P. 1
Portaria Nº 51-EME de 1 de Out 1981 - TAT Of e Sgt

Portaria Nº 51-EME de 1 de Out 1981 - TAT Of e Sgt

|Views: 5.417|Likes:
Portaria que padroniza como devem ser executados os TAT no exército.
Portaria que padroniza como devem ser executados os TAT no exército.

More info:

Published by: Diogo Farão Delvivo on Sep 24, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/16/2013

pdf

text

original

Teste de Aptidão no Tiro (TAT

)
(Aprova) (Portaria Nº 51-EME de 1 de Outubro de 1981)

O Chefe do Estado-Maior do Exército, usando das atribuições que lhe confere a letra b), do inciso II, do Art 35, do Decreto nº 82952, de 27 de dezembro de 1978 (Regulamento do Estado-Maior do Exército – R 173) e considerando a necessidade de adequar o Teste de Aptidão no Tiro (TAT) aos padrões estabelecidos nas condições recém-introduzidas nas Instruções Gerais de Tiro com o Armamento do Exército (IGTAEx), resolve: 1. Aprovar e mandar pôr em execução as novas Instruções para a realização do Teste de Aptidão no Tiro (TAT), para oficiais, subtenentes e sargentos da ativa do Exército, de acordo com as tabelas abaixo: a. Oficiais e Subtenentes
PISTOLA Tempo (1) TESTE DE APTIDÃO NO TIRO CONDIÇÕES PARTICULARES DE EXECUÇÃO Sessão Exc Tir Distância Posição (2) Tiro por homem Munição Regime Tempo (Seg) TAT PADRÕES PARTICULARES MÍNIMOS Nr de impactos nas silhuetas 15 A2 13 a 14 9 a 12 6a8 2 A2 (4) 0a5 Conceito

Lum

Alça

1 2 Única 3 4 5 (5) 6 (5) DIURNO 25 m P (3)

2 3 3 3 2 2 -

Sem tempo 20 15 10 8 6

Alvo

E MB B R I

OBS: (1) Função da capacidade do estande da OM. (2) Convenção de acordo com o C 23-1. (3) Empunhadura com uma ou duas mão(s). (4) Espaçadas de 1 m uma da outra. (5) 01 tiro em cada silhueta.

b. Sargentos
FUZIL Tempo (1) TESTE DE APTIDÃO NO TIRO CONDIÇÕES PARTICULARES DE EXECUÇÃO Sessão Exc Tir Posição (2) Distância Munição Tiro por homem Regime TAT
PADRÕES PARTICULARES MÍNIMOS

Tempo (Seg)

Lum

Alça

Única

2 3 4

DE COMBATE

1 DIURNO 30 m

D JÁ J, S ou C (4) PD (3)

2 2 2 4 -

20 20 20 40 A5

Alvo

Nr de impactos nas silhuetas 10 8 ou 9 6 ou 7 4 ou 5 0a3

Conceito

E MB B R I

OBS: (1) Função da capacidade do Estande da OM. (2) Convenções de acordo com o C 23-1. (3) Posição inicial do atirador: de pé. A comando, toma a posição preconizada (D), executa dois tiros, faz a troca do carregador e executa mais dois tiros, TUDO no tempo de 40 Seg (maiores detalhes ver o C 23-1 – Ed 1975). (4) Opção do atirador. 2. O TAT deverá ser aplicado após a realização do Tiro de Instrução Avançado (TIA)3. O TAT deverá ser realizado anualmente, com o resultado publicado no Boletim Interno da OM, lançados os pontos obtidos e o conceito correspondente. 4. O TAT terá caráter voluntário para os militares que tenham completado 45 anos até 31 Dez 79 e caráter obrigatório, enquanto permanecerem na ativa, para os militares que não tenham completado 45 anos até 31 Dez 79. 5. Os índices adequados ao militar da ativa correspondem aos conceitos B, MB e E. 6. A presente Portaria entrará em vigor a partir de 1 de janeiro de 1982. Endereço na rede: H:\S3\DOC\TAF_TIRO\TAT_portaria que regula.DOC

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->