P. 1
Vetor

Vetor

|Views: 65|Likes:
Publicado porEmanuel Osorio

More info:

Published by: Emanuel Osorio on Oct 31, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/15/2013

pdf

text

original

Geometria Analítica - Vetor

SEGMENTO ORIENTADO

É o segmento determinado por dois
pontos A e B, o primeiro chamado de
origem e o segundo chamado de
extremidade.

Representa-se por AB o seguimento de
origem A e extremidade B.
Definições
1
Geometria Analítica - Vetor
Se AB e CD são segmentos
orientados, então AB = CD se, e
somente se, A = B e C = D.

Geometricamente o segmento AB será
indicado por uma seta de A até B
A B
- -
Definições
2
Geometria Analítica - Vetor
Segmento orientado nulo é aquele em
que a extremidade coincide com a
origem.

Segmento oposto de AB é o segmento
orientado BA.


Definições
3
Geometria Analítica - Vetor
COMPRIMENTO

Fixando uma unidade de comprimento
podemos associar a cada segmento
orientado o seu comprimento (um número
real positivo ou nulo).

Indica-se o comprimento do segmento AB
por AB. AA = 0 e AB = BA
Definições
4
Geometria Analítica - Vetor
DIREÇÃO E SENTIDO

Dois segmentos orientados AB e CD não nulos
têm mesma direção, se as retas terminadas
por A e B e por C e D forem paralelas (ou
coincidentes).

Dois segmentos orientados, com mesma
direção, podem ter o mesmo sentido ou
sentidos opostos (contrários).
Definições
5
Geometria Analítica - Vetor
SEGMENTOS EQUIPOLENTES

Dois segmentos orientados AB e CD são
equipolentes se têm o mesmo
comprimento, direção e sentido.

Notação: AB ~ CD

Dois segmentos nulos são equipolentes.
Definições
6
Geometria Analítica - Vetor

Dois segmentos orientados AB e CD, não
nulos e não colineares, são equipolentes se, e
só se, AB // CD e AC // BD.

B D



A C
Propriedades
7
Geometria Analítica - Vetor


Se AB, CD e EF são segmentos orientados,
então valem as seguintes propriedades:
A B
1. AB ~ AB (reflexiva) - -

2. Se AB ~ CD, então CD ~ AB (simétrica)
B
A -
-
D
C -
-
Propriedades da Equipolência
8
Geometria Analítica - Vetor

3. Se AB ~ CD e CD ~ EF, então AB ~ EF
(transitiva) B
A -
- D
C -
- F
E -
-
As três propriedades acima, definem a
equipolência como uma relação de equivalência
no conjunto de todos os segmentos orientados
Propriedades da Equipolência
9
Geometria Analítica - Vetor
4. Dado o segmento AB e o ponto C, existe um
único ponto D tal que AB ~ CD (transporte).
B
-
A D
- -
C
-
5. Dois seguimentos nulos são equipolentes.
Propriedades da Equipolência
10
Geometria Analítica - Vetor

6. Se AB ~ CD, então BA ~ DC.
B
A - D
- C -
-
7. Se AB ~ CD, então AC ~ BD.



Propriedades da Equipolência
11
Geometria Analítica - Vetor
VETOR

Vetor determinado por um segmento
orientado AB é o conjunto de todos os
segmentos orientados equipolentes a AB.

AB ou B-A indica o vetor determinado pelo
segmento orientado AB
Definições
12
Geometria Analítica - Vetor
Dois vetores AB e CD são iguais se, e
somente se, AB ~ CD.

Um vetor AB pode ser determinado por
infinitos seguimentos orientados todos
equipolentes entre si.

O conjunto de todos os segmentos nulos é o
vetor nulo. O vetor nulo é designado por 0
Definições
13
Geometria Analítica - Vetor
O oposto do vetor v = AB é o vetor BA e
pode ser indicado por –v ou –AB

Se CD é um representante de AB, então o
oposto de AB pode ser representado por DC


Definições
14
Geometria Analítica - Vetor
Propriedades

Sejam A e B pontos quaisquer. São
verdadeiras as seguintes propriedades:

1. A – A = 0
2. – (B – A) = A – B
3. Se B – A = D – C, então C – A = D – B.

Propriedade dos vetores
15
Geometria Analítica - Vetor
SOMA DE UM PONTO COM UM VETOR

Seja A um ponto e v um vetor, então existe
um único ponto B tal que B – A = v.

Nesse caso B é dito soma do ponto A com o
vetor v, indicado por B = A + v.

A + (–v) é o mesmo que A – v
Operações com vetores
16
Geometria Analítica - Vetor
Sejam A, B pontos e u, v vetores, então são
verdadeiras as seguintes propriedades:

1. A + 0 = A
2. (A – v) + v = A
3. Se A + v = B + v, então A = B
4. Se A + u = A + v, então u = v
5. A + (B – A) = B
Propriedades
17
Geometria Analítica - Vetor
ADIÇÃO DE VETORES











Sejam u e v vetores e A um ponto qualquer.
Tomando B = A + u e C = B + v. O
vetor w = C – A não depende do ponto A,
mas somente dos vetores u e v.

Operações com vetores
18
Geometria Analítica - Vetor












O vetor w = C – A construído dessa forma é
a soma do vetor u com o vetor v, indicado
por u+v.
Operações com vetores
19
A
C
B
A’
B’
C’
u+v
u
v

u
v
u+v
Geometria Analítica - Vetor
PROPRIEDADES DA ADIÇÃO

A1. u + v = v + u (comutativa)
A2. (u + v) + w = u + (v + w) (associativa)
A3. u + 0 = u (elemento neutro)
A4. u + (-u) = 0 (elemento inverso)

Diferença de vetores

Sejam u e v vetores, o vetor w = u + (–v), é
chamado diferença de u e v e indicado por u – v.

Propriedades
20
Geometria Analítica - Vetor
Os Conjuntos R
2
e R
3
são conjuntos de vetores.



Seja A = (3, 1) e B = (5, 4) pontos do R
2
.

a) Represente graficamente o vetor AB.
b) Localize o vetor AB na origem do referencial.

Seja A = (2, 4, 3) e B = (3, 5, 6) pontos do R
3
.
a) Represente graficamente o vetor AB.
b) Localize o vetor AB na origem do referencial.








Exeplos
21
Geometria Analítica - Vetor




Seja u = (2, 1) e A = (3, 2) um vetor e um ponto
do R
2
, respectivamente. Determine o único pon-
to B que é a soma de A com u. O que é B – A?
Calcule as coordenadas do vetor B-A e localize-
o graficamente.

Seja u = (2, 1, 0) e A = (3, 1, 2) um vetor e um
ponto do R
3
, respectivamente. Determine o
único ponto B que é a soma de A com u. O
que é B–A? Calcule as coordenadas do vetor
B–A e localize-o graficamente.


Exercícios
22
Geometria Analítica - Vetor




Seja u = (2, -1) e v = (3, 2) dois vetores de
R
2
. Determine:
a) u + v
b) u – v

Seja u = (2, 1, 0) e v = (3, 1, 2) dois vetores
de R
3
. Determine:
a) u + v
b) u – v


Exercícios
23
Geometria Analítica - Vetor
Definições
MODULO, DIREÇÃO E SENTIDO

Módulo ou norma de um vetor u é o
comprimento de qualquer um de seus
representantes. O módulo de u é indicado
por IIuII.

A direção e o sentido de um vetor não nulo,
são, respectivamente, a direção e o sentido
de qualquer um de seus representantes.
24
Geometria Analítica - Vetor
Exercícios
Seja u = (2, 1) um vetor de R
2
. Determine:
a) O comprimento de u.
b) A direção de u.
c) O sentido de u.

Seja u = (2, 1, 0) um vetor de R
3
.
Determine:
a) O comprimento de u.
b) A direção de u.
c) O sentido de u.
25
Geometria Analítica - Vetor
Definições
Dois vetores são iguais se, e somente se, têm
o mesmo módulo, direção e sentido.

Dessa forma o módulo, direção e sentido de
terminam de modo único o vetor.

Um vetor v é dito unitário se IIvII = 1.

Versor de um vetor v é vetor unitário de mesmo
sentido de v.

Dois vetores são paralelos quanto têm a mesma
direção ou quando pelo menos um deles é nulo.
26
Geometria Analítica - Vetor
Definições
PRODUTO DE UM NÚMERO REAL POR UM VETOR

O produto de um número real a = 0 por um
vetor v não nulo é o vetor w definido da
seguinte forma:

i) IIwII =IaI.IIwII
ii) A direção de w é a mesma de v (w//v)
iii) Se a > 0 o sentido de w é o mesmo de v.
iv) Se a< 0 o sentido de w é contrário de v.
27
Geometria Analítica - Vetor
Exercícios

Seja u = (2, -1) e a = 3 um vetor de R
2
, e
um escalar , respectivamente.
Determine o produto a.u.

Seja v = (2, 1, 0) e b = -2 um vetor de R
3
e
um escalar, respectivamente. Determine o
produto b.v.

28
Geometria Analítica - Vetor
Definições
Se a = 0 ou v = 0, o produto é o vetor nulo.

O produto do número a pelo vetor v é
indicado por av.

Se a = 0, então ÷ indica o produto (÷)v

Se v = 0, ÷ é o versor de v

v
a
a
1
v
IIvII
29
Geometria Analítica - Vetor
Propriedades
Sejam a e b número reais quaisquer e u e v
vetores quaisquer. Nessas condições
valem as seguintes propriedades;

M1. a(bv) = (ab)v
M2. a(u + v) = au + av
M3. (a + b)v = av + bv
M4. 1.v = v



30
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
O produto Cartesiano de IRxIRx...xIR n
vezes, representado por IR
n
e constituído
por todas as n-uplas u = (a
1
, a
2
, a
3
,..., a
n
),
com a
i
e IR, é um conjunto de vetores.

Cada n-upla particular de IR
n
é chamada
de ponto ou vetor.

Os a
i
’s são chamados de coordenadas,
componentes, entradas ou elementos de u.
Definições
31
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Dois vetores u e v, com o mesmo número
de coordenadas, são iguais se suas
coordenadas correspondentes forem
iguais. Notação: u = v. (daqui para a frente
não usaremos mais a seta ÷ para indicar
um vetor)

O vetor que possui todas as coordenadas
iguais a zero é o vetor nulo.

Definições
32
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
1. (1, -2) vetor do espaço IR
2

2. (0, 0, 0) vetor nulo de IR
3

3. (1, 0, 1,0) vetor de IR
4

4. (1, 2, 0) vetor de IR
3

5. (1, 3, -2, 4, 0) vetor de IR
5


Se (x+2, y+1, z-2) = (1,-1,2), então
x+2 = 1, y+1 = -1, z-2 = 2. Daí,
x = -1, y = -2 e z = 4
Exemplos
33
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
ADIÇÃO

Dados dois vetores u e v de IR
n
,
u = (a
1
, a
2
, a
3
, ..., a
n
) e v = (b
1
, b
2
, b
3
, ..., b
n
).

A soma de u com v é vetor u + v obtido
somando-se os elementos correspondentes
de u e v:
u + v = (a
1
+b
1
, a
2
+b
2
, a
3
+b
3
, ..., a
n
+b
n
)

Exemplos
34
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Exemplos:

1. Sejam u e v vetores em IR
2
,
u = (-2, 3) e v =(1, -5);
u+v = (-1, -2)

2. Sejam u e v vetores em IR
4
,
u = (-2, 3, 0, -1) e v =(-1, -3, 2, 0 );
u+v = (-3, 0, 2, 1)
Operações com vetores
35
Geometria Analítica – Vetores em IR
n

1. Sejam u e v vetores em IR
5
,
u = (2, -1, 0, 3, 2) e v =(3, -3, 1, -2, -1).
Determine: a) u + v.
b) u – v.
2. Sejam u e v vetores em IR
4
,
u = (-1, 2, 1, -3) e v =(-1, -3, 0, 2 ).
Determine: a) u + v.
b) u – v.
Exercícios
36
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
MULTIPLICAÇÃO POR ESCALAR

1. Sejam o um escalar (número real) e u
um vetores em IR
n
, u = (a
1
, a
2
, a
3
, ..., a
n
)

O produto do escalar o pelo vetor u,
indicado por ou, é o vetor obtido mul-
tiplicando-se o por cada coordenada de u:

ou = (oa
1
, oa
2
, oa
3
, ..., oa
n
)
Operações com vetores
37
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
EXEMPLO

1. Seja u um vetor de IR
2
, u = (-3, 2)
3u = 3(-3, 2) = (-9, 6)

2. Seja u um vetor de IR
5
, u = (-2, 5, 0, 1, 4)
-2u = -2(-2, 5, 0, 1, 4) = (4, -10, 0, -2, -8)

3. Seja 0 = (0, 0, 0, 0) o vetor nulo de IR
4
,
2.0 = 2(0, 0, 0, 0) = (0, 0, 0, 0)
Operações com vetores
38
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Exercícios

1. Seja u um vetor de IR
2
, u = (-2, 1).
Determine: a) -2u, b) 3u

2. Seja u um vetor de IR
5
, u = (-2, 3, 1, 1, 0)
Determine: a) -3u, b) -1u

3. Seja v = (0, 1, 0, 0) um vetor de IR
4
.
Determine: a) 5v, b) -3v
Operações com vetores
39
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Teorema 1.

Quaisquer que sejam o, | números reais e
u, v e w vetores de IR
n
, valem as seguintes
propriedades:
i) u + v = v + u (comutativa)
ii) u + (v + w) = (u + v) + w (associativa)
iii) u + 0 = u (0 é o vetor nulo de IR
n
)
iv) u + (-u) = 0 (-u é o oposto de u)
Propriedades
40
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Teorema 1. (continuação)

Quaisquer que sejam o, | números reais e u,
v e w vetores de IR
n
, valem as seguintes
propriedades:
v) o(u + v) = ov + ou (distributiva)
vi) (o + |)u = ou + |u (distributiva)
vii) (o|)u = o(|u) (associativa)
viii) 1u = u (1 é o elemento neutro do
produto em IR)
Propriedades
41
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Mostrar que são verdadeiras as seguintes
propriedades:

iv) u + v = v + u (comutativa)
v) o(u + v) = ov + ou (distributiva)
vii) (o|)u = o(|u) (associativa)

quaisquer que sejam os vetores u e v de IR
n
,
e quaisquer que sejam o e | em IR.
Propriedades
42
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
PRODUTO INTERNO (ESCALAR)

Dados dois vetores u e v de IR
n
,
u = (a
1
, a
2
, a
3
, ..., a
n
) e v = (b
1
, b
2
, b
3
, ..., b
n
),
chama-se produto interno ou produto escalar
de u e v, denotado por u.v, o escalar obtido
através da soma dos produtos das
coordenadas correspondentes dos dois
vetores: u.v = a
1
b
1
+ a
2
b
2
+ a
3
b
3
+, ..., + a
n
b
n

Operações com Vetores
43
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Operações com Vetores
Exemplos:

1. Sejam u e v vetores em IR
2
,
u = (-2, 3) e v =(1, -5);
u.v = (-2, 3).(1, -5) = (-2).1 + 3(-5)= -2-15=
= -17
2. Sejam u e v vetores em IR
4
,
u = (-2, 3, 0, -1) e v = (-1, -3, 2, 0)
u.v = (-2, 3, 0, -1)(-1, -3, 2, 0 )=
= (-2)(-1) + 3(-3)+0.2+(-1).0 = 2-9 = -7
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Operações com Vetores
Exercícios:
-1 2
1. Sejam u = 2 e v = 0 vetores colunas em IR
3
,
-2 1

Calcule u.v

2. Sejam u = (-2, x, 0, -1) e v = (-1, -3, 2, x) veto-
res em IR
4
. Determine x de modo que u.v = 5

45
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Definições
VETORES ORTOGONAIS

Dois vetores u e v são ortogonais (ou
perpendiculares) se u.v = 0

Exemplo

1. Sejam os vetores u = (0, -1, 2) e v = ( 3, 4, 2)
u.v = 0 – 4 + 4 = 0, logo u e v são ortogonais
46
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Exercícios


2. Os vetores u = (0, -1, 2, 1) e v = ( 3, 4, 2, -1)
são ortogonais? Verifique.




3. u= e v = são perpendiculares se x=4?
Verifique.

2
4
x
-2
2
-1
3
6
47
Geometria Analítica – Vetores em IR
n


Teorema 2.

Para qualquer escalar o em IR e quaisquer
vetores u, v e w em IR
n
, valem as seguintes
propriedades:

i) u.v = v.u (comutativa)
ii) (ou).v = o(u.v) (associativa com um escalar)
iii) (u+v).w = uw + vw (distributiva)
iv) u.u > 0 e u.u = 0 se, e somente, u = 0
Propriedades

48
Geometria Analítica – Vetores em IR
n


NORMA DE UM VETOR

Seja u = (a
1
, a
2
, a
3
, ..., a
n
) um vetor em IR
n
.
Norma (ou comprimento) de u é a raiz
quadrada positiva do produto interno de u
por ele mesmo.
Notação: IIuII = \ a
1
2
+ a
2
2
+ a
3
2
+ ...+ a
n
2

A norma de um vetor é raiz quadrada da
soma dos quadrados de seus elementos.
Definições

49
Geometria Analítica – Vetores em IR
n




A norma de um vetor u é um número real
positivo ou nulo

IIuII > 0 e IIuII = 0 se, e somente se, u = 0.

Se IIuII = 1, isto é, se u.u =1, u é chamado
de vetor unitário.

Definições

50
Geometria Analítica – Vetores em IR
n




Seja u um vetor qualquer em IR
n
. Nesse
caso,
v = ÷ v = ÷ é o único vetor unitário

na direção de v

Normalizar um vetor v é obter, pelo método
descrito acima, o único vetor unitário na
direção de v.
Definições

v
IIvII
1
IIvII
^
51
Geometria Analítica – Vetores em IR
n




1. Seja v = (1, -2, 2)
a) IIvII = \1
2
+ (-2)
2
+ 2
2
= 3

b) v = ÷ (1, -2, 2) = (1/3, -2/3, 2/3)

2. Seja u = (1, -1, 0, 2)
a) IIuII = \1
2
+ (-1)
2
+ 0
2
+ 2
2
= \6

b) v = ÷ (1, -1, 0, 2) = (1/\6, -1/\6, 0, 2/\6)

Exemplos

1
IIvII
^
1
IIvII
^
52
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
1. Seja u = (2, -3, 1) e v = (0, -1, 2), calcule:
a) –u
b) 2u – 3v
c) 3u + v
d) u.v
e) IIuII
f) II-2vII
g) IIu+vII
h) u
i) v
Exercício

^
^
53
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
2. Mostre que as seguintes propriedades são
verdadeiras:

a) u + v = v+ u ¬ u, v e IR
n

b) (u + v) + w = u + (v + w) ¬ u, v, w e IR
n

c) o(u +v) = ou + ov ¬ o e IR, ¬ u, v e IR
n

d) (u + v).w = u.w + v.w ¬ u, v, w e IR
n

e) (ou).v = o(u.v) ¬ o e IR, ¬ u, v e IR
n
f) u.(ov) = o(u.v) ¬ o e IR, ¬ u, v e IR
n


Exercício

54
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Teorema (Schwarz) Para quaisquer vetores u e
v em IR
n
Iu.vI s IIuII.IIvII

Teorema (Minkowiski) Para quaisquer vetores u
e v em IR
n
, IIu+vII s IIuII + IIvII




Propriedades

55
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Distancia entre dois vetores

Sejam u = (a
1
, a
2
, a
3
, ..., a
n
) e v=(b
1
, b
2
, b
3
, ..., b
n
)
vetores em IR
n
. A distância entre u e v é denota-
da e definida pela expressão:
d(u,v) = IIu-vII = \ (a
1
-b
1
)
2
+(a
2
-b
2
)
2
+ ... +(a
n
-b
n
)
2

Exercícios
Sejam u = (1,3,-1, 0, 2) e v=(-2,0, 2, 1, -1) em IR
5

Determine: d(u,v)
Definições

56
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Ângulo entre dois vetores

Sejam u e v vetores de IR
n
. O ângulo u formado
por u e v é definido por
cos u = ÷÷÷÷

Exercício:
Determine o ângulo formado pelos vetores
u = (1,3,-1, 0, 2) e v = (-2,0, 2, 1, -1) em IR
5


Definições

u.v
IIuII.IIvII
57
Geometria Analítica – Vetores em IR
3
Projeção (vertical) de u na direção de v

A projeção do vetor u na direção do vetor v é
dada por
Proj(u,v)= ÷÷ v

Exercício:
Determine a projeção (perpendicular ou vertical)
de u na direção de v, sendo:
u = (1,3,-1, 0, 2) e v = (-2,0, 2, 1, -1) em IR
5

Definições

u.v
IIvII
2
58
Geometria Analítica – Vetores em IR
n

Vetores Espaciais
Os vetores em IR
3
Recebem a denominação
especial de vetores espaciais (IR
2
é o plano, IR
3

é o espaço)

Vamos considerar os seguintes vetores:
i = (1, 0, 0) – vetor unitário na direção de x
j = (0, 1, 0) – vetor unitário na direção de y
k = (0, 0, 1) – vetor unitário na direção de z

Definições

59
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Qualquer vetor u = (a, b, c) do IR
3
pode ser
escrito de modo único na forma:

u = (a, b, c) = ai + bj + ck =
= a(1, 0, 0)+b(0, 1, 0)+c(0, 0, 1) = (a, b, c)

Exercício:

Escreva o vetor u = (2, -1,3) em função de i, j e k

Definições

60
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Os vetores i, j e k são unitários e
perpendiculares dois a dois.

Consideremos os seguintes produtos internos
i.i = 1, j.j = 1, k.k = 1, i.j = 0, i.k = 0 e j.k =0

As operações soma de vetores, produto por
escalar e produto interno são realizas, como
no caso das n-uplas, usando as respectivas
posições. O mesmo para o cálculo da norma.
Definições

61
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Sejam u = 2i – 2j + k e v = –i + 4j – 3k vetores
do IR3 e 2 e IR. Temos:

u + v = (2–1)i + (–2+4)j + (1–3)k = i +2j – 2k

2u = 2(2i – 2j + k) = 4i – 4j + 2k

u.v = (2i – 2j + k).(–i + 4j – 3k ) =
= 2(–1) + (–2)4 + 1(–3) = – 2 – 8 – 3 =
= – 13
Exemplos

62
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Produto Vetorial

O produto Vetorial é uma operação realizada
apenas com vetores do IR
3
, e é denotada por
uxv.

Sejam u = a
1
i + a
2
j + a
3
k e v = b
1
i + b
2
j + b
3
k
uxv = (a
2
b
3
-a
3
b
2
)i +(a
3
b
1
-a
1
b
3
)j+(a
1
b
2
-a
2
b
1
)k

Definições

63
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Produto Vetorial – Forma Matricial

Sejam u = a
1
i + a
2
j + a
3
k e v = b
1
i + b
2
j + b
3
k

a
2
a
3
a
1
a
3
a
1
a
2

uxv = i – j + k
b
2
b
3
b
1
b
3
b
1
b
2


uxv = (a
2
b
3
–a
3
b
2
)i–(a
1
b
3
–a
3
b
1
)j+(a
1
b
2
–a
2
b
1
)k
uxv = (a
2
b
3
–a
3
b
2
)i+(a
3
b
1
–a
1
b
3
)j+(a
1
b
2
–a
2
b
1
)k
Definições

64
Geometria Analítica – Vetores em IR
n
Calcule o produto vetorial dos seguintes
vetores

v = 2i + 3j – k e v = –2i + j + 2k

3 –1 2 –1 2 –1
uxv = i – j + k
1 2 –2 2 –2 2

= (6+1)i – (4–2)j + (4–2) k = 7i – 2j + 2k
Exemplo

65
Geometria Analítica – Vetores em IR
n

Calcule o produto vetorial dos seguintes
vetores

a) u = 4i + j – 3k e v = –2i + 2j

b) u = i + 3j – 3k e v = –4i + j – 2k

c) u = –3i + j + 2k e v = 5i + 3j + k

Exercício

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->