Você está na página 1de 2

EFEITOS DA POSSE

BOA-FÉ FRUTOS- >SÃO RENDIMENTOS QUE ADVÉM DA COISA E GERA BENEFÍCIOS AO POSSUIDOR
PODEM SER CIVIS, NATURAIS E INDUSTRIAIS (ART.1214 E 1215 DO C.C) CIVIS-> ALUGUÉIS/JUROS NATURAIS->VEM DA NATUREZA INDUSTRIAIS-> PRODUTOS ADVINDOS DA TRANSFORMAÇÃO DA INDÚSTRIA

PERDA DA COISA-> ART.1217 DO C.C
TEORIA DA RESPONSABILIDADE. DIANTE DE UMA SITUAÇÃO DE PERDA DEVE SER ANALISADO SE O POSSUIDOR DEU OU NÃO CAUSA. SÓ VAI RESPONDER SE TIVER DADO CAUSA ÀQUELA PERDA

INDENIZAÇÃO-> ART. 1219 DO C.C
BENFEITORIAS- UTEÍS, NECESSÁRIAS OU VOLUPTUÁRIAS UTEIS-> UTILIDADE AO IMÓVEL E VALOR ACRESCIDO. NECESSÁRIA-> AQUELA CONSTRUÇÃO FEITA NO SENTIDO DE PRESERVAR O BEM. EX: CONCERTOS, OBRA DE INFILTRAÇÃO. VOLUPTUÁRIA-> EMBELEZAMENTO. EX: CHURRASQUEIRA, PISCINA, TERRAÇO. AS BENFEITORIAS ÚTEIS E NECESSÁRIAS SÃO INDENIZAVÉIS E NA MESMA HIPÓTESE TEM- SE O CHAMDO DIREITO DE RETENÇÃO. DIREITO DE RETENÇÃO-> O DIREITO QUE O POSSUIDOR DE BOA FÉ TEM DE NÃO ENTREGAR O IMÓVEL ENQUANTO NÃO FOR INDENIZADO PELAS BENFEITORIAS REALIZADAS. A BENFEITORIA VOLUPTUÁRIA A PRINCÍPIO TAMBÉM PODERÁ SER INDENIZADO, PORÉM O POSSUIDOR NÃO TEM O DIREITO DE RETENÇÃO.

COMPENSAÇÃO-> ART.1221/1222 DO C.C
FAÇA A COMPENSAÇÃO ENTRE A BENFEITORIA E OS DANOS CAUSADOS PELO POSSUIDOR DE BOA- FÉ. A COMPENSAÇÃO SERÁ FEITO PELO VALOR ATUAL.