P. 1
Desenho de Arquitetura - Planta Baixa

Desenho de Arquitetura - Planta Baixa

5.0

|Views: 405|Likes:
Publicado porGabriel Brito

More info:

Published by: Gabriel Brito on Feb 05, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/26/2015

pdf

text

original

DESENHO DE ARQUITETURA PLANTA BAIXA

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

PLANTA BAIXA

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

PLANTA BAIXA

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

inclinadas e curvas (caso existam). determinando também. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . verticais. 3. Delimitar as paredes: serão demarcadas através das linhas horizontais. 2. o tamanho das folhas que serão utilizadas e quais desenhos serão colocados em cada uma delas. marquises e demais elementos que se localizem acima da representação em planta (com o tipo de linha indicado para isso).PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 1. Representação da projeção dos beirais. Deve-se estimar o tamanho total do desenho – com base na escala escolhida para sua representação – e verificar como os diversos desenhos componentes do projeto serão distribuídos nas pranchas.

PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 4. pé direito. Juntamente com as portas (representadas sempre abertas). Representação da posição dos vãos e das dimensões das suas esquadrias. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . 7. vegetação. 6. deverão aparecer os arcos que demarcam sua abertura e também as dimensões principais: h(altura) x l(largura) /p(peitoril). base e altura dos degraus). Representação de dutos. Representação de louças sanitárias. se existirem. Representação esquemática das circulações verticais: elevadores (com suas dimensões internas) e escadas (número de degraus. rampas (com seu comprimento e inclinação). 5.

Representação da projeção dos beirais. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . Indicar onde passam os cortes longitudinal e transversal ( traço e ponto com linha grossa ) e o sentido de observação . Representação de textos e cotagem (parcial e total). 9. 11.PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 8. marquises e demais elementos que se localizem acima da representação em planta (com o tipo de linha indicado para isso). 12. colocando letras ou números que correspondem aos cortes . Representação dos desníveis: degraus. demais detalhes em vista e principais detalhem em projeção. 10. soleiras. Representação dos quadriculados que denominados pisos frios. rampas. balcões.

PROJETO ARQUITETÔNICO NORMAS A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) criou normas que devem ser sempre seguidas na elaboração dos projetos: NBR 6492/94 – Representação de projetos de arquitetura NBR 8196/99 – Emprego de escalas NBR 8403/84 – Aplicações de linha – tipos e larguras NBR 10068/87 – Folha de desenho – layout e dimensões NBR 13142/99 – Dobramento e cópia AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Desenho de detalhes: 1/10.Planta de situação: 1/200. 1/2000 . 1/250.PROJETO ARQUITETÔNICO ESCALAS As escalas usualmente empregadas nos projetos são: . 1/500. 1/20. 1/100 .Planta baixa e cortes: 1/50. 1/500 .Planta de localização: 1/200. 1/25 AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . 1/1000.

-As letras devem ser feitas DEPOIS de concluído o desenho – afinal. sendo o espaçamento entre linhas igual ou superior a 3mm.Deve ser legível e facilmente desenhável. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .PROJETO ARQUITETÔNICO CALIGRAFIA TÉCNICA .A altura mínima é de 3mm. . . complementam as figuras.Caligrafia técnica é o conjunto de caracteres usados para escrever em desenho.

PROJETO ARQUITETÔNICO CALIGRAFIA TÉCNICA A NBR 8402:1994 determina as proporções necessárias para a caligrafia correta: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

SEMPRE localizado no canto inferior direito do desenho. -Direção de leitura do carimbo = direção de leitura do desenho Ou seja: desenho horizontal = carimbo horizontal desenho vertical = carimbo vertical AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .PROJETO ARQUITETÔNICO CARIMBO .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS A NBR 8403 normatiza o desenho das linhas e para que são utilizadas: Contínua larga: Contorno de superfícies de elementos seccionados e visíveis AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Contínua estreita: Contorno de superfícies visíveis não seccionados e se encontram destacados das linhas mais próximas do observador AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Contínua estreita: Linhas de chamada ou extensão. linhas de cota. hachuras. linhas que representam pisos ou azulejos e linhas de construção de desenhos AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Tracejada estreita: Contornos não visíveis AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Traço-ponto estreita: Linhas de centro e de simetria AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Traço dois pontos estreita: Detalhe de desenho AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Traço ponto estreita nas extremidades e larga nos desvios: Linhas de corte AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Ziguezague estreita: Rupturas longas AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Sinuosa estreita: Rupturas curtas AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

por ser feito em escala reduzida e por abranger áreas relativamente grandes. Assim utilizaremos as simbologias para definir. como por exemplo. as paredes. louças sanitárias. telhas. é obrigado a recorrer a símbolos gráficos . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .. concreto .. janelas.PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS O desenho arquitetônico . portas.

e para paredes a meia altura . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . Nas parede externas o uso de paredes de 20 cm de espessura é o recomendado mas não obrigatório. salas comerciais . É no entanto obrigatório o uso de paredes de 20cm de espessura quando esta se situa entre dois vizinhos ( de apartamento .. ) Convenciona-se para paredes altas ( que vão do piso ao teto ) traço grosso contínuo . mesmo que na realidade a parede tenha 14 cm ou até menos .PAREDES Normalmente as paredes internas são representadas com espessura de 15 cm .. com traço médio contínuo . indicando a altura correspondente .

PAREDES

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

PAREDES

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

ABERTURAS

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

se necessário procurando especificar o movimento da(s) folha(s) e o espaço ocupado. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .PORTAS São desenhados representando-se sempre a(s) folha(s) da esquadria. com linhas auxiliares.

PORTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PORTAS NÍVEIS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PORTAS ESQUEMA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PORTAS 1. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . Porta interna .Geralmente a comunicação entre dois ambientes não há diferença de nível . possuem a mesma cota . ou ainda. ou seja estão no mesmo plano.

ou seja o piso externo é mais baixo. os dois inconvenientes são evitados quando há uma diferença de cota nos pisos de 1 a 2 cm pelo menos.PORTAS 2. Por esta razão as portas de sanitários desenham se como as externas . Porta externa .A comunicação entre os dois ambientes ( externo e interno ) possuem cotas diferentes . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . Nos banheiros a água alcança a parte inferior da porta ou passa para o ambiente vizinho .

PORTAS 3. Outros tipos de porta : .De correr ou corrediça AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Outros tipos de porta : .PORTAS 3.Porta pivotante AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Outros tipos de porta : .PORTAS 3.Porta basculante AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Porta de enrolar AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .PORTAS 3. Outros tipos de porta : .

Para janelas em que o plano horizontal não o corta . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .JANELAS O plano horizontal da planta corta as janelas com altura do peitoril até 1. sempre tendo como a primeira dimensão a largura da janela pela sua altura e peitoril correspondente. a representação é feita com linhas invisíveis. sendo estas representadas conforme a figura abaixo .50m .

JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

é aconselhável colocar em linhas tracejadas. se o peitoril dela for abaixo de 1.50m Janela Alta: toda janela onde o peitoril esteja acima de 1.50m. linha de projeção AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . ou seja.JANELAS Janela Baixa: normalmente a janela é representada como baixa.50m Cobogó: quando o mesmo estiver com peitoril acima de 1.

JANELAS Representação de janelas acima ou abaixo do plano de corte (1.50m) AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJEÇÕES Representação de objetos acima do plano de corte (1.50m) AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

ESCADAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

NOTAÇÕES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

ACABAMENTOS .Escritos em um quadro geral AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

NÍVEIS .São cotas altimétricas dos pisos. Evitar repetições de níveis próximos em plantas e não marcar sucessão de desníveis iguais (escada). Colocar dos dois lados onde existir uma diferença de nível. . na horizontal. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . -Regras: . Indicar sempre em metros. sempre em relação a uma determinada referência de nível pré fixada pelo projetista e igual a zero. .

NÍVEIS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PISOS COMUNS: PISOS IMPERMEÁVEIS: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES . os pisos são apenas distintos em dois tipos: comuns ou impermeáveis – estes.PISOS Em nível de representação gráfica em planta baixa. representados apenas em áreas dotadas de equipamentos hidráulicos.

PISOS Representação de uma área molhada: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PISOS Representação de outra área molhada: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PISOS Representação completa de piso em uma residência: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PISOS Representação de uma planta de paginação de piso: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

OUTROS EQUIPAMENTOS . podem ser seccionados ou não pelo plano que define a planta baixa. PEÇAS SANITÁRIAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .Dependendo de sua altura.

OUTROS EQUIPAMENTOS PEÇAS SANITÁRIAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

MÓVEIS DE SALA E QUARTO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

MÓVEIS DE COZINHA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

MÓVEIS DE ÁREA DE SERVIÇO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

VAGAS DE GARAGEM AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

SÍMBOLOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

COTAS REPRESENTAÇÃO DE COTAS EM ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

COTAS REPRESENTAÇÃO DE COTAS EM ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

COTAS

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

COTAS

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

COTAS

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO DE ARQUITETURA REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS PLANTA BAIXA RESUMO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

REPRESENTAÇÕES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .RESUMO .

REPRESENTAÇÕES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .RESUMO .

TRAÇADOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .RESUMO .

RESUMO – CONVENÇÕES AUXILIARES Nível em Planta Nível em Corte AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO DE ARQUITETURA REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS PLANTA BAIXA EXEMPLOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

CONVENÇÕES AUXILIARES Piso frio Chuveiro Divisória Louças Linhas de corte Porta abrir Granito Janela .projeção Parede cortada AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

NOMES DE COMPARTIMENTOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

MARCAÇÃO – COLOCAÇÃO DE PISOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJETO DE ARQUITETURA REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS PLANTA BAIXA EXERCÍCIO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

LEMBRAR DOS TIPOS DE LINHAS E ESPESSURAS Paredes Esquadrias Piso Louças Mobiliário Linhas de cotas Linha de corte Níveis Desníveis AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

ESCOLHER O TAMANHO IDEAL DE PRANCHA Formato A4 AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Determinar a escala do desenho .Escala 1:50 AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .Determinar a disposição do desenho na prancha .PLANTA BAIXA .

Sobre a linha base horizontal. assinalar todas as cotas lidas na direção vertical da planta AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .Traçar duas retas perpendiculares entre si.PLANTA BAIXA .Sobre a linha base vertical. assinalar todas as cotas lidas na direção horizontal da planta . que servirão de guia para o traçado de todas as linhas .

.Desenhar a espessura das paredes externas.Desenhar as principais divisões internas. .PLANTA BAIXA TRAÇO BEM FINO E FRACO: .Marcar o contorno externo do projeto. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

.Apagar o excesso de traços AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .TRAÇOS MÉDIOS: PLANTA BAIXA . .Desenhar as aberturas (portas e janelas).Desenhar as louças e pia da cozinha (áreas molhadas). .Desenhar a projeção da cobertura em linha fina contínua.

Indicar a área de cada ambiente e a especificação do tipo de piso .Mobiliar (ver apostila com as dimensões dos equipamentos) AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .PLANTA BAIXA .Desenhar as linhas tracejadas (projeção da cobertura) .Desenhar linhas de desnível e soleiras .Denominar os ambientes .

ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

EQUIPAMENTOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

PROJEÇÃO DO BEIRAL DO TELHADO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

NOMES. ÁREA E NÍVEIS DOS AMBIENTES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

janelas e portões.Cotar o projeto (medir na escala 1:50 e fazer a cotagem no seu desenho) .COTAS .Cotar aberturas – portas. Fazer quadro de esquadrias como segunda opção AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

QUADRO DE ESQUADRIAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Desenhar o piso nas áreas molhadas (20 x 20 cm) e áreas secas (piso flutuante .PISOS .réguas de 20 cm de espessura incl. 450) AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

FINALIZANDO .Colocar a indicação de nível .Indicar a posição dos cortes AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

Denominar o tipo de desenho e colocar a escala AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .FINALIZANDO .Acentuar a espessura dos traços das paredes .

Indicar o norte AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .FINALIZANDO .

Indicar acesso principal AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .FINALIZANDO .

FINALIZANDO .Linhas de corte AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES .

50 15 15 15 70 100x60/140 01 885 15 70 A 150 100 25 275 SALA BANHO 70x210 B 01 10 5.75 M² 155 90x210 +0.70 M² +0.20 M² +0.48 15 400 VARANDA 21. COBERTURA 160 00 +0.35 15 15 PROJ.D 560 30 30 15 15 340 500 60 01 15 100 15 60x60/140 15 15 15 15 150 15 275 120x100/90 120 275 13.20 30 170 200 160 160 200 200 AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES C 01 .50 15 120 15 380 15 25 370 15 30 15 400 15 +0.

boxes. se todos os itens estão de acordo com as regras do projeto: 1.. altura. é essencial a verificação de todos os seus itens.AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES Importante Ao término do projeto.Cotas das portas (largura e altura). vasos sanitários.Cotas dos níveis dos pisos. lavatórios. ALÉM DOS ITENS ACIMA NÃO ESQUEÇA LIMPEZA É PRIMORDIAL!!! . 7.).Desenhos dos equipamentos instalados (pias. Sugerimos que verifique. 5.Linhas de corte identificadas com setas e letras. peitoril). 6. 3.Nomes dos compartimentos e suas áreas. 10. 8.9) representando paredes em corte. telhado ou pergolado (caso tenha).Linhas mais fortes (0. com a ajuda dessa lista. 2.Linhas de cota fracionadas e inteiras. 4.Cotas dos portões localizados no muro (altura e largura)..Cotas das esquadrias (largura.Projeções da laje. 9.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->