10 a 12 ilustram a topografia das fissuras e a divisão em lobos do pulmão esquerdo.Figura 8.

Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 6 . Localização do lobo superior esquerdo na radiografia de tórax. Posição da fissura oblíqua esquerda na radiografia de tórax em perfil. Figura 11.Figura 10.

em níveis diferentes (ex: anterior e posterior). Por exemplo. • Imagens com densidades iguais. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 7 . e o lobo inferior direito é posterior. Por exemplo. Por exemplo. • Imagens com densidades iguais. o coração está ao lado do lobo médio e da língula. Ele baseia-se nos seguintes princípios: • imagens compostas por densidades diferentes (ex: partes moles e ar). localizadas lado a lado. lado a lado.Figura 12. Localização do lobo inferior esquerdo na radiografia de tórax. Sinal da silhueta Este sinal é de grande utilidade na localização de lesões torácicas na radiografia simples. apesar de também ter densidade de partes moles. mas é fácil diferenciar os contornos cardíacos. mas não borra os contornos cardíacos direitos. é anterior. perdem os seus contornos. pois o coração. a pneumonia do lobo inferior direito tem densidade de partes moles. têm os contornos mantidos. têm seus contornos facilmente diferenciados. pois o coração também tem densidade de partes moles. a pneumonia do lobo médio tem densidade de partes moles e borra os contornos cardíacos direitos.

Apesar da densidade ser a mesma. de partes moles. Pneumonia do lobo médio. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 8 . pois o lobo médio e o coração são anteriores e têm a mesma densidade. o lobo inferior direito é posterior e o coração. que não borra os contornos cardíacos. Pneumonia do lobo inferior direito.As figuras 13 a 16 ilustram este conceito. anterior. Figura 14. Figura 13. borrando os contornos cardíacos direitos.

4 – Hilos pulmonares Nos hilos pulmonares encontram-se brônquios. veias e linfáticos. Massa no lobo inferior esquerdo. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 9 . que não borra os contornos cardíacos. O que visualizamos na radiografia é uma somatória destas estruturas (figura 17). borrando os contornos cardíacos esquerdos. pois a língula e o coração são anteriores e têm densidade igual.Figura 15. artérias. pois este lobo e o coração estão em planos diferentes. A figura 18 mostra a localização das artérias pulmonares na radiografia em perfil. Pneumonia da língula. Figura 16.

APD: artéria pulmonar direita. APE: artéria pulmonar esquerda. Hilos pulmonares. Anatomia das artérias pulmonares no perfil. a cúpula diafragmática esquerda é mais baixa que a direita. As setas apontam para as artérias pulmonares interlobares descendentes. devido à posição esquerda do coração no tórax (figura 19). 5 – Cúpulas diafragmáticas e seios costofrênicos De um modo geral. Figura 18.Figura 17. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 10 .

Cúpulas diafragmáticas. 6 – Mediastino O mediastino é o espaço entre os pulmões. A direita é habitualmente mais alta que a esquerda. Seios costofrênicos laterais assinalados na radiografia de tórax em PA. Figura 20. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 11 . anteriores e posteriores) são ângulos formados pelo encontro das cúpulas diafragmáticas com a parede torácica (figura 20). Os seios costofrênicos (laterais.Figura 19. que pode ser dividido em (figura 21): • • superior: localizado acima do nível da vértebra T5 (mais ou menos no nível da carina). inferior: situado abaixo do nível de T5.

Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 12 . Divisão do mediastino em compartimentos anterior. até mais comumente empregada. posterior: a partir da borda anterior da coluna vertebral. Divisão do mediastino em compartimentos superior e inferior. médio e posterior. é a seguinte (figura 22): • • • anterior: borda posterior do esterno até a borda posterior do coração. Outra divisão do mediastino. médio: borda posterior do coração até a borda anterior da coluna vertebral.Figura 21. Figura 22.

Figura 24. Pode estar localizada acima do manúbrio esternal. Abaulamentos desta linha são decorrentes de lesões posteriores. Linha de junção anterior • Linha de junção posterior: ponto de encontro entre os pulmões posteriormente (figura 24). Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 13 . Linha de junção posterior.O conhecimento das linhas mediastinais é importante na avaliação da radiografia simples de tórax: • Linha de junção anterior: ponto de encontro entre os pulmões anteriormente (figura 23). Fica na linha mediana e abaixo do manúbrio esternal. Abaulamentos desta linha indicam lesões anteriores. Figura 23. É vista em 20% das radiografias de tórax.

dirigindo-se para o átrio direito. Figura 25. • Linha da artéria subclávia esquerda (figura 26): a artéria subclávia esquerda emerge do arco da aorta e se dirige antero-superiormente à esquerda. Linha da artéria subclávia esquerda. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 14 . Figura 26. Linha da veia cava superior. Visualizada na maior parte das radiografias.• Linha da veia cava superior (figura 25): situada à direita da coluna vertebral.

Linhas paratraqueais. Linha da aorta descendente. Figura 27. a não ser que haja uma ectasia ou um aneurisma da aorta. a direita é mais facilmente visualizada (cerca de 60% das radiografias). linfonodomegalias.• Linha da aorta descendente (figura 27): deve estar à esquerda da coluna vertebral. • Linhas paratraqueais (figura 28): são finas. Alargamentos podem ocorrer em diversas condições. A porção ascendente da aorta é de difícil visualização. como hematomas. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 15 . Figura 28. massas mediastinais ou tumores traqueais.

Figura 30.• Linha do recesso azigoesofágico (figura 29): formada pela junção da veia ázigos com o esôfago. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 16 . À esquerda o contorno decorre de três estruturas: tronco arterial pulmonar. Linhas cardíacas. Figura 29. AE: átrio esquerdo. AD: átrio direito. átrio esquerdo e ventrículo esquerdo (figura 30). VE: ventrículo esquerdo. cistos broncogênicos. Linha do recesso azigoesofágico. Abaulamentos desta linha podem ser decorrentes de linfonodomegalias. dilatação da ázigos. etc. carcinoma esofágico. • Linhas cardíacas: do lado direito o contorno cardíaco normal é dado pelo átrio direito.

Linhas paravertebrais. neoplasias. ocupado apenas por parênquima pulmonar. ectasia da ázigos) ou na própria coluna vertebral (osteófitos.• Linhas paravertebrais (figura 31): geralmente são imperceptíveis. Geralmente é hipertransparente. tumores). como timoma. Figura 31. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 17 . O espaço retroesternal (figura 32) também é um local que deve ser avaliado com cuidado na radiografia (em perfil). Figura 32. Espaço retroesternal normal. Podem estar alargadas em caso de alterações no mediastino posterior (abscessos. teratoma ou linfoma. A obliteração com opacificação do mesmo é comumente vista em massas mediastinais anteriores.

Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 18 . a aorta descendente. Coração.Podemos também avaliar outras estruturas mediastinais na radiografia em perfil. o coração. como a traquéia. Figura 33. Traquéia. as artérias pulmonares e a veia cava inferior (figuras 33 a 35). Figura 34.

Lippincott Williams & Wilkins. Juhl JH. Chest roentgenology. 512p. WB Saunders. McLoud TC. Thoracic Radiology: The Requisites. 1998. Kuhlman JE. Crummy AB. 1408p. Curso PneumoAtual de Radiologia – aula 2 19 . APD: artéria pulmonar direita Leitura recomendada Felson B. 1973: 574p. 1998. PA. APE: artéria pulmonar esquerda. Philadelphia.Figura 35. Mosby. Paul and Juhl's Essentials of Radiologic Imaging. Anatomia da aorta e das artérias pulmonares no perfil.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->