Você está na página 1de 1

Nell Será que as pessoas selvagens que vivem isoladas também são consideradas humanas?

A resposta a esta questão é muito subjectiva e dá muito que escrever, mas num pequeno texto se pode dizer muita coisa acerca disto. No filme “Nell” visualizado na disciplina de filosofia Jodie Foster interpreta a personagem Nell, dando vida a uma mulher que morava com a mãe numa casa, na montanha. Nell tinha uma irmã gémea que falecera, mas continuava a existir uma forte ligação entre elas, pois Nell estava constantemente a recordar o seu passado de brincadeiras e aventuras com a sua gémea. Com o desenrolar do filme a mãe de Nell acaba por falecer e esta vê a sua vida dar uma reviravolta. Esta jovem moça, selvagem mas simultaneamente tão pura e dócil, nunca tinha estado em contacto com a sociedade, até à morte da sua mãe e consequente aparecimento de dois médicos na sua vida (Dr. Lovell e a Dra. Olsen). Falando um dialecto diferente Nell não se relacionava com o mundo exterior mas apenas com a natureza e a vida da floresta, pura e sozinha esta moça passava os seus dias isolada de tudo e todos na floresta. E agora eis a questão será que Nell é feliz assim? No meu ponto de vista sim, até porque ela quando foi posta em contacto com a sociedade pelos médicos não correu sempre muito bem. Fora da floresta e do seu quotidiano, Nell sente-se como um peixe fora da água. Mas as pessoas não entendem isso e por mais estranho que seja, uma pessoa pode ser feliz mesmo estando sozinha, porque por vezes a solidão é a nossa melhor companhia, envolvidas pelas memórias as pessoas como a Nell passam assim os seus dias, meditando num passado ao qual queriam voltar… As escolhas das pessoas têm de ser aceites e não julgadas ou criticadas. Cada um é feliz à sua maneira e não é por olharmos à nossa volta e vermos pessoas diferentes e com maneiras de pensar diferentes da nossa que as podemos considerar menos humanas e felizes do que nós… Por isso vamos deixar que todos sejamos livres e felizes ao nosso jeito.