P. 1
Plano de aula de gramática - Orações Subordinadas Adverbiais

Plano de aula de gramática - Orações Subordinadas Adverbiais

|Views: 2.676|Likes:
Publicado porTeacherTakenGive
Plano de aula para ensino médio sobre Orações Subordinadas Adverbiais no qual se dá ênfase à interpretação.
Plano de aula para ensino médio sobre Orações Subordinadas Adverbiais no qual se dá ênfase à interpretação.

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: TeacherTakenGive on Dec 21, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/25/2013

pdf

text

original

Orações Subordinadas Adverbiais

Interpretação sem “decoreba” Faça clique para editar o estilo LIA MARTINS 12/21/12

Esse tipo de oração age na frase como um advérbio.O que é uma Oração Subordinada Adverbial? O Existem nove tipos de orações subordinadas adverbiais. O As orações adverbiais são sempre iniciadas por uma conjunção subordinativa. 12/21/12 . modificando o sentido de outras orações e ocupando a função de um adjunto adverbial.

O Os alunos fizeram a pesquisa como os da outra turma. O Como o professor não havia nos orientado antes.Basta decorar as conjunções? O Fizemos a pesquisa como o professor nos orientou. não pudemos fazer a pesquisa. 12/21/12 .

e de . em gêneros narrativos – principalmente em 12/21/12 relação às indicações de tempo e de causa e consequência . narrativos e dissertativos. principalmente. O emprego adequado das diversas circunstâncias expressas por esse tipo de oração permite o desenvolvimento coerente de sequência de fatos.Por que é importante? O Esse tipo de oração representa um importante instrumento para a interpretação e construção de textos.

o motivo.Luz sobre as tais conjunções subordinativas! O Causal: designam a causa. Exemplo: . O Comparativa: estabelece uma comparação com a oração principal. Exemplo: 12/21/12 .Ela cantou porque ouviu sua banda favorita.

O Conformativa: expressam conformidade ou algum tipo de 12/21/12 acordo com a oração principal.Caso você não estude. Exemplo: . . ficará muito ansioso para a prova.Luz sobre as tais conjunções subordinativas! O Condicional: expressa uma condição para que aconteça aquilo que a oração principal diz.

Luz sobre as tais conjunções subordinativas! O Final: indica finalidade. propósito para que acontece a oração principal Exemplo: O . para que você possa fazer sua pesquisa. 12/21/12 Exemplo: . O Proporcional: indica proporção.Não vou fechar os portões da biblioteca.

Cuidado com as conjunções! O As orações subordinadas adjetivas reduzidas podem ter o verbo no infinitivo. que filmava 12/21/12 nervosamente. filmando nervosamente. (O artista.) O artista. (Vi a menina que chorava. Vi a menina a chorar. no gerúndio ou no particípio.) . ficou calado. ficou calado.

Sub. Ex. Causal 12/21/12 Caso a oração subordinada venha .E o que é que a vírgula tem a ver com isso? Não é obrigatório. Adv.: Como chovia muito naquele instante. mas é recomendável que se use a vírgula entre as subordinadas adverbiais e a oração principal. resolvemos não prosseguir. Or.

HIERARQUIA Millôr Fernandes 12/21/12 .

enquanto o rato forçava inutilmente para fugir.Diz que um leão enorme ia andando chateado. ínfima. e esta lhe dissera poucas e boas. Eis que. porque tinha acabado de brigar com a mulher. subitamente. vil. o leão defronta com um pequeno rato. o ratinho mais menor que ele já tinha visto.“Miserável criatura. Pisou-lhe a cauda e. torpe: não conheço na criação nada mais 12/21/12 insignificante e nojento. não muito rei dos animais. Vou te deixar com . o leão gritava: . estúpida.

por meio do 12/21/12 emprego de uma oração subordinada adverbial. Esse período estrutura-se numa relação de coesão. Essa oração denota valor . porque tinha acabado de brigar com a mulher. não muito rei dos animais. Observe o primeiro período do texto: “Diz que um leão enorme ia andando chateado. e esta lhe dissera poucas e boas”.Atividade 1.

Atividade 2. condição 12/21/12 ... enquanto o rato forçava inutilmente para fugir.. proporcionalidade c. Na oração “. tempo d. causa b..” a conjunção em destaque denota: a.

. pode ser substituída por: a. a fim de que c.Atividade 3. No trecho: “Vou te deixar com vida apenas para que você possa sofrer toda a humilhação. porque 12/21/12 . ainda que b.” A conjunção em destaque. mantendo o mesmo sentido.

mec.blogspot.com/2009/04/h O http://www.com.gov.mundoeducacao.br/fichaTecnica O http://3.com/oracoes-subordinada O http://www.br/gramatica/o 12/21/12 .blogspot.Referências O http://www.com/_G76NFNcUugU/SFPAP6 O http://luizeugeniovieira.infoescola.escolakids.com/portugues/oracoes-su O http://portaldoprofessor.bp.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->