P. 1
Apostila Pedologia

Apostila Pedologia

|Views: 8.920|Likes:
Publicado porSol Solange

More info:

Published by: Sol Solange on Sep 22, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/07/2015

pdf

text

original

As rochas sedimentares são formadas através da deposição e consolidação
de sedimentos. Sedimentos são materiais originados da destruição e alteração de
rochas pré-existentes. Assim, a formação de uma rocha sedimentar decorre de uma
sucessão de eventos, que constituem o chamado ciclo sedimentar. As etapas
básicas do ciclo sedimentar são:
- Decomposição de rochas (intemperismo)
- Remoção e transporte dos produtos do intemperismo
- Deposição dos sedimentos
- Consolidação (endurecimento) dos sedimentos

Intemperismo

O intemperismo consiste da transformação das rochas em materiais mais
estáveis em condições físico-químicas diferentes daquelas em que elas se
originaram. A natureza e efetividade dos processos de intemperismo dependem
principalmente de três grupos de variáveis: condições climáticas, propriedades dos
materiais e variáveis locais (vegetação, vida animal, lençol freático, etc). O
intemperismo pode ser causado por processos físicos (desgaste e/ou desintegração)
e/ou químicos (decomposição), onde muitos desses processos são causados por
fatores biológicos, sendo comumente caracterizados como intemperismo biológico.

Os produtos de intemperismo químico consistem de solutos e resíduos. Os
solutos incluem principalmente Na, K, Mg e Ca, que são lixiviados, atingindo por fim
os oceanos, onde podem se precipitar e formar rochas sedimentares químicas. Os
resíduos são dificilmente solúveis em água e compõem-se principalmente de
quartzo e outros minerais primários resistentes (também chamados de minerais
detríticos). Nessa fração incluem-se também os produtos que se formam nos
processos de intemperismo químico, ou seja os minerais secundários.

Transporte

A segunda etapa do ciclo sedimentar é a remoção, ou seja, a ação de
processos naturais que promovem o transporte dos produtos do intemperismo. O
transporte pode se dar por solução, suspensão e tração. Os solutos são
transportados em solução, enquanto fragmentos finos são transportados em
suspensão, e fragmentos grosseiros são transportados por tração.
Denomina-se erosão quando a remoção desses produtos se dá pela
superfície do solo e lixiviação quando a remoção se dá em solução, no interior do
solo. Os principais agentes transportadores são a gravidade, gelo, água e vento.
Estes agentes têm importante papel na separação de sedimentos, avaliado pelos
parâmetros de competência e poder de seleção. A competência é relativa ao
tamanho e quantidade de fragmentos que o agente pode transportar, enquanto o
poder de seleção consiste na capacidade de separação de fragmentos por tamanho.
Meios mais viscosos como a gravidade e o gelo têm maior competência, enquanto

Geologia e Pedologia

37

meios menos viscosos, como o vento e a água corrente têm maior poder de
seleção.

Deposição e consolidação

A deposição dos sedimentos ocorre tanto pela diminuição da energia do
agente transportador como pela reação química e conseqüente precipitação de
substâncias dissolvidas. A deposição dos sedimentos ocorre em locais favoráveis,
geralmente depressões, como oceanos e lagos, ou planícies de inundação, desertos
e pântanos.

A consolidação (litificação ou diagênese) consiste dos processos físicos
(compactação) e/ou químicos (cimentação) que promovem o endurecimento dos
sedimentos depositados, dando origem às rochas sedimentares.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->