Você está na página 1de 2

Lições em Romanos (1)

Rom 12:9 O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.
1. É impossível vivermos a fé cristã em um ambiente de falsidade,
fingimento e hipocrisia. O mandamento de Jesus para todos é o amor,
primeiramente a Deus e depois pelos irmãos. Se amamos a Deus de
coração inteiro, o mesmo deve ser demonstrado para o meu irmão.
2. “Odiai, detestai, aborrecei o mal”. O mal não é ornamento adequado
nas vestes dos crentes. Quem ama o mal, dizendo se crente, engana-se a
si mesmo.
3. A questão positiva: “Apegai-vos ao bem”. Todo aquele que se apega ao

bem vive incomodado em um mundo mau como o que vivemos hoje.


4. Podemos ver o mal em todas as esferas da vida humana. Ontem
(02/02/09), pudemos assistir pela TV o quanto o homem demonstra a
sua maldade (Paraisópolis).

Rom 12:10 Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal,
preferindo-vos em honra uns aos outros;
1. O amor devotado entre os crentes deve ser do tipo familiar. Assim como
nos dedicamos aos nossos pais, mães e irmãos no lar, devemos transferir
essa mesma dedicação à convivência na igreja. Paulo usa uma palavra
que aparece uma única vez na Bíblia (filostorgos).
2. Esse amor dedicado nos faz dar a preferência da honra ao outro. Como
o relacionamento é de mutualidade, todos são honrados.

1
Rom 12:11 não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito,
servindo ao Senhor;
1. Três questões são levantadas em um único versículo: 1) A pressa
(diligência) que devemos ter em relação ao cuidado, ao zelo pelas coisas de
Deus; 2) O espírito fervoroso deve ser marca do cristão (Diz o hineto:
‘desanimados não, não, não’); 3) Tudo o que somos (1 e 2), será canalizado
para o serviço ao Senhor.

Rom 12:12 a 15 (Constam em outra reflexão)

Rom 12:16 sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altivas mas
acomodai-vos às humildes; não sejais sábios aos vossos olhos;
1. É possível que a unanimidade pedida refira-se ao mesmo sentimento

que devemos nutrir uns pelos outros.


2. O orgulho, a soberba, o ‘querer ser’ não cai bem. Paulo diz: “Não sejais
orgulhosos”.
3. A NIBB traz: “Mas prontos a acompanhar os humildes”. Sendo pessoas
ou coisas, a verdade é que devemos deixar de lado qualquer tipo de
arrogância.
4. Devemos saber que poucos sabemos, e assim nos abrirmos para novos
aprendizados. Na igreja o conselho é: instruí-vos uns aos outros.

PR. Eli da Rocha Silva


03/02/2009