Anatomia Radiográfica Periapical

INTRODUÇÃO

O reconhecimento do anormal só é possível a partir do conhecimento do normal

INTRODUÇÃO

A

ausência

de

um

ou

mais

reparos anatômicos não deve ser

necessariamente

considerada

como uma anormalidade

e sim como uma variação anatômica .INTRODUÇÃO Dentro de certos parâmetros a anatomia pode apresentar-se diferente do comumente observado. Fato esse que não deve ser interpretado como anormal.

INTRODUÇÃO Os reparos anatômicos ajudam na identificação das regiões e lado. além de serem utilizados como guias para os interpretadores mais atenciosos .

INTRODUÇÃO A radiografia periapical é um exame ímpar. que permite ao interpretador a observação vasta de detalhes do órgão dental e estruturas adjacentes .

INTRODUÇÃO Um exame radiográfico periapical completo consiste em 14 radiografias de 8 regiões MAXILA Incisivos Centrais Superiores Incisivo Lateral e Canino Superiores Pré-molares superiores Molares Superiores MANDÍBULA Incisivos Inferiores Canino Inferior Pré-molares Inferiores Molares Inferiores .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL Estruturas Dentais e periodontais Maxila Mandíbula .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS Esmalte Dentina Cemento Polpa Ligamento Periodontal Osso Alveolar .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS ESMALTE

É o tecido humano mais mineralizado
do corpo humano, constituído

basicamente

de

material

inorgânico

(96%) e uma pequena quantidade de substância orgânica e água (4%)

. .. . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS DENTINA

É o tecido presente em maior volume
no dente. Uma quantidade menor de

sais minerais (65%) confere à dentina
um aspecto radiográfico menos

radiopaco que o esmalte

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS DENTINA / CEMENTO Dada a semelhança física entre dentina e cemento. em condições de normalidade . esses tecidos são indistinguíveis radiograficamente.

. . . .. . . . . ... .... . . . .

.. .. . . .. . . . . . . . .. . . .

dada a sua constituição física.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS POLPA É um tecido que não possui imagem radiográfica. deixando evidente o espaço que o abriga: a câmara pulpar .

. . . . .. .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS LIGAMENTO PERIODONTAL Tecido que não apresenta imagem radiográfica. que deixa evidente o espaço que ocupa: o espaço do ligamento periodontal . dada a sua constituição.

. .. . . . . . . . . .

formando o maciço alveolar .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL ESTRUTURAS DENTAIS E PERIODONTAIS OSSO ALVEOLAR É composto de duas partes distintas: Lâmina dura: Camada delgada e densa que circunda as raízes dentárias e onde se inserem os ligamentos periodontais Osso Alveolar propriamente dito: circunda a lâmina dura.

. .. . . . .. . . . .. . ...... .. . . .... .. .. .... .. .. . .. ... . .. .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MAXILA .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES Espinha nasal anterior Forame palatino anterior ou incisivo Sutura intermaxilar Fossas nasais Septo nasal Cornetos inferiores Sombra das narinas .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES ESPINHA NASAL ANTERIOR Imagem radiopaca com forma triangular e base voltada para superior. situada ligeiramente acima dos ápices dos incisivos centrais .

.. .. .. . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES FORAME PALATINO ANTERIOR (OU INCISIVO) Área radiolúcida de forma oval e tamanho variável que situa-se entre os incisivos centrais superiores .

. . . ... .. .

limitadas por corticais radiopacas algumas vezes evidentes . de orientação vertical. situada entre os incisivos centrais superiores.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES SUTURA INTERMAXILAR Linha radiolúcida.

. . . ..

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES FOSSAS NASAIS Áreas radiolúcidas localizada acima dos ápices dos incisivos. com contornos inferiores arredondados separados por uma estrutura radiopaca vertical (o septo nasal) .

. . . . . ....

que separa as fossas nasais .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES SEPTO NASAL Linha radiopaca. de orientação vertical.

.

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES CORNETOS INFERIORES Estruturas levemente radiopacas de contornos arredondados. situadas no interior das fossas nasais. em suas paredes ântero-laterais .

. . . . . ... .. .

com convexidade voltada pra inferior .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS CENTRAIS SUPERIORES SOMBRA DAS NARINAS Sombra radiopaca projetada sobre os ápices dos incisivos superiores.

. . .. . . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVO LATERAL E CANINO SUPERIORES Assoalho da fossa nasal Fossa nasal Parede ântero-inferior do seio maxilar Seio maxilar Y invertido de Ennis .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVO LATERAL E CANINO SUPERIORES ASSOALHO DA FOSSA NASAL Linha radiopaca. obliqua. que na direção anterior funde-se com a espinha nasal anterior .

. .. . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVO LATERAL E CANINO SUPERIORES FOSSA NASAL Área radiolúcida com localização supra-apical que em sua porção posterior sobrepõe-se ao seio maxilar .

. . . . . . . . . ..

com concavidade voltada pra posterior. que contribui para a formação do reparo anatômico conhecido com “Y Invertido de Ennis” .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVO LATERAL E CANINO SUPERIORES PAREDE ÂNTERO-INFERIOR DO SEIO MAXILAR Linha radiopaca.

. .. . . . .

podendo estar sobreposta à mesma .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVO LATERAL E CANINO SUPERIORES SEIO MAXILAR Área radiolúcida com contornos arredondados e localização póstero-superior. em relação à raiz do canino.

. . . . . ..... .. . ... . . . .

em forma de Y.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVO LATERAL E CANINO SUPERIORES Y INVERTIDO DE ENNIS Estrutura radiopaca. com abertura ântero-inferior. composta pelo assoalho da fossa nasal e parede ântero-inferior do seio maxilar .

. . . .. . . . ..

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES SUPERIORES Cortical do seio maxilar Seio maxilar Assoalho da fossa nasal Fossa nasal .

que representa o contorno mais inferior do seio maxilar .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES SUPERIORES CORTICAL DO SEIO MAXILAR Linha radiopaca. de aspecto arredondado ou lobulado.

. . . . .. . . . .

sobreposta ou limitando os ápices radiculares .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES SUPERIORES SEIO MAXILAR Área radiolúcida. de localização supra-apical. podendo estar contorno arredondado ou lobulado.

. . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

de localização supra-apical e disposição horizontal .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES SUPERIORES ASSOALHO DA FOSSA NASAL Linha radiopaca.

. . .... . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES SUPERIORES FOSSA NASAL Área radiolúcida. de localização supra-apical. que se sobrepõe à imagem do seio maxilar .

. . . . . .. . .. . . ..

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES Cortical do seio maxilar Seio maxilar Processo zigomático da maxila Osso zigomático Assoalho da fossa nasal Fossa nasal Túber Processo pterigóide Processo hamular Processo coronóide da mandíbula .

que corresponde ao limite mais inferior do seio . de aspecto arredondado ou lobulado.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES CORTICAL DO SEIO MAXILAR Linha radiopaca.

. .. . . . . . . . . ..

dentários.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES SEIO MAXILAR Área radiolúcida que pode ou acima apresentar-se dos ápices sobreposta. contornando e que pode apresentar contorno arredondado ou lobulado .

. . . . . . . . . . . .. . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES PROCESSO ZIGOMÁTICO Faixa radiopaca em forma de U. de concavidade superior. localizada acima ou sobre os ápices do primeiro e/ou segundo molar .

. . . .. .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES OSSO ZIGOMÁTICO Sombra radiopaca. sobreposta aos ápices dos molares ou acima deles . de direção posterior e em continuidade com o processo zigomático.

. . . . . . . . . .. . . . . . . .. .. . . . . . . . . . . . . .. . .

de orientação horizontal e localização supra-apical .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES ASSOALHO DA FOSSA NASAL Linha radiopaca.

.. . . . . .

de localização supra-apical. cuja imagem se sobrepõe à do seio maxilar .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES FOSSA NASAL Área radiolúcida.

. . .. ..

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES TÚBER Região da maxila posterior ao último molar e que se caracteriza por apresentar uma densidade radiográfica menor que a do osso normal .

. . . . .. . . ... .

de localização posterior ao túber e justaposto a este .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES PROCESSO PTERIGÓIDE Estrutura radiopaca.

. ..... . . . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES PROCESSO HAMULAR Estrutura radiopaca. posterior e próxima ao túber. de orientação vertical e formato espicular .

. .. .. ..

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES SUPERIORES PROCESSO CORONÓIDE

Estrutura radiopaca, de forma triangular, localizada
abaixo, próximo ou sobre as coroas dos últimos molares e/ou sobre o túber

. . . .

.

. . .

.

.

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MANDÍBULA .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS INFERIORES Forame lingual ou cego Protuberância mentoniana Base da mandíbula .

circundada por um anel radiopaco .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS INFERIORES FORAME LINGUAL Área radiolúcida. de formato oval ou arredondado localização e tamanho e reduzido. mediana infra-apical.

.

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS INFERIORES PROTUBERÂNCIA MENTONIANA Faixa radiopaca de em forma de V invertido. localizada sobre as raízes dos incisivos ou abaixo dos seus ápices . vértice mediano.

. . . . . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL INCISIVOS INFERIORES BASE DA MANDÍBULA Faixa radiopaca correspondente ao limite inferior do osso mandibular .

. .. . . . ..

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL CANINOS INFERIORES A região de canino inferior não apresenta reparos anatômicos característicos. podendo exibir reparos das regiões vizinhas .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES Forame mentoniano Canal Mandibular .

lateral ou apicalmente . oval ou arredondada. localizada entre as raízes dos prémolares.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES FORAME MENTONIANO Área radiolúcida.

. . . .. .

de localização infra-apical . limitada acima e abaixo por duas linhas radiopacas. correspondentes às suas paredes.ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES CANAL MANDIBULAR Faixa radiolúcida.

. . . . . . . .

ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL MOLARES INFERIORES Linha oblíqua interna Linha oblíqua externa Canal mandibular Fóvea submandibular .

que passa à altura ou abaixo dos terços apicais das raízes dos molares .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES LINHA OBLÍQUA INTERNA Faixa radiopaca. de direção pósteroanterior e descendente.

. . . . .. .

que passa à altura do colo ou terços cervicais das raízes dos molares .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES LINHA OBLÍQUA Faixa radiopaca. de direção pósteroanterior e descendente.

... . .. .

de localização infra-apical .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES CANAL MANDIBULAR Faixa radiolúcida. limitada acima e abaixo por duas linhas radiopacas. correspondentes às suas paredes.

. . . . . . . .. . ... .

abaixo das raízes dos molares. devido ao fato do osso mandibular apresentar uma depressão na sua face interna e mostrar uma menor espessura nesta região .ANATOMIA RADIOGRÁFICA PERIAPICAL PRÉ-MOLARES INFERIORES FÓVEA SUBMANDIBULAR Área de menor radiodensidade.

. . . . . . .. . . . . .. . . . . . . .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful