Você está na página 1de 6

O Equipamento

Profissional no
meu Quotidiano

Rui Soares
1/06/2008
O Equipamento Profissional no meu Quotidiano

A apresentação:

Trata-se de uma máquina industrial pesada de origem sueca, do


tipo carregadora de rodas, de marca e modelo VOLVO L120D.
Este tipo de máquina tem varia funções tais como trabalhos no
sector da construção, sector florestal, sector agrícola, sector mineiro
e sector fluvial.
Este equipamento tem um motor 6 cilindros em linha, 6700cc,
208cv, injecção directa a diesel de 4 tempos, turbo alimentado com
intercooler este motor proporciona uma elevada resposta e baixo
consumo o que contribui uma melhor economia.
Tem um peso bruto de 20500 kg, vem equipada com auto-rádio,
banco pneumático, controlador automático de caixa, lubrificação
automatizada, ar condicionado e computador de bordo.
O Equipamento Profissional no meu Quotidiano

O nascer de uma relação:

A relação actual que tenho com o meu equipamento é de confiança,


muita confiança.
A relação cresceu duma forma hierárquica, começou com o gosto
que tenho pelo modelo, com a descoberta, o conhecimento e depois
a confiança.
Este crescimento hierárquico, deve-se ao facto da minha entidade
patronal, ter-me entregue este equipamento novo, fui o primeiro
operador deste equipamento, só neste aspecto é de considerar a
responsabilidade e a confiança depositada em mim.
Passados oito anos, ainda hoje tenho uma grande confiança e claro
também um carinho especial.
O Equipamento Profissional no meu Quotidiano

Um pouco de história:

O início etimológico do termo moderno 'carregadora de rodas' data


de Maio de 1954, quando os pioneiros da então Bröderna
Lundberg's Mekaniska e da AB Bolinder-Munktell viraram um tractor
de trás para a frente e criaram a inovativa carregadora traseira. Ao
colocar a carregadora junto às rodas traseiras, maiores, criaram as
premissas para obter mais capacidade de carga e maior força de
desagregação que com uma tradicional carregadora em montagem
frontal.
Outra vantagem foi a de ter a direcção nas novas rodas traseiras,
mais pequenas, aumentando notavelmente a capacidade de
manobra. A primeira carregadora de rodas da Volvo, a H10, foi
também a primeira carregadora do mundo a ter um suporte de
implemento, movimento paralelo e cilindros de elevação de duplo
efeito. Foi um sucesso imediato e foi o ponto de partida de uma
sequência de máquinas cada vez mais populares, que tem o seu
cúmulo na série”e” actual.
Na antiguidade os trabalhos realizados por este equipamento
profissional eram elaborados pela força humana equipadas de
ferramentas adequadas, nomeadamente, pás e enxadas, e também
da força animal equipados com carroças que faziam os transportes
de inertes dos locais mais altos para os mais baixos.
Este tipo de esforço físico favorecia o aparecimento de muitas
doenças físicas relacionadas com ossos e ligamentos, ainda hoje
existem algumas pessoas com esses problemas físicos.
Não há dúvidas que este equipamento contribuiu em grande parte
para o benefício humano e para o progresso na industrialização do
país no que diz respeito as acessibilidades rodoviárias.
O Equipamento Profissional no meu Quotidiano

Sentido de responsabilidade:

A carregadora de rodas que utilizo no meu quotidiano, é um


equipamento de grande porte, por isso requer atenção redobrada. A
função que exerço na minha entidade laboral é de operador de
máquinas, em particular deste equipamento.
Elaboramos serviços de cargas e descargas de inertes, tem de se
ter muita atenção nestas manobras, principalmente de cargas para
não danificar nenhum material nomeadamente o veiculo pesado de
transporte assim como a máquina, faço também serviços de
confecção rodoviária, (estradas, caminhos e acessos), explorações
e terraplanagens, tais como, campos de futebol, campos de
agricultura e outros relacionados com este tipo de equipamento.
As terraplanagens e explorações são os trabalhos mais perigosos
relacionados com este equipamento, porque existem desfiladeiros
ravinas e inclinações de grande percentagem.
O Equipamento Profissional no meu Quotidiano

Conclusão:

O equipamento profissional que uso no meu quotidiano de um modo


geral veio revolucionar de forma positiva vários sectores tais como:
no sector da construção, sector florestal, sector agrícola, sector
mineiro e sector fluvial.
Não há dúvidas que este equipamento contribuiu em grande parte
para o benefício humano e para o progresso na industrialização.