P. 1
Material ATPS de Estatistica

Material ATPS de Estatistica

|Views: 188|Likes:
Publicado porJúnior Stenico

More info:

Published by: Júnior Stenico on Sep 29, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/03/2013

pdf

text

original

Agrupamento de Dados em Intervalos

Os estudos estatísticos são responsáveis pela análise de informações através de tabelas informativas e representações gráficas, no intuito de fornecer clareza nos resultados obtidos. Os dados coletados são organizados em tabelas que detalham as frequências absoluta e relativa. Em algumas situações, a quantidade de informações diferenciadas torna inviável a construção de uma tabela com uma linha para cada representação de valor. Nesses casos optamos por agrupar os dados em intervalos de classes. Para a melhor representação dessa situação iremos apresentar um grupo de pessoas, das quais suas alturas foram coletadas. Observe:

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20.

Amorim: Antônio: Bernardo: Carlos: Celso: Danilo: Douglas: Daniel: Everton: Gabriel: Gustavo: Heitor: Ítalo: João João Leonardo: Lucas: Marlon: Orlando: Pedro: Carlos: Vinicius:

1,91 1,78 1,69 1,82 1,80 1,72 1,73 1,76 1,77 1,93 1,84 1,87 1,85 1,89 1,70 1,91 1,86 1,70 1,71 1,93

Para definirmos os intervalos, vamos realizar a subtração entre a maior e a menor altura: 1,94 – 1,69 = 0,25. O número de intervalos deve ser sempre maior que quatro. No caso descrito, vamos estipular cinco intervalos de classe, dessa forma adicionamos 0,01 a 0,24 e dividimos por 5: 0,25 : 5 = 0,05. Veja os intervalos:

05) 0.05) Importante: no intervalo 1. 1.69.73 serão registradas.89 1. e a altura 1. o símbolo indica fechado à esquerda e aberto à direita.79 1.94 (1.70.84 1.79 e assim sucessivamente.1.74. 1.94) + + + + 0.79 1.69 1.79 (1. organizando dados de pesquisas e apresentando informações claras e objetivas.74 somente será computada no intervalo 1. Iremos através de um exemplo construir uma tabela de frequência absoluta e frequência relativa de uma variável.74 (1. a frequência absoluta e a frequência relativa e percentual. assim as alturas iguais a 1.05) 0.69 1. 1.84 1.74 1.05) 0. Exemplo Às pessoas presentes em um evento automobilístico foi feita a seguinte pergunta: Qual a sua marca de carro preferida? Pedro: Bruna: Anete: Ford Peugeot Ford Carlos: Fred: Paulo: Célio: Peugeot Volks Manoel: GM Sérgio: Gilson: Rui: Fiat Cláudia: .84 (1.72 e 1.74 1.89 + 1.89 (1. Aplicação de Estatística: Frequência Absoluta e Frequência Relativa A Estatística é uma ferramenta matemática muito utilizada em vários setores da sociedade.71.69 1. Observe a tabela com os dados distribuídos de acordo com seu intervalo: A tabela informa as alturas de acordo com os intervalos.74 1.

5% 8.2% 12.8% 100% quantas vezes cada marca de automóvel foi citada.5% 25% 4. Arredondando Números Nos trabalhos relacionados à Estatística. Matemática Financeira entre outras situações cotidianas relacionadas ao uso de números. usamos algumas técnicas de arredondamento. devemos manter inalterado o algarismo da esquerda. A marca Ford tem frequência relativa 4 em 24 ou 4/24 ou ~0. escrevendo-os com duas casas à direita da .166 ou 16.3% 20.7%. Exemplos Vamos arredondar os números a seguir. Frequência relativa: é dada em porcentagem. Para efetuarmos o arredondamento de um número podemos utilizar as seguintes regras:  Se o algarismo a ser eliminado for maior ou igual a cinco.  Se o algarismo a ser eliminado for menor que cinco.66% ou 16.GM Volks Fiat GM Volks Antônio Márcio: Marcelo: Ana: Geraldo: Rita: : Fiat Volks GM Nissan Volks Ford Pedro: Alicia: Meire: Ford Renault GM Flávio: Fabiano: Lia: GM Peugeot Renault Construindo uma tabela para melhor dispor os dados: Frequência Frequência Marcas Absoluta Relativa (FA) (FR) Ford Fiat GM Nissan Peugeot Renault Volks Total Frequência 4 3 6 1 3 2 5 24 absoluta: 16. acrescentamos uma unidade ao primeiro algarismo que está situado à sua esquerda.7% 12.

756 → o número a ser eliminado será o 6 e é maior que cinco.08 passa a 25. Portanto o número deverá ser escrito assim: 10.3694 Três casas decimais: eliminaremos o algarismo 4 e não modificaremos o número da esquerda: 2.9 25.1 53. então somamos à casa da esquerda uma unidade. como a Metrologia.261 → o algarismo eliminado será o 1 e é menor que cinco. então não devemos modificar o numeral da esquerda. Veja a tabela de arredondamento de valores: Tabela 1: Em conformidade com a Resolução nº 886/66 da Fundação IBGE. Exemplos 53. =5 (i) Se ao 5 seguir em . escrever o número decimal 2.26 Nos casos de arredondamentos sucessivos. por exemplo. o arredondamento é efetuado da seguinte maneira: Condições <5 Procedimentos O último algarismo a permanecer fica inalterado. por menor que seja.0 2. os arredondamentos seguem uma normativa do IBGE.vírgula: a) 9.99 passa a 54.24 passa 42.87 passa a 42. as regras continuam valendo. ciência que provê a utilização de técnicas que permitem que grandezas físicas e químicas sejam quantificadas.352 >5 Aumenta-se de uma unidade o algarismo a permanecer. pode provocar alterações consideráveis.37 Em algumas áreas de conhecimento. pois nessa ciência qualquer valor.76 b) 10.36935 das seguintes maneiras: Quatro casas decimais: eliminaremos o algarismo 5 e acrescentaremos uma unidade à casa da esquerda: 2. dessa forma o número pode ser escrito da seguinte maneira: 9.369 Duas casas decimais: eliminaremos o algarismo 9 e acrescentaremos uma unidade à casa da esquerda: 2.

cálculo de probabilidade e processos de contagem.6 =5 (ii) Se o 5 for o último algarismo ou se ao 5 só seguirem zeros. 20 minutos pelo menos 94% das chamadas que recebe. ele registra o número acumulado de chamadas que não foram atendidas em 20 minutos. representação de frequência relativa. passa a 2.6500 passa a 24.75 passa a 24. espaço amostral.8 24. Por exemplo. aumenta-se uma unidade no algarismo a permanecer. a cooperativa apresenta o seguinte desempenho: .4 25. o último algarismo a ser conservado só será aumentado de uma unidade se for ímpar. O controle dessa meta é feito de forma ininterrupta por um funcionário que utiliza um aparelho de rádio para monitoramento. cálculos estatísticos. a frequência relativa nesse caso é de 50% para cara e 50% para coroa.6 24.7 76. A frequência relativa é representada por um número percentual oriundo da comparação entre um evento e o espaço amostral ao qual ele faz parte. ele exige conhecimentos de porcentagem. no máximo. Os cálculos percentuais estão presentes em situações cotidianas e nos exames de classificação de diversas Universidades. Uma empresa de táxis tem como meta atender em. portanto. no lançamento de uma moeda. A cada 100 chamadas.250002 passa a 76.6501 passa a 25.qualquer casa um algarismo diferente de zero.8 24.7500 passa a 24. Observe o exercício a seguir. Ao final de um dia. Cálculos Percentuais Envolvendo Frequências Relativas A porcentagem é uma razão centesimal utilizada na comparação de valores de uma determinada situação. o espaço amostral é constituído de dois eventos: cara ou coroa.65 passa a 24.3 24.

10/100 = 0. .1 = 10% > 6% → acima 15/200 = 0. o número de chamadas não atendidas em 15 minutos não deve ultrapassar 6%.058 = 5. utilizando o coeficiente de variação de Pearson. Como o desvio padrão é expresso na mesma unidade dos dados observados em estudo.25% > 6% → acima 28/482 = 0. O coeficiente de variação é dado pela fórmula: Onde.8% < 6% → meta atingida Concluímos que a meta somente foi cumprida quando o total de chamadas acumuladas resultou em 482. 15/200.5% > 6% → acima 20/300 = 0.6% > 6% → acima 25/400 = 0. por isso a fórmula é multiplicada por 100. Cv → s→ → é é é a o o média coeficiente desvio dos de variação padrão dados O coeficiente de variação é dado em %. 25/400. Para sanar essas dificuldades. 20/300. podemos analisar a dispersão em termos relativos a seu valor médio.Com base no enunciado do exercício.0625 = 6. comparar duas ou mais séries de valores que estão em unidades de medida diferentes torna-se impossível. Estabelecendo a frequência relativa Razões: 10/100.075 = 7.066 = 6. 28/482.

em razão da importância significativa de uma pesquisa. mais homogêneos serão os dados.Observações: O coeficiente de variação fornece a variação dos dados obtidos em relação à média. Compare a variabilidade relativa do tempo de reação de um analgésico A com a variabilidade do peso das pessoas que se submeteram à dosagem desse analgésico.25 e g e s s = = 0. ou ainda. criou um sistema de representação de diagramas no intuito de determinar uniões e intersecções. Exemplo. . O fato de o coeficiente de variação ser dado em valor relativo nos permite comparar séries de valores que apresentam unidades de medida distintas. As médias e os desvios padrão foram: nalgésico eso das : pessoas: =3 min =58. que os dados referentes ao peso são mais homogêneos que os do tempo de reação do analgésico.17 Solução: Vamos calcular o coeficiente de variação para cada item observado. O estudo e desenvolvimento da Estatística requerem um planejamento organizacional. facilitando a organização e interpretação de dados pesquisados. Foram entrevistados 360 leitores entre homens e mulheres maiores de 18 anos de idade. podemos concluir que os dados referentes ao peso são mais consistentes que os dados referentes ao tempo de reação do analgésico. Cálculo para o tempo de reação do analgésico: Cálculo para o peso das pessoas: Comparando o coeficiente de variação do tempo de reação do analgésico e o do peso das pessoas.71 5. Utilizando o diagrama de Venn Observe o exemplo: Uma pesquisa sobre a preferência dos leitores de uma cidade em relação aos jornais A. A representação através desses diagramas recebeu o nome de Diagramas de Venn em retribuição à sua grande contribuição para a matemática. Os dados coletados na pesquisa foram os seguintes: 120 leem o jornal A. O coeficiente de variação é considerado baixo (apontando um conjunto de dados bem homogêneos) quando for menor ou igual a 25%. Quanto menor for o seu valor. B e C foi realizada. 170 leem o jornal B. O matemático inglês John Venn.

150 leem o jornal C. Podemos concluir através do diagrama que 70 leitores preferem somente o jornal A. 40 leem o jornal A e B. N: conjunto dos números Naturais Z: conjunto dos números Inteiros Q: conjunto dos números Racionais I: conjunto dos números Irracionais R: conjunto dos números Reais C: conjunto dos números Complexos . 05 leem os jornais A. Quantos leitores preferem ler somente o jornal A? Resolução: Vamos utilizar os diagramas de Venn para representar os dados da pesquisa. 30 leem os jornais B e C. 15 leem os jornais A e C. B e C. Exemplo 2 Podemos utilizar os diagramas de Venn para representar os conjuntos numéricos na Matemática.

. Os meios de comunicação. divisão entre a frequência absoluta de cada variável e o somatório das frequências absolutas. No intuito de conhecer e aprofundar nos estudos estatísticos precisamos conhecer alguns conceitos e fundamentos primordiais para o desenvolvimento de uma pesquisa. Medidas de tendência central Média aritmética: medida de tendência central. O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é considerado um órgão importante e conceituado na área. Moda: valor de maior frequência em uma série de dados. Amostra: parte representativa de uma população. da pergunta que será feita. analisar informações. Peugeot. Fiat. dividido pelo número de elementos. Exemplo: Qual sua marca de carro favorita? Ford. Somatório dos valores dos elementos. Média aritmética ponderada: Somatório dos valores dos elementos multiplicado pelos seus respectivos pesos. número de vezes que o valor da variável é citado. Variável: depende da abordagem da pesquisa. Nissan são alguns exemplos de resposta. Conceitos e Fundamentos População: conjunto de elementos. apresentar situações através de gráficos de fácil compreensão.Estatística A Estatística é bastante utilizada em diversos ramos da sociedade. o que mais se repete. colher dados e processá-los. no intuito de realizar pesquisas. ao utilizarem gráficos. número de pessoas de uma cidade. Frequência relativa: valor representado através de porcentagem. deixam a leitura mais agradável. Mediana: medida central em uma determinada sequência de dados numéricos. Volks. dividido pela soma dos pesos atribuídos. Frequência absoluta: valor exato.

coordena as estatísticas e a cartografia nacional. As pesquisas possuem esse objetivo. também são objetos de estudo do IBGE. Desvio Padrão: raiz quadrada da variância. os meio de produção. No Brasil. É uma instituição pública federal. o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é o responsável por atuar na área da pesquisa. O Instituto surgiu da necessidade de um órgão capacitado em articular e coordenar pesquisas estatísticas. Veja o resultado: Dos 10 adolescentes que participaram da pesquisa: . As atribuições atreladas à geociência e às estatísticas sociais. Iremos pesquisar dentre eles quantos lêem 2 livros por mês. as relações com o meio ambiente. Variância: dispersão dos dados variáveis em relação à média. análise.Medidas de dispersão Amplitude: subtração entre o maior valor e o menor valor dos elementos do conjunto. estadual e municipal. É do interesse dos governantes e dos membros da sociedade saber o nível de satisfação em relação a determinados assuntos. dentre outras instituições. índices educacionais. e a população em geral. econômicas e demográficas. modelo de saúde. A sociedade moderna vive em constantes transformações. fazem do IBGE o principal órgão capaz de inteirar de conhecimentos os órgãos das esferas federal. como também relacionar o crescimento da economia com a evolução do trabalho e a produção popular. Tais situações explicitadas são estudadas no intuito de organizar e melhorar o modo de vida das pessoas. Essa característica é chamada de característica estatística. Os aspectos sociais. na estrutura e implantação de informações ligadas ao meio ambiente. como renda familiar. as opções de lazer entre outros meios sociais. os costumes. o modo de viver. diariamente os noticiários exibem matérias envolvendo dados estatísticos de satisfação ou insatisfação quanto a determinados temas. Orçamento e Gestão do país. Quando queremos levantar dados estatísticos devemos seguir os seguintes passos: Escolher uma população estatística • Classificar os dados escolhidos sobre uma população estatística. segurança pública entre outros. políticos e econômicos fazem parte do cotidiano das pessoas. Indica a distância média entre a variável e a média aritmética da amostra. • Elaborar uma tabela de dados com as características estatísticas. Veja o exemplo: Considere um grupo de 10 adolescentes de um colégio estadual. O órgão também atua na área geográfica. mostrando ainda como a população brasileira se comporta diante dos problemas mundiais. elas colhem informações que são analisadas e interpretadas e servem de base estrutural na busca por mudanças ou no mero registro de opiniões. • Escolher uma característica a ser observada na população. ligada ao Ministério do Planejamento. realização do censo e organização das informações. interpretação e apresentação de dados estatísticos. moradia. quantos lêem 1 livro por mês e quantos não lêem. O quadro abaixo mostra essa pesquisa.

os índices de mercado. Representações gráficas Gráfico de segmentos . A freqüência absoluta dos adolescentes que lêem 0 livros por mês é 2. Nasdaq. Os gráficos estão presentes em diversos meios de comunicação (jornais. Unidade estatística: cada adolescente que pertence ao grupo. Veja o que podemos coletar dessa pesquisa: População estatística: grupo dos 10 adolescentes. revistas. variação das taxas de inflação de países e etc. dividendos. Os vários tipos de representação gráfica constituem uma ferramenta importante. Várias instituições financeiras espalhadas pelo mundo (Bovespa. Hong-Kong. os prejuízos. Down Jones. Observando os exemplos da tabela dizemos que: A freqüência absoluta dos adolescentes que lêem 1 livro por mês é 3. internet) e estão ligados aos mais variados assuntos do nosso cotidiano. valorização e desvalorização de ações. 2 não tem o hábito da leitura. Frankfurt. as melhores aplicações. O recurso gráfico possibilita aos meios de comunicação a elaboração de inúmeras ilustrações. pois facilitam a análise e a interpretação de um conjunto de dados. tornando a leitura mais agradável. Sua importância está ligada à facilidade e rapidez com que podemos interpretar as informações. Bolsa de Nova York. Os valores de Fi é a freqüência absoluta. ou seja. 3 lêem 1 livro por mês. etc. Os dados coletados e distribuídos em planilhas podem ser organizados em gráficos e apresentados de uma forma mais clara e objetiva. BM&F. é o número de vezes que a variável estatística assume o valor Fi.5 lêem 2 livros por mês. Quantidade de livros lidos (xi) 2 1 0 Quantidade de adolescentes (Fi) 5 3 2 Total = 10 A primeira coluna contém os valores de xi que são as quantidades de livros lidos por mês e na segunda coluna contém os valores de Fi que é a quantidade de adolescentes que lêem livros durante o mês. variação do Dólar e do Euro (moedas de trocas internacionais). Variável estatística: quantidade de livros lidos por mês.) fazem uso dos gráficos para mostrar a seus investidores os lucros.

decréscimo ou estabilidade. Gráfico de Barras e de colunas A tabela a seguir mostra o desempenho em Matemática dos alunos de uma determinada série: .Observe a tabela que mostra a venda de livros de uma livraria no primeiro semestre de determinado ano: O gráfico de segmento é utilizado principalmente para mostrar crescimento.

Gráfico de setores .

os funcionários de uma empresa. pois é com base nesse conjunto de pessoas que os dados são coletados e analisados de acordo com o princípio da pesquisa. . os associados de um sindicato. pois levaria muito tempo para concluir o trabalho ou até mesmo seria financeiramente inviável. A população também pode ser relacionada a um conjunto de objetos ou informações. dessa forma. Amostra diz respeito a um subconjunto da população. Esse público alvo recebe o nome de população e constitui um conjunto de pessoas que apresentam características próprias. Se observarmos o grupo chegaremos à conclusão de que o número de escolas particulares em Goiânia é considerado finito. Por exemplo:  As condições das escolas particulares na cidade de Goiânia. a população é classificada como finita e infinita. os eleitores de um município. Na estatística. População infinita: o número de elementos nesse caso é muito elevado. a entrevista e a análise das informações devem abordar a todos do grupo. o número de entrevistados corresponde a uma quantidade determinada de elementos do conjunto.Toda pesquisa estatística precisa atender a um público alvo. por exemplo: os usuários de um plano de saúde. uma amostra. sendo considerado infinito. os alunos de uma escola. os integrantes de uma casa e várias situações que envolvem um grupo geral de elementos. fração ou uma parte do grupo. População finita: nesses casos o número de elementos de um grupo não é muito grande. os membros de uma equipe de futebol. Por exemplo:  A população da cidade de São Paulo. Em alguns casos seria impossível entrevistar todos os elementos de uma população. estado ou país.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->