P. 1
Tcc

Tcc

|Views: 3.726|Likes:
Publicado porodair.federal963
Trabalho de conclusão de curso apresentado em junho de 2008.
Trabalho de conclusão de curso apresentado em junho de 2008.

More info:

Published by: odair.federal963 on Feb 02, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

Segundo Ugarte, (2002), a taxa de filtração glomerular encontra-se
aumentada em 20 a 40% em pacientes com DM tipo 1. Este aumento da
filtração seria resultado do aumento do fluído plasmático (9 a 14%)
observado em pacientes diabéticos, do aumento do gradiente de pressão
transglomerular e do coeficiente de filtração glomerular , o qual depende
da superfície de filtração, o qual se mostra aumentado em 40% deste tipo
de paciente (UGARTE, 2002).

Também existem alterações na permeabilidade vascular que são
atribuídos à diminuição da carga aniônica da membrana basal glomerular
(POU et al, 1994). Em diabéticos tipo 1 também existem alterações na
viscosidade sanguínea e adesividade das plaquetas que são responsáveis
pela microangiopatia e hipercoagulabilidade (CERIELLO et al, 1995).
Entre os pacientes diabéticos adultos, 40% apresentam aumento de
tamanho do rim. Os mecanismos pelos quais isto ocorre não estão
inteiramente esclarecidos. Ugarte (2002) cita alguns fatores como sendo
as possíveis causas desta nefromegalia:
-Diminuição de fatores antiproliferativos
-Diminuição da degradação da matriz mesangial
-Hiperfiltração, capaz de gerar dano mecânico e induzir fatores
proliferativos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->