Você está na página 1de 1

Bomio de Ataulfo Alves (-) Bomio Nos cabars da cidade Buscas a felicidade Na tua prpria iluso.

Bomio A bomia resume No vinho, o amor, e o cime Perfume, desiluso. Bomio Sulto, porque que queres Amar, a tantas mulheres Se tens um s corao? Bomio Pensa na vida, um instante E v, que o amor inconstante S traz, por fim solido. Bomio Que ficas na rua Em noite de lua Tristonho a cantar Na iluso dos beijos viciosos E dos carinhos pecaminosos. Bomio Tu vives sonhando Com a felicidade Mas no s feliz Vives, bomio, sorrindo e cantando Mas o teu sofrer O teu riso no diz...