Você está na página 1de 21

HELENA GOMES

ORGANIZADORA

TRATADO SECRETO DE MAGIA

São Paulo 2010

COPYRIGHT© ANDROSS EDITORA, 2010
COORDENAÇÃO EDITORIAL: EDSON ROSSATTO ORGANIZAÇÃO, PREPARAÇÃO DE ORIGINAIS E REVISÃO: HELENA GOMES CAPA: MARINA AVILA DIAGRAMAÇÃO: EDSON ROSSATTO

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Daniela Momozaki — CRB 8/7714)
Tratado secreto de magia / Helena Gomes (organizadora) -- São Paulo : Andross, 2010.

Vários autores ISBN: 978-85-99267-45-5

1. Contos brasileiros I. Gomes, Helena CDD 869.93 Índice para o catálogo sistemático 1. Contos : Literatura brasileira 869.93

Todos os direitos reservados à ANDROSS EDITORA
RUA DR. ROMEU DE OLIVEIRA MATOS, 22 JARDIM DANFER - CEP 03729-060 SÃO PAULO - SP (11) 2943-7687 andross@andross.com.br www.andross.com.br

. tocando-se. eles se entrelaçam continuamente.. Seja um traço aqui.) percebemos que o antigo continuamente confirma a antiguidade do moderno.(. ora uma erva num encantamento e dali a pouco um verso num sortilégio. coincidindo-se. CHARLES LELAND . cruzando-se. uma pequena observação acolá.

.

SUMÁRIO 015 APRESENTAÇÃO HELENA GOMES 019 CONTOS 021 O TOTEM DO GATO PRETO DUDA FALCÃO 025 ONTEM LETÍCIA NAVEIRA 027 NOITE DE LUA CHEIA CAMILA MENDES 031 O AR. . C. O FOGO E O JORNAL MAXIMIRA CORREA E PEDRO CORDEIRO 037 A VIAJANTE MELISSA BARBOSA 039 A BRUXA VERMELHA LEANDRO REIS 045 MONSTRINHOS LHAISA ANDRIA 051 TRUQUES DO DESTINO LUCAS R.

SOLDI 111 ELEVAÇÃO HIDEKI 115 OS ENCANTAMENTOS DA BRUXA SELENA ROSI CAOBIANCO .057 A FÓRMULA ALVARO MOREIRA DE CARVALHO 063 A TROCA ALMERIDES 073 PAGÃ SIMONE O. MARQUES 079 REFLEXOS SÍLVIA ANDREOTTI 083 O BALÉ DAS OSTRAS CECILIA TORRES NOGUEIRA 089 O CASARÃO BRUNO MÜLLER 095 O EBÓ ALEX MIR 101 NO VALE DAS MULHERES GUERREIRAS HELENA COBRA 105 ALGO DO QUE SE SABE SOBRE A SENHORA DAS TEIAS ELI A.

SECATTO 125 O FEITIÇO INÉDITO MARINA AVILA 131 O BANDEIRANTE RAPHAEL REDFIELD 135 REVELAÇÃO ROGER COSTA 141 A DONZELA E O RUBI BRUNO ANSELMI MATANGRANO 145 A MAGIA DO AMOR DEBBY LENON 151 A ÚLTIMA CHAMA LARISSA CARUSO 157 A MAGIA E A ESCURIDÃO ADRIANO SIQUEIRA 163 O REFÚGIO PERFEITO KATHIA BRIENZA 169 A MALDIÇÃO DA VELHA DA PRAÇA LEANDRO SARNO 171 DIÁRIO DE UMA BRUXA IEDA SILVA CASTALDI .119 STRYGA O. A.

175 A BALADA DAS TRÊS CAVEIRAS LUIZ CARLOS DIAS 179 VINGANÇA DE BRUXA WILLIAN RICCIARDI 185 SANTO OFÍCIO DO AMOR CÍNTIA LIRA 191 MAIJA E O ENCANTO DO VENTO FABIANE RIBEIRO 195 RITUAL DAN VALIERI 201 BRUXARIA EM VILA ODESSA FERNANDO HEINRICH 207 FAÇA SUAS ESCOLHAS PAULO DUMI 213 O COLAR DA VIDA PAULA VENDRAMINI 217 MAGIA: DE CORPO E ALMA REBECA BACIN 223 CHAMAS ADRIANNA ALBERTI 227 O PÁSSARO DE OURO TAIANE GONÇALVES DIAS .

229 O BICHO-PAPÃO APOSENTADO PEDRO CORDEIRO E MAXIMIRA CORREA 233 O MISTÉRIO DESVENDADO JOSÉ ARAÚJO 239 O MEDALHÃO LIZZIE LOREN 243 MAGIA ENCOBERTA DÉBORA JERONYMO 249 A FATA GEORGETTE SILEN 253 O ESPELHO JAIME CÉSAR 259 CINZAS FERNANDO SALLES 265 NO LIMIAR ALÍCIA AZEVEDO 271 AUTORES .

.

Na cultura nerd da nossa atualidade. Animal cercado de superstições. Na vida real. que se tornou simbolicamente vinculada à produtividade da terra. Deixar a vida nômade e aprender a semear o próprio alimento levou os seres humanos a valorizarem o papel da mulher. Antiga Religião. tristeza. fogueiras.APRESENTAÇÃO HELENA GOMES Velha Arte. Mas isto é outra história. corujas inocentes foram mortas. em alguma caverna perdida da Pré-história. Sim. Nascida há milênios e simultaneamente em várias culturas. acesas e toda a mitologia surgiu. de Merlin a Harry Potter. Pode ser a vilã ou a heroína. enfim. ela alimentou momentos de sucesso. Daí a reverenciar uma figura feminina como sagrada foi o passo seguinte. o melhor amigo da bruxa. sua origem está ligada ao culto da Deusa-Mãe nas sociedades agrárias do período neolítico. Bruxos. sempre ele. Hoje conhecemos a antiga religião de forma muitas vezes fragmentada. o gato já teve status divino no Egito dos faraós. E em muitos desses momentos o gato preto esteve presente. séries de TV e desenhos animados. filmes. até mesmo distorcida por interesses religiosos através dos séculos. Bruxaria. foi . muito já foi dito sobre magia em livros. Magia. feiticeiros e magos estão espalhados pela ficção desde aquelas narrativas feitas ao redor de uma fogueira. atribuir poderes ilimitados aos malvados da história e também salvar a pele dos mocinhos no último segundo. euforia. Poderes eletrizantes foram evocados. HQs. ela ocupa hoje um espaço de destaque no nosso imaginário quando o assunto é ficção. fracasso. suspense e muita emoção na eterna luta do Bem contra o Mal. mundos foram criados e destruídos. Rituais foram criados.

Neste Tratado Secreto de Magia. como a própria vida. Amadurece. É a verdadeira Grande Mãe e também Pai. Apresentar a magia em suas várias faces. constroem personagens únicos e apresentam tramas envolventes. amigo de longa data. Acredito que seja este o verdadeiro sentido do Tratado no título desta antologia. sobre a nossa inegável ligação com a Natureza.TRATADO SECRETO DE MAGIA perseguido na época da caça às bruxas e ainda hoje é o pesadelo de muito marmanjo por aí. em que nada se resume somente a heróis e vilões. pelo amor e ódio. Mas também cheia de nuances. Claramente inocente ou culpada. que não suporta ficar sequer um segundo diante daqueles olhos capazes de enxergar a alma dos demais seres vivos. ela é doce e cativante. que escreveu um conto com a minha querida Iallanara. foi em outra antologia da Andross 16 . personagem de sua trilogia Legado Goldshine. os autores e eu. revela o que há de melhor e de pior em nossos espíritos. Como organizadora. Por outras. E morre para que novamente possa renascer. Para nos acompanhar nesta jornada mágica. cheia de ação. com certeza. Renasce.. Aliás. É ela. explora o desconhecido em cada um de nós. principalmente. É como se diz: entre o branco e o negro há variados tons de cinza. cruel e terrível. você encontrará inúmeros fãs de gatos entre os autores que se aventuraram por narrativas que trazem cenários reais e fictícios. presente desde a mais insignificante célula do nosso corpo até a vastidão inimaginável do cosmo. quem nos define e nos explica. o editor Edson Rossatto e eu convidamos dois autores veteranos. No fundo. Somente quem tem um felino em casa conhece a dádiva de ser escolhido por ele como amigo. Por vezes. que reuniu uma bruxa e um corajoso cavaleiro de caninos afiados numa história divertida. meu caro lord vampiro. vida e morte. Temos um trato. Porque ela nos atrai e nos assusta. Registra os ciclos de nascimento.. e Leandro Reis. Ela ainda passa pela sedução e aventura. grandes talentos da literatura fantástica brasileira: Adriano Siqueira. feminino e masculino. resgatam mitos e rituais. procurei selecionar contos que mostrassem estilos e visões diferentes da magia. cada história deste livro fala sobre quem somos e.

que Leandro publicou seu primeiro conto e começou para valer a carreira como escritor. os três pela editora Rocco. Boa jornada! HELENA GOMES nasceu em Santos.br 17 . pela Idea Editora. você conhecerá os contos deste Tratado.com. Código Criatura.blogspot. pela editora Jambô. e Kimaera – Dois Mundos. Lobo Alpha.TRATADO SECRETO DE MAGIA Editora. É jornalista. E contará com o nosso anfitrião.com Contato com a autora: hakio@uol. Anno Domini – Manuscritos Medievais. co-organizada por mim. professora universitária e autora dos livros Assassinato na Biblioteca. A partir das próximas páginas. São Paulo. que lhe mostrará o caminho no primeiro conto e que o apontará no último. Expõe suas obras no site http://mundonergal. além da saga A Caverna de Cristais. em 1966. personagem de carisma felino e destaque na capa.

.

CONTOS .

.

Eu morava na capital. incluindo aí os felinos de pelo negro. Continuei a busca por algum tempo. A partir daquele momento. mas se eu fosse um pouco mais descontrolado teria xingado a velha mentirosa. Julieta era excêntrica. aparentava cem anos de idade. Foi nessas viagens que percebi o que. por uma questão de respeito à vida. mofo ou teias de aranha. Pensei em despejá-los em algum terreno baldio. Não queria ser culpado de deixar tantos animais morrerem de fome. Antes de decidir me mudar para o interior. do sótão ao porão. Ela. No entanto. compartilhava o espaço com dezenas de gatos pretos. Já na rodoviária. Uma vizinha do outro lado da rua afirmava o despautério de que Julieta viveu mais de 120 anos. a princípio. Ri disso. como fazem muitas pessoas que os desprezam. Os dois miúdos brincavam . sim. notei dois gatos pretos sentados na calçada ao lado do ônibus no qual eu embarcava. por um mínimo de consideração à memória de minha avó. primeiramente.O TOTEM DO GATO PRETO DUDA FALCÃO In memoriam de Bastet Faleceu minha avó. No início. Não sei dizer quantos anos tinha. Em vão. como quem ri de qualquer outra piada. para encontrar sua certidão de nascimento. objetos toscos e de pouco valor. eu não sabia o que fazer com os bichanos. Nada além de livros empoeirados e velhos. fiz algumas viagens de um lugar a outro com a finalidade de resolver os trâmites legais da passagem dos bens de Julieta para o meu nome. seus móveis e utensílios. eles começaram a me proteger. resolvi alimentá-los. A herança que me coube consistia naquela casa. Isto seria uma crueldade. em segundo lugar. Em sua casa de madeira intocada por cupins. Revirei a casa. que amava aqueles animais. para a cidade de origem da minha família materna. parecia apenas um devaneio.

um beco. me protegiam sem cobrar nada. enquanto fazia compras no mercado público. Ela argumentou que eles não a obedeciam. ou às vezes mais de um. me permitia caminhar despreocupado pelas calçadas. o gatinho se afastou. Comecei a admirar aqueles animais que tão bem me tratavam com seus afagos e companhia incondicional. Descobri que o que desejavam era apenas carinho e afeto. um gato preto passou correndo na minha frente. eles me acompanhavam com o olhar para onde quer que eu fosse.TRATADO SECRETO DE MAGIA despreocupadamente. olhos nos olhos. Noutro dia. me observava. que havia deixado cair. Ao curvar-me para fazer carinho em sua cabecinha. Porém. Não foi um nem dois exemplares 22 . Achei engraçado e. pois eu sabia que anjos de quatro patas zelavam por mim. Só então. De volta à casa da minha avó. ao mesmo tempo. Uma mulher morreu. Dois carros se chocaram. encontrei minha carteira. Assim. estavam ficando magros e fracos. perturbador. Muito abalado com aquilo. Escapei de ser esmagado pelos veículos. Para algumas pessoas. antes que partisse. resolvi folhear com mais atenção os livros velhos que existiam por lá. vi a dupla me olhar. vivendo na casa. Da janela. Sim. perto do meu apartamento. não consegui dormir à noite. descobri que a vizinha mais próxima tinha desistido de alimentar os gatos durante os dias em que me ausentara. A vida parecia seguir seu curso normal. um gato preto. os felinos se alimentavam com satisfação. que não comiam a ração oferecida de maneira alguma. isso poderia causar certo incômodo. Para qualquer lugar que eu olhasse — uma sarjeta. um filhote pulou em minhas pernas e começou a me acariciar com o focinho. uma rua ou uma avenida —. Numa manhã nublada. Quando juntei meu pertence. mas para mim a reação emocional foi exatamente contrária. depois de pagar as frutas que adquirira com um vendedor. ocorreu um acidente. De minhas mãos. porém. prazer e alegria. Com o passar dos dias aquela sensação de ser vigiado me confortava. Uma fração de segundo depois. ronronavam de êxtase. por descuido. Tentei de tudo para fazer a mudança o quanto antes. sabia que algo havia mudado. antes que eu atravessasse a rua. Finalmente não quis mais deixar a casa de Julieta.

todos eles. Gostaria de poder traduzi-las. Na cozinha. Certa tarde. Preciso descobrir quais são e para que servem. pois os livros de minha avó não versavam sobre demônios. existe uma vassoura repleta de inscrições entalhadas no cabo de madeira. mas muitos versavam sobre o mesmo tema: bruxaria. Cada vez mais tenho a sensação de que são seres inteligentes capazes de sentir. 23 . mas eles não estavam dispostos a seguir ordens. o mais intrigante é um totem de meio metro que representa um gato preto. ela utilizara para fazer chás. Não fosse pelos livros. peça incomum em outras casas. chás.TRATADO SECRETO DE MAGIA que encontrei. amar e idolatrar. como se estivessem me convidando para segui-los. tratava-se de uma bruxaria diferente. não pude associar em nenhum momento a imagem das feiticeiras à identidade do mal. todos os gatos da casa haviam se reunido. Todos os finais de tarde medito diante do deus felino. Por sinal. sobretudo. meus companheiros de pelo negro se deitam aos pés da imagem de madeira e a reverenciam. Tão logo fiquei de pé. Na sala de estar. nas prateleiras existem vários frascos contendo ervas. refeições. quatro gatos pularam em minha cama e começaram a puxar o cobertor com as unhas. como se tivessem sido marcadas a fogo. a presença da bruxa era motivo de medo e terror. li. E. missas negras. os bichanos caminharam para fora do quarto. Admito que não compreendo seu significado. Resolvi levantar. receitas de unguentos. Naquelas páginas amareladas e gastas pelo tempo. no momento do ocaso. Pretendo estudar com afinco esses volumes. sortilégios ou malefícios que pudessem ser realizados contra o próximo. bebidas e remédios benéficos. De todos os objetos. Fui aceito pelo grupo sem preconceitos. Em qualquer conto de fadas da minha infância. Pedi que parassem. Ao lado da porta dos fundos. em torno do totem. Porém. fazendo movimentos graciosos com os rabos. em outros momentos. todos os dias. Nos livros que encontrei. Já me considero um deles. Sem dúvida. até hoje não teria a curiosidade suficiente para pesquisar acerca dos estranhos objetos guardados por Julieta. havia um pequeno caldeirão de ferro que.

.

. para que dormisses como um anjo ao meu lado. Eles observam a minha passagem. entre as minhas palavras. Olhar tua paz me trazia paz. desalinha. Eles me esperam. deitavas a cabeça sob meu braço de modo que eu ainda te pudesse fazer carinhos na cabeça. Então. Só vejo olhos de coruja na penumbra. tu te debatias. perturba almas delirantes. adormecesses sereno. Tinhas um sono estranho. Dormias em meus braços inocentemente. Contava-te histórias da minha infância. da mitologia. Para o batizado mágico. descarnar. de virtudes humanas para tornar teu sono ameno. Eu contava pausadamente para que tivesses sono e. Desatina. Era estranho acordar de madrugada e ver-te olhando para mim. Contava-te contos leves. vem em forma de vozes que ordenam. num lugar distante e escuro. Será que zelas por mim ou me vigias? O instante fantasma de ontem. ficavam lacrimejados. Entrava claridade pela janela e o teto desenhava as luzes dos carros passando. de castelos. gemias alto e às vezes me acordavas aos gritos. assombra sombras passantes.ONTEM LETÍCIA NAVEIRA Lembro que à noite pedias para que eu te contasse histórias. os teus olhos vidrados. fábulas. Custavas a fechar os olhos e muitas vezes dormias com eles abertos. o meu desencarnar. Eu te acalmava.