Você está na página 1de 15
Centralização no problema As pessoas que não são auto-realizadoras são autocentradas e tendem a ver todos

Centralização no problema

As pessoas que não são auto-realizadoras são autocentradas e tendem a ver todos os problemas do mundo em relação a si própria,

enquanto as auto-realizadoras estão

orientadas para tarefas e preocupadas com problemas externos.

 As pessoas auto-realizadoras têm uma qualidade de desapego que lhes permite permanecer sós sem sentirem-se
  • As pessoas auto-realizadoras têm uma qualidade de desapego que lhes permite permanecer sós sem sentirem-se solitárias.

  • Essas pessoas são vistas como distantes e desinteressadas, mas, de fato seu desinteresse é limitado a questão menores, pois a sua preocupação é global com o bem estar dos outros.

  • São auto-estimuladas e resistem as tentativas da sociedade em fazê-las aderir às convenções.

 As pessoas auto-realizadoras são autônomas e dependem de si mesma para crescer, ainda que, em
  • As pessoas auto-realizadoras são autônomas e dependem de si mesma para crescer, ainda que, em algumas ocasiões em seu passado, tenham recebido amor e segurança dos outros. Ninguém nasce autônomo e nem é totalmente independente dos outros.

  • As pessoas auto realizadoras têm confiança em si mesma e autonomia que lhe permite permanecer imperturbável diante de críticas ou elogios. Essa independência também lhe confere paz interior e serenidade, algo que as pessoas que vivem da opinião do outro, não pode desfrutar.

 Maslow (1970) escreveu que “as pessoas auto-realizadoras têm a capacidade maravilhosa de apreciar continuamente, de
  • Maslow (1970) escreveu que “as pessoas auto-realizadoras têm a capacidade maravilhosa de apreciar continuamente, de modo novo e ingênuo, as coisas boas e básicas da vida com espanto, prazer, admiração e até mesmo êxtase.

  • Os auto-realizadores enxergam por uma perspectiva renovada, fenômenos como flores, alimentos, amigos.

 O que é uma experiência culminante ?  Para Maslow, são experiências de natureza mística
  • O que é uma experiência culminante ?

  • Para Maslow, são experiências de natureza mística que, de alguma forma, dar um sentimento de transcendência aos indivíduos que tiveram esse tipo de experiência.

  • A principio Maslow pensou que essas experiências eram muito mais comuns entre indivíduos auto-realizadores do que indivíduos que não eram. Mais tarde porém, ele afirmou que a maior parte das pessoas, ou quase todas, tem experiências culminantes ou de êxtase.

 Maslow descobriu que os auto realizadores apresentavam um tipo de atitude preocupada com relação a
  • Maslow descobriu que os auto realizadores apresentavam um tipo de atitude preocupada com relação a outras pessoas. Embora sintam-se em geral como estranhos em um território estrangeiro, eles apesar disso, identificam-se com as outras pessoas e tem um interesse genuíno em auxiliar os outros, tanto os

conhecidos como os desconhecidos.

 Relacionado ao termo anterior está a qualidade especial das relações interpessoais que envolve sentimentos profundos
  • Relacionado ao termo anterior está a qualidade especial das relações interpessoais que envolve sentimentos profundos e intenso pelos indivíduos. Os auto-realizados tem um sentimento de cuidado em relação às pessoas em geral, mas suas poucas amizades íntimas são limitadas apenas a alguns poucos.

  • Não têm uma necessidade exagerada de fazer amizade com todos, mas os escassos relacionamento interpessoais que mantêm são muito profundos e intensos.

 Maslow descobriu que todos os seus auto realizadores apresentam valores democrático . Poderiam ser abertos
  • Maslow descobriu que todos os seus auto realizadores apresentam valores democrático . Poderiam ser abertos e compreensivos com as outras pessoas, independentemente de classe social, cor da pele, idade ou gênero e, de fato, não pareciam cientes das diferenças superficiais entre as pessoas.

  • Os auto-realizadores têm um desejo e uma habilidade para aprender com qualquer um. E são muito humilde quando se trata de ensino- aprendizagem.

  • Lutam contra as pessoa más e contra o mau comportamento.

 As pessoas auto-realizadoras têm um claro senso de condutas certas e erradas e demonstram poucos
  • As pessoas auto-realizadoras têm um claro senso de condutas certas e erradas e demonstram poucos conflitos sobre valores básicos. Voltam sua visão para os fins e não para os meios e apresentam uma habilidade incomum para distinguir entre os dois.

  • Os auto-realizadores apreciam realizar algo pelo prazer de realizar e não apenas como meio para um determinado fim qualquer.

 Outra característica marcante das pessoas auto realizadoras é seu senso de humor filosófico e não-
  • Outra característica marcante das pessoas auto realizadoras é seu senso de humor filosófico e não- hostil. A risada é obtida as custas de alguém. As pessoas saudáveis acham pouca graça em piadas depreciativas.

  • O humor de uma pessoa auto- realizadora está subentendido na situação e não é imposto; é espontâneo em vez de planejado.

 Todas as pessoas auto-realizadoras estudadas por Maslow sugeria que a criatividade em algum sentido da
  • Todas as pessoas auto-realizadoras estudadas por Maslow sugeria que a criatividade em algum sentido da palavra. Maslow sugeria que a criatividade e a auto- realização podem ser uma e a mesma coisa.

  • Nem todos os auto-realizados são talentosos ou criativos nas artes,mas todos são criativos a seu próprio modo em qualquer coisa que venha a fazer.

 Uma característica final identificada por Maslow era a resistência à aculturação. As pessoas auto-realizadoras têm
  • Uma característica final identificada por Maslow era a resistência à aculturação. As pessoas auto-realizadoras têm um senso de desapego em relação ao seu ambiente, as tornam capazes de transcender uma cultura particular.

  • Não são anti-social nem conscientemente desajustadas.

  • São autônomas, seguindo seus próprios padrões de conduta e não obedecendo cegamente às regras.

  • As pessoas auto-realizadoras não apenas têm costumes sociais diferentes mas, são menos aculturadas, menos niveladas e menos modeladas.

 Antes que as pessoas tonem-se auto realizadas, é preciso que satisfaçam suas necessidades de amor
  • Antes que as pessoas tonem-se auto realizadas, é preciso que satisfaçam suas necessidades de amor e de pertencimento.

  • As pessoas auto-realizadoras são capazes de amor B, um amor pela essência do Ser dos outros. E não amam esperando algo em troca.já o amor D que já é um amor deficiente comum aos outros.

  • Seu amor nunca é prejudicial, o que permite aos amados ficarem relaxados e mais intimo um com o outro.

 Maslow acreditava que o sexo entre dois amantes B em geral tornava se uma experiência
  • Maslow acreditava que o sexo entre

dois amantes B em geral tornava se

uma experiência mística.

  • Não são dominados pelo sexo, podem tolerar com mais facilidade a ausência de sexo assim como outras necessidades, porque não apresentam deficiência em relação a isso.

Muito obrigada !!!

Muito obrigada !!!