P. 1
13 Sistema Visceral

13 Sistema Visceral

|Views: 22|Likes:
Publicado porMagaly Karpen

More info:

Published by: Magaly Karpen on Sep 05, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/27/2013

pdf

text

original

SISTEMA NERVOSO VISCERAL

I – INTRODUÇÃO 1. Generalidades: O Sistema Nervoso sob o aspecto funcional é dividido em: a) Sistema Nervoso Somático: Relaciona o corpo com o meio externo. b) Sistema Nervoso Visceral: Relaciona o corpo com o meio interno. É responsável pela HOMEOSTASE. 2. Conceitos: 2.1 - Sistema Nervoso Visceral – controla / regula a vida do tipo vegetativo, aquele relacionado com as vísceras. Regula minuto à minuto a homeostase. É composto por vias aferentes, vias de associação e vias eferentes (Sistema Nervoso Autônomo). 2.2 - Sistema Nervoso Autônomo -porção do SNV exclusivamente motora ou eferente. Possui um componente SIMPÁTICO e um PARASSIMPÁTICO 2.2.1- Sistema Nervoso Simpático - Componente toraco-lombar (T1 a L2) do sistema nervoso autônomo É um gastador de energia e tem ação difusa. 2.2.2 - Sistema Nervoso Parassimpático - Componente craniosacral do sistema nervoso autônomo É um economizador de energia e tem ação localizada.

Órgão afetado: músculo estriado esquelético.visceroceptores b) S. Sensações são mais difusas. Vias Aferentes: a) S.N. N. Menos de 6 camadas. sem uma localização precisa. Vias Eferentes: a) S. Somático: 1 neurônio situado no neuro-eixo. (Sistema Límbico). Tem um neurônio pré-ganglionar (dentro do SNC/ no neuro-eixo) e um pós-ganglionar (fora do SNC/ fora do neuroeixo). Visceral: difere do somático pois apresenta dois motoneurônios consecutivos em vez de um. Córtex com 6 camadas. Visceral: São pouco conhecidas. N. 2. 3. . N. Centros Corticais: a) S. Somático: São mais recentes. N.N. exceto as vias da dor e temperatura. Visceral: São mais antigos. Somático: São bem conhecidas. seus receptores localizam-se na intimidade das vísceras .II . b) S. b) S.DIFERENÇAS ENTRE O SISTEMA NERVOSO SOMÁTICO E VISCERAL 1. músculo liso e músculo cardíaco. Órgão afetado: glândulas.

ORGANIZAÇÃO GERAL DO SISTEMA NERVOSO VISCERAL 1. O hipotálamo é o centro coordenador do SNA. OBS . ingestão líquida e reprodução.o hipotálamo coordena respostas motoras somáticas para o comportamento que é apropriado para as necessidades imediatas do corpo. tais como alimentação. Vias de associação ( Sistema Límbico) . Tem um papel na interação dos processos corpóreos e mentais.como este sistema se relaciona com o comportamento emocional. . A grande maioria das fibras aferentes que veiculam a dor visceral acompanham as fibras do SN simpático. Vias aferentes conduzem impulsos sensitivos originados nos visceroceptores. suas flutuações influenciam o funcionamento das vísceras. 2.III .

2 .2 . n. n. 1.SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO 1. cardíaco e glândula 3. b) Posição do Neurônio Pós Ganglionar b1) Simpático: Gânglios pré e paravertebrais (próximo à medula espinhal).1 .Sistema Nervoso simpático 3. Oculomotor (III). . conseqüentemente suas fibras são de tamanhos diferentes. Acessório (XI). c2) Parassimpático: Fibra pré é maior que a fibra pós ganglionar.1 . Vago (X).( Sistema nervoso autônomo) Termina em músculo liso.Anatômicas: a) Posição dos neurônio pré-ganglionares a1) Simpático: região toraco-lombar da medula espinhal T1 a L2 a2) Parassimpático: tronco cerebral e região sacral da medula espinhal Porção Cranial: Composta por 5 núcleos de nervos cranianos: n. b2) Parassimpático: Gânglios terminais (próximo às vísceras).Sistema nervoso parassimpático IV . n.3. Vias eferentes . Características diferenciais entre os sistemas simpático e parassimpático: 1. glândulas sudoríparas e músculos dos vasos sanguíneos. Glossofaríngeo (IX). que é a ACTH). Porção Sacral: S2 a S4. Obs: os gânglios estão diferencialmente localizados. n. c) Tamanho das Fibras Pré e Pós Ganglionares c1) Simpático: Fibra pré é menor que a fibra pós ganglionar.Farmacológicas a) Fibra pré-ganglionar: a1) Simpático: Acetilcolina (ACTH) a2) Parassimpático: Acetilcolina (ACTH) b) Fibra pós ganglionar: b1) Simpático: Noradrenalina (exceto nos músculos eretores do pêlo. Facial (VII).

1. Simpática e Parassimpática.    . Visa à ação. Parassimpático: ação localizada e economizador de energia. b.Considerações importantes:   A maioria das vísceras tem inervação. Existem órgãos que são inervados exclusivamente pelo componente Simpático ou Parassimpático. Visa à preservação. dupla.Funcionais ou Fisiológicas: a.3 . Existem órgãos em que o componente Simpático predomina sobre o Parassimpático.4 .b2) Parassimpático: Acetilcolina (ACTH) 1. Simpático: ação difusa e gastador de energia. Existem órgãos em que os componentes Simpáticos e Parassimpáticos se equivalem. Existem órgãos em que o componente Parassimpático predomina sobre o Simpático.

2 .3 .1 . secreção viscosa e pouco abundante Vasodilatação.Neurônio pré-ganglionar .2 . ereção Nenhuma ação Bexiga Genitais masculinos Glândula supre. ejaculação Secreção de adrenalina (através de fibras préganglionares) Vasoconstrição Contração da parede promovendo o esvaziamento Vasodilatação.2. Anatomia do Simpático: 2.2.renal Vasos sanguíneos do tronco e das extremidades Nenhuma ação.Órgão Íris Glândula lacrimal Glândulas salivares Simpático Dilatação da pupila (midríase) Parassimpático Constrição da pupila (miose) Vasoconstrição. inervação possivelmente ausente 1. pouco efeito Secreção abundante sobre a secreção Vasoconstrição.o corpo neuronal situa-se na coluna intermédio lateral dos segmentos medulares localizados entre T1 e L2.Cadeia simpática 2.Neurônio pós-ganglionar .3 Distribuição - . secreção fluida e abundante Inervação ausente Inervação ausente Diminuição do ritmo cardíaco (braquicardia) e constrição das coronárias Constrição Glândulas sudoríparas Secreção copiosa (fibras colinérgicas) Músculos eretores dos Ereção dos pêlos pêlos Coração Brônquios Tubo digestivo Aceleração do ritmo cardíaco (taquicardia). 2.2.1 . dilatação das coronárias Dilatação Diminuição do peristaltismos Aumento do peristaltismos e e fechamento dos abertura dos esfíncteres esfíncteres Pouca ou nenhuma ação Vasoconstrição.Gânglio pré-vertebral 2.Gânglio paravertebral 2.Nervos esplâncnicos 2.

age sobre o músculo circular da pupila (constritor) promovendo a miose e sobre o músculo ciliar do cristalino regulando a curvatura da lente. .● ● ● Os 3 primeiros segmentos torácicos: Cabeça e Pescoço. ● Nervo Glossofaríngeo (IX) : Glândula parótida.1 . IX. organizados em núcleos. Os demais segmentos: Tórax e lado direito do abdome. ● Nervo Facial (VII): Glândula lacrimal. . VII. T1 a T3. São eles: nervos cranianos ( III. L1 e L2): Lado esquerdo do abdome. X e XI) ● Nervo Oculomotor (III): Olho. glândulas salivares: sub-mandibular e sublingual.Parte cranial: os corpos dos neurônios localizam-se no tronco encefálico. 3. ● Nervo Acessório (XI) : Vísceras torácicas. Anatomia do Parassimpático: 3. Os 3 últimos segmentos (T12.

3. Médio e Inferior): b) Plexos pulmonares direito e esquerdo c) Plexo esofágico 3.2 . 3. Plexo mesentérico superior h. c) Fibras pós ganglionares Simpáticas e Parassimpáticas.1.Parte sacral (S2 a S4): nervos espinhais. Plexos supra-renais c.● Nervo Vago (X) : Vísceras torácicas. b) Gânglios terminais.PLEXOS VISCERAIS: 1. Plexo gástrico superior g. Plexo hepático e. Plexos testiculares ( ou úterod. V .2 . Plexos viscerais: 3.Conceito: É um conjunto de fibras simpáticas e parassimpáticas mais os gânglios terminais que chegam às vísceras.Na cavidade abdominal: Plexo Celíaco (Plexo solar): a. Vísceras abdominais do andar infra mesocólico esquerdo e vísceras pélvicas. abdominais (andar supramesocólico e infra mesocólico direito). Constituição: a) Fibras pré-ganglionares parassimpáticas. Plexos renais b. Plexo esplênico f. 2. Plexo mesentérico inferior ● ováricos) . Na cavidade Torácica: a) Plexos cardíacos (Superior.

1 . O que se entende por sistema nervoso autônomo? 4.Plexos hipogástricos superiores 3.N Simpático e Parassimpático? 5. Plexo retal médio b. Nervos cavernosos do pênis (ou Clítoris) VI . Cite os plexos da cavidade torácica.2 . Quais as diferenças morfológicas entre o S.Na cavidade pélvica: 3.EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO: 1. . Plexo vesical e. Cite as diferenças entre o sistema nervoso somático e o visceral 3.3 . Plexo deferencial ( ou útero-vaginal) d. Conceitue sistema nervoso visceral 2.Plexos hipogástricos inferiores (pélvicos) a. Plexo prostático c.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->