Você está na página 1de 16

PROJECTO ESCOL@CONTIGO

COMO FAZER UM TRABALHO


DA ESCOLA
1º Passo - Planeamento
 Definir e enquadrar o tema (de acordo com as
orientações do professor)

 Definir as fontes que vais consultar

 Planear o tempo disponível

2
2º Passo – Recolha E Pesquisa
 Recolher as informações sobre o tema em:

Dicionários e Enciclopédias

Livros da especialidade

Internet

Meios de Comunicação Social, entrevistas, visitas


de estudo, debates, conferencias, ou à observação
pessoal
3
ATENÇÃO
 Deves começar por recolher as informações,
passando-as, em primeiro lugar, à mão

 As fontes que vais consultar devem ser


variadas

 Evita o copy past. Aprendes mais a tua


nota será melhor se fizeres resumos
daquilo que leste!!!

4
3º Passo - Organização
 Organizar a informação recolhida

 Ordenar conforme os objectivos pretendidos

5
4º Passo – Redacção do Trabalho
 O trabalho é constituído por:
 Capa

 Página de rosto

 Índice

 Introdução

 Desenvolvimento

 Conclusão

 Anexos
6
 Bibliografia
Capa
 A capa deve conter:

Nome do(s) autor(es)

Título do trabalho

Imagem coerente.

7
Página de rosto
 Nesta página deve indicar-se:
O nome da escola

A disciplina a que se destina o trabalho

O nome do professor

O titulo do trabalho

O nome dos autores e respectivos números e


turmas
8
A data
Índice
 Este refere os capítulos que formam o
trabalho, os quais devem estar numerados

 Deve ser feito de acordo com a numeração


das folhas

9
Introdução
Deverá ser posto em evidência o interesse e a
importância do assunto e a forma como ele irá
ser tratado

 Identificar o tema e o objectivo do trabalho

 Referir a razão da escolha

10
Desenvolvimento
 É o “corpo do trabalho” a parte central do trabalho

 Convém ser redigido e, se possível, ilustrado com


cuidado, tendo como base os teus conhecimentos e as
informações recolhidas

 Poderás formular questões, a que procurarás


responder, e dar a tua opinião fundamentada. Poderás
ainda recorrer a citações, ou seja, transcrever frases ou
textos de autores

 É importante os textos transcritos aparecerem


destacados e serem curtos. O que transcreveres tem
que vir sempre entre aspas

 No desenvolvimento, o tema proposto será tratado, não 11


todo de uma vez e desordenadamente, mas subdividido
em pequenos capítulos, apresentados separadamente
Conclusão
 É a parte do trabalho em que vais mostrar aquilo
que aprendeste

 Faz-se um resumo do trabalho, dando a tua opinião


sobre o tema que abordas-te

 Poderá ser apresentada novas pistas de


investigação do mesmo assunto

 As frases devem ser curtas, claras e concisas

ESTA É A PARTE MAIS IMPORTANTE DO


TRABALHO 12
Anexos
 Podem incluir-se documentos que serviram de
apoio ao trabalho, gráficos, mapas, quadros,
inquéritos utilizados, etc…

 Devem ser numerados (anexo I, anexo II,


anexo III …) e legendados

13
Bibliografia
 É a lista de obras ou publicações consultadas

 É separada por virgulas e começa-se por:

Apelido e nome do autor


Título e subtítulo da obra
Nº do local da edição
Editor
Data de edição
Numero da página consultada

14
Que regras devo obedecer na
Bibliografia?
 A indicação da bibliografia deve obedecer às seguintes
regras:
 Primeiro, deve indicar-se o último nome ou apelido do autor
em maiúsculas, seguido de virgula e do nome próprio, seguido
ponto travessão, nome da obra em itálico, volume editora,
local da edição e data
Exemplo: CORTESÃO, Jaime – Memórias da Grande Guerra,
Portugália Editora, Lisboa, 1968.

 Caso se trate de três autores, deve indicar-se o nome de todos


eles; se forem mais de três, colocamos o nome do primeiro
seguido de “e outros”

 Se a publicação não tiver autor definido, o título deverá


escrever-se em itálico e colocar-se também por ordem
alfabética 15
Que regras devo obedecer na
Bibliografia?
 Quando se trata de um artigo inserido numa obra, jornal ou
revista, deve indicar-se o nome do autor, título do artigo entre
aspas, título da publicação em itálico, número da publicação,
data e páginas (primeira e última)
Exemplo: MENDES, José M. Amado, “A arqueologia industrial:
problemática e potencialidades”, in Vértice, II Série, Maio-
Junho, p. 9-13.

 Se consultares a Internet e/ou CD-ROM, deverás indicar os


nomes dos sites consultados e o respectivo endereço ou
títulos dos CD-ROM que consultaste. Estas obras devem vir
sempre referenciadas por ordem alfabética e separadas das
restantes

16

Você também pode gostar