P. 1
27.09 - Processo Do Trabalho - Marcos Dias

27.09 - Processo Do Trabalho - Marcos Dias

|Views: 57|Likes:
Publicado porllodi_05

More info:

Published by: llodi_05 on Nov 29, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/29/2012

pdf

text

original

CURSO RQ TRT Disciplina: Processo do Trabalho Prof.: Marcos Dias Data: 27.09.

2011

MATERIAL DE APOIO – PROFESSOR

Tribunal Regional do Trabalho da Vigésima Terceira Região – TRT Concurso Público Analista Administrativo – Mato Grosso – 2007 (FCC) 01) 48) Considere as seguintes assertivas a respeito das custas processuais I. Nos dissídios individuais as custas relativas ao processo de conhecimento incidirão à base de 2% e serão calculadas, no caso de procedência do pedido formulado em ação declaratória, sobre o valor da causa. II. Sempre que houver acordo, se de outra forma não for convencionado, o pagamento das custas caberá à parte reclamada em sua integralidade. III. São isentos do pagamento de custas, além dos beneficiários de justiça gratuita, a União, os Estados, o Distrito Federal, os Municípios e fundações públicas federais, estaduais ou municipais que explorem atividade econômica. IV. Nos dissídios coletivos, as partes vencidas responderão solidariamente pelo pagamento das custas, calculadas sobre o valor arbitrado na decisão, ou pelo Presidente do Tribunal. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho está correto o que se afirma APENAS em A) I, II e III. B) I, II e IV. C) I e III. D) I e IV. E) III e IV. Tribunal Regional do Trabalho da Nona Região – TRT Concurso Público Técnico Judiciário – Paraná – 2007 (FCC) 02) 45 A gratuidade judiciária pode ser deferida pelo juiz ou pelo tribunal do trabalho apenas quando expressamente requerida pela parte interessada e mediante declaração de que não tem condições de pagar as custas do processo sem prejuízo do sustento próprio ou de sua família. 03) 46 A União é isenta do pagamento de custas. Entretanto, quando sucumbente, deve reembolsar as custas que a parte contrária haja, eventualmente, realizado nos autos. Tribunal Regional do Trabalho da Nona Região – TRT Concurso Público Analista Judiciário – 2007 (FCC) Acerca das nulidades processuais no processo do trabalho, julgue os itens a seguir. 04) 43 No processo do trabalho, se considera a nulidade apenas quando do ato questionado resulte manifesto prejuízo à parte que não o praticou, e desde que, não tendo sido argüido por quem lhe haja dado causa, seja possível suprir a falta ou repetir-se o ato, resultando na necessária nulidade do processado, prejudicando não apenas os atos subseqüentes como os anteriores, uma vez que prevalece a contaminação dos atos processuais.

º 45/2004 — que alterou a competência da Justiça do Trabalho — . Em reclamação trabalhista. o princípio da transcendência é inspirado no sistema francês pas de nullité sans grief. cumprindo o mandado judicial. porque a notificação dirigida ao endereço do empregador. constante da CTPS do empregado. dispensados apenas no caso de gratuidade judiciária deferida. quando houver requerido a dispensa mediante declaração acostada aos autos. embora este constasse da CTPS do reclamante como o endereço do seu empregador. mas que este não se encontrava no local quando das diligências. estando delas isentos o Poder Público e o Ministério Público do Trabalho. solicitou ao juiz que determinasse a citação e intimação do reclamado por oficial de justiça. todas as causas de sua competência envolvem a condenação em honorários advocatícios pela sucumbência. A respeito da sucumbência processual. 07) 50 As custas devidas no processo do trabalho. 06) 49 Após a Emenda Constitucional n. quando determinada a expedição do mandado. a notificação encaminhada ao reclamado foi devolvida sob a indicação de destinatário desconhecido no endereço. O oficial de justiça. são calculadas: sobre o valor dado à causa. A) No processo do trabalho. Tribunal Regional do Trabalho da Nona Região – TRT Concurso Público Execução de Mandados – Paraná – 2007 (CESPE) As questões de números 31 até 44 são as mesmas do cargo de Analista Judiciário. assim cabendo certificar. que este não se encontrava presente para receber a contra-fé da petição inicial. na primeira ocasião em que se manifestarem no processo. assinale a opção correta. motivo pelo qual o juiz deveria ter considerado a revelia e confissão da parte ausente à audiência. no endereço indicado pelo reclamante. quando procedente. 09) 46 O oficial de justiça deveria devolver o mandado sem cumprimento. Se não o fizerem. o reclamante. Nesse caso. quando improcedente o pedido. Considerando essa situação. ficaram prejudicados os atos processuais desde a audiência anterior. . torna nula a anterior determinação de citação e intimação. 08) 45 A intimação por oficial de justiça era desnecessária. Na audiência inaugural. antes de cumprido o mandado pelo oficial de justiça. no todo ou em parte. com designação de nova audiência. o que ocorreu. a eventual nulidade não poderá ser pronunciada por decorrência da preclusão. julgue os itens a seguir. que estava no local constante da petição inicial e da notificação originalmente expedida. mesmo que envolva questão alusiva a competência material da justiça do trabalho. sem necessidade de determinar a verificação do ato pelo oficial de justiça. Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região – TRT Concurso Público Analista Judiciário . apenas. verificou que o endereço era efetivamente do reclamado.05) 44 As partes litigantes deverão argüir a nulidade perante o juiz.Execução de Mandados – Rio de Janeiro – 2008 (CESPE) 11) 57) Com respeito a nulidades. cobradas ao final do processo ou quando da interposição de recurso.Área Judiciária . 10) 47 O eventual comparecimento espontâneo do reclamado à audiência seguinte designada. já que a diligência deveria encerrar-se com a citação e intimação do próprio reclamado para a audiência inaugural. ou sobre o valor da condenação. pressupunha ser válida. julgue os itens que se seguem. conforme informações dadas por empregado atual do reclamado. sendo delas dispensadas o trabalhador beneficiário de gratuidade judiciária. alegando que o endereço estava correto e que seu anterior empregador usara subterfúgios impróprios. ou sobre o valor do acordo.

independentemente de intimação. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho. ocorrida nas instâncias ordinárias. (E) I e IV . ainda que não tenha sido prequestionada no TRT. Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região – TRT Concurso Público Analista Judiciário -Área Administrativa – (Goiás – 2008). (B) na data de sua expedição. Tribunal Regional do Trabalho da Segunda Região – TRT Concurso Público Analista Judiciário -Área Judiciária – (São Paulo – 2008) 12) 59 . de ofício. estão isentas do pagamento das custas. o TST pode reconhecer. fixando termo para sua juntada. (D) II e III. (B) I. (C) São inválidos os atos praticados pelo substabelecido. No caso de recurso. A parte vencedora na primeira instância. está correto o que consta APENAS em (A) III e IV. II e III. (C) em 48 horas da data de sua postagem. no mandato.B) Em sede de recurso de revista. no entanto. 13) 60 . Entidades fiscalizadoras do exercício profissional. D )Pode-se decretar a nulidade a favor de quem deu causa ao vício processual.No processo do trabalho. (E) três dias após a juntada aos autos do aviso de recebimento. bem como de reembolsar as despesas judiciais realizadas pela parte vencedora. IV. inclusive se anexado ao processo após o aludido prazo. exibir o instrumento do mandato no prazo improrrogável de 90 dias. C) O princípio do interesse significa que a nulidade do ato não prejudicará senão os posteriores que dele dependem ou sejam conseqüência. está obrigada. A União e suas autarquias e fundações públicas federais que não explorem atividade econômica estão isentos do pagamento de custas. após o trânsito em julgado da decisão. II. se não houver. poderes expressospara substabelecer. por exemplo.A notificação presume-se recebida (A) na data da assinatura do aviso de recebimento. 14) 45 . III. (B) É inválido o instrumento de mandato com prazo determinado que contém cláusula estabelecendo a prevalência dos poderes para atuar até o final da demanda. (D) na data da juntada aos autos do aviso de recebimento. (E) Considera-se irregular a representação se o substabelecimento é anterior à outorga passada ao substabelecente. (C) II. no mandato. das quais ficará isenta a parte vencida. o instrumento de mandato terá validade. devendo. III e IV. a Ordem dos Advogados do Brasil. a pagar as custas fixadas na sentença originária. como. nulidade absoluta. considere as assertivas abaixo a respeito das Custas e Emolumentos judiciais: I. as custas serão pagas e comprovado o recolhimento dentro do prazo recursal. E )O princípio da convalidação se aplica tanto às nulidades relativas quanto às absolutas. (D) Existindo previsão. é correto afirmar: (A) O advogado sem procuração poderá propor reclamação trabalhista a fim de evitar a decadência de direitos. se vencida na segunda. As custas serão pagas pelo vencido.Com relação ao mandato e ao substabelecimento.

00. (B) os prazos que se vencerem em domingo ou dia feriado terminarão na primeira sexta-feira que anteceder o vencimento. II e III. Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região – TRT Concurso Público Técnico Judiciário– (Goiás – 2008) Tipo 1 16) 48 . o pagamento das custas caberá à empresa reclamada.000. (D) os prazos processuais contam-se com inclusão do dia do começo e exclusão do dia do vencimento. Sempre que houver acordo. se de outra forma não for convencionado. o pagamento das custas caberá em partes iguais aos litigantes. é certo que (A) as férias coletivas dos Ministros do Tribunal Superior do Trabalho. não suspendem e nem interrompem os prazos recursais. se de outra forma não for convencionado. podendo ser prorrogado pelo juiz quando houver necessidade em virtude de força maior. sendo que. (D) R$ 30. sendo que. (D) I e IV. (C) II. IV. III e IV. (C) os prazos processuais são. sendo que.000. o pagamento das custas caberá à empregada reclamante. ou isenção de custas. contínuos e releváveis. se de outra forma não for convencionado. o sindicato que houver intervindo no processo responderá subsidiariamente pelo pagamento das custas devidas. (E) o início do prazo. De acordo com a CLT. o pagamento das custas caberá em partes iguais aos litigantes.Considere as assertivas abaixo a respeito das Custas e Emolumentos. (B) R$ 15.000. sendo que. o pagamento das custas caberá à empresa reclamada. Neste caso. . Em audiência. dar-se-á no primeiro dia útil imediato e a contagem no subseqüente. III. de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho. observado o mínimo legal. I.000. (C) R$ 15. em regra.00. considerando que a totalidade do acordo refere-se a verbas com natureza salariais. as autarquias e fundações públicas federais.00. em regra.000. Tratando-se de empregado que não tenha obtido o benefício da justiça gratuita.15) 48 .00.00. fornecendo à causa o valor de R$ 30. e serão calculadas. as custas processuais incidirão à base de 2% sobre (A) R$ 15.Com relação aos prazos processuais. (E) I e II. se de outra forma não for convencionado. Em regra. Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região – TRT Concurso Público Analista Judiciário Especialidade Execução de Mandados – (Alagoas – 2008) 17) 46 . (B) I. o pagamento das custas caberá em partes iguais aos litigantes. se de outra forma não for convencionado. II. (E) R$ 30.000.00 à vista para Marta. se de outra forma não for convencionado. quando houver acordo ou condenação. as partes se compuseram amigavelmente e a empresa G se obrigou a efetuar o pagamento de R$ 15. estaduais ou municipais que não explorem atividade econômica são isentas do pagamento de custas.00. sendo que. Nos dissídios individuais as custas relativas ao processo de conhecimento incidirão à base de 1%. é correto o que se afirma APENAS em (A) II e IV. sobre o respectivo valor.Marta ingressou com reclamação trabalhista em face da empresa G.000. intimada ou notificada a parte no sábado.

Com relação as nulidades é INCORRETO afirmar: (A) As nulidades serão declaradas somente se do ato inquinado de nulo resultar manifesto prejuízo à parte. Está correto o que se afirma SOMENTE em (A) I e II. dependentes ou consequentes do ato nulo. podendo ser arguida em outra oportunidade. (C) II.2009) Técnico Judiciário – Analista Judiciário – 21) 45. em qualquer hipótese. (C) na terça-feira e o prazo processual começará a correr na quarta-feira. Em regra. (B) A nulidade não poderá ser arguida por quem lhe tiver dado causa. Os prazos que se vencerem em sábado. (B) I. Os prazos processuais são sempre contínuos. recebeu intimação na reclamação trabalhista proposta por Ana Joaquina. Tribunal Regional do Trabalho da 15º Região – TRT Concurso Público Área Administrativa ( Campinas . (C) A nulidade somente atingirá os atos posteriores. representante legal da empresa XUBA. Está correto o que se afirma SOMENTE em . Considerando que a intimação ocorreu no sábado e que segunda-feira é feriado nacional. IV. O advogado pode ser preposto e advogado ao mesmo tempo. será considerada que a intimação foi realizada: (A) no próprio sábado e o prazo processual começará a correr na terça-feira. É vedada. Os prazos processuais contam-se com exclusão do dia do começo e inclusão do dia do vencimento. II e III. (E) II e IV. (D) III e IV. III. É vedado ao empregador fazer-se representar em juízo por preposto em dissídio coletivo. Considere as seguintes assertivas a respeito dos atos. (D) Se a parte não arguir a nulidade relativa na primeira vez que tiver de falar nos autos ou na audiência esta não se convalida. a realização de penhora em domingo ou feriado. III. domingo ou dia feriado terminarão no primeiro dia útil seguinte. em razão dos princípios constitucionais protecionistas. (B) no próprio sábado e o prazo processual começará a correr na segunda-feira. mas para ser preposto em audiência deverá se empregado do representado. e são contínuos e irreleváveis. irreleváveis e improrrogáveis. (D) na terça-feira e o prazo processual começará a correr da própria terça-feira. II. Nas ações de cumprimento os empregados poderão fazer-se representar pelo sindicato da categoria. II. IV.2009) 19) 54. 20) 55. não havendo impedimento legal neste sentido. Tribunal Regional do Trabalho da 15º Região – TRT Concurso Público Área Administrativa ( Campinas . termos e prazos processuais: I. Considere as seguintes assertivas: I. o preposto em audiência deve ser necessariamente empregado do reclamado.Ana Maria. III e IV. (E) Não haverá nulidade se o juiz decidir o mérito da questão em favor da parte a quem aproveite a declaração de nulidade.18) 48 . sua ex-funcionária. (E) na sexta-feira antecedente e o prazo processua começará a correr na terça-feira.

Os atos processuais trabalhistas. (D) I.. segundo a C. O regramento da gratuidade judiciária vigente no processo do trabalho. (E) na terça-feira. (B) na segunda-feira. (E) por oficial de justiça e. havendo recusa. a prorrogação máxima até às 20 horas. 25) 47. (B) I. (E) da finalidade. deve ser feita (A) sempre por correio. segundo a Consolidação das Leis do Trabalho. (E) I e II. ainda que seja feriado. (E) 17 horas. (C) da utilidade. de segunda a domingo. por hora certa. de segunda a sábado. decorre da . (B) 20 horas. Tribunal Regional do Trabalho da Décima Terceira Região – TRT Concurso Público Analista Judiciário – Area Execução de Mandados . havendo recusa. A intimação ocorrida sábado terá a contagem do prazo para cumprimento da obrigação por ela imposta iniciada (A) no domingo. havendo recusa. dependendo. A notificação das partes no processo do trabalho. mesmo havendo recusa do destinatário. (C) no ato da intimação. de autorização judicial. de segunda a sexta-feira.L. por oficial de justiça. de segunda a sexta-feira. independentemente de autorização judicial expressa. especificamente.T. (D) 20 horas. a Consolidação das Leis do Trabalho. (C) II. (C) por correio e.Paraíba – 2005 (FCC) 23) 48. Com relação às nulidades. o princípio (A) do interesse. havendo recusa. (D) no ato da juntada da intimação cumprida aos autos. por edital. Tribunal Regional do Trabalho – TRT Concurso Público – 3ª Região Analista Judiciário – Area Execução de Mandados – Minas Gerais – 2009 24) 46. está aplicando. II e III. se a segunda for dia útil. (B)) por correio e. ao dispor que nos processos sujeitos à apreciação da Justiça do Trabalho só haverá nulidade quando resultar dos atos inquinados manifesto prejuízo às partes litigantes. por edital. III e IV. (D) por correio e. em regra. segundo prevê a Consolidação das Leis do Trabalho. realizar-se-ão das 6 horas às (A) 19 horas. 22) 46. de segunda a sexta-feira. (D) da transcendência. (B) da preclusão.(A) II e IV. III e IV. (C) 18 horas. Tribunal Regional do Trabalho – TRT Concurso Público – 3ª Região Analista Judiciário – Area Judiciária – Minas Gerais – 2009 26) 52.

(B) as fundações públicas federais que não explorem a atividade econômica. (D) o Ministério Público do Trabalho. (A) as custas processuais incidiram na base de 0. em regra. (C) demonstração de que não há ninguém. (B) os Municípios. NÃO há isenção do pagamento de custas para (A) o sindicato dos empregados. pelo prazo mínimo de 90 dias. Tribunal Regional do Trabalho – TRT Concurso Público – 7ª Região Analista Judiciário – Area Administrativa – Ceará – 2009 27) 58. (D) percepção de até dois salários mínimos. assistência do sindicato e apresentação do atestado de pobreza. Para a Consolidação das Leis do Trabalho. (D) não haverá condenação ao pagamento de custas tendo em vista que a ação foi julgada improcedente. (E) as custas processuais incidiram na base de 1% sobre o valor total dos pedidos. Neste caso. De acordo com o artigo 795 da CLT. (E) Lealdade Processual. (E) os Municípios Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região – TRT Concurso Público – Analista Judiciário – Área Judiciária e Execução de Mandados – (Mato Grosso do Sul . (C) as fundações públicas federais que não explorem atividade econômica. (C) as custas processuais incidiram na base de 2% sobre o valor da causa e serão devidas por Manoela. (B) prova da condição de desempregado. (D) as fundações públicas municipais que não explorem atividade econômica. (B) as custas processuais incidiram na base de 1% sobre o valor da causa e serão devidas por Manoela. É obrigatório o recolhimento de custas na Justiça do Trabalho para (A) as autarquias públicas distritais que não explorem a atividade econômica.5% sobre o valor total dos pedidos. A mencionada reclamação foi julgada totalmente improcedente.(A) comprovação da falta de suficiência econômica.2011) 28) 35. no domicílio do interessado.2011) 29) 47. as quais deverão argui-las à primeira vez em que tiverem de falar em audiência ou nos autos. Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região – TRT Concurso Público – Técnico Judiciário – Área Administrativa – (Mato Grosso do Sul . 30) 50. com renda igual ou superior a dois salários mínimos. trata-se especificamente do Princípio da (A) Estabilidade da Lide. (C) as fundações públicas municipais que não explorem a atividade econômica. alta executiva. (B) Preclusão. (C) Eventualidade. . (E) o Ministério Público do Trabalho. as nulidades não serão declaradas senão mediante provocação das partes. deduzidas as parcelas que não possuam natureza trabalhista direta. deduzidas as parcelas que não possuam natureza trabalhista direta. Manoela. Neste caso. ajuizou reclamação trabalhista em face de sua ex-empregadora. (D) Concentração. com relação ao processo de conhecimento. mediante atestado emitido por entidade pública. (E) mera declaração do interessado de que não tem condições de arcar com as despesas processuais sem prejuízo próprio ou de sua família.

concedido pela legislação prazo de quinze dias a contar da intimação pessoal. Municípios e Distrito Federal. sendo. se juntarem obrigatoriamente documento público oficial de comprovação do exercício do cargo público. Estados. concedido pela legislação prazo de quinze dias a contar da prática do primeiro ato processual. concedido pela legislação prazo de trinta dias a contar da prática do primeiro ato processual. (D) estão dispensados da juntada de instrumento de mandato. (C) estão dispensados da juntada de instrumento de mandato. A União. (E) devem juntar aos autos instrumento de mandato. porém. porém. GABARITO 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – D E C E E E C E E E A E C D E A A C E D E D B B E E T B C A C . ativa e passivamente. sendo. (A) devem juntar aos autos instrumento de mandato. suas autarquias e fundações públicas. porém. (B) devem juntar aos autos instrumento de mandato. por seus procuradores.31) 51. quando representados em juízo. sendo.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->