P. 1
Relatorio Bromatologia

Relatorio Bromatologia

|Views: 596|Likes:
Publicado porFelipe Silva
Bromatologia, relatório de analise pratica do leite.
Bromatologia, relatório de analise pratica do leite.

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Felipe Silva on Oct 18, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/03/2014

pdf

text

original

Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO

)

Relatório apresentado a disciplina de Bromatologia, como quesito avaliativo para nota de VT e aprovação na mesma. Orientador: Prof. Ronaldo Aguiar

São Gonçalo 2010

Indíce 1) Título ____________________________________________________1 1.1) Componentes______________________________________________1 2) Resumo___________________________________________________2 3) Palavras Chaves_____________________________________________3 4) Introdução_________________________________________________4-5 5) Materiais e Métodos_________________________________________6 6) Resultados_________________________________________________7 7) Discursão__________________________________________________8 8) Conclusão___________________________________________________9 9) Bibliografia_________________________________________________10 .

Paluma Tatiana Cardoso Azevedo Thales Henrique A. Carvalho Soraia Lopes C. Reação de Fiehe. L.Patricio Natalia Quintanilha dos Santos Rubia Mara B. Goulart Caroline Alves F.1   TÍTULO: Determinação de Amido em leite em pó. 1. Prova de Lund. de Souza Fernanda Belém Pimentel Graziane Borges dos Santos Jaqueline Macedo Prado Jessica Fernandes Lagarto Leide Laura do N.1 – COMPONENTES: Ana Maria dos Santos Franco Ana Rangel Duarte Annie Caroline da S.V.de Oliveira Luiz Feliphe P.Campos Vitor Flavio dos S. Alves Vivian Correa Vieira Wanderson França Barbosa .

2. negativo para HMF e um valor de 1. com orientação e supervisão do Professor Ronaldo.5Ml=MISTURA 0= AÇUCAR INVERTIDO (fraude) .RESUMO O Objetivo deste trabalho é a determinação de um teste qualitativo para reconhecimento de carboidratos na pesquisa de amido em leite em pó e da idoneidade do mel através de uma prova qualitativa usando a reação de FIEHE e PROVA DE LUND. cujo valores de referências estão entre: 0.1-0. Foram analisadas as seguintes amostra: Leite em pó INTEGRALY LOTE: 1-M8 FAB:23/06/2009 VAL: 23/06/2010 Mel NATURIX LOTE: 048 FAB: 09/2009 VAL: 06/2011 ****Amido de milho (como um marcador) LOTE: M2 VAL: 02/06/2012 Os métodos foram realizados pelos alunos.0Ml=MEL 0.6-3. Utilizamos como auxilio para determinação dos resultados encontrados a amido de milho e foram encontrados resultados positivos para o amido.0Ml referente ao precipitado para a PROVA DE LUND.

HMF. leite em pó. substâncias albuminóides. ácido tânico. . mel.3-PALAVRAS CHAVES Reconhecimento de carboidratos. solução de lugol.

br) Princípio: O amido com o iodo livre forma um composto de cor azul. supondo-se um consumo razoável dos alimentos que contém esse aditivo. B6. as fraudes mais comuns são a adição de soro. B5. malto-dextrinas. de amido ou de sacarose.conteudo@algosobre. textura e aroma ou para conservá-los frescos por mais tempos. os valores dos componentes naturais citados caem {muito} abaixo dos valores declarados na rotulagem). Às vezes se praticam verdadeiras "formulações": à adição de soro lácteo em pó a uma determinada quantidade de leite em pó (normalmente integral). C.1%* Os 78% de açucares que estão na composição do mel podem estar dispostos da seguinte maneira: . O mel é um produto rico em vitaminas B1. níveis de segurança são estabelecidos e não podem ser ultrapassados. Para todas as substâncias. Essa "sofisticação" da fraude grosseira visa dificultar ações fiscais decorrentes do enquadramento do infrator no Código de Defesa do Consumidor (somente com a adição de soro. amido ou sacarose.com. era utilizado como remédio nos tempos mais remotos por quase todos os povos. (www. isoladamente ou de forma combinada. segundo os documentos da Antigüidade.4-INTRODUÇÃO No leite em pó. se "restauram" os valores médios de proteína total e de lipídios. de malto-dextrina. com o emprego de concentrados ou isolados protéicos e de gordura em pó (não necessariamente de origem láctea). A e K. (Entrevista com Celso Velloso: As ações do Ministério para o combate à fraude de leite no Brasil ) Conceito de aditivos: São aquelas substâncias acrescentadas aos alimentos para melhorar sua cor. além de apresentar a seguinte composição química água ------------------açucares --------------proteínas -------------lipídios ---------------minerais --------------20% 78% 0. B2. Esses níveis são fixados bem abaixo dos limites considerados seguros para o homem. Os que provocam efeitos colaterais não são aprovados. o que se deve as suas ações anti-sépticas e bactericidas. O mel é um produto elaborado pelas abelhas (Apis mellifera L a partir do néctar das flores e exudatos sacarínicos de plantas e que são armazenados por elas em favos. O mel.5% 0.2% 0. Malefícios a saúde: Os aditivos passam por rigorosos testes.

1% O mel é essencialmente constituído por glicose. A reação ocorre também em menor proporção em mel estocado em temperatura ambiente.) Princípio da reação de Fiehe e Prova de Lund respectivamente: O HMF formado da inversão da sacarose em meio ácido reage com a resorcina em meio ácido. (Normas de Análises Bromatológicas – Divisão de Bromatologia – Laboratório Central de Saúde Pública. . é precisamente à custa de substâncias açucaradas que o nosso organismo consegue mais da metade da energia. a propriedade dos monossacarídeos de passar para o sangue sem sofrer qualquer transformação intermediária é utilizada no tratamento dum grande número de doenças (injeção direta de glicose). Análise de mel e cera. Fundamenta-se no fato de que o ácido tânico precipita as substâncias albuminóides que são componentes normais do mel. 2. frutose e açúcares monossacarídicos muito facilmente assimiláveis. Deste ponto de vista a importância do mel é incontestável.Glicose-------------Frutose--------------Dextrose ------------Sacarose -------------- 35% 40% 2. Vol. formando um composto de coloração vermelha.5% 0.Ora.

5.5% .MATERIAIS E MÉTODOS TESTE QUALITATIVO PARA RECONHECIMENTO DE CARBOIDRATOS (PESQUISA DE AMIDO EM LEITE EM PÓ) MATERIAL Pipeta graduada 10 mL Balão 50 mL Tubo de ensaio 25 mL Banho-Maria Água destilada Leite em pó Amido de milho Conta-gotas Balança REAGENTES Solução de lugol PROVA QUALITATIVA: REAÇÃO DE FIEHE (HIDROXIMETILFURFURAL) MATERIAL Tubo de ensaio 25 mL Agitador de tubo Pipeta 10 e 5 mL Água destilada Mel Balança REAGENTES Éter etílico Ácido clorídrico concentrado Solução resorcina 1% PROVA DE LUND MATERIAL Balão volumétrico 50 ml Pipeta volumétrica 10 ml Pipeta graduada 5 mL Proveta 50 mL Água destilada Mel Balança REAGENTES Solução ácido tânico 0.

0 Ml Resultado positivo para a veracidade de MEL .6 – Resultados Princípio do método Pesquisa de amido em leite em pó Reação de Fiehe Prova de Lund Resultados Positivo para amido Negativo para HMF (Hidroximetilfurfural) Depósito (precipitado) de 1.

7-DISCURSÃO O presente relatório foi escrito com base em nossas experiências pessoais como “pesquisadores” na área de química de alimentos e destina-se em primeiro lugar ao enriquecimento dos conhecimentos dos alunos graduantes do curso de farmácia assim como se tornou interessante para nosso conhecimento e aprendizado o saber sobre aquilo que ingerimos. A presença destas substâncias é característica do mel e a presença do precipitado em torno de 0.esse produto não seria mel e sim açúcar invertido. Felizmente neste aspecto o único malefício é para o bolso e não para a saúde de quem faz uso destes produtos.6 á 3. Conhecer por meio de reações efetuadas no laboratório. A solução de lugol tem como principal componente o IODO.Se o que se obtivesse fosse uma cor salmão o mel é pausterizado.pois este não é de origem animal. centrifuga. as propriedades químicas das substâncias que as compõem. O ácido tânico reage e forma o precipitado e esse precipitado são das substâncias albuminóides. O amido encontrado nesta reação não reage com o lugol propriamente dito e sim com o iodo presente na solução de lugol. a fim de se evitar danos irreparáveis Na pesquisa do amido. Objetivos Gerais das Aulas Práticas de Bromatologia tem como objetivo criar condições para que os estudantes sejam capazes. banho-maria ou quaisquer outros aparelhos. de: Manipular os equipamentos freqüentemente utilizados em laboratório. somente deverão ser manuseados pelos alunos após instruções.portanto trata-se de mel.Não houve mudança de coloração. Uma vez que é sabido que o leite é um produto de origem animal.daí sim. ao final da técnica. Se o mel for pausterizado ou o próprio aquecimento do produto no local de armazenamento também podem formar grande quantidade de HMF. Na reação de Fiehe o que se determinou foi a presença do HMF (Hidroximetilfurfural) no mel. não se pode encontrar amido no leite em pó. Essas substâncias albuminóides vêm das albuminas que são proteínas.0 ml é indicativa de que esse produto é de fato mel. por isso algumas indústrias mal intencionadas adicionam amido dizendo que é leite e vendendo o produto como sendo leite puro. O HMF é formado a partir da fabricação de açúcar invertido após seu aquecimento.armazenado em alta temperatura( não significando fraude) ou seria uma mistura de mel associado ao açúcar invertido e a obtenção de uma cor avermelhado cereja seria indicativo de uma grande quantidade do HMF normalmente não encontrado em mel. . Isso é feito por que o amido é mais barato que o leite. Na prova de Lund onde o princípio era observar que o ácido tânico precipita as substâncias albuminóides do mel revelou-se que não houve fraude. o que se observou foi uma fraude devido a reação obtida do teste.ficando assim comprovada sua fraude. Interpretar resultados experimentais e seguir as normas do Laboratório de que Espectrofotômetro.

Reação de Fiehe dentro do padrão. .8-CONCLUSÃO Análise da pesquisa de amido em leite em pó fora do padrão. o que indica que é mel. não havendo mudança de cor é indicativo de mel. Observação do aparecimento de coloração azul como indicativo de presença de amido. Não houve observação de cor salmão ou cor avermelhada. Prova de Lund dentro do padrão. Ocorreu um precipitado de 1.0 Ml.

LTDA.São Paulo: Livraria varela. .3 º Ed. São Paulo: Livraria varela. 1983 Bobbio FO e Bobbio PA. Princípios de conservação de alimentos. Introdução á química de alimentos. Ed.3 º Ed. Química do processamento de alimentos . 2003 WWW.BIBLIOGRAFIA Gava AJ.9. Nobel. 2003 Bobbio FO e Bobbio PA.LTDA.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->