Você está na página 1de 1

Uma montanha em minha vida

Eliseu Pereira

Antes do Dedo de Deus Bem antes da Serra dos rgos, Da Pedra do Sino, Da Mulher de Pedra Da Verruga do Frade... ... bem antes... Houve uma montanha em minha vida. Uma montanha paulistana... Ou melhor, um pico, O mais alto de So Paulo, O Pico do Jaragu, Com suas enormes antenas no topo Como no poderia deixar de ser... Afinal, So Paulo So Paulo, E at as montanhas tm antenas. De vrios lugares a gente podia ver Aquele monumento ecolgico Meio azulado pela distncia, Meio acinzentado pela atmosfera Cercado de concreto e asfalto Por todos os lados. Parecia uma resistncia da natureza Contra o exrcito armado da cidade... Olhando para o Jaragu, O paulistano sonha com a serra Lembra da terra e E imagina a floresta. Como eu s conhecia a cidade Olhava para a montanha imponente E pensava

O que haveria l?... Do que feita uma montanha? De alguma pedra preciosa? De vidro azul? Qual a sensao de chegar perto... De tocar uma montanha? Quem moraria l? Gente diferente?... Animais estranhos?... Da janela de casa Dava para ver a montanha azulada... Que lugar misterioso o Jaragu! Dizem que antigamente Para saber o tempo As pessoas olhavam para o Jaragu! Dizem que l foi terra de ouro E de ndios selvagens... Dizem que foi difcil conquistar o Jaragu! At hoje difcil... A natureza no deixa A cidade invadir a montanha Dizem que Jaragu significa O "Senhor do Vale" O Jaragu mantm a cidade a seus ps Como quem diz: "At aqui virs, de mim no passars!" Houve muitas montanhas em minha vida Vida na serra, muitas rochas, pedras... Mas, o Jaragu foi a primeira de todas... Que lugar misterioso deve ser o Jaragu!