P. 1
Apostila Anatomia - Sistema Urinário

Apostila Anatomia - Sistema Urinário

4.4

|Views: 41.643|Likes:
Publicado porArnaldo
Atlas básico de Anatomia Humana
Terminologia atualizada
Apoio ao estudo prático da disciplina.

BLOG LABORATÓRIO DE ANATOMIA
http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

COLABORE COM O BLOG.

"O DIREITO AO CONHECIMENTO DO CORPO HUMANO PERTENCE À HUMANIDADE E NÃO DEVE SER OBSTRUÍDO POR LIMITAÇÕES FINANCEIRAS."
Atlas básico de Anatomia Humana
Terminologia atualizada
Apoio ao estudo prático da disciplina.

BLOG LABORATÓRIO DE ANATOMIA
http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

COLABORE COM O BLOG.

"O DIREITO AO CONHECIMENTO DO CORPO HUMANO PERTENCE À HUMANIDADE E NÃO DEVE SER OBSTRUÍDO POR LIMITAÇÕES FINANCEIRAS."

More info:

Published by: Arnaldo on Jan 23, 2009
Direitos Autorais:Traditional Copyright: All rights reserved

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/08/2015

pdf

text

original

ATLAS BÁSICO DE ANATOMIA

TERMINOLOGIA ANATÔMICA ATUALIZADA
Revisada em: JUNHO/2009

´

SISTEMA URINÁRIO
NOME: R.A. :

Arnaldo F. Silva
LABORATÓRIO DE ANATOMIA

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com
APOSTILAS, TUTORIAIS, TESTES, JOGOS, VÍDEOS, ETC.

NORMAS DO LABORATÓRIO DE ANATOMIA
(NORMAS DE BIOSEGURANÇA - não serão abertas exceções).

USO OBRIGATÓRIO:
JALECO OU AVENTAL BRANCO DE MANGAS COMPRIDAS (FECHADO!) SAPATOS FECHADOS DE COURO OU MATERIAL SIMILAR CALÇAS COMPRIDAS CABELOS PRESOS, QUANDO LONGOS LUVAS QUANDO MANIPULAR MATERIAL FORMALIZADO

É PROÍBIDO:
GRÁVIDAS E CRIANÇAS NO LABORATÓRIO. USAR CELULARES E/OU GRAVADORAS DE IMAGENS (crime federal) ALIMENTAR-SE ( Inclusive líquidos ) COLOCAR BOLSAS OU MOCHILAS SOBRE AS BANCADAS BRINCAR OU FAZER PIADAS COM AS PEÇAS CADAVÉRICAS (crime federal) USAR CANETAS PARA APONTAR ESTRUTURAS REMOVER PEÇAS ANATÔMICAS PARA FORA DO LABORATÓRIO (crime federal) DESRESPEITAR PROFESSORES, MONITORES OU FUNCIONÁRIOS

Os infratores serão punidos conforme o regimento disciplinar.
"Ao manipular a peça anatômica cadavérica, parte de um cadáver desconhecido, lembre-se que este corpo nasceu do amor de duas almas, cresceu embalado pela fé e pela esperança daquela que em seu seio o agasalhou. Sorriu e sonhou os mesmos sonhos das crianças e dos jovens. Por certo amou e foi amado, esperou e acalentou um amanhã feliz e sentiu saudades dos outros que partiram. Agora jaz na fria bancada de estudo, sem que por ele se tivesse derramado uma lágrima sequer, sem que tivesse uma só prece. Seu nome, só Deus sabe. Mas o destino inexorável deu-lhe o poder e a grandeza de servir à humanidade. A humanidade que por ele passou indiferente" (Rokitansky, 1876) Adaptação feita por Arnaldo Fernandes.

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com 2

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

SISTEMA URINÁRIO

Conceito:
É um conjunto de órgãos responsáveis pela filtração do sangue produzindo urina e controlando o equilibrio hídrico (liquidos) do corpo.

Constituição:
Rins (2) Ureteres (2) Bexiga (1) Uretra (1)

Glândula Suprarenal

RIM

URETER

BEXIGA

TRÍGONO VESICAL

URETRA

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

RIM:
É um órgão responsável pela filtração do sangue e pela produção de urina situado na região dorsal do corpo, atrás do peritônio e anterior aos músculos lombares. Morfologia externa: Forma: grão de feijão Faces: anterior e posterior Margens: lateral e medial (hilo renal - pedículo renal) Polos: superior (glândula supra-renal ou adrenal) e inferior

Hilo renal:
É uma fenda situada na margem medial do rim onde encontramos os elementos do pedículo renal.

Pediculo renal:
Artéria renal Veia renal Pelve renal

MARGEM SUPERIOR CÁPSULA RENAL

MARGEM LATERAL

MARGEM MEDIAL ARTÉRIA RENAL

HILO RENAL (região de entrada/saída do pedículo renal)) VEIA RENAL

PEDÍCULO RENAL (conjunto de estruturas)

PELVE RENAL URETER

MARGEM INFERIOR

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

Morfologia interna:

Seio renal:
É a cavidade do rim projetada a partir do hilo renal e também entre as colunas renais e os cálices renais.

Parênquima (ou tecido) renal:
Córtex : camada externa Coluna renal : córtex que se projeta entre as pirâmides. Medula renal (pirâmides e raios medulares):camada interna

Cálices:
São estruturas em forma de taça que estão em contato com as pirâmides renais e coletam a urina produzida no tecido renal. Cálices maiores Cálices menores

Pelve renal:
É uma estrutura mais alargada surgida da confluência dos cálices ou é uma dilatação do ureter.

SEIO RENAL

COLUNA RENAL

A. RENAL CORTEX RENAL

PIRÂMIDE RENAL V. RENAL MEDULA RENAL

PELVE RENAL

CÁLICE MAIOR

PAPILAS RENAIS URETER

CÁLICE MENOR

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

Segmentação renal:
É a divisão do rim em áreas de acordo com a distribuição arterial

SUPERIOR(APICAL)

ÂNTERO-SUPERIOR (SUPERIOR)

POSTERIOR

ÂNTERO-INFERIOR (MÉDIO)

INFERIOR (INFERIOR)

FACE ANTERIOR

FACE POSTERIOR

RIM ESQUERDO

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

CÁPSULA NÉFRICA

TÚBULOS NÉFRICOS

ALÇA NÉFRICA

DUCTO COLETOR

O sangue chega ao rim pela artéria renal, originada na artéria aorta abdominal, e, após circular pelo órgão, volta à veia cava abdominal pela veia renal. Os rins recebem cerca de um quarto do sangue corporal por minuto, ou seja, filtram todo o sangue em poucos minutos, num processo contínuo. A artéria renal se ramifica muito no interior do órgão, formando enovelados de capilares denominados glomérulos. Cada glomérulo fica abrigado numa cápsula néfrica, formando o corpúsculo renal que continua pelos túbulos néfricos. Esta cápsula e túbulos forma um néfron. O néfron é microscópico, tubular e apresenta em uma extremidade uma expansão em forma de taça, a chamada cápsula néfrica, que segue pelo túbulo proximal, alça néfrica, túbulo distal e ducto coletor. O conjunto dos ramos descendente e ascendente dos túbulos forma a medula do rim, enquanto os corpúsculos e partes dos túbulos formam o córtex renal. O sangue arterial é conduzido sob alta pressão nos capilares do glomérulo. Essa pressão faz com que parte do plasma passe para a cápsula renal, no processo denominado filtração. O filtrado glomerular passa para o túbulo proximal, onde ocorre reabsorção ativa de sódio e remoção de cloro. Em seguida, passando pela alça néfrica e túbulo distal, o filtrado perde quase toda a água, que retorna à veia renal. Além disso, ao longo dos túbulos néfricos, ocorre também a reabsorção ativa de aminoácidos, glicose e vitaminas. Desse modo, essas substâncias não são mais encontradas na urina lançada no duto coletor. Nos dutos coletores ocorre mais reabsorção de água e, passando por eles, a urina produzida pelos néfrons passa para a pelve renal e ureter, que desemboca na na bexiga urinária. Da bexiga, a urina é eliminada para o meio externo pela uretra.

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

URETERES:
Conceito:
São órgãos tubulares, musculares que levam a urina dos rins para a bexiga. Trajeto: Tem um trajeto retroperitonial, chegando na bexiga pela face posterior

Porções:
Abdominal (1) Pélvica (2) Intramural (dentro da túnica muscular da bexiga urinária)(3)

1 2

3
PERITÔNIO BEXIGA URINÁRIA ÚTERO URETER DIREITO

COLO SIGMÓIDE (intestino grosso)

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

BEXIGA URINÁRIA:
Conceito:
É um órgão cavitário situado na cavidade pélvica onde é armazenada a urina.

Forma:
vazia: em forma de pera cheia: em forma de bola

Morfologia externa:
Faces: Superior, infero-laterais e posterior (fundo) Ápice Colo Corpo

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

Morfologia interna:
Trigono vesical: É formado pela região entre os Óstios ureterais e o Óstio interno da uretra Músculo detrusor : Envolve toda a bexiga (ao se contrair esvazia a bexiga)

ÓSTIOS URETERAIS

MÚSCULO DETRUSOR DA BEXIGA

ÓSTIO INTERNO DA URETRA

TRÍGONO VESICAL ÓSTIO EXTERNO DA URETRA

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

URETRA:
Conceito:
É um órgão tubular, muscular que serve para eliminação da urina. ÓSTIO INTERNO DA URETRA

BEXIGA URINÁRIA

PRÓSTATA

1 2

GLÂNDULA BULBOURETRAL

CORPOS CAVERNOSOS

URETRA

3

CORPO ESPONJOSO

GLANDE DO PÊNIS

1 - Parte prostática 2 - Parte membranácea* 3 - Parte esponjosa

FOSSA NAVICULAR

ÓSTIO EXTERNO DA URETRA

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

FUNDO DO ÚTERO

BEXIGA URINÁRIA

RETO CLITÓRIS

ÓSTIO EXTERNO DA URETRA

ÓSTIO INTERNO DA URETRA

ÓSTIO DA VAGINA

arn4ldo@gmail.com

http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com

APOSTILAS DE ANATOMIA

1 - SISTEMA ESQUELÉTICO 2 - SISTEMA ARTICULAR 3 - SISTEMA MUSCULAR 4 - SISTEMA CIRCULATÓRIO 5 - SISTEMA RESPIRATÓRIO 6 - SISTEMA DIGESTÓRIO 7 - SISTEMA URINÁRIO 8 - SISTEMA GENITAL 9 - SISTEMA NERVOSO 10 - GLÂNDULAS ENDÓCRINAS 11 - TEGUMENTO COMUM 12 - SISTEMA LINFÁTICO 13 - ÓRGÃOS DOS SENTIDOS AJUDE A MANTER ESSA INICIATIVA.
DEPOSITE OU TRANSFIRA:

BANCO 033 - AG.: 0062 C/C : 01068372-5 MUITO OBRIGADO.

VISITE O BLOG:
http://laboratoriodeanatomia.blogspot.com
"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->