Você está na página 1de 1

Ministrio de Minas e Energia

Consultoria Jurdica
DECRETO DE 14 DE SETEMBRO DE 2010. Outorga Empresa de Transmisso de Energia do Rio Grande do Sul S.A. - RS Energia concesso para explorao do servio pblico de transmisso de energia eltrica, relativa Linha de Transmisso Monte Claro - Garibaldi, Circuito Simples, em 230 kV, no Estado do Rio Grande do Sul. O PRESIDENTE DA REPBLICA, no uso da atribuio que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituio, tendo em vista o disposto nas Leis n os 8.987, de 13 de fevereiro de 1995, 9.074, de 7 de julho de 1995, 9.491, de 9 de setembro de 1997, e 9.648, de 27 de maio de 1998, e o que consta do Processo no 48500.000889/2010-09, DECRETA: Art. 1o Fica outorgada Empresa de Transmisso de Energia do Rio Grande do Sul S.A. - RS Energia concesso para explorao do servio pblico de transmisso de energia eltrica mediante construo, operao, manuteno e demais instalaes associadas necessrias s funes de medio, superviso, proteo, comando, controle, telecomunicao, administrao e apoio do empreendimento Linha de Transmisso Monte Claro - Garibaldi, Circuito Simples, em 230 kV, no Estado do Rio Grande do Sul. Art. 2o A concesso de que trata este Decreto vigorar pelo prazo de trinta anos, contado a partir da data de assinatura do respectivo Contrato de Concesso de Servio Pblico de Transmisso de Energia Eltrica. 1o O Contrato dever ser assinado no prazo de trinta dias, contado a partir da convocao feita pela Agncia Nacional de Energia Eltrica - ANEEL, sob pena de ineficcia da concesso ora outorgada. 2o Mediante requerimento da RS Energia ANEEL, apresentado at trinta e seis meses antes do trmino do prazo constante do caput deste artigo, a concesso poder ser prorrogada nas condies que forem estipuladas. Art. 3o Os bens e instalaes existentes em funo do servio de transmisso de energia eltrica so vinculados aos servios pblicos concedidos, vedadas a alienao, cesso, transferncia ou dao em garantia, sem prvia e expressa autorizao da ANEEL. Pargrafo nico. Findo o prazo da concesso, os bens e instalaes vinculados prestao do servio concedido revertero Unio, na forma prevista em lei e no Contrato de Concesso. Art. 4o Este Decreto entra em vigor na data de sua publicao. Braslia, 14 de setembro de 2010; 189 da Independncia e 122 da Repblica. LUIZ INCIO LULA DA SILVA Marcio Pereira Zimmermann Este texto no substitui o publicado no DOU de 15.9.2010