P. 1
Apostila Sobre o Estatuto Do Idoso

Apostila Sobre o Estatuto Do Idoso

|Views: 515|Likes:
Apostila elaborada no período de 2012.1 no Projeto Cidadania Ativa de iniciativa do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) na Universidade de Fortaleza (Unifor).

Contato:anacecolia@gmail.com
Apostila elaborada no período de 2012.1 no Projeto Cidadania Ativa de iniciativa do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) na Universidade de Fortaleza (Unifor).

Contato:anacecolia@gmail.com

More info:

Published by: Ana Cecília Coutinho on Oct 09, 2012
Direitos Autorais:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF or read online from Scribd
See more
See less

07/16/2014

pdf

ESTATUTO DO IDOSO

Por lei, idoso é todo aquele que possui idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos. O Estado é obrigado a promover ao idoso um envelhecimento saudável e em condições de dignidade, assegurando a ele todas as oportunidades e facilidades para preservação de sua saúde física e mental. E é dever de todos zelar pela dignidade do idoso, protegendoo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante ou constrangedor. O ESTATUTO DO IDOSO EM CORDEL
Oliveira das panelas sabiamente já dizia: “ admiro a juventude não querer envelhecer. Velho, ninguém quer ficar, novo, ninguém quer morrer. Só é velho quem bem vive, bom é ser velho e viver”. O direito a preferência não é sequer Quem já tem mais de sessenta, pode entrar na confraria e começar a cobrar tudo o que tem garantia: dignidade e respeito, saúde e moradia. O estatuto determina priorizar o idoso, mas a justiça, que é cega, tem um ritmo vagaroso, e esquece que pro velho cada dia é valioso. Gente até perdeu o gosto, já entrou em depressão. De tanto esperar sentado, já fez buraco no chão. Já comprou foi vela preta, mortalha, e até caixão. O direito ao transporte também foi assegurado mas, pra sair do papel, deve ser fiscalizado, pois todo dia tem muito velhinho discriminado. Tem motorista arrogante que muito fácil se esquece de que a juventude acaba e logo a velhice aparece. respeitado (nem nos órgãos, nem no sus, em banco ou supermercado) fazem os velhos passarem cada sufoco arretado. Pra conseguir benefício, é preciso paciência, pois, se o tal de inferno existe, o seu nome é previdência, e da distinta não escapa nem quem sofre de demência.

Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR

Fortaleza - Ceará Abril de 2012

Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

Vive queimando parada, sem se importar com quem desce. Mas no dia em que o idoso seus direitos exigir vai ter muita demissão para quem a lei infringir pois, se não, a empresa quebra com tamanho abacaxi. E no caso de um idoso por covardes maltratado, mandemos os agressores ver o sol nascer quadrado, pois na vida só se colhe aquilo que foi plantado.

que os idosos no Brasil padecem graves maus-tratos, muitas vezes praticados pelos seus filhos ingratos. Denunciar é preciso, para que haja punição, pois, quando ocorre o crime, foi falha da prevenção , que devia estar presente em toda a educação. Lavra a polícia a ocorrência, o promotor denuncia, o juiz logo condena, o infrator sentencia e o idoso assim conquista sua carta de alforria. O avanço da medicina foi de grande valia,

Castiguemos igualmente quem de seus bens se apossar, reter cartão magnético ou procuração falsa passar. E se for pra cobrar dívidas demos castigo exemplar. Mas os nobres deputados devem prestar atenção, pois violência doméstica dá pena de detenção e a pena alternativa não resolve essa questão. Muitas vezes o velhinho vive em total aflição, preso em cárcere privado sem ter nem locomoção, podendo alguém ajudar com uma mera ligação. O que não se pode, gente, é lavar as mãos, calar por medo de se envolver ou ter que testemunhar Existe um disk-denúncia, você pode confiar. Os registros da polícia mostram um triste retrato:

permitindo aos idosos uma certa primazia. Até Viagra inventaram, para dar mais alegria. Mas, para mim, essas coisas não terão nenhum valor se os anos conquistados só forem de dissabor, pois preconceito só rima com a falta de amor. E pra fechar o calvário do idoso desamparado, inventaram um empréstimo, tal de consignado que só faz tirar o sono de qualquer aposentado. Os velhinhos mais ingênuos ficam todos deslumbrados vendo os artistas famosos elogiando o danado, e só descobrem a farsa depois que já estão ferrados. Para entrar é uma moleza, chamam “meu bem”, “meu amor”. Pra sair, até o diabo, que é astúcia, é doutor. Ficou sujo no serasa, spc e fiador.

Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR

Fortaleza - Ceará Abril de 2012

Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

Tem muito velhinho achando que se aposentou geral, mas um sexo seguro nem engorda e nem faz mal, e viver sem sacanagem é um tédio sem igual. O pessoal da saúde tem função que é decisória, pois registro de agressão é por lei obrigatória, tem um nome até bonito: notificação compulsória. Essa mesma obrigação tem o dono do abrigo, que é o maior responsável pelo idoso acolhido, respondendo pelos danos que ele tenha ali sofrido. Tem muito dono de abrigo se achando o maioral, pegando a aposentadoria de uma forma integral, pois pela lei é devido um valor proporcional. Uma parte do dinheiro do velhinho abrigado deve ser a ele entregue pras coisas do seu agrado, esquecendo desse aviso vai ter que pagar dobrado. Autoria: Verônica Azevedo Mesmo com tanto lamento, não dá pra ser pessimista: ser idoso é privilégio ame a vida, não desista! O que não temos de graça, a gente luta e conquista! Conheço gente com 90 mais aprumada que nova cabeça boa é vacina que tira até o pé-da-cova melhor que pensar em doença é fazer rima e tirar prosa. Os idosos do país deram contribuição cabe agora ao estado a importante missão de zelar pelo patrimônio mais precioso da nação. Sabemos como é difícil envelhecer num país que não cultiva a memória e se esquece da raiz pois quem constrói a história bem merece ser feliz.

Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR

Fortaleza - Ceará Abril de 2012

Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

CONSTITUEM DIREITOS DOS IDOSOS, ENTRE OUTROS: - Atendimento preferencial, imediato e individualizado em órgãos públicos e privados (repartições públicas, bancos, teatros, cinemas, supermercados, rodoviárias etc.); - Fornecimento gratuito, pelo poder público, de medicamentos, especialmente os de uso continuado. Como: remédios para anticoncepção, asma, diabetes, doença de Parkinson, hipertensão, glaucoma, osteoporose, rinite etc.; - Desconto de pelo menos 50% nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer (basta apresentar documento com foto e que comprove ter 60 anos ou mais); - Gratuidade no transporte público urbano a partir dos 65 (sessenta e cinco) anos de idade (lembrando que em algumas cidades a gratuidade é concedida a partir dos 60 anos); - Reserva de 5% das vagas nos estacionamentos públicos e privados, posicionadas de forma a garantir a melhor comodidade possível. - Prioridade na tramitação dos processos e procedimentos e na execução dos atos e diligências judiciais em que figure como parte (em qualquer instância). ASSISTÊNCIA SOCIAL AO IDOSO A Assistência Social é um programa de proteção social voltado para o portador de deficiência e ao idoso com idade mínima de 65 (sessenta e cinco) anos, não exigindo nenhuma contribuição prévia para fazer jus ao benefício (cujo nome oficial é benefício de prestação continuada – BPC). No entanto, a pessoa beneficiada deve ser componente de família com a renda mensal per capita inferior a um quarto do salário mínimo. Ou seja, a soma da renda mensal bruta de todos os integrantes da família, dividida pelo número total de seus membros, deve ser inferior a ¼ (um quarto) do salário mínimo. Além disso, o beneficiado não pode estar vinculado a nenhum regime de previdência social e nem receber benefício de espécie alguma, a não ser o de assistência médica. O benefício (que não deve ser confundido com aposentadoria) é equivalente a 1 (um) salário mínimo por mês, não dá direito ao 13º salário, nem gera pensão, caso o beneficiado faleça. Esse amparo assistencial é um direito garantido pela nossa Constituição Federal, que visa garantir aos idosos carentes uma renda mensal para sua sobrevivência. DIREITO À MORADIA O idoso tem direito de viver preferencialmente junto à família, contudo, àqueles sem grupo familiar, em estado de abandono e com renda insuficiente para sua sobrevivência, é oferecida assistência integral de longa permanência por instituições públicas ou privadas devidamente habilitadas para tanto. O intuito é proporcionar o maior amparo possível ao idoso, defendendo sua dignidade e bem-estar.

Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR

Fortaleza - Ceará Abril de 2012

Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

O idoso também goza de prioridades na hora de comprar a casa própria. Os programas habitacionais, públicos ou subsidiados com recursos públicos, municipais, estaduais ou federais, devem:  reservar 3% (três por cento) das unidades residenciais para atendimento aos idosos;  implantar equipamentos urbanos comunitários voltados ao idoso;  eliminar barreiras arquitetônicas e urbanísticas para garantir maior acessibilidade ao idoso;  oferecer critérios de financiamento compatíveis com os rendimentos de aposentadoria e pensão.

DIREITO À CULTURA, ESPORTE E LAZER Todo idoso tem direito a 50% de desconto em atividades de cultura, esporte e lazer. Para isso, é necessário que apresente seu documento com foto que comprove ter 60 (sessenta) anos ou mais. Em que locais são válidos a meia entrada? Lugares como casas de show, centros esportivos, estádios. Quais as vantagens do idoso na hora de fazer um concurso público? O primeiro critério de desempate em concurso público sempre favorece o candidato mais velho. Qual a importância de se manter ativo na terceira idade? Manter-se ativo é importante em qualquer idade, principalmente na terceira idade, quando se adentra em numa nova fase de vida: o idoso já está aposentado e seus filhos já estão crescidos. Este é o momento em que eles podem realmente darem-se ao "luxo" de exercerem atividades que lhes tragam prazer e satisfação, sem a cobrança de um desempenho (como no trabalho) e sem a responsabilidade de educar (é hora de serem simplesmente avós). Qual a importância das atividades em grupo nessa fase da vida? O ser humano é um ser social: o lazer, a distração, o bem estar e as atividades em grupo são fundamentais para todos, independente da idade. No caso do idoso, ter um lazer, participar de passeios, reuniões culturais e manter contato com pessoas de sua faixa etária é extremamente importante, pois ajuda a elevar a sua auto estima e fazer com que ele se sinta integrado à sociedade. Em geral, o idoso mora com os filhos ou com pessoas de idade menor que a sua e a família, por causa de suas próprias obrigações/atividades, não costuma lhe dar a atenção necessária, muitas vezes não dispondo de tempo para ouvir o idoso, o que o leva a sentir-se num plano secundário. Essa falta de atenção da família pode levar o idoso à diminuição de sua auto estima e até à depressão, quando ele não tem atividades sociais que compensem esta falta de atenção familiar.

Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR

Fortaleza - Ceará Abril de 2012

Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

Quais atividades físicas e sociais mais recomendadas a essas pessoas? As atividades físicas mais indicadas para estas pessoas são as caminhadas, a dança, a hidroginástica, sempre realizadas depois de uma avaliação, realizadas preferencialmente em grupo e com o acompanhamento de um instrutor treinado ou professor de educação física para evitar lesões ou outros comprometimentos. A meditação e o relaxamento também são aconselháveis. As atividades sociais variam de acordo com o gosto pessoal de cada pessoa. Em geral incluem dança, jogos, viagens e passeios, universidade da terceira idade ou cursos de culinária, artesanato em geral, trabalhos voluntários, grupos religiosos, políticos ou de uma determinada categoria de trabalho. No município de Fortaleza existem vários projetos como Academia no Bairro, que é aberto para todo o público interessado, trabalhando com aulas de ginástica laboral e alongamentos. As aulas acontecem pela manhã em algumas praças da cidade e o grupo é supervisionado por profissionais em Educação Física e outras modalidades. Esse projeto começou com uma iniciativa do Corpo de Bombeiros e ganhou apoio da Prefeitura de Fortaleza, levando as atividades para outros bairros da cidade e atualmente já está implantado em cidades do interior. Apesar de ser aberto ao público, foi observado que o maior número de pessoas participantes são mulheres e maiores de 45 anos. Existe também no IFCE – antigo CEFET – um projeto parecido, mas que este acontece na própria instituição e lá eles se utilizam da piscina para fazer as atividades. DIREITO A TRANSPORTE GRATUITO Os maiores de 65 anos têm direito ao transporte coletivo público gratuito. Antes do estatuto, apenas algumas cidades garantiam esse benefício aos idosos. A carteira de identidade é o comprovante exigido. Nos veículos de transporte coletivo é obrigatória a reserva de 10% dos assentos para os idosos, com aviso legível. Nos transportes coletivos interestaduais, o estatuto garante a reserva de duas vagas gratuitas em cada veículo para idosos com renda igual ou inferior a dois salários mínimos. Se o número de idosos exceder o previsto, eles devem ter 50% de desconto no valor da passagem, considerando-se sua renda. (Caso o idoso não tenha como comprovar sua renda, ele deve providenciar a Carteira do Idoso). O que é a carteira do idoso? A Carteira do Idoso é um documento destinado apenas para pessoas com 60 anos ou mais, que tenham renda individual mensal de até dois salários mínimos e não tenham como comprovar essa renda. Aqueles que têm como comprovar renda NÃO necessitam da Carteira do Idoso para ter acesso às passagens interestaduais gratuitas ou o desconto no valor. Basta apresentar o comprovante de renda e o documento de identidade. Para que serve? Com esse documento, o idoso terá garantido seu direito à gratuidade ou ao desconto de 50% no sistema de transporte coletivo interestadual, em ônibus, trens e barcos. O objetivo da Carteira do Idoso é garantir que estes que possuem renda de até dois Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR Fortaleza - Ceará Abril de 2012 Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

salários mínimos sem qualquer comprovante de renda (Carteira de Trabalho atualizada; contracheque ou documento expedido pelo empregador; carnê de pagamento do INSS; extrato de pagamento de aposentadoria ou benefício, como o BPC ou outro regime de previdência) tenham os mesmos direitos daqueles que podem comprovar sua renda. Como fazer a sua? Para receber a Carteira, o idoso deve preencher o requerimento na Secretaria de Assistência Social. Para isso, é preciso levar um documento pessoal com foto, documento dos familiares com foto (caso more com eles) e comprovante de residência. Além disso, é preciso estar inscrito no Cadastro Único para ter acesso a esse benefício. Qual é o prazo de validade da Carteira do Idoso? A carteira terá validade de 2 (dois) anos, a partir da data de expedição, em todo território nacional. Quais são os prazos para retirar o bilhete da passagem? Para ter direito ao desconto, o idoso deverá adquirir o bilhete de passagem obedecendo aos seguintes prazos: 1) para viagens com distância até 500 km, com, no máximo, seis horas de antecedência; 2) para viagens com distância acima de 500 km, com, no máximo, doze horas de antecedência. No dia marcado para a viagem, o idoso deverá comparecer ao terminal de embarque até trinta minutos antes da hora marcada para o início da viagem, sob pena de perda do benefício. O bilhete de viagem do idoso será emitido pela empresa prestadora do serviço, em pelo menos duas vias, sendo que uma via será destinada ao passageiro e não poderá ser recolhida pela transportadora. A segunda via do bilhete de viagem do idoso deverá ser arquivada, permanecendo em poder da empresa prestadora do serviço nos trezentos e sessenta e cinco dias após o término da viagem. Qual a quantidade de vagas gratuitas ou descontos assegurados para o idoso? A reserva de 2 (duas) vagas gratuitas por veículo para idosos com renda igual ou inferior a 2 (dois) salários-mínimos; desconto de 50% (cinquenta por cento), no mínimo, no valor das passagens, para os idosos que excederem as vagas gratuitas, com renda igual ou inferior a 2 (dois) salários-mínimos. É necessário que o idoso tenha alguma carteira especial para usufruir do transporte público gratuito? Não. Para ter acesso à gratuidade, basta que o idoso apresente qualquer documento pessoal que comprove sua idade. A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (ETUFOR) dispõe do Cartão de Identificação do Idoso, dotado de tecnologia adequada ao Sistema Integrado de Transporte, que possibilita o acesso pela porta de embarque e passagem livre pela catraca. O Cartão do Idoso é emitido pelo Sindicato das Empresas Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR Fortaleza - Ceará Abril de 2012 Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará – SINDIÔNIBUS – sendo necessário mostrar um documento de identificação que comprove a pessoa ser maior de 65 (sessenta e cinco) anos. Como o idoso poderá comprovar sua renda para obter os benefícios no uso do transporte interestadual? A comprovação de renda pode ser feita com a apresentação de um dos seguintes documentos: carteira de trabalho com anotações atualizadas; contracheque de pagamento ou documento expedido pelo empregador; carnê de contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social - INSS; extrato de pagamento de benefício ou declaração fornecida pelo INSS ou outro regime de previdência social público ou privado; documento ou carteira emitida pelas Secretarias Estaduais ou Municipais de Assistência Social. Existe prioridade para o embarque? Sim, no transporte coletivo urbano intermunicipal e interestadual é assegurada a prioridade do idoso no embarque de veículo, vagão e embarcação.

CRIMES CONTRA O IDOSO Os crimes praticados contra a pessoa do idoso previstos no Estatuto do idoso são de ação penal pública incondicionada. Ou seja, o Ministério Público dará início ao processo sem a necessidade de autorização ou vontade do idoso agredido. Aplica-se o procedimento dos Juizados Especiais Criminais a esses crimes cuja pena máxima privativa de liberdade não ultrapasse quatro anos. Pode o motorista de transporte coletivo impedir ou dificultar a entrada de idoso no veículo? Não. O motorista ou qualquer outra pessoa que discrimine o idoso, impedindo ou dificultando o seu acesso ao meio de transporte, pratica crime passível de punição (de seis meses a um ano de reclusão e multa). Pode o idoso ser impedido de ter acesso a cargos públicos? Não. O impedimento do acesso a qualquer cargo público por motivo de idade constitui crime passível de punição (de seis meses a um ano de reclusão e multa). O idoso pode celebrar qualquer espécie de contrato? Sim, o idoso pode celebrar qualquer espécie de contrato, sendo considerada crime a discriminação que o impeça ou lhe cause dificuldades de exercer o seu direito de contratar. Pode-se negar trabalho ou emprego por motivo de idade? Não. A pessoa que nega a alguém, por motivo de idade, emprego ou trabalho pratica crime punido com reclusão de 6 meses a 1 ano e multa. Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR Fortaleza - Ceará Abril de 2012 Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

Quando comete crime a pessoa que deixar de prestar assistência ao idoso? Quando for possível prestar assistência, sem risco pessoal, em situação de perigo. Também comete crime quem dificultar, retardar ou recusar a assistência à saúde, ou deixar de pedir socorro necessário, aos órgãos públicos. Para fins penais, em que consiste o abandono da pessoa idosa? Os filhos, os netos, o cônjuge, ou qualquer parente que deixar uma pessoa idosa em hospitais, casas de saúde, entidades de longa permanência, ou simplesmente deixar de prover suas necessidades básicas estarão cometendo o crime de abandono. O que são maus-tratos? Ao contrário do que normalmente se pensa, maus-tratos não são somente agressões físicas. A negligência no cuidado para com o idoso também constitui um exemplo de maus-tratos, como a falta da troca regular da fralda, que permite a formação de assaduras, a alimentação inadequada ou insuficiente e a falta de medicação ou de assistência médica. Também é exemplo de maus-tratos, a falta de paciência do Cuidador que agride verbalmente o idoso. Nestes casos, o cuidador, que pode ser qualquer pessoa, estará cometendo crime, e a pena pode chegar a até doze anos de reclusão, se do fato resultar a morte do idoso. Podem os familiares receber em nome do idoso, benefícios previdenciários, proventos, pensões ou rendimentos? Sim, desde que estes não se apropriem ou desviem os bens para aplicação diversa da finalidade, que é única e exclusivamente para prover as necessidades da pessoa idosa. Caso contrário poderá caracterizar crime. O acolhimento ou a permanência do idoso em abrigo podem ser condicionados à outorga de procuração? Não. O idoso não pode ser obrigado a dar procuração em troca de sua acolhida ou permanência na entidade de atendimento, hospital ou casa de repouso. É possível reter o cartão magnético de conta bancária relativa a benefícios, proventos ou pensão de idoso ou outro documento com o objetivo de assegurar o recebimento ou ressarcimento de dívidas? Não. A pessoa que retém cartões de conta bancária pertencentes a idosos ou quaisquer documentos para assegurar recebimento ou ressarcimento de dívidas pratica crime passível de punição (de seis meses a dois anos de reclusão e multa). O que pode acontecer com a pessoa que induz o idoso, sem discernimento de seus atos, a outorgar procuração para fins de administração de bens ou para possibilitar a livre disposição destes? A pessoa que age dessa forma pratica crime passível de punição (de dois a quatro anos de reclusão). Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR Fortaleza - Ceará Abril de 2012 Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

O que pode acontecer com a pessoa que coage o idoso a doar, contratar, testar ou outorgar procuração? A pessoa que age dessa forma pratica crime passível de punição (de dois a cinco anos de reclusão). Pode o tabelião registrar um ato que envolva uma pessoa idosa incapaz, sem a devida representação legal? Não. O tabelião que registrar procuração ou escritura que envolva idoso incapaz, sem representação legal, comete crime. O que fazer quando se toma ciência de que um idoso foi ou está sendo vítima de algum crime? Todas as pessoas têm o dever de comunicar à autoridade policial (Delegado de Polícia) ou ao Promotor de Justiça da sua cidade, qualquer crime cometido contra o idoso. O idoso jamais deve ficar trancado em casa ou em qualquer cômodo da casa, seja qual for a situação, pois essa atitude pode configurar crime de cárcere privado.

INFORMAÇÕES ÚTEIS:
Quando procurar a Delegacia do Idoso ou a Delegacia de Polícia? Se a sua cidade tiver Delegacia do Idoso, dirija-se a ela para exercer os seus direitos. Caso a sua cidade não tenha Delegacia do Idoso, dirija-se à Delegacia de Polícia mais próxima de sua residência. Quando procurar a Defensoria Pública? A Defensoria Pública é uma Instituição do Estado que tem por finalidade prestar assistência judiciária às pessoas carentes. Ela deve ser procurada nos casos de necessidade de ajuizamento de ações, tais como: alimentos (pensão alimentícia), interdição, alvará, despejo, consignação em pagamento etc. Quando procurar o Ministério Público? O Promotor de Justiça pode adotar medidas para proteger os idosos que estejam em situação de risco como, por exemplo: - abandonados pela família; - vítimas de maus-tratos por parte de seus familiares; - negligenciados pelos familiares e/ou cuidador; - maltratados em casas de repouso. Promotoria dos Idosos: tel: 3252-6391/ 3452-6352/ 3452-1516 Rua Assunção, 1100 - José Bonifácio Centro Integrado de Atenção e Prevenção a Violência contra a pessoa Idosa: tel: 3181-2728 Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR Fortaleza - Ceará Abril de 2012 Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

Alô Idoso: 0800.285.0880 RFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Estatuto do Idoso atualizado em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.741.htm Estatuto do Idoso em Cordel em: http://www.cuidardeidosos.com.br/estatuto-do-idosoem-cordel/ Outras informações acrescentadas em: http://portaldoenvelhecimento.org.br/ Informações sobre a filmografia recomendada em: http://www.imdb.com

FILMOGRAFIA RECOMENDADA  Diário De Uma Paixão (The Notebook). Ano: 2004. Direção: Nick Cassavetes. País: Estados Unidos.  Iris (Iris). Ano: 2001. Direção: Richard Eyre. País: Reino Unido e Estados Unidos.  Acontece Nas Melhores Famílias (It Runs In The Family). Ano: 2003. Direção: Fred Schepisi. País: Estados Unidos.  O Curioso Caso de Benjamin Button (The Curious Case Of Benjamin Button). Ano: 2008. Direção: David Fincher. País: Estados Unidos.  Copacabana (Copacabana). Ano: 2001. Direção: Carla Camurati. País: Brasil.  Up – Altas Aventuras (Up). Ano: 2009. Direção: Pete Docter, Bob Peterson. País: Estados Unidos.  Baleias De Agosto (The Whales Of August). Ano: 1987. Direção: Lindsay Anderson. País: Estados Unidos.  Kotch - Ainda Há Fogo Sob as Cinzas (Kotch). Ano: 1971. Direção: Jack Lemmon. País: Estados Unidos.  Amos (Amos). Ano: 1985. Direção: Michael Tuchner. País: Estados Unidos.  Tomates Verdes Fritos (Fried Green Tomatoes). Ano: 1991. Direção: Jon Avnet. País: Estados unidos.  Cocoon (Cocoon). Ano: 1985. Direção: Ron Howard. País: Estados Unidos.  Elsa e Fred (Elsa y Fred). Ano: 2005. Direção: Marcos Carnevale. País: Argentina e Espanha.  Colcha de Retalhos (How To Make Na American Quilt). Ano: 1995. Direção: Jocelyn Moorhouse. País: Estados Unidos.  Alguém Tem Que Ceder (Something’s Gotta Give). Ano: 2003. Direção: Nancy Meyers. País: Estados Unidos.  Adeus, Lenin! (Good Bye Lenin!). Ano: 2003. Direção: Wolfgang Becker. País: Alemanha. Projeto Cidadania Ativa CCJ – UNIFOR Fortaleza - Ceará Abril de 2012 Ana Cecília Coutinho Marta Moreira dos Santos

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->