Você está na página 1de 46
A BRA SE Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos RELATÓRIORELATÓRIO
A BRA SE Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos RELATÓRIORELATÓRIO
A BRA SE Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos RELATÓRIORELATÓRIO
A BRA SE Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos RELATÓRIORELATÓRIO

A BRA SE

A BRA SE Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos RELATÓRIORELATÓRIO DODO

Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos

RELATÓRIORELATÓRIO DODO MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL DEDE FAUNAFAUNA

RELATÓRIORELATÓRIO DODO MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL DEDE FAUNAFAUNA

DODO MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL DEDE FAUNAFAUNA SILVESTRESILVESTRE EE EXÓTICAEXÓTICA -- SEGMENTOSEGMENTO

SILVESTRESILVESTRE EE EXÓTICAEXÓTICA -- SEGMENTOSEGMENTO PETPET 20122012

SILVESTRESILVESTRE EE EXÓTICAEXÓTICA -- SEGMENTOSEGMENTO PETPET 20122012

DIAGNÓSTICODIAGNÓSTICO DOSDOS SETORESSETORES DEDE PRODUÇÃOPRODUÇÃO EE COMERCIALIZAÇCOMERCIALIZAÇÃOÃO DEDE ANIMAISANIMAIS

DIAGNÓSTICODIAGNÓSTICO DOSDOS SETORESSETORES DEDE PRODUÇÃOPRODUÇÃO EE COMERCIALIZAÇCOMERCIALIZAÇÃOÃO DEDE ANIMAISANIMAIS

SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS EE PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULAVINCULADOSDOS

SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS EE PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULAVINCULADOSDOS

SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS EE PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULAVINCULADOSDOS
RELATÓRIORELATÓRIO DODO MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL DEDE FAUNAFAUNA SILVESTRESILVESTRE RELATÓRIORELATÓRIO DODO

RELATÓRIORELATÓRIO DODO MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL DEDE FAUNAFAUNA SILVESTRESILVESTRE

RELATÓRIORELATÓRIO DODO MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL DEDE FAUNAFAUNA SILVESTRESILVESTRE

SEGMENTOSEGMENTO PETPET 20122012

SEGMENTOSEGMENTO PETPET 20122012

DIAGNÓSTICODIAGNÓSTICO DOSDOS SETORESSETORES DEDE PRODUÇÃOPRODUÇÃO EE COMERCIALIZAÇCOMERCIALIZAÇÃOÃO DEDE

DIAGNÓSTICODIAGNÓSTICO DOSDOS SETORESSETORES DEDE PRODUÇÃOPRODUÇÃO EE COMERCIALIZAÇCOMERCIALIZAÇÃOÃO DEDE

ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS EE PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULADOSVINCULADOS

ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS EE PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULADOSVINCULADOS

PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULADOSVINCULADOS ElaboraçãoElaboração:: AnoAno:: ABRASE – Consultoria
PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULADOSVINCULADOS ElaboraçãoElaboração:: AnoAno:: ABRASE – Consultoria
PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULADOSVINCULADOS ElaboraçãoElaboração:: AnoAno:: ABRASE – Consultoria
PRODUTOSPRODUTOS EE SERVIÇOSSERVIÇOS VINCULADOSVINCULADOS ElaboraçãoElaboração:: AnoAno:: ABRASE – Consultoria

ElaboraçãoElaboração::

AnoAno::

ABRASE – Consultoria de Comunicação e Marketing Wildlife Environmental Consulting And Management

2012

CoordenaçãoCoordenação Editorial:Editorial: Assessoria de Comunicação / Luiz Paulo Amaral

CoordenaçãoCoordenação TécnicaTécnica:: Guiomar C. L. Ferreira / Pedro V. C. Borges

SuporteSuporte Técnico:Técnico: Comissão de Normas e Comissão écnica da ABRASE

EquipeEquipe TécnicaTécnica::

Charles. R. M. Ferreira / Elbert Otero / Marcos S. Rodrigues / Thiago C. Pereira / Pedro V. C. Borges

EquipeEquipe DesignDesign Visual:Visual: Luiz H. L. Nogueira / Urbano Estrella / WEBDESIGN

CentroCentro dede Apoio:Apoio: Secretaria ABRASE / WECM

DistribuiçãoDistribuição:: Assessoria de Imprensa / Secretaria ABRASE

ContatoContato:: abrase@ism.com.br

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
APRESENTAÇÃOAPRESENTAÇÃO O presente documento, elaborado de forma articulada e ampla com criadouros, empresas e a
APRESENTAÇÃOAPRESENTAÇÃO O presente documento, elaborado de forma articulada e ampla com criadouros, empresas e a
APRESENTAÇÃOAPRESENTAÇÃO O presente documento, elaborado de forma articulada e ampla com criadouros, empresas e a
APRESENTAÇÃOAPRESENTAÇÃO O presente documento, elaborado de forma articulada e ampla com criadouros, empresas e a

APRESENTAÇÃOAPRESENTAÇÃO

O presente documento, elaborado de forma articulada e ampla com criadouros, empresas e a

ABRASE, tem como objetivo ser um material substancial para fundamentar ações para a gestão e

o

desenvolvimento do setor, além de dar diretrizes para ações a serem tomadas visando

além de dar diretrizes para ações a serem tomadas visando investimentos pontuais, a diversificação da produção

investimentos pontuais, a diversificação da produção de animais e produtos e a busca de parcerias com centros de pesquisa para elaborar estudos de acordo com as necessidades do segmento.

O diagnóstico foi criado com o propósito também de identificar os pontos fortes do setor e as

oportunidades de melhoria para que o segmento busque ser competitivo nacional e internacionalmente, além de sustentável. A partir do diagnóstico conseguimos saber onde estamos

e definir as ações para saber aonde queremos chegar. Para tanto a instalação da Câmara Setorial Pet, na esfera do Ministério da Agricultura, terá um importante papel no desempenho destas diretrizes.

A ABRASE tem a idéia de tornar este trabalho sistemático. Por meio de avaliações anuais será possível ver quais ações já foram implementadas e colocar em pauta as demandas que venham a surgir. Atualmente o grande desafio do segmento Pet de animais silvestres e exóticos é mostrar para a sociedade que os criadouros e as empresas do setor são aliadas e as principais interessadas na preservação do meio ambiente e na busca pela sustentabilidade. Sem a sustentabilidade ambiental o setor não existe.

Diversos dados apontados demonstram a necessidade premente do setor de criar e consolidar uma legislação específica, relativa ao uso de instrumentos econômicos que visem ao estímulo à utilização sustentável da biodiversidade. Igualmente o setor ressente de mecanismos de incentivos fiscais e de crédito, para criação e aplicação de tecnologias, empreendimentos e programas relacionados com a sustentabilidade.

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
Das obrigações legais já conhecidas, porém não executadas, ressalta-se a importância da promoção da inserção
Das obrigações legais já conhecidas, porém não executadas, ressalta-se a importância da promoção da inserção
Das obrigações legais já conhecidas, porém não executadas, ressalta-se a importância da promoção da inserção
Das obrigações legais já conhecidas, porém não executadas, ressalta-se a importância da promoção da inserção

Das obrigações legais já conhecidas, porém não executadas, ressalta-se a importância da promoção da inserção de espécies nativas com valor comercial no mercado interno e externo, e a diversificação da utilização sustentável destas espécies. Para isto deve ser criada uma política pública condizente que, de forma integrada, promova a domesticação e a utilização sustentável de espécies nativas da fauna com potencial econômico, como percebido nos países desenvolvidos e nas economias emergentes. Estimular a implantação de criadouros de animais silvestres para consumo e comercialização é a base de uma política sustentável de fauna.

A compilação de dados e a descodificação destes para uma diagnose correta do segmento Pet, como o presente, seria imensamente mais prática e detalhada se o órgão responsável pela gestão de fauna colaborasse com o setor produtivo. No entanto, a realidade não é esta. Após vários questionamentos da ABRASE ao IBAMA, poucos dados foram fornecidos, acompanhados de “em resposta ao pedido em epígrafe informamos que os sistemas de Gestão de Fauna do IBAMA não geram relatórios na forma requerida”. Com a informação, sinalizam os gestores que sequer dados compilados, para orientarem a gestão de fauna ou políticas a serem implementadas, o órgão dispõe.

No país mais biodiverso do mundo é uma temeridade colocar em prática gestão pública de fauna com o quadro que temos. Não surpreende, pois, que se dêem as costas para as previsões legais existentes e abracem teorias radicais que jogam a máquina administrativa contra todo o segmento. Enquanto isto, o comércio ilegal grassa, intocável, se fartando num setor que, como veremos a seguir, demonstra-se relevante e significativo nos números e envolvimento humano, que não pode ficar refém da concorrência com o tráfico e da desgovernança observada na administração pública de fauna.

observada na administração pública de fauna. PresidênciaPresidência ABRASEABRASE // A BRA SE

PresidênciaPresidência

ABRASEABRASE

//

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SUMÁRIOSUMÁRIO TEMATEMA –– ÁREAÁREA SLIDESLIDE SEÇÃOSEÇÃO II -- DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE
SUMÁRIOSUMÁRIO TEMATEMA –– ÁREAÁREA SLIDESLIDE SEÇÃOSEÇÃO II -- DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE
SUMÁRIOSUMÁRIO TEMATEMA –– ÁREAÁREA SLIDESLIDE SEÇÃOSEÇÃO II -- DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE
SUMÁRIOSUMÁRIO TEMATEMA –– ÁREAÁREA SLIDESLIDE SEÇÃOSEÇÃO II -- DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE

SUMÁRIOSUMÁRIO

TEMATEMA –– ÁREAÁREA

SLIDESLIDE

SEÇÃOSEÇÃO II -- DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA

88

EXÓTICOSEXÓTICOS REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA 88 • NÚMERO DE CRIADORES NO BRASIL - CATEGORIAS E TOTAL

NÚMERO DE CRIADORES NO BRASIL - CATEGORIAS E TOTAL

9

NÚMERO DE CRIADORES NO BRASIL POR REGIÃO – CATEGORIAS REGISTRADAS

10

• TOTAL DE CRIADORES AMADORES POR ESTADO 11

TOTAL DE ESPÉCIMES DE ESPÉCIES SILVESTRES E EXÓTICAS - POR CATEGORIA E GERAL

12

CRESCIMENTO DE NÚMERO DE CRIADOUROS (REGISTRADOS) NO ÚLTIMO TRIÊNIO E ESTIMATIVAS PARA 2012/2013

13

SEÇÃOSEÇÃO IIII -- DODO TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS PETSPETS EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS

1414

•• TOTAL DE ANIMAIS (EXÓTICOS E DOMÉSTICOS) NO MERCADO PET (AVES, RÉPTEIS, MAMÍFEROS)

15

DISTRIBUIÇÃO DOS ANIMAIS PETS (AVES, RÉPTEIS, MAMÍFEROS)

16

• DISTRIBUIÇÃO DAS ESPÉCIES (SILVESTRES, EXÓTICAS E DOMÉSTICAS) NAS CLASSES DE ANIMAIS PETS

17

DISTRIBUIÇÃO DAS CLASSES DE ANIMAIS PETS NO BRASIL

18

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
ALGUMAS DAS ESPÉCIES MAIS CRIADAS E NASCIMENTOS REGISTRADOS NO TRIÊNIO 2009/2011 • 19 SEÇÃOSEÇÃO IIIIII
ALGUMAS DAS ESPÉCIES MAIS CRIADAS E NASCIMENTOS REGISTRADOS NO TRIÊNIO 2009/2011 • 19 SEÇÃOSEÇÃO IIIIII
ALGUMAS DAS ESPÉCIES MAIS CRIADAS E NASCIMENTOS REGISTRADOS NO TRIÊNIO 2009/2011 • 19 SEÇÃOSEÇÃO IIIIII

ALGUMAS DAS ESPÉCIES MAIS CRIADAS E NASCIMENTOS REGISTRADOS NO TRIÊNIO 2009/2011

19

SEÇÃOSEÇÃO IIIIII -- DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET VINVULADOVINVULADO AOSAOS ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

2020

• VENDA DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS NO MERCADO NACIONAL (AVES, RÉPTEIS, PEQ. MAMÍFEROS)

• PERCENTUAL DE FATURAMENTO DOS SETORES DE VENDA DE ANIMAIS

SILVESTRES E EXÓTICOS NO MERCADO NACIONAL (AVES, RÉPTEIS, PEQ.

E EXÓTICOS NO MERCADO NACIONAL (AVES, RÉPTEIS, PEQ. 21 MAMÍFEROS) 22 FATURAMENTO DOS SETORES VINCULADOS

21

MAMÍFEROS)

22

FATURAMENTO DOS SETORES VINCULADOS AO MERCADO PET DE AVES, RÉPTEIS E PEQ. MAMÍFEROS

23

PERCENTUAIS DE FATURAMENTO POR SETOR

24

SEÇÃOSEÇÃO IVIV -- DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS GERADOSGERADOS PELOPELO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES

2525

EMPREGOS DIRETOS DOS SETORES VINCULADOS AO MERCADO PET DE AVES, RÉPTEIS E PEQ. MAMÍFEROS

26

DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DOS EMPREGOS NOS SETORES VINCULADOS

27

EMPREGOS INDIRETOS GERADOS PELOS SETORES VINCULADOS AO MERCADO PET DE SILVESTRES E EXÓTICOS

28

SEÇÃOSEÇÃO VV -- DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

2929

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
• DADOS FINAIS CONSOLIDADOS DO MERCADO PET DE ANIIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ.
• DADOS FINAIS CONSOLIDADOS DO MERCADO PET DE ANIIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ.
• DADOS FINAIS CONSOLIDADOS DO MERCADO PET DE ANIIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ.
• DADOS FINAIS CONSOLIDADOS DO MERCADO PET DE ANIIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ.

• DADOS FINAIS CONSOLIDADOS DO MERCADO PET DE ANIIMAIS

SILVESTRES E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ. MAMÍFEROS) NO BRASIL

30

TOTAL DE ANIMAIS PETS NO BRASIL - SILVESTRES E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ. MAMÍFEROS)

31

;-

E EXÓTICOS (AVES, RÉPTEIS, PEQ. MAMÍFEROS) • 31 ;- SEÇÃOSEÇÃO VIVI -- MERCADOMERCADO

SEÇÃOSEÇÃO VIVI -- MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS EE COMPARATIVOSCOMPARATIVOS COMCOM OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO

• O BRASIL NO MERCADO GLOBAL - INFORMAÇÕES

• COMPARATIVO DE EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS

• TOTAL DE ESPÉCIES SILVESTRES EXPORTADAS - GERAL E BRASILEIRAS

• MERCADO INTERNACIONAL PARA ESPÉCIMES SILVESTRES - POTENCIAL E DADOS COMPARATIVOS

• O POTENCIAL DE EXPORTAÇÃO NO MERCADO INTERNACIONAL

• COMPARATIVO DO MERCADO AMERICANO E BRASILEIRO EM ESPÉCIMES SILVESTRES

METODOLOGIAMETODOLOGIA EE PERÍODOPERÍODO DEDE PESQUISAPESQUISA

3232

33

34

35

36

37

38

39,4039,40

FONTESFONTES EE REFERÊNCIASREFERÊNCIAS METODOLÓGICASMETODOLÓGICAS

NOTASNOTAS

//

41,4241,42

43,4443,44

4545 A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
4545
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SEÇÃOSEÇÃO II SEÇÃOSEÇÃO II DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE
SEÇÃOSEÇÃO II SEÇÃOSEÇÃO II DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE
SEÇÃOSEÇÃO II SEÇÃOSEÇÃO II DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE

SEÇÃOSEÇÃO II

SEÇÃOSEÇÃO II

DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS
DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS
DOSDOS CRIADOUROSCRIADOUROS DEDE ANIMAISANIMAIS

SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS REGISTRADOSREGISTRADOS

SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS REGISTRADOSREGISTRADOS

EE EXÓTICOSEXÓTICOS REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO

NONO IBAMAIBAMA

NONO IBAMAIBAMA

REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA NONO IBAMAIBAMA A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
NÚMERONÚMERO NÚMERONÚMERO DEDE DEDE CRIADORESCRIADORES CRIADORESCRIADORES DEDE DEDE ANIMAISANIMAIS ANIMAISANIMAIS
NÚMERONÚMERO NÚMERONÚMERO DEDE DEDE CRIADORESCRIADORES CRIADORESCRIADORES DEDE DEDE ANIMAISANIMAIS ANIMAISANIMAIS
NÚMERONÚMERO NÚMERONÚMERO DEDE DEDE CRIADORESCRIADORES CRIADORESCRIADORES DEDE DEDE ANIMAISANIMAIS ANIMAISANIMAIS
NÚMERONÚMERO NÚMERONÚMERO DEDE DEDE CRIADORESCRIADORES CRIADORESCRIADORES DEDE DEDE ANIMAISANIMAIS ANIMAISANIMAIS
NÚMERONÚMERO NÚMERONÚMERO DEDE DEDE CRIADORESCRIADORES CRIADORESCRIADORES DEDE DEDE ANIMAISANIMAIS ANIMAISANIMAIS
SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL
SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL
-- -- CATEGORIASCATEGORIAS CATEGORIASCATEGORIAS EE EE TOTALTOTAL TOTALTOTAL -- --
CRIADOUROSCRIADOUROS COMERCIAISCOMERCIAIS ** FAUNAFAUNA
ÓÓ
(REGISTRADOS(REGISTRADOS IBAMA)IBAMA)
SILVESTRESILVESTRE EE EXEX
TICATICA
11
5.4575.457
CRIADOUROSCRIADOUROS
REGISTRADOSREGISTRADOS NONO IBAMAIBAMA
CRIADOUROSCRIADOUROS AMADORESAMADORES
-- PÁSSAROSPÁSSAROS CANOROSCANOROS EE ORNAMENTAISORNAMENTAIS 11 --
(REGISTRADOS(REGISTRADOS IBAMA)IBAMA)
Criadores
Amadores
327.958327.958
Criadouros
Comerciais
TOTALTOTAL NACIONALNACIONAL DEDE CRIADOUROSCRIADOUROS 11
(REGISTRADOS(REGISTRADOS IBAMA)IBAMA)
333.415333.415
* INCLUI CRIADOUROS PARA CARNE E PELE / EVENTUALMENTE VENDEM ANIMAIS PARA PET.
* INCLUI CRIADOUROS PARA CARNE E PELE /
EVENTUALMENTE VENDEM ANIMAIS PARA PET.
FONTE: IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
FONTE: IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO BRASILBRASIL PORPOR REGIÃOREGIÃO NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO
NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO BRASILBRASIL PORPOR REGIÃOREGIÃO NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO
NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO BRASILBRASIL PORPOR REGIÃOREGIÃO NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO
NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO BRASILBRASIL PORPOR REGIÃOREGIÃO NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO

NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO BRASILBRASIL PORPOR REGIÃOREGIÃO

NÚMERONÚMERO DEDE CRIADORESCRIADORES NONO BRASILBRASIL PORPOR REGIÃOREGIÃO

-- CATEGORIASCATEGORIAS REGISTRADASREGISTRADAS NONO IBAMAIBAMA --

-- CATEGORIASCATEGORIAS REGISTRADASREGISTRADAS NONO IBAMAIBAMA --

CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES PORPOR REGIÃOREGIÃO SUDESTE - 232.451 - 70,91% SUL - 50.432 - 15,38% CENTRO
CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES PORPOR REGIÃOREGIÃO
SUDESTE - 232.451 - 70,91%
SUL - 50.432 - 15,38%
CENTRO OESTE - 18.848 - 5,74%
NORDESTE - 13.023 - 3,99%
NORTE - 12.974 - 3,98%
CRIADORESCRIADORES COMERCIAISCOMERCIAIS PORPOR REGIÃOREGIÃO SUDESTE - 48,1% SUL - 22,7% NORTE - 16,4% CENTRO OESTE
CRIADORESCRIADORES COMERCIAISCOMERCIAIS PORPOR REGIÃOREGIÃO
SUDESTE - 48,1%
SUL - 22,7%
NORTE - 16,4%
CENTRO OESTE - 6,6%
NORDESTE - 6,2%
FONTE: IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
FONTE: IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES PORPOR
TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES PORPOR
TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES PORPOR
TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES PORPOR

TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES

TOTALTOTAL DEDE CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES

PORPOR ESTADOSESTADOS

PORPOR ESTADOSESTADOS

• ACRE 2.174 • MINAS GERAIS 84.148 • PERNAMBUCO 1.994 • SÃO PAULO 82.859 •
• ACRE
2.174
• MINAS GERAIS
84.148
PERNAMBUCO
1.994
• SÃO PAULO
82.859
AMAZONAS
1.553
• RIO DE JANEIRO
45.380
CEAR
Á
1.407
• SANTA CATARINA
20.933
TOCANTINS
1.401
• ESPÍRITO SANTO
20.064
PARAÍBA
1.158
• PARANÁ
16.347
MARANHÃO
1.056
• RIO GRANDE DO SUL
13.152
AMAPÁ
790
• GOIÁS
9.090
RIO GRANDE DO NORTE
531
• BAHIA
5.972
SERGIPE
457
• DISTRITO FEDERAL
4.739
ALAGOAS
448
• PARÁ
4.261
RORAIMA
380
• MATO GROSSO DO SUL
2.632
PIAUÍ
230
• RONDÔNIA
2.415
• MATO GROSSO
2.387
TOTAL GERAL:
327.958
ESTIMATIVASESTIMATIVAS DEDE CRESCIMENTOCRESCIMENTO PARAPARA 20122012 22 CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES
ESTIMATIVASESTIMATIVAS DEDE CRESCIMENTOCRESCIMENTO PARAPARA 20122012 22
CRIADORESCRIADORES AMADORESAMADORES
CRIADORESCRIADORES COMERCIAISCOMERCIAIS
22,4%22,4%
40,6%40,6%
FONTE: WECM / ABRASE / IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
FONTE: WECM / ABRASE / IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES

TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS

TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS

PORPOR CATEGORIACATEGORIA EE GERALGERAL

PORPOR CATEGORIACATEGORIA EE GERALGERAL

TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES EMEM PLANTÉISPLANTÉIS CATEGORIACATEGORIA TOTALTOTAL UNITÁRIOUNITÁRIO
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIMESESPÉCIMES EMEM PLANTÉISPLANTÉIS
CATEGORIACATEGORIA
TOTALTOTAL UNITÁRIOUNITÁRIO
AMADORESAMADORES
3.837.1083.837.108
COMERCIAISCOMERCIAIS
1.697.1271.697.127
TOTALTOTAL GERALGERAL
5.534.2355.534.235
ANIMAISANIMAIS MAISMAIS CRIADOSCRIADOS 33 AVESAVES -- PasseriformesPasseriformes 8787 86%86% ,, AVESAVES --
ANIMAISANIMAIS MAISMAIS CRIADOSCRIADOS 33
AVESAVES -- PasseriformesPasseriformes 8787 86%86%
,,
AVESAVES -- PsitacídeosPsitacídeos 11,13%11,13%
AVESAVES -- OutrasOutras 0,45%0,45%
RÉPTEISRÉPTEIS 0,45%0,45%
MAMÍFEROSMAMÍFEROS 0,008%0,008%
ANFÍBIOSANFÍBIOS 0,001%0,001%
FONTE: ABRASE / WECM / IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997)
FONTE: ABRASE / WECM / IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997)
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE CRIADOUROSCRIADOUROS CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE
CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE CRIADOUROSCRIADOUROS CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE
CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE CRIADOUROSCRIADOUROS CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE

CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE CRIADOUROSCRIADOUROS

CRESCIMENTOCRESCIMENTO DEDE NÚMERONÚMERO DEDE CRIADOUROSCRIADOUROS

(REGISTRADOS)(REGISTRADOS) NONO ÚLTIMOÚLTIMO TRIÊNIOTRIÊNIO EE ESTIMATIVASESTIMATIVAS

(REGISTRADOS)(REGISTRADOS) NONO ÚLTIMOÚLTIMO TRIÊNIOTRIÊNIO EE ESTIMATIVASESTIMATIVAS

PARAPARA PARAPARA 2012/20132012/2013 2012/20132012/2013

CRIADOUROSCRIADOUROS AMADORESAMADORES CRIADOUROSCRIADOUROS COMERCIAISCOMERCIAIS (REGISTRADOS(REGISTRADOS NONO
CRIADOUROSCRIADOUROS AMADORESAMADORES
CRIADOUROSCRIADOUROS COMERCIAISCOMERCIAIS
(REGISTRADOS(REGISTRADOS NONO TRIÊNIOTRIÊNIO 2009/2011)2009/2011)
(REGISTRADOS(REGISTRADOS NONO TRIÊNIOTRIÊNIO 2009/2011)2009/2011)
UnidUnid
UnidUnid
MilMil
7070
6060
900900
839839
47.36447.364
5050
4040
600600
3030
24.48724.487
381381
2020
300300
257257
1010
20092009 20102010 20112011
20092009 20102010 20112011

OBS: Aumento previsto para 2013: na faixa de 40,40,6060%% 44 , para criadouros comerciais e de 22,22,44%% para amadores.

FONTE: IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
FONTE: IBAMA (Memo nº 576/2012/DBFLO/IBAMA - PI 08997 ABRASE)
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SEÇÃOSEÇÃO IIII SEÇÃOSEÇÃO IIII DODO TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS DODO
SEÇÃOSEÇÃO IIII SEÇÃOSEÇÃO IIII DODO TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS DODO
SEÇÃOSEÇÃO IIII SEÇÃOSEÇÃO IIII DODO TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS DODO

SEÇÃOSEÇÃO IIII

SEÇÃOSEÇÃO IIII

DODO TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS

DODO TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS

ANIMAISANIMAIS SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS EE DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS PETSPETS EE DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS

EE DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS PETSPETS

EE DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS PETSPETS

PETSPETS EE DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS PETSPETS EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS EMEM

EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS

EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS

EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS EE DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS (EXÓTICOS(EXÓTICOS EE DOMÉSTICOS)DOMÉSTICOS) NONO MERCADOMERCADO TOTALTOTAL DEDE
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS (EXÓTICOS(EXÓTICOS EE DOMÉSTICOS)DOMÉSTICOS) NONO MERCADOMERCADO TOTALTOTAL DEDE
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS (EXÓTICOS(EXÓTICOS EE DOMÉSTICOS)DOMÉSTICOS) NONO MERCADOMERCADO TOTALTOTAL DEDE
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS (EXÓTICOS(EXÓTICOS EE DOMÉSTICOS)DOMÉSTICOS) NONO MERCADOMERCADO TOTALTOTAL DEDE

TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS (EXÓTICOS(EXÓTICOS EE DOMÉSTICOS)DOMÉSTICOS) NONO MERCADOMERCADO

TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS (EXÓTICOS(EXÓTICOS EE DOMÉSTICOS)DOMÉSTICOS) NONO MERCADOMERCADO

PETPET (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

PETPET (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

ESTIMATIVASESTIMATIVAS DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EMEM DOMICÍLIODOMICÍLIO 55 ANIMAISANIMAIS EMEM
ESTIMATIVASESTIMATIVAS DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EMEM DOMICÍLIODOMICÍLIO 55
ANIMAISANIMAIS EMEM CRIADORESCRIADORES (FINS(FINS COMERCIAIS)COMERCIAIS) NÃONÃO REGISTRADOSREGISTRADOS AA 1.850.0001.850.000
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EMEM DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS SEMSEM ORIGEMORIGEM BB
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EMEM DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS COMCOM ORIGEMORIGEM CC
33 833833 120120
1.297.3001.297.300
ESPÉCIESESPÉCIES DOMÉSTICASDOMÉSTICAS 55 ANIMAISANIMAIS DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS EE EXÓTICOSEXÓTICOS EMEM
ESPÉCIESESPÉCIES DOMÉSTICASDOMÉSTICAS 55
ANIMAISANIMAIS DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS EE EXÓTICOSEXÓTICOS EMEM CRIAD.CRIAD. DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS DD
ANIMAISANIMAIS DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS EMEM DOMICÍLIOSDOMICÍLIOS EE
3.600.0003.600.000
6.488.0006.488.000
ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS REGISTREGISTRADOSRADOS
ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICASEXÓTICAS EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS REGISTREGISTRADOSRADOS
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EMEM CRIADOUROSCRIADOUROS REGISTRADOSREGISTRADOS
5.534.2355.534.235
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMMAMÍFEROS)ÍFEROS) ––
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMMAMÍFEROS)ÍFEROS) ––
SILVESTRES,SILVESTRES, EXÓTICOSEXÓTICOS EE DOMÉSTICOSDOMÉSTICOS **
22.602.65522.602.655

** NÃO INCLUEM CÃES, GATOS , PEIXES, ANIMAIS DE PRODUÇÃO E CONSUMO E AVES DOMÉSTICAS CORRIQUEIRAS COMUNS, COMO PERIQUITO (Meopsittacus undulatus), calopsitas (Nynphicus hollandicus) E CANÁRIOS DOMÉSTICOS (Serinus canarius).

FONTES: ABRASE / IBAMA / WECM / EUROMONITOR INTERNATIONAL / COMPARE INFOBASE LIMITED / ABINPET
FONTES: ABRASE / IBAMA / WECM
/ EUROMONITOR INTERNATIONAL /
COMPARE INFOBASE LIMITED / ABINPET
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DOSDOS ANIMAISANIMAIS PETSPETS

(AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

(AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

(AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) ANIMAIS EM CRIADORES NÃO REGISTRADOS 8,30% ANIMAIS
(AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) ANIMAIS EM CRIADORES NÃO REGISTRADOS 8,30% ANIMAIS

ANIMAIS EM CRIADORES NÃO REGISTRADOS 8,30%

ANIMAIS SILVESTRES EM CASAS SEM ORIGEM 16,90%

ANIMAIS SILVESTRES EM CASAS COM ORIGEM 5,70%

ANIMAIS DOMÉSTICOS E EXÓTICOS EM

CRIADORES 15,90%

ANIMAIS DOMÉSTICOS EM DOMICÍLIO

28,70%

ANIMAIS EM CRIADOROS REGISTRADOS SILV. E EXÓTICOS 24,50%

5 2

AS ESPÉCIES SILVESTRES E EXÓTICAS PERFAZEM UM TOTAL ESTIMADO DE 26,40% DOS ANIMAIS PETS NO BRASIL.

UM TOTAL ESTIMADO DE 26,40% DOS ANIMAIS PETS NO BRASIL. FONTES: ABRASE / IBAMA / WECM
FONTES: ABRASE / IBAMA / WECM / EUROMONITOR INTERNATIONAL / COMPARE INFOBASE LIMITED / ABINPET
FONTES: ABRASE / IBAMA / WECM
/ EUROMONITOR INTERNATIONAL /
COMPARE INFOBASE LIMITED / ABINPET
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES (SILVESTRES,(SILVESTRES, EXÓTICASEXÓTICAS EE
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES (SILVESTRES,(SILVESTRES, EXÓTICASEXÓTICAS EE

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES (SILVESTRES,(SILVESTRES, EXÓTICASEXÓTICAS EE

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES (SILVESTRES,(SILVESTRES, EXÓTICASEXÓTICAS EE

DOMÉSTICAS)DOMÉSTICAS) NASNAS CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS

DOMÉSTICAS)DOMÉSTICAS) NASNAS CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS

NASNAS CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0%
NASNAS CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0%
NASNAS CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0%

100%

90%

80%

70%

60%

50%

40%

30%

20%

10%

0%

PETSPETS 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% EXÓTICOS DOMÉSTICOS SILVESTRES RÉPTEIS

EXÓTICOS

DOMÉSTICOS

SILVESTRES

RÉPTEIS AVES PEQ. MAMÍFEROS FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ABINPET
RÉPTEIS
AVES
PEQ. MAMÍFEROS
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ABINPET / IBGE / GS&MD
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS CLASSESCLASSES DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS CLASSESCLASSES

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO DASDAS CLASSESCLASSES

DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL

DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL

BRASILBRASIL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS NONO MERCADOMERCADO
BRASILBRASIL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS NONO MERCADOMERCADO

CLASSESCLASSES DEDE ANIMAISANIMAIS NONO MERCADOMERCADO PETPET (TOTAL(TOTAL DEDE 22,622,6 MILHOESMILHOES DEDE ANIMNAIS)ANIMNAIS)

8 %

3 %

DEDE 22,622,6 MILHOESMILHOES DEDE ANIMNAIS)ANIMNAIS) 8 % 3 % 89 % AVES RÉPTEIS PEQ. MAMÍFEROS CONSIDERANDO

89 %

AVES

RÉPTEIS

PEQ. MAMÍFEROS

CONSIDERANDO ESPÉCIES SILVESTRES, EXÓTICAS E DOMÉSTICAS NA COMPOSIÇÃO TOTAL.

SILVESTRES, EXÓTICAS E DOMÉSTICAS NA COMPOSIÇÃO TOTAL. FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
SILVESTRES, EXÓTICAS E DOMÉSTICAS NA COMPOSIÇÃO TOTAL. FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
SILVESTRES, EXÓTICAS E DOMÉSTICAS NA COMPOSIÇÃO TOTAL. FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
SILVESTRES, EXÓTICAS E DOMÉSTICAS NA COMPOSIÇÃO TOTAL. FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ABINPET / IBGE / GS&MD
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ABINPET / IBGE / GS&MD
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
ALGUMASALGUMAS DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES MAISMAIS CRIADASCRIADAS EE NASCIMENTOSNASCIMENTOS ALGUMASALGUMAS DASDAS
ALGUMASALGUMAS DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES MAISMAIS CRIADASCRIADAS EE NASCIMENTOSNASCIMENTOS ALGUMASALGUMAS DASDAS
ALGUMASALGUMAS DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES MAISMAIS CRIADASCRIADAS EE NASCIMENTOSNASCIMENTOS ALGUMASALGUMAS DASDAS

ALGUMASALGUMAS DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES MAISMAIS CRIADASCRIADAS EE NASCIMENTOSNASCIMENTOS

ALGUMASALGUMAS DASDAS ESPÉCIESESPÉCIES MAISMAIS CRIADASCRIADAS EE NASCIMENTOSNASCIMENTOS

REGISTRADOSREGISTRADOS NONO TRIÊNIOTRIÊNIO 2009/20112009/2011

REGISTRADOSREGISTRADOS NONO TRIÊNIOTRIÊNIO 2009/20112009/2011

NASCIMENTOS REGISTRADOS ESPÉCIES TOTAL 2009 2010 2011 CURIÓ (Orizoborus angolensis) 101.224 76.429 40.645
NASCIMENTOS REGISTRADOS
ESPÉCIES
TOTAL
2009
2010
2011
CURIÓ (Orizoborus angolensis)
101.224
76.429
40.645
218.298
BICUDO (Oryzoborus maimiliani)
21.201
19.315
15.285
55.801
TRINCA FERRO (Saltador similis)
85.703
49.541
24.295
159.639
COLEIRO DO BREJO (Sporophila collaris)
1.257 901
337 2.495
Considerados somente nascimentos em criadores amadores.
Dados consolidados pelo IBAMA
O BICUDO É CONSIDERADO PELO IBAMA COMO ANIMAL AMEAÇADO, ESTÁ RELACIONADO NA LISTA NACIONAL DAS
O BICUDO É CONSIDERADO PELO IBAMA COMO ANIMAL AMEAÇADO, ESTÁ RELACIONADO NA LISTA NACIONAL
DAS ESPÉCIES DA FAUNA BRASILEIRA AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO (MMA - MAIO DE 2003). PELA PRODUÇÃO ANUAL
VERIFICADA, DADOS REFERENTES A NASCIMENTOS SOMENTE EM CRIADORES AMADORES, RETRATA A
CONTRIBUIÇÃO QUE ESTA CATEGORIA DE REPRODUÇÃO PODE OFERECER A RECUPERAÇÃO DA ESPÉCIE. ENTRE
OS ESPÉCIMES REPRODUZIDOS HÁ GRANDE QUANTIDADE DE ANIMAIS GENÉTICAMENTE PASSÍVEIS DE
TRABALHOS DE REINTRODUÇÕES E SOLTURAS 6 .
IGUALMENTE, AS DEMAIS ESPÉCIES PODEM, COMO TANTAS OUTRAS, ATRAVÉS DE EXEMPLARES CRIADOS POR
ESTA CATEGORIA, PARTICIPAR DOS PROGRAMAS MENCIONADOS. AINDA QUE NÃO ESTEJAM AMEAÇADAS PODEM
SER REINTRODUZIDAS EM ÁREAS ONDE SUAS OCORRÊNCIAS FOREM ESCASSAS, OU REFORÇAR POPULAÇÕES
LOCAIS. OS DADOS SINALIZAM AS IMPORTANTES CONTRIBUIÇÕES DA CRIAÇÃO COMERCIAL PARA
RECUPERAÇÃO DE ESPÉCIES AMEAÇADAS E VULNERÁVEIS, EVIDENCIANDO AS DIRETRIZES DA CITES E DA
CDB, AINDA QUE O ÓRGÃO RESPONSÁVEL “IGNORE” TANTO A CRIAÇÃO COMO AS CONVENÇÕES CITADAS.
FONTES: IBAMA / ABRASE
FONTES: IBAMA / ABRASE
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SEÇÃOSEÇÃO IIIIII SEÇÃOSEÇÃO IIIIII DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET DODO
SEÇÃOSEÇÃO IIIIII SEÇÃOSEÇÃO IIIIII DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET DODO
SEÇÃOSEÇÃO IIIIII SEÇÃOSEÇÃO IIIIII DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET DODO

SEÇÃOSEÇÃO IIIIII

SEÇÃOSEÇÃO IIIIII

DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET
DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET
DODO FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR PETPET

VINCULADOVINCULADO AOSAOS ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE

VINCULADOVINCULADO AOSAOS ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE

AOSAOS ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE

EXÓTICOSEXÓTICOS

EXÓTICOSEXÓTICOS

EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS
VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS
VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS

VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO

VENDAVENDA DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO

MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL

MERCADOMERCADO NACIONALNACIONAL

(AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

(AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

ESTIMATIVA FATURAMENTO TIPO DE ESTABELECIMENTO DE ANIMAIS 2011 VENDIDOS (R$ milhões) CRIADOUROS COMERCIAIS
ESTIMATIVA
FATURAMENTO
TIPO DE ESTABELECIMENTO
DE ANIMAIS
2011
VENDIDOS
(R$ milhões)
CRIADOUROS COMERCIAIS REGISTRADOS IBAMA
186.000
237,5
CRIADORES AMADORES REGISTRADOS NO IBAMA
88.320
55,2
LOJAS DE PET SHOPS E SIMILARES* 7
387.000
45,4
CRIADORES DE DOMÉSTICOS
698.500
294,5
ANIMAIS VENDIDOS 1 359 820 000 . . .
ANIMAIS VENDIDOS
1 359 820 000
.
.
.
FATURAMENTO TOTAL R$ 632.600.000,00
FATURAMENTO TOTAL
R$ 632.600.000,00

* LOJAS DE PET SHOP E SIMILARES VENDEM 85% DOS ANIMAIS DE ESPÉCIES DOMÉSTICAS, AINDA QUE SEJAM CONSIDERADOS ALGUMAS EXÓTICAS QUE SEGUEM SENDO COMERCIALIZADAS COMO DOMÉSTICAS (AGAPORNES, FINCHES DIVERSOS, HAMSTERS DE VÁRIAS ESPÉCIES, ETC.)

FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ÁGIL MK
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
PERCENTUALPERCENTUAL PERCENTUALPERCENTUAL DEDE DEDE FATURAMENTOFATURAMENTO FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS DOSDOS

PERCENTUALPERCENTUAL PERCENTUALPERCENTUAL DEDE DEDE FATURAMENTOFATURAMENTO FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS DOSDOS SETORESSETORES SETORESSETORES DEDE DEDE VENDAVENDA VENDAVENDA

DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO MERCADOMERCADO

DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO MERCADOMERCADO

NACIONALNACIONAL NACIONALNACIONAL (AVES,(AVES, (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) CRIADORES DE DOMÉSTICOS 46,51% CRIADORES COMERCIAIS 37,58%

CRIADORES DE DOMÉSTICOS 46,51%

CRIADORES COMERCIAIS 37,58%

CRIADORES DE DOMÉSTICOS 46,51% CRIADORES COMERCIAIS 37,58% PET SHOPS E SIMILARES 46,51% CRIADORES AMADORES 46,51%
CRIADORES DE DOMÉSTICOS 46,51% CRIADORES COMERCIAIS 37,58% PET SHOPS E SIMILARES 46,51% CRIADORES AMADORES 46,51%
CRIADORES DE DOMÉSTICOS 46,51% CRIADORES COMERCIAIS 37,58% PET SHOPS E SIMILARES 46,51% CRIADORES AMADORES 46,51%

PET SHOPS E SIMILARES 46,51%

CRIADORES AMADORES 46,51%

PET SHOPS E SIMILARES 46,51% CRIADORES AMADORES 46,51% FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ÁGIL MK
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES
FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES
FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES
FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES

FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO

FATURAMENTOFATURAMENTO DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO

MERCADOMERCADO PETPET DEDE AVES,AVES, RÉPTEISRÉPTEIS EE PEQ.PEQ. MAMÍFEROSMAMÍFEROS

MERCADOMERCADO PETPET DEDE AVES,AVES, RÉPTEISRÉPTEIS EE PEQ.PEQ. MAMÍFEROSMAMÍFEROS

FATURAMENTO SETORES PRODUTIVO, COMERCIAL E DE SERVIÇOS VINCULADOS AOS ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS Nº DE
FATURAMENTO
SETORES PRODUTIVO, COMERCIAL E DE SERVIÇOS
VINCULADOS AOS ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
Nº DE
ESTABELECIMENTOS
2011
(R$ milhões)
COMÉRCIO DE ANIMAIS VIVOS (CRIADOUROS E LOJAS)
24.950 **
632,6
LOJAS DE PET SHOPS E SIMILARES** 7
19.360
253,1
PRODUTORES DE EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS
7.933
982,0
- ALOJAMENTOS PARA ANIMAIS (GAIOLAS, VIVEIROS, ETC)
4.822
- PRODUTOS DE MADEIRA (POLEIROS, NINHOS, BRINQUEDOS ETC.)
125
- PRODUTOS DE PLÁSTICO
2.210
- PRODUTOS DE TECIDOS, COUROS, FIBRAS ETC.
277
- PRODUTOS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS (CHOCADEIRAS, AQUECEDORES ETC.)
59
- OUTROS
138
PRODUTORES DE RAÇÕES E SUPLEMENTOS
168
1462,2
SERVI
Ç OS TÉCNICOS VETERINÁRIOS E SIMILARES***
-
11 5
,
PRODUTOS ARTESANAIS (PESSOAS FÍSICAS) 8
(12.300)
16.4
SERVIÇOS DE ENTIDADES ASSOCIATIVAS, TORNEIOS ETC.
215
3,5
TOTALTOTAL DEDE FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR (2011)(2011) R$R$ 3.361.300.000,003.361.300.000,00
TOTALTOTAL DEDE FATURAMENTOFATURAMENTO DODO SETORSETOR (2011)(2011)
R$R$ 3.361.300.000,003.361.300.000,00

* O VALOR APONTADO, REFERENTE A LOJAS, COMPREENDE A VENDA DE PRODUTOS EM GERAL, A EXCEÇÃO DE ANIMAIS VIVOS (VALOR INSERIDO NO 1º ITEM DA TABELA). ** O NÚMERO REFERE-SE APENAS A LOJAS E CRIADOUROS COMERCIAIS INFORMAIS E CRIADORES AMADORES PESSOAS FÍSICAS DE TODAS AS ESPÉCIES DE SILVESTRES, DOMÉSTICOS E EXÓTICOS. *** INCLUEM SERVIÇOS PRESTADOS POR MÉDICOS VETERINÁRIOS, BIÓLOGOS E ZOOTECNISTAS, ALÉM DE MEDICAMENTOS, PRODUTOS E LABORATÓRIOS DE EXAMES CLÍNICOS E DE SEXAGENS

FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ÁGIL MK / IBGE /
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ÁGIL MK / IBGE / IPEA
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
PERCENTUAISPERCENTUAISPERCENTUAISPERCENTUAIS DEDEDEDE FATURAMENTOFATURAMENTOFATURAMENTOFATURAMENTO PORPORPORPOR
PERCENTUAISPERCENTUAISPERCENTUAISPERCENTUAIS DEDEDEDE FATURAMENTOFATURAMENTOFATURAMENTOFATURAMENTO PORPORPORPOR

PERCENTUAISPERCENTUAISPERCENTUAISPERCENTUAIS DEDEDEDE FATURAMENTOFATURAMENTOFATURAMENTOFATURAMENTO PORPORPORPOR SETORSETORSETORSETOR

PORPORPORPOR SETORSETORSETORSETOR 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 COMÉRCIO DE ANIMAIS
45 40 35 30 25 20 15 10 5
45
40
35
30
25
20
15
10
5

0

COMÉRCIO DE ANIMAIS 26,37% EQUIPAMENTOS E ASSESSÓRIOS 29,19% RAÇÕES E SUPLEMENTOS 43,48% SERVIÇOS VET. E SIMILARES 0,34% PRODUTOS ARTESANAIS 0,50% SERVIÇOS DE ENTIDADES ASSOCIATIVAS 0,12%

ARTESANAIS 0,50% SERVIÇOS DE ENTIDADES ASSOCIATIVAS 0,12% FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
ARTESANAIS 0,50% SERVIÇOS DE ENTIDADES ASSOCIATIVAS 0,12% FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
ARTESANAIS 0,50% SERVIÇOS DE ENTIDADES ASSOCIATIVAS 0,12% FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ÁGIL MK / IBGE /
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ÁGIL MK / IBGE / IPEA
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SEÇÃOSEÇÃO IVIV SEÇÃOSEÇÃO IVIV DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS DOSDOS
SEÇÃOSEÇÃO IVIV SEÇÃOSEÇÃO IVIV DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS DOSDOS
SEÇÃOSEÇÃO IVIV SEÇÃOSEÇÃO IVIV DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS DOSDOS

SEÇÃOSEÇÃO IVIV

SEÇÃOSEÇÃO IVIV

DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS
DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS
DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS EE INDIRETOSINDIRETOS

GERADOSGERADOS PELOPELO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS

GERADOSGERADOS PELOPELO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS

PELOPELO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE

SILVESTRESSILVESTRES

SILVESTRESSILVESTRES

ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS
EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS
EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS
EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS

EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO

EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DOSDOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS AOAO

MERCADOMERCADO PETPET DEDE AVES,AVES, RÉPTEISRÉPTEIS EE PEQ.PEQ. MAMÍFEROSMAMÍFEROS

MERCADOMERCADO PETPET DEDE AVES,AVES, RÉPTEISRÉPTEIS EE PEQ.PEQ. MAMÍFEROSMAMÍFEROS

Nº DE ESTABELECIMENTOS (OU PROFISSIONAIS LIBERAIS) EMPREGOS EMPREGOS NOS SETORES PRODUTIVOS, COMERCIAIS E DE
Nº DE
ESTABELECIMENTOS
(OU PROFISSIONAIS
LIBERAIS)
EMPREGOS
EMPREGOS NOS SETORES PRODUTIVOS, COMERCIAIS E DE SERVIÇOS
VINCULADOS AO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DIRETOS
GERADOS 11
333.415
CRIADOUROS REGISTRADOS – SILVESTRES E EXÓTICOS** 55
77.800
LOJAS DE PET SHOPS E SIMILARES 7
19.360
4.930
PRODUTORES DE EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS
7.933
35.792
- ALOJAMENTOS PARA ANIMAIS (GAIOLAS, VIVEIROS, ETC)
4.822
- PRODUTOS DE MADEIRA (POLEIROS, NINHOS, BRINQUEDOS ETC.)
125
- PRODUTOS DE PLÁSTICO
2.210
- PRODUTOS DE TECIDOS, COUROS, FIBRAS ETC.
277
- PRODUTOS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS (CHOCADEIRAS, AQUECEDORES ETC.)
59
- OUTROS
138
EMPRESAS PRODUTORAS DE RAÇÕES E SUPLEMENTOS
188
2.420
SERVIÇOS DE TÉCNICOS VETERINÁRIOS E SIMILARES***
8.217
10.817
PRODUTORES ARTESANAIS PESSOAS FÍSICAS 8
12.300
12.300
SERVIÇOS EM ENTIDADES ASSOCIATIVAS, TORNEIOS ETC. 10
215
655
TOTALTOTAL DEDE EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS 144.714144.714
TOTALTOTAL DEDE EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS
144.714144.714

* O VALOR APONTADO NÃO INCLUI EMPREGOS GERADOS COM CRIAÇÃO DE ANIMAIS DOMÉSTICOS, MESMO AQUELES QUE SEGUEM SENDO COMERCIADOS COMO TAL, PORÉM SÃO EXÓTICOS DESDE A PORTARIA IBAMA 093/98. ** O ITEM INCLUI MÉDICOS VETERINÁRIOS, BIÓLOGOS, ZOOTECNISTAS E LABORATÓRIOS DE EXAMES CLÍNICOS E DE SEXAGENS.

FONTES: ABRASE / IPEA / IBGE / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / IPEA / IBGE / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO PERCENTUALPERCENTUAL DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO PERCENTUALPERCENTUAL DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO PERCENTUALPERCENTUAL DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO
DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO PERCENTUALPERCENTUAL DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO PERCENTUALPERCENTUAL DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS

DISTRIBUIÇÃODISTRIBUIÇÃO PERCENTUALPERCENTUAL DOSDOS EMPREGOSEMPREGOS DIRETOSDIRETOS

NOSNOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS

NOSNOS SETORESSETORES VINCULADOSVINCULADOS

SERV . ENTIDADES ASSOC . 0 , 46% PRODUTOS ARTESANAIS 8,50% SERVIÇOS VET. E SIMILARES
SERV
.
ENTIDADES ASSOC
.
0 , 46%
PRODUTOS ARTESANAIS 8,50%
SERVIÇOS VET. E SIMILARES 7,47%
RAÇÕES E SUPLEMENTOS 1,67%
EQUIPAMENTOS E ACESS. 24,75%
LOJAS E SIMILARES 3 40%
,
CRIADOUROS REGISTRADOS 53,75%
0
20
40
60
3 40% , CRIADOUROS REGISTRADOS 53,75% 0 20 40 60 FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR INTERNATIONAL / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / COMPARE INFOBASE LIMITED / EUROMONITOR
INTERNATIONAL / ÁGIL MK
A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
A A
BRA
BRA
SE SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
EMPREGOSEMPREGOS EMPREGOSEMPREGOS INDIRETOSINDIRETOS INDIRETOSINDIRETOS GERADOSGERADOS GERADOSGERADOS PELOSPELOS
EMPREGOSEMPREGOS EMPREGOSEMPREGOS INDIRETOSINDIRETOS INDIRETOSINDIRETOS GERADOSGERADOS GERADOSGERADOS PELOSPELOS
EMPREGOSEMPREGOS EMPREGOSEMPREGOS INDIRETOSINDIRETOS INDIRETOSINDIRETOS GERADOSGERADOS GERADOSGERADOS PELOSPELOS

EMPREGOSEMPREGOS EMPREGOSEMPREGOS INDIRETOSINDIRETOS INDIRETOSINDIRETOS GERADOSGERADOS GERADOSGERADOS PELOSPELOS PELOSPELOS SETORESSETORES SETORESSETORES

VINCULADOSVINCULADOS AOAO MERCADOMERCADO PETPET

VINCULADOSVINCULADOS AOAO MERCADOMERCADO PETPET

DEDE DEDE SILVESTRESSILVESTRES SILVESTRESSILVESTRES EE EE EXÓTICOSEXÓTICOS EXÓTICOSEXÓTICOS

EMPREGOS SETORES PRODUTIVOS, COMERCIAIS E DE SERVIÇOS VINCULADOS AO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
EMPREGOS
SETORES PRODUTIVOS, COMERCIAIS E DE SERVIÇOS
VINCULADOS AO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
EMPREGOS
INDIRETOS
DIRETOS
GERADOS 11
CRIADOUROS REGISTRADOS – SILVESTRES E EXÓTICOS
77.800
126.030
LOJAS DE PET SHOPS E SIMILARES
4.930
41.905
PRODUTORES DE EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS
35.792
77.660
- ALOJAMENTOS PARA ANIMAIS (GAIOLAS, VIVEIROS, ETC)
- PRODUTOS DE MADEIRA (POLEIROS, NINHOS, BRINQUEDOS ETC.)
- PRODUTOS DE PLÁSTICO
- PRODUTOS DE TECIDOS, COUROS, FIBRAS ETC.
- PRODUTOS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS (CHOCADEIRAS, AQUECEDORES ETC.)
- OUTROS
EMPRESAS PRODUTORAS DE RAÇÕES E SUPLEMENTOS
2.420
4.620
SERVIÇOS DE TÉCNICOS VETERINÁRIOS E SIMILARES
10.817
6.570
PRODUTORES ARTESANAIS PESSOAS FÍSICAS
12.300
21.525
SERVIÇOS EM ENTIDADES ASSOCIATIVAS, TORNEIOS ETC.
655
-
TOTALTOTAL DEDE EMPREGOSEMPREGOS INDIRETOSINDIRETOS NONO SETORSETOR 278.310278.310
TOTALTOTAL DEDE EMPREGOSEMPREGOS INDIRETOSINDIRETOS NONO SETORSETOR
278.310278.310
FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SEÇÃOSEÇÃO VV SEÇÃOSEÇÃO VV DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET DADOSDADOS
SEÇÃOSEÇÃO VV SEÇÃOSEÇÃO VV DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET DADOSDADOS
SEÇÃOSEÇÃO VV SEÇÃOSEÇÃO VV DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET DADOSDADOS

SEÇÃOSEÇÃO VV

SEÇÃOSEÇÃO VV

DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET
DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET
DADOSDADOS RESUMIDOSRESUMIDOS DODO MERCADOMERCADO PETPET

DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL NONO BRASILBRASIL A BRA SE ASSOCIAÇÃO

NONO BRASILBRASIL

NONO BRASILBRASIL

EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL NONO BRASILBRASIL A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL NONO BRASILBRASIL A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL NONO BRASILBRASIL A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
EE EXÓTICOSEXÓTICOS NONO BRASILBRASIL NONO BRASILBRASIL A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DADOSDADOS DADOSDADOS FINAISFINAIS FINAISFINAIS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS DODO MERCADOMERCADO
DADOSDADOS DADOSDADOS FINAISFINAIS FINAISFINAIS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS DODO MERCADOMERCADO
DADOSDADOS DADOSDADOS FINAISFINAIS FINAISFINAIS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS DODO MERCADOMERCADO

DADOSDADOS DADOSDADOS FINAISFINAIS FINAISFINAIS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS CONSOLIDADOSCONSOLIDADOS

DODO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

DODO MERCADOMERCADO PETPET DEDE ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

(AVES,(AVES, (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) NONO NONO BRASILBRASIL BRASILBRASIL

EMPREGOS SETOR FATURAMENTO UNIDADES DIRETOS (EM R$) COMÉRCIO DE ANIIMAIS (CRIADOUROS E LOJAS) 77.800*
EMPREGOS
SETOR
FATURAMENTO
UNIDADES
DIRETOS
(EM R$)
COMÉRCIO DE ANIIMAIS (CRIADOUROS E LOJAS)
77.800*
632.600.000,00
333.415*
LOJAS DE PET SHOPS E SIMILARES (PROD.)
4.930**
253.100.000,00
19.360
PRODUTOS - EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS
35.792
982.000.000,00
7.933
RAÇÕES E SUPLEMENTOS
2.420
1.462.200,000,00
188
SERVIÇOS
11.472
15.000.000,00
8.432
PRODUTORES ARTESANAIS
12.300
16.400.000,00
12.300
TOTALTOTAL 381.628381.628 144.714144.714 3.361.300.000,003.361.300.000,00
TOTALTOTAL
381.628381.628
144.714144.714 3.361.300.000,003.361.300.000,00
* DADOS REFERENTES SOMENTE A CRIADOUROS REGISTRADOS ** EMPREGOS REFERENTES A LOJAS E SIMILARES AFETOS
* DADOS REFERENTES SOMENTE A CRIADOUROS REGISTRADOS
** EMPREGOS REFERENTES A LOJAS E SIMILARES AFETOS A ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL -- SILVESTRESSILVESTRES EE TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL -- SILVESTRESSILVESTRES EE TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL -- SILVESTRESSILVESTRES EE TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS
TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL -- SILVESTRESSILVESTRES EE TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS

TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL -- SILVESTRESSILVESTRES EE

TOTALTOTAL DEDE ANIMAISANIMAIS PETSPETS NONO BRASILBRASIL -- SILVESTRESSILVESTRES EE

EXÓTICOSEXÓTICOS (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

EXÓTICOSEXÓTICOS (AVES,(AVES, RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS)

RÉPTEIS,RÉPTEIS, PEQ.PEQ. MAMÍFEROS)MAMÍFEROS) ITENS VALORES TOTAL DE CRIADOUROS REGISTRADOS NO

ITENS

VALORES

TOTAL DE CRIADOUROS REGISTRADOS NO BRASIL

333.415

TOTAL DE ANIMAIS SILV. E EXÓT. PETS NO BRASIL

22.602.655

TOTAL DE DOMICÍLIOS COM ANIMAIS DE COMPANHIA SIL. E EXÓT. 12

7.830.000

TOTAL DE GASTO ANUAL POR ANIMAL (EM REAIS)*

148,72

* OS DADOS REFERENTES AOS GASTOS ANUAIS POR ANIMAL NÃO INCLUEM O CONSUMO DE FRUTAS,
* OS DADOS REFERENTES AOS GASTOS ANUAIS POR ANIMAL NÃO INCLUEM O CONSUMO
DE FRUTAS, VERDURAS, LEGUMES, SEMENTES E OUTROS PRODUTOS ALIMENTÍCIOS
ADIQUIRIDOS EM ESTABELECIMENTOS NÃO COMPUTADOS, COMO SUPERMERCADOS,
FEIRAS OU HORTIFRUTIS.
NÃO COMPUTADOS, COMO SUPERMERCADOS, FEIRAS OU HORTIFRUTIS. FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED /
NÃO COMPUTADOS, COMO SUPERMERCADOS, FEIRAS OU HORTIFRUTIS. FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED /
FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
FONTES: ABRASE / IPEA / COMPARE INFOBASE LIMITED / ÁGIL MK
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
SEÇÃOSEÇÃO VIVI SEÇÃOSEÇÃO VIVI MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS MERCADOMERCADO
SEÇÃOSEÇÃO VIVI SEÇÃOSEÇÃO VIVI MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS MERCADOMERCADO
SEÇÃOSEÇÃO VIVI SEÇÃOSEÇÃO VIVI MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS MERCADOMERCADO

SEÇÃOSEÇÃO VIVI

SEÇÃOSEÇÃO VIVI

MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE
MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS
MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL DEDE ANIMAISANIMAIS

PETSPETS EE COMPARATIVOSCOMPARATIVOS COMCOM OO MERCADOMERCADO

PETSPETS EE COMPARATIVOSCOMPARATIVOS COMCOM OO MERCADOMERCADO

EE COMPARATIVOSCOMPARATIVOS COMCOM OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE

BRASILEIROBRASILEIRO

BRASILEIROBRASILEIRO

OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
OO MERCADOMERCADO BRASILEIROBRASILEIRO BRASILEIROBRASILEIRO A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
A A
BRA
BRA
SE SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
O O BRASIL NO MERCADO GLOBAL BRASIL NO MERCADO GLOBAL INFORMAÇÕES - INFORMAÇÕES - -
O O BRASIL NO MERCADO GLOBAL BRASIL NO MERCADO GLOBAL INFORMAÇÕES - INFORMAÇÕES - -

O O

BRASIL NO MERCADO GLOBAL

BRASIL NO MERCADO GLOBAL

INFORMAÇÕES -

INFORMAÇÕES -

- -

BRASIL NO MERCADO GLOBAL INFORMAÇÕES - INFORMAÇÕES - - - BRASIL: ERA TIDO COMO 4º PAÍS
BRASIL NO MERCADO GLOBAL INFORMAÇÕES - INFORMAÇÕES - - - BRASIL: ERA TIDO COMO 4º PAÍS

BRASIL: ERA TIDO COMO 4º PAÍS EM POPULAÇÃO DE AVES PETS, TOTALIZANDO 17.254.000, ATRÁS DE CHINA, JAPÃO E EUA (DADOS DE 2006). ATUALMENTE O BRASIL DEVE OCUPAR A 3ª POSIÇÃO, DEVENDO ULTRAPASSAR O JAPÃO EM 2016 (ESTIMATIVA 2012).

BRASIL: 7º PAÍS EM POPULAÇÃO DE ANIMAIS PETS SILVESTRES, PODERIA ESTAR ENTRE OS 4 PRIMEIROS SE VARIEDADE DE ESPÉCIES DE RÉPTEIS E OUTROS MAMÍFEROS FOSSEM PERMITIDAS.DEVENDO ULTRAPASSAR O JAPÃO EM 2016 (ESTIMATIVA 2012). APESAR DO MERCADO INTERNACIONAL MOVIMENTAR LEGALMENTE MAIS

APESAR DO MERCADO INTERNACIONAL MOVIMENTAR LEGALMENTE MAIS DE 10 BILHÕES DE DÓLARES EM VENDAS DE ANIMAIS SILVESTRES VIVOS COMO PETS, O BRASIL NÃO EXPORTA MAIS QUE 291 MIL DOLARES, APENAS 2,91% DO MERCADO TOTAL, APESAR DE SER O PAÍS MAIS BIODIVERSIFICADO DO PLANETA. ESTES DADOS NÃO INCLUEM PEIXES ORNAMENTAIS, O QUE REDUZIRIA AINDA MAIS A PARTICIPAÇÃO BRASILEIRA NO MERCADO.ESPÉCIES DE RÉPTEIS E OUTROS MAMÍFEROS FOSSEM PERMITIDAS. A TAXA DE REPOSIÇÃO 1 3 DE ANIMAIS

A TAXA DE REPOSIÇÃO 1 3 DE ANIMAIS PELO MERCADO BRASILEIRO (AVIÁRIOS E DOMICÍLIOS) FOI DEFINIDA NESTE ESTUDO EM 13 DE ANIMAIS PELO MERCADO BRASILEIRO (AVIÁRIOS E DOMICÍLIOS) FOI DEFINIDA NESTE ESTUDO EM 11,63%, ENQUANTO NO MERCADO AUSTRALIANO E AMERICANO ESTA TAXA É ESTIMADA EM TORNO DE 25%. O DADO DEMONSTRA O POTENCIAL DE CRESCIMENTO DO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS NO PAÍS.

DO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS NO PAÍS. FONTES: /EUROMONITOR INTERNATIONAL UN CONTRADE STATISTICS
DO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS NO PAÍS. FONTES: /EUROMONITOR INTERNATIONAL UN CONTRADE STATISTICS
DO MERCADO DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS NO PAÍS. FONTES: /EUROMONITOR INTERNATIONAL UN CONTRADE STATISTICS
FONTES: /EUROMONITOR INTERNATIONAL UN CONTRADE STATISTICS DIVISION / CITES SECRETARIAT
FONTES: /EUROMONITOR INTERNATIONAL
UN CONTRADE STATISTICS DIVISION
/ CITES SECRETARIAT
A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
A A
BRA
BRA
SE SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE EXPORTAÇÕESEXPORTAÇÕES BRASILEIRASBRASILEIRAS DEDE COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE
COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE EXPORTAÇÕESEXPORTAÇÕES BRASILEIRASBRASILEIRAS DEDE COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE
COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE EXPORTAÇÕESEXPORTAÇÕES BRASILEIRASBRASILEIRAS DEDE COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE
COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE EXPORTAÇÕESEXPORTAÇÕES BRASILEIRASBRASILEIRAS DEDE COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE

COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE EXPORTAÇÕESEXPORTAÇÕES BRASILEIRASBRASILEIRAS DEDE

COMPARATIVOCOMPARATIVO DEDE EXPORTAÇÕESEXPORTAÇÕES BRASILEIRASBRASILEIRAS DEDE

ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

ANIMAISANIMAIS SILVESTRESSILVESTRES EE EXÓTICOSEXÓTICOS

TOTAL EXPORTAÇÕES DE VERTEBRADOS TERRESTRES EM 2009 (US$ MIL)

EXPORTAÇÕES DE VERTEBRADOS TERRESTRES EM 2009 (US$ MIL)   EXPORT. ANIMAIS PAÍSES SILV. VIVOS
 

EXPORT.

ANIMAIS

PAÍSES

SILV. VIVOS

(US MIL)

HOLANDA

109.817

USA

68.344

FRANÇA

66.540

ESPANHA

22.023

SINGAPURA

1.302

BÉLGICA

45.653

ALEMANHA

26.762

CHINA

31.049

VIETNAM

4.028

ÁFRICA DO SUL

15.165

INDONÉSIA

2.801

BRASIL

291

120.000

100.000

80.000

60.000

40.000

20.000

0

BRASIL 291 120.000 100.000 80.000 60.000 40.000 20.000 0 FONTES: UN CONTRADE STATISTICS DIVISION IN AMARAL,
BRASIL 291 120.000 100.000 80.000 60.000 40.000 20.000 0 FONTES: UN CONTRADE STATISTICS DIVISION IN AMARAL,
FONTES: UN CONTRADE STATISTICS DIVISION IN AMARAL, L. P. - CRÍA EN CAUTIVIDAD CON FINES
FONTES: UN CONTRADE STATISTICS DIVISION IN AMARAL, L. P. - CRÍA EN CAUTIVIDAD CON
FINES COMERCIALES EN LA CITES - PROPUESTA DE REGULACIÓN PARA BRASIL, 2011, P.1167
A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
A A
BRA
BRA
SE SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EXPORTADASEXPORTADAS -- TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EXPORTADASEXPORTADAS -- TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EXPORTADASEXPORTADAS -- TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES
TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EXPORTADASEXPORTADAS -- TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES

TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EXPORTADASEXPORTADAS --

TOTALTOTAL DEDE ESPÉCIESESPÉCIES SILVESTRESSILVESTRES EXPORTADASEXPORTADAS --

GERALGERAL EE BRASILEIRASBRASILEIRAS

GERALGERAL EE BRASILEIRASBRASILEIRAS

BRASILEIRASBRASILEIRAS GERALGERAL EE BRASILEIRASBRASILEIRAS VARIEDADE DE ESPÉCIES EXPORTADAS CRIADAS EM CATIVEIRO (APP.

VARIEDADE DE ESPÉCIES EXPORTADAS CRIADAS EM CATIVEIRO (APP. I E II DA CITES) E DE ESPÉCIES BRASILEIRAS EXPORTADAS / POR PAÍSES (2000 ~ 2009)

PAÍSES

TOTAL DE ESPÉCIES EXPORTADAS

ESPÉCIES EXPORTADAS DA FAUNA BRASILEIRA

BRASIL

53*

45

HOLANDA**

426

127

ÁFRICA DO SUL

391

111

REINO UNIDO*

145

51

BÉLGICA*

318

66

ESTADOS UNIDOS

365

79

* Inclui 45 espécies autóctones exportadas somadas a 8 espécies exóticas (alóctone). ** Países membros da União Européia que não contabilizam exportações dentro da Comunidade.

Fonte: Dados Compilados CITES Trade Database

Comunidade. Fonte: Dados Compilados CITES Trade Database FONTES: AMARAL, L. P. - CRÍA EN CAUTIVIDAD CON
FONTES: AMARAL, L. P. - CRÍA EN CAUTIVIDAD CON FINES COMERCIALES EN LA CITES -
FONTES: AMARAL, L. P. - CRÍA EN CAUTIVIDAD CON FINES COMERCIALES EN
LA CITES - PROPUESTA DE REGULACIÓN PARA BRASIL, 2011, P.117,
A A BRA BRA SE SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
A A
BRA
BRA
SE SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL PARAPARA ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES MERCADOMERCADO
MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL PARAPARA ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES MERCADOMERCADO
MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL PARAPARA ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES MERCADOMERCADO
MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL PARAPARA ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES MERCADOMERCADO

MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL PARAPARA ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES

MERCADOMERCADO INTERNACIONALINTERNACIONAL PARAPARA ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES

-- POTENCIALPOTENCIAL EE DADOSDADOS COMPARATIVOSCOMPARATIVOS --

-- POTENCIALPOTENCIAL EE DADOSDADOS COMPARATIVOSCOMPARATIVOS --

ESPÉCIES SILVESTRES BRASILEIRAS DISPONÍVEIS EM CRIADOUROS PARA COMÉRCIO DE ANIMAIS VIVOS / POR CLASSES DE
ESPÉCIES SILVESTRES BRASILEIRAS DISPONÍVEIS EM CRIADOUROS
PARA COMÉRCIO DE ANIMAIS VIVOS / POR CLASSES DE ANIMAIS 8
MERCADO
MERCADO
CLASSE
INTERNACIONAL
NACIONAL
AVES
368
193
RÉPTEIS / ANFÍBIOS
246
9
MAMÍFEROS
67
22
Fonte: Associação Brasileira de Criadores de Animais Silvestres
OS DADOS APRESENTADOS REFLETEM A POLÍTICA DE FAUNA DO IBAMA. OS RÉPTEIS ESTÃO EM GRANDE
OS DADOS APRESENTADOS REFLETEM A POLÍTICA DE FAUNA DO IBAMA. OS RÉPTEIS ESTÃO EM
GRANDE PARTE PROIBIDOS PELO IBAMA, CRIAÇÃO E A COMERCIALIZAÇÃO, E OS ANFÍBIOS ESTÃO
TODOS PROIBIDOS, APESAR DAS ESPÉCIES DESTAS CLASSES DE ANIMAIS SEREM LARGAMENTE
CRIADAS E COMERCIALIZADAS NO EXTERIOR, SOBRETUDO NOS EUA, EUROPA E JAPÃO. SOMENTE
OS EUA POSSUEM UMA POPULAÇÃO DE 6,5 MILHÕES DE RÉPTEIS COMO PETS. O MESMO OCORRE,
AINDA QUE EM MENOR ESCALA, COM AS ESPÉCIES DE MAMÍFEROS NACIONAIS.
A FALTA DE INCENTIVO E INSEGURANÇA JURÍDICA SÃO AS CAUSA PARA NÚMEROS MENORES DE
ESPÉCIES DE MAMÍFEROS NA PRODUÇÃO E NO COMÉRCIO NACIONAIS.
FONTES: ABRASE / WECM
FONTES: ABRASE / WECM
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE EXPORTAÇÃOEXPORTAÇÃO NONO MERCADOMERCADO OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE
OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE EXPORTAÇÃOEXPORTAÇÃO NONO MERCADOMERCADO OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE
OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE EXPORTAÇÃOEXPORTAÇÃO NONO MERCADOMERCADO OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE
OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE EXPORTAÇÃOEXPORTAÇÃO NONO MERCADOMERCADO OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE

OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE EXPORTAÇÃOEXPORTAÇÃO NONO MERCADOMERCADO

OO POTENCIALPOTENCIAL DEDE EXPORTAÇÃOEXPORTAÇÃO NONO MERCADOMERCADO

INTERNACIONALINTERNACIONAL

INTERNACIONALINTERNACIONAL

INTERNACIONALINTERNACIONAL INTERNACIONALINTERNACIONAL O MERCADO EXTERIOR SEGUE INEXPLORADO PARA OS ANIMAIS

O

MERCADO EXTERIOR SEGUE INEXPLORADO PARA OS ANIMAIS PRODUZIDOS

EXTERIOR SEGUE INEXPLORADO PARA OS ANIMAIS PRODUZIDOS NO BRASIL E IGUALMENTE PARA OS PRODUTOS CONFECCIONADOS PARA

NO BRASIL E IGUALMENTE PARA OS PRODUTOS CONFECCIONADOS PARA ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS. COMO DEMONSTRA O GRÁFICO (SLIDE 35), AS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE ANIMAIS VIVOS PARA O MERCADO PET

SÃO RESIDUAIS. E COMO DEMONSTRA A TABELA DO SLIDE 36, O PAÍS EXPORTA MENOS VARIEDADE DE ESPÉCIES AUTÓCTONAS QUE DIVERSOS OUTROS.

COM A EXPECTATIVA DE SE TER SEGURANÇA JURÍDICA, ATRAVÉS DE UMA POLÍTICA PÚBLICA VOLTADA PARA

COM A EXPECTATIVA DE SE TER SEGURANÇA JURÍDICA, ATRAVÉS DE UMA POLÍTICA PÚBLICA VOLTADA PARA O SETOR, A POSSIBILIDADE DE CRESCIMENTO E MATURAÇÃO DA PRODUÇÃO NACIONAL PODE POSSIBILITAR UM AVANÇO SIGNIFICATIVO NAS VENDAS AO EXTERIOR. AS EXPORTAÇÕES DO BRASIL PODEM CHEGAR A CIFRAS DE US$ 150 MILHÕES EM POUCOS ANOS. A CÂMARA SETORIAL PET, DO MINISTÉRIO DAS AGRICULTURA, PODE DESEMPENHAR UM PAPEL RELEVANTE PARA SE OBTER ESTE AVANÇO.

O MERCADO INTERNACIONAL EXPERIMENTA TAXAS DE CRESCIMENTO ANUAL

O

MERCADO INTERNACIONAL EXPERIMENTA TAXAS DE CRESCIMENTO ANUAL

ACIMA DE 20% NOS ÚLTIMOS ANOS. A DEMANDA PARA ANIMAIS VIVOS, COMO PET, BEM COMO PARA OS PRODUTOS AFINS, APONTAM PARA UMA CURVA ASCENDENTE. AS LIMITAÇÕES E PROIBIÇÕES DE COMÉRCIO COM ANIMAIS DE COTAS (COLETADOS EM MEIO SILVESTRE) AMPLIAM CADA VEZ MAIS O MERCADO PARA OS ANIMAIS CRIADOS EM CATIVEIRO.

FONTE: CITES / TRAFFIC / IUCN / PNUD / EUROMONITOR INTERNATIONAL
FONTE: CITES / TRAFFIC / IUCN / PNUD / EUROMONITOR INTERNATIONAL
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO MERCADOMERCADO AMERICANOAMERICANO EE BRASILEIROBRASILEIRO COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO
COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO MERCADOMERCADO AMERICANOAMERICANO EE BRASILEIROBRASILEIRO COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO
COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO MERCADOMERCADO AMERICANOAMERICANO EE BRASILEIROBRASILEIRO COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO

COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO MERCADOMERCADO AMERICANOAMERICANO EE BRASILEIROBRASILEIRO

COMPARATIVOCOMPARATIVO DODO MERCADOMERCADO AMERICANOAMERICANO EE BRASILEIROBRASILEIRO

EMEM ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES

EMEM ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES

EMEM ESPÉCIMESESPÉCIMES SILVESTRESSILVESTRES CLASSES DE ANIMAIS EUA BRASIL Nº TOTAL DE ANIMAIS

CLASSES DE ANIMAIS

EUA

BRASIL

Nº TOTAL DE ANIMAIS

Nº DE PROPRIETÁRIOS

TOTAL DE ANIMAIS

Nº DE PROPRIETÁRIOS

 

(EM MILHÕES)

(EM

MILHÕES)

   

2

   

AVES

16,2

5,7

20,1

6,8

RÉPTEIS

13,0

4,6

0,7

0,1

PEQ. MAMÍFEROS

16,0

5,0

1,8

0,8

TOTAIS

45,2

15,3

22,6

7,8

APPA’s 2011-2012 National Pet Owners Survey – Dados referentes ao mercado americano.

 
Survey – Dados referentes ao mercado americano.   A LIBERAÇÃO DE CRIAÇÃO E COMÉRCIO DE ESPÉCIES
Survey – Dados referentes ao mercado americano.   A LIBERAÇÃO DE CRIAÇÃO E COMÉRCIO DE ESPÉCIES
A LIBERAÇÃO DE CRIAÇÃO E COMÉRCIO DE ESPÉCIES DE RÉPTEIS NO BRASIL, ATUALMENTE PROIBIDO PELO
A LIBERAÇÃO DE CRIAÇÃO E COMÉRCIO DE ESPÉCIES DE RÉPTEIS NO BRASIL, ATUALMENTE
PROIBIDO PELO IBAMA SALVO ALGUMAS POUCAS ESPÉCIES, PODERIA INCREMENTAR ESTE
MERCADO EM MAIS DE 4 MILHÕES DE ANIMAIS. SIMILAR SITUAÇÃO OCORRE COM OS PEQUENOS
MAMÍFEROS, CUJO MERCADO PODERIA SER TRIPLICADO NO PAÍS, GERANDO AUMENTO DE RENDA E
GERAÇÃO DE EMPREGO SUBSTANCIALMENTE.
AUMENTO DE RENDA E GERAÇÃO DE EMPREGO SUBSTANCIALMENTE. FONTES: APPA / ABRASE / ABINPET / EUROMONITOR
FONTES: APPA / ABRASE / ABINPET / EUROMONITOR INTL.
FONTES: APPA / ABRASE / ABINPET / EUROMONITOR INTL.
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
METODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIA EEEE PERÍODOPERÍODOPERÍODOPERÍODO DEDEDEDE
METODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIA EEEE PERÍODOPERÍODOPERÍODOPERÍODO DEDEDEDE
METODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIA EEEE PERÍODOPERÍODOPERÍODOPERÍODO DEDEDEDE
METODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIA EEEE PERÍODOPERÍODOPERÍODOPERÍODO DEDEDEDE

METODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIAMETODOLOGIA EEEE PERÍODOPERÍODOPERÍODOPERÍODO DEDEDEDE PESQUISAPESQUISAPESQUISAPESQUISA

Como base inicial em informações e dados dos setores investigados, sobretudo os fornecidos pelo IBAMA, setor produtivo (ABINPET) e pela ABRASE, foram utilizados estudos e relatórios setoriais, definidos na contextualização da pesquisa. Dados e informações mais recentes foram também obtidos em pesquisa, com especialistas selecionados destes setores e via direta com empresas. O período do levantamento foi de 12 de março de 2012 a 2 de outubro de 2012, sendo a compilação dos dados e cálculos dos números expressos de 27 de agosto a 31 de outubro de 2012.

Foi utilizada, como orientação para a realização do presente diagnóstico, metodologia fundamentada nos conceitos básicos adotados na pesquisa e dados levantados de diversos setores, considerados tecnicamente sustentados e consolidados, em vista da existência de vários casos de aplicação em cadeias produtivas e comerciais no país.

O setor de animais silvestres e exóticos, utilizados como animais de companhia (Pets), estrutura-se na forma de complexas redes de diferentes cadeias produtivas, comerciais e de outros serviços. Desta forma, o nível de análise realizado focalizou o conjunto formado pelas principais cadeias produtivas (de reprodução animal, indústria plástica, alimentícia e de metalurgia vinculada ao setor), desta forma, o enquadramento do método adotado no estudo foi realizado com mais eficácia.

o

de sua importância em relação ao segmento Pet como um todo, o mapeamento de seus diversos produtos (e variantes) e a determinação do peso de cada um para o negócio pet relativo a animais silvestres e exóticos, de acordo com variáveis tais como: capital total gerado na cadeia pelo produto principal e por seus subprodutos, sua importância como produto de utilização básica, número de

pessoas envolvidas na produção, processamento e comercialização de animais e produtos.

A carência de indicadores disponíveis e precisos no setor de produção e comercialização de animais e produtos vinculados é o principal fato que torna difícil a aplicação direta de métodos de pesquisas nas suas cadeias produtivas constituintes, em decorrência, principalmente, da heterogeneidade e complexidade dos seus segmentos.

da heterogeneidade e complexidade dos seus segmentos. C t i ã l U i i i

C

t

i

ã

l

U

i

i

i

ã

d

t

o es u

d

o

d

d

a ca

i

i

ti

u na

d

fi

e

n ç

i

ã

arac er zaç o gera

-

ma pr me ra aprox maç o

e a cons s

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
Estas restrições mostraram-se bastante evidentes na presente pesquisa, haja vista a abrangência do objeto de
Estas restrições mostraram-se bastante evidentes na presente pesquisa, haja vista a abrangência do objeto de
Estas restrições mostraram-se bastante evidentes na presente pesquisa, haja vista a abrangência do objeto de

Estas restrições mostraram-se bastante evidentes na presente pesquisa, haja vista a abrangência do objeto de investigação, que é o conjunto do segmento PET relacionado a produção e comercialização de animais silvestres e exóticos e produtos afetos.

Partes destas restrições poderiam ser minimizadas trabalhando-se com dados homogêneos, o que seria possível de ser obtido com fontes oficiais específicas que, em geral, apresentam um padrão de coleta e tratamento desses dados mais esquematizados. Pode-se citar, por exemplo, o IBAMA e as sociedades dos setores envolvidos. No entanto o órgão é extremamente deficiente em gerar informações, principalmente dados que estão imputados nos seus mais diversos sistemas porém sem meios de sintetização. Ainda assim, muitos dados exarados foram repassados pelo instituto, considerando seus cadastros de registros de atividades de fauna, sendo números inquestionáveis e base para gerar diversas outras informações.

Por outro lado, deve-se considerar que os estudos setoriais de cadeias ou setores específicos dificilmente apresentam um mesmo padrão metodológico de coleta e de levantamento de dados. As dificuldades, nestes casos, podem ser minimizadas com a busca da conciliação entre as duas naturezas de dados abordadas pela atual pesquisa, quantitativa e qualitativa.

Estas considerações podem minimizar dificuldades nos tratamentos de dados, tendo sido utilizadas no presente levantamento. Outras considerações se fizeram necessárias, como, por exemplo, a adoção de critérios para estimativas de valores e modificações de abordagem em relação ao método original, além da composição de índices de conversão baseados em modelos de pesquisas internacionais afetas à área Pet.

Os dados referentes aos faturamentos dos setores apresentados possuem uma margem de erro de 5%, para mais ou para menos. Em demais dados, como números absolutos de animais, a margem de erro é de 4%. Os gastos anuais com animais apresentam margem variável de até 10% e o de setores de serviço de 8%. Os dados relativos aos números de criadouros, categorias, distribuição no país e animais produzidos possuem margem de erro de 1%.

no país e animais produzidos possuem margem de erro de 1%. // A BRA SE ASSOCIAÇÃO
no país e animais produzidos possuem margem de erro de 1%. // A BRA SE ASSOCIAÇÃO

//

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
FONTESFONTESFONTESFONTES EEEE REFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIAS
FONTESFONTESFONTESFONTES EEEE REFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIAS
FONTESFONTESFONTESFONTES EEEE REFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIAS
FONTESFONTESFONTESFONTES EEEE REFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIAS

FONTESFONTESFONTESFONTES EEEE REFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIASREFERÊNCIAS METODOLÓGICASMETODOLÓGICASMETODOLÓGICASMETODOLÓGICAS

● ABRASE - Associação Brasileira de Criadores e Comerciantes de Animais Silvestres e Exóticos:

Base de dados Secretaria Geral: www.abrase.com.br

● ABINPET - Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação:
● ABINPET - Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação:

www.anfalpet.org.br/

● ABMR&A – Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio: www.abmra.com.br

● ÁGIL Marketing – Dados e mailing lists: http://agilmarketing.com/index.htm

● CFBio - Conselho Federal de Biologia: www.cfbio.gov.br/

● CFMV - Conselho Federal de Medicina Veterinária: www.cfmv.org.br

● COBRAP – Confederação Brasileira dos Criadores de Passeriformes: www.cobrap.org

● FEBRAPS - Federação Paulista de Criadores de Passeriformes: www.febraps.org.br

● FGV – Fundação Getúlio Vargas: http://portal.fgv.br/#

● GS&MD Gouvéa de Souza - www.gsmd.com.br/

● IBAMA –Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - Informes e memorandos: www.ibama.gov.br

● IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística: www.ibge.gov.br

● IBOPE - instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística: www.ibope.com.br:

● IPEA – Instituto de Pesquisas Econômicas e Aplicadas: Conjuntura e Análise Mercado de Trabalho: http://www.ipea.gov.br/pub/bcmt/ mt_012g.pdf

● PETBR – Guia do mercado pet brasileiro: www.petbr.com.br

● REDEVET – Revistas Veterinárias on Line: http://www.redevet.com.br/assuntos/revistas.htm#

Estudo Econômicos (São Paulo/SP): Pet Brasil 2011: http://

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
● APPA – American Pet Products Association - 2011/2012 APPA National Pet Owners Survey: http://www.
● APPA – American Pet Products Association - 2011/2012 APPA National Pet Owners Survey: http://www.
● APPA – American Pet Products Association - 2011/2012 APPA National Pet Owners Survey: http://www.
● APPA – American Pet Products Association - 2011/2012 APPA National Pet Owners Survey: http://www.

APPA – American Pet Products Association - 2011/2012 APPA National Pet Owners Survey:

http://www. americanpetproducts.org/pubs_survey.asp

COMPARE INFOBASE LIMITED - ISO 9001:2008 Certified Company grows online and offline internet initiated global businesses in diverse verticals . www.infobase.co.in

● AMARAL, L. P. - Cría en Cautividad con Fines Comerciales en La Cites -
● AMARAL, L. P. - Cría en Cautividad con Fines Comerciales en La Cites - Propue sta de

Regulación para Brasil, 2011, P.117, em: https://eva.unia.es/cites/file.php/1/files/amaral-tesis-final-

esp.pdf

● EUROMONITOR INTERNATIONAL – The world leader in strategy research for consumer markets:

www. euromonitor.com/about-us

● IMTA - International Map Trade Association a global collaboration of businesses and institutions connected to mapping and related activities

● Pets International Magazine - Leading trade magazine for the international pet industry in the past 25 years: http://www.petsinfo.net/get/9430/1

● THE AUSTRALIAN COMPANION ANIMAL COUNCIL INC. - Information supplied by the ACAC,

industry sources and research companies. Contribution of the Pet Care Industry to the Australian

Economy : www.acac.org.au

● UN COMTRADE STATISTICS DIVISIONS - United Nations Commodity Trade Statistics Database, Statistics Division: http://comtrade.un.org/

● WECM - Wildlife Environmental Consulting And Management

● WECM - Wildlife Environmental Consulting And Management // A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES
● WECM - Wildlife Environmental Consulting And Management // A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES

//

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
NOTASNOTASNOTASNOTAS 1 Os números apresentados referem-se a criadouros registrados nos sistemas do IBAMA: criadores
NOTASNOTASNOTASNOTAS 1 Os números apresentados referem-se a criadouros registrados nos sistemas do IBAMA: criadores
NOTASNOTASNOTASNOTAS 1 Os números apresentados referem-se a criadouros registrados nos sistemas do IBAMA: criadores
NOTASNOTASNOTASNOTAS 1 Os números apresentados referem-se a criadouros registrados nos sistemas do IBAMA: criadores

NOTASNOTASNOTASNOTAS

1 Os números apresentados referem-se a criadouros registrados nos sistemas do IBAMA:

criadores amadores (SISPASS) e criadouros comerciais (SISFAUNA). Referência: agosto de 2012, conforme fonte exarada

2 O aumento de registro de criadores amadores em 2010 teve pequena queda comparado a
2 O aumento de registro de criadores amadores em 2010 teve pequena queda comparado a 2009 e

2011

(SISPASS), criando incertezas e afastando temporariamente parte dos interessados. O crescimento dos criadouros comerciais está baseado na inserção de criadouros de espécies exóticas no SISFAUNA. Havendo publicação de lista Pet, condizente com a diversificação do mercado, espera-se aumento ainda maior, na faixa de 60,88%.

3 A criação de espécies de mamíferos e anfíbios ainda possuem números residuais, em função de sistemáticas limitações impostas pelo IBAMA.

4 O aumento de registro de criadores amadores em 2010 teve pequena queda comparado a 2009 e

2011 em função de problemas sistemáticos do IBAMA com anilhas e o sistema de passeriformes

(SISPASS), criando incertezas e afastando temporariamente parte dos interessados. O crescimento dos criadouros comerciais está baseado na inserção de criadouros de espécies exóticas no SISFAUNA. Havendo publicação de lista Pet, condizente com a diversificação do mercado, espera-se aumento ainda maior, na faixa de 40,88%, somente no próximo ano.

5 Espécies incluídas no levantamento da Pesquisa: 1) as espécies domésticas do mercado PET, Portaria 09/98 do IBAMA (Canários – Serinus canarius, Chinchila - Chinchilla lanigera, Cisne-negro - Cygnus atratus, Porquinho-da-India - Cavia porcellus, Codorna-chinesa - Coturnix coturnix, Coelho - Oryctolagus cuniculus, Diamante-de-gould - Chloebia gouldiae, Diamante-mandarim - Taeniopygia guttata, Faisão-de-coleira - Phasianus colchicus, Ganso - Anser sp., Ganso- canadense - Branta canadensis, Ganso-do-nilo - Alopochen aegypticus, Hamster - Cricetus cricetus, Manon - Lonchura striata, Marreco - Anas sp, Pato-carolina - Aix sponsa, Pato- mandarim - Aix galericulata, Tadorna - Tadorna sp. Pavão - Pavo cristatus, Perdiz-chucar - Alectoris chukar, Periquito-australiano - Melopsittacus undulatus, Peru -

em função de problemas sistemáticos do IBAMA com anilhas e o sistema de passeriformes

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
Meleagris gallopavo , Phaeton - Neochmia phaeton, Pomba-diamante - Geopelia cuneata ); 2) espécies consideradas
Meleagris gallopavo , Phaeton - Neochmia phaeton, Pomba-diamante - Geopelia cuneata ); 2) espécies consideradas
Meleagris gallopavo , Phaeton - Neochmia phaeton, Pomba-diamante - Geopelia cuneata ); 2) espécies consideradas

Meleagris gallopavo, Phaeton - Neochmia phaeton, Pomba-diamante - Geopelia cuneata); 2) espécies consideradas exóticas porém criadas em larga escala em domicílios sem registro (Agapornes – Agapornis sp., Ring neck – Psittacula krameri, Faisões exóticos – Chrysolophus sp. / Lophura sp. / Phsianus versicolor / Syrmaticus sp., Tuim - Forpus sp., Hamster - Podopus sp., Bavete – Taeniopigya sp., Gervos – Meriones unguiculatus, Sparrow – Emblema guttata, Lonchuras – Lonchura sp., Calafates – Padda sp., Degolado – Amadina fasciata, entre outros): e 3) espécies silvestres sem origem em domicílios particulares (Amazonas sp., Aratingas sp., Passeriformes, Aras sp., Pionus sp., Callithrix sp., Geochelone sp., Iguana sp., Trachemys sp., Ranphastus sp., entre outros).

Iguana sp., Trachemys sp., Ranphastus sp ., entre outros). A Criadores com fins de comércio de

A Criadores com fins de comércio de animais silvestres e exóticos não registrados.

B Animais silvestres sem origem mantidos sem finalidade de criação, como companhia.

C Animais silvestres com origem mantidos sem finalidade de criação, como companhia.

D Criadores de animais domésticos e exóticos (sem origem) com finalidade comercial.

E Animais de espécies domésticas mantidos por particulares exclusivamente como companhia.

6 A COBRAP – Confederação Brasileira de Criadores de Pássaros Nativos enviou ofício ao IBAMA visando disponibilizar exemplares de Oryzoborus maximiliani para trabalhos de reintrodução. O órgão não se manifestou. Com tal atitude demonstra o desinteresse em parcerias e trabalhos conjuntos com estabelecimentos altamente capacitados tecnicamente e que seriam de extrema importância para projetos de conservação de espécies nacionais.

7 Os estabelecimentos de comercialização de animais silvestres, exóticos e domésticos (afins à Portaria 029/94 do IBAMA) que foram compreendidos no levantamento são Lojas Petshops, lojas de produtos agropecuários (a maioria em regiões rurais) e lojas de veterinária e pequenos mercados rurais com vendas variadas de produtos, incluindo animais (canários, agapornes, hamsters etc).

Produtos artesanais são produzidos em larga escala no Brasil, mercado informal que mobiliza acima de 12 mil pessoas. A produção é diversificada, perfazendo mais de 150 produtos (gaiolas de madeira, caixas de transporte para animais, blocos minerais, misturas básicas de sementes, brinquedos de diversos materiais, recintos diversos, artefatos de couro diversos, ninhos de diversos materiais, materiais decorativos etc.).

8

A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
9 Os dados compilados para as informações são referentes a pesquisa realizada com 112 empre-
9 Os dados compilados para as informações são referentes a pesquisa realizada com 112 empre-
9 Os dados compilados para as informações são referentes a pesquisa realizada com 112 empre-

9

Os dados compilados para as informações são referentes a pesquisa realizada com 112 empre- sas, zoos e criadouros no exterior e 67 no Brasil, além de informações repassadas pelo IBAMA e das listas de criadouros disponibilizadas pelo instituto. O item “Serviços em entidades associativas, torneios etc.” por empregos gerados por entidades afetas ao setor (associações, clubes, federações, etc) e contratos em eventos promovidos por estas atividades (torneios, exposições, encontros etc.).

10

11
11

Os cálculos de empregos diretos e indiretos, exarados nos quadros de referência, foram feitos por modelos de planilhas de geração de empregos do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas do Ministério da Agricultura, sobretudo em Nota Técnica Mercado de Trabalho:

conjuntura e análise.

12 Os cálculos de total de domicílios no país com animais de companhia silvestres e exóticos foram gerados desde os fatores de conversão de estudos similares de fontes internacionais, considerando o total de animais no país em relação ao número de domicílios e população (fontes do IBGE). Os números são referentes aos animais de espécies silvestres e exóticas.

13 A taxa de reposição de animais demonstrou-se muito variada nos levantamentos estudados. A da Austrália é estimada em 25%, em outros países varia de 10% a 22%. Pelos cálculos da presente pesquisa esta taxa foi pontuada em 11,63%, após detalhadas análises. Contudo pode haver uma subestimação do valor, pelo qual consideramos a estimativa.

do valor, pelo qual consideramos a estimativa. // A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
do valor, pelo qual consideramos a estimativa. // A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
do valor, pelo qual consideramos a estimativa. // A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E

//

do valor, pelo qual consideramos a estimativa. // A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS Rio
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS Rio
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS Rio
A BRA SE ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
A BRA
SE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES
DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES E COMERCIANTES DE ANIMAIS SILVESTRES E EXÓTICOS Rio de Janeiro e São

Rio de Janeiro e São Paulo, 2012