P. 1
Memorial de Cáluloo de Instalação de Gás GLP BSC

Memorial de Cáluloo de Instalação de Gás GLP BSC

|Views: 48|Likes:

More info:

Published by: Bartolomeu Muniz Granja on Feb 07, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/01/2013

pdf

text

original

MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES DE GÁS

BSC Engenharia – Rua 52 nº 703, Jardim Goiás, CEP 74.810-200,
bsc@bscengenharia.com.br

Fone / Fax (62) 3245 1085, www.bscengenharia.com.br

1

0 TIPOS DE GÁS .0 Kgf de Carvão de lenha. Elevado poder calorífico . em embalagens adequadas como botijões (bujões) e garrafões. um hidrocarboneto extraído das profundezas do solo próximo da região marítima.0 .com. e é fornecido ao consumidor . bsc@bscengenharia. Também chamado Gás de Rua.2 – Gás Liquefeito de Petróleo ( GLP ) – Trata-se de uma mistura dos gases Propano e Butano. Jardim Goiás. b) O Gás GLP é distribuído ao consumidor por firmas especializadas. 1.bscengenharia.0 m³ de Gás Natural (Nafta).4 kgf de Querosene. CEP 74. de alto pode calorífico. c) Iremos focar o Memorial no Gás GLP. por solicitação deste.0 Kgf de Gás GLP corresponde a : . onde o consumidor recebe o Gás diretamente da rede de rua.1 . E é obtido pela destilação do Petróleo.3 – Observações: a) O Gás de Rua é próprio das Grandes Cidades.810-200. porque é o Gás que é utilizado na maioria das cidades Brasileiras.1. podemos citar o Estado de Goiás e o Distrito Federal.com. temos de 1. 2. É o gás obtido em geração de craqueamento pela contenção do Nafta no estado do Petróleo que destila entre 200 a 250º C.4 a 3.Generalidades: A utilização do GLP em escala cada vez maior se deve a vantagem que apresenta em relação a maioria dos combustíveis.1. Comparando. 2 .2.Gás Natural – O gás natural é constituído em sua maior parte de Metano.br www.000 Cal/Kgf .000 a 18. . Assim possui : a) Elevado rendimento. 1. 1. BSC Engenharia – Rua 52 nº 703. Também é chamado Gás Engarrafado. que varia de 11.2.br Fone / Fax (62) 3245 1085. .

com. c) Facilidade e rapidez de operação. para se usar no projeto. com cilindros de 45 ou 90 Kg.br Fone / Fax (62) 3245 1085. 4. a) Residências de pequeno porte: .5 a 10. CEP 74. 4. d) Ausência de sub produtos de queima. 4.com. b) Residência de grande porte: .0 Projeto.Instalação individualizada – cada apartamento com o seu botijão de gás.3 Cálculo da potencia a ser instalada: . Em edifícios multiplus de grande porte.0 Kgf). é de 50 a 150 psi (3.0 – Distribuição do Gás GLP: . 4. tiramos o BSC Engenharia – Rua 52 nº 703. bsc@bscengenharia. Sendo que as ligações ao fogão. alimentando o fogão e instalados externamente à residência.Neste caso é usado o cilindro em vez de botijões. 3 .1 Pressão de instalação. 3.14 Quilowatts de Energia Elétrica.Da tabela 11. com medição individualizada.A granel. usa-se o reservatório de Gás.Instalação coletiva. Então projeta – se a Central de GLP.br www.0 Kg (mais 01 de reserva).Usa-se botijão de 13. são feitas em tubos de cobre recozido ou tubo ferro galvanizado e vão da válvula do botijão ao aparelho a que servem. . conforme tipo de embalagem. que pode externo ou enterrado. Jardim Goiás.bscengenharia. b) Ausência de tóxicos. c) Edifícios Residenciais (Apartamentos) : .. sólidos ou corrosivos. localizada sempre externamente com relação a obra.O Gás GLP é distribuído pelas empresas especializadas que o comercializam em duas modalidades: .Em recipientes transportáveis .2 Modalidade de distribuição do GLP.810-200.1 (Do livro de Instalações Hidráulicas Residenciais e Industriais de Joseph Macinteyre).

60 1.00 O.0Kg Fone / Fax (62) 3245 1085.5 Central de Gás: A quantidade de recipientes calculado é sempre colocada em dobro.75 1.810-200.00 0.60 bsc@bscengenharia. do mesmo livro acima citado e tiramos a quantidade e o tipo de recipientes e o diâmetro nominal do Manifold.600X√ xhf/sxf 4.00 0.350x√ xhf/sxf Onde: Q = vazão em m³/h . sendo um conjunto em uso e o outro de reserva. Jardim Goiás. vamos a tabela 12. . para ventilar.com.br P dir Fun P dir fren Recipient 1.com. hf = perda de pressão em polegada de coluna d’água.4 Tubulações: cobre 22 fºgº 3/4 28 1 35 54 11/4 11/2 66 21/2 79 3 104 4 mm “ pol a) Tubulação de GLP sob baixa pressão: . com acabamento e o forro em laje de concreto impermeabilizado com queda para frente e para terminar porta tipo veneziana com duas folhas.60 2x45.15m rebocadas e pintadas.bscengenharia. 4 . em alvenaria de 0. BSC Engenharia – Rua 52 nº 703. exemplificadas: Comprim Largura 2.1. o piso de concreto a 0. CEP 74. d = diâmetro do entorno do tubo em polegada.consumo ou capacidade do aparelho em Kcal/min (Capacidade de vaporização). 4. comprimento total da linha em jarda (1 jarda = 3 pés = 0.Vazão de GLP em tubos FºGº é igual a: Q = 1.Central de Gás deverá ter as paredes do fundo e laterais. s = densidade do Gás em relação ao ar.9144 m).br www.85 8x13. Com a capacidade de vaporização. Dimensões. b) Tubulação para GLP sob alta pressão: c) Q = 2.10m do piso circundante.0Kg 1.

000 126.500 200. Jardim Goiás. Diâm do Manifold 3/4 “ 3/4” 11/4” 11/4” 11/4” 11/4” 11/4” 5 BSC Engenharia – Rua 52 nº 703.000 Fone / Fax (62) 3245 1085.br Capac em Kgf/h 2.1: Quant e Capac tip Recip em Kgf 4x45 180 6x45 270 8x45 ou 360 4x90 10x45 450 12x45 540 16x50 ou 720 8x90 10x90 900 bsc@bscengenharia.000 75.600 100.com. CEP 74.40 10.000 50.A Central de Gás deverá ser localizada em local com a distância maior que 3. .30 8.0m de qualquer ponto de ignição.25 6.400 250.bscengenharia.200 125.40 Capac Capac em Btu/h Kcal/h 100.000 400.20 5.000 25. inclusive garagem de veículos e também de ralos e canaletas com grelha.000 360.br www. TABELAS: CONSUMO DE GÁS TABELA 11.000 31.1 Aparelho Aqueced H20 Fogão Fogão Forno Fogão Forno Fogão Forno Parede Banho Maria Banho Maria Chapa Chapa Queimador Simples Simples Duplo Simples Duplo Duplo Simples Duplo Simples Duplo Modo Resid 200 Kcal/min 35 Kcal/min 45 Kcal/min 45 Kcal/min 75 Kcal/min 80 Kcal/mi ----------------------------------------------------Modo Comerc ---------------45 Kcal/min 75 Kcal/min 75 Kcal/min 130 Kcal/min ----------------75 Kcal/min 130 Kcal/min 75 Kcal/min 130 Kcal/min NÚMERO DE CILINDROS EM FUNÇÃO DA POTENCIA REQUERIDA 12.62 4.000 500.com.10 2.000 63.810-200.

........br www.com. temos: a) Consumo...0 Kg e tubulação do Manifold igual a 11/4”.... Então temos para 4. bsc@bscengenharia..04 botijões de 90..205 Kcal/min b) Com este valor vamos a tabela 12......130 Kcal/min . 04 botijões de 45...0 Kg e o diâmetro do Manifold igual a 3/4” Considerando – se que é um restaurante de grande porte.. EXEMPLO 02: Calcular o consumo de Gás GLP para um Edifício Residencial com 12 pavimentos tipo...........1 temos: ...... Jardim Goiás.com.. 6 .75 Kcal/min ..... com 04 apartamentos de 3 quartos por andar...200 Kcal/dia............Consumo fogão restaurante ...60 600.. transformando o valor encontrado em Kca/hora.. tiramos: .......se o livro de Instalações Hidráulicas Residenciais e Industriais de Joseph Macinteyre.000 154.....0 h na parte da tarde para fazer a janta..... o consumo de 12.br Fone / Fax (62) 3245 1085.... após calcular o consumo calcular a capacidade e número dos recipientes.....810-200.1 do mesmo autor e tiramos..............300 Kcal/hora.......12x90 1... CEP 74.0 h na parte da manhã para fazer o almoço e 2. vamos levar em conta que o sistema de gás funcione assim: 2.300x4 = 49.. tabela 11..Consumo forno ..200 11/4” EXEMPLO 01: Calcular a cocção de um Restaurante para 400 pessoas... indo a tabela 12..bscengenharia.1. 205x60 = 12... Usando ..0h..080 12...... BSC Engenharia – Rua 52 nº 703........Total......

810-200. usando-se a tabela 12. As caixas de medição individual poderão serem concentradas no pavimento térreo ou concentradas nas circulações dos pavimentos tipo. usando-se a tabela 11.a previsão do local do medidor individual.1.Por andar -----------------------------------------------. bsc@bscengenharia.200 Kcal/h Com este valor vamos a tabela e tiramos: 08 recipientes de 45Kg ou 04 de 90 Kg.600 Kca/min b) Cálculo da quantidade e volume dos recipientes.3/4" .a) Cálculo do consumo. usando-se os dados já levantados: .bscengenharia.600 Kcal/min------------------------------------------.com. c) Cálculo dos diâmetros localizados.---.43.75x4 -------------------------------------300 Kcal/min . do livro do Macinteyre.com. .2 do livro do Macinteyre.0 MEDIDORES: É obrigatório para cada residência ou apartamento. 5.br www.br Fone / Fax (62) 3245 1085. .Por apto. Jardim Goiás.0 CHAMINÉS: BSC Engenharia – Rua 52 nº 703.No Edifício ------300x12 --------------------------------3.3.No Edifício -----------------------------------------------11/4" Observação: Para calcular os diâmetros da prumada é só seguir o mesmo raciocínio. 6. CEP 74. 7 .Por andar ------.forno/fogão ----------------------------------75 Kcal/min .Por Apto ------------------------------------------------.3/4" .

br Fone / Fax (62) 3245 1085. 6.A chaminé é dimensionada em função da capacidade nominal do aparelho. chapa de alumínio chapas de cobre ou chapas de aço inoxidável.9 consideram-se 85% da capacidade nominal do aquecedor para obtenção das dimensões da seção transversal chaminé secundária.br 8 . termo sensível. de modo a conduzi-los para o ar livre. em cimento amianto. CEP 74.com.com.810-200. 6. www.bscengenharia. bsc@bscengenharia. Esse duto constitui uma chaminé coletiva.1 Chaminés Individuais: .2 Chaminés Coletivas: Podem-se reunir em um duto os gases provenientes das chaminés primárias e secundárias de vários aquecedores. 05 de dezembro de 2011 Engº Bartolomeu Muniz Granja BSC Engenharia – Rua 52 nº 703. Jardim Goiás.As Chaminés Individuais devem ser fabricadas com materiais não combustíveis. Assim na tabela 11.

HELIO.Veiculo Ferroviário .br Fone / Fax (62) 3245 1085. NBR 12178 . NBR 13523 .1993 .1992 . NBR EB 560 .Instalações Internas de GLP.Dispositivos de Segurança no Recipiente de GLP.BIBLIOGRAFIA ABNT. Jardim Goiás.br 9 .bscengenharia.Dispositivos de Segurança no Recipiente de GLP. BSC Engenharia – Rua 52 nº 703.2008 .Central de gás liquefeito de petróleo – GLP. CEP 74.810-200. BORGES. bsc@bscengenharia. NBR 13933 . CREDER. NBR 12919 .1997 .1992 .Instalação para Utilização de GLP. NBR 13932 .Mangueiras para Solda a Gás.1997 . ARCHIBALD JOSEPH – INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS PREDIAS E INDUSTRIAIS. www. INSTALAÇÕES HIDRÁULICA E SANITÁRIAS.1974 .Instalações Internas de Gás Natural (GN) Projeto e Execução. MACINTYRE. RUTH SILVEIRA E WELLINGTON LUIZ BORGES – INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS SANITÁRIAS E DE GÁS.NORMAS TÉCNICAS: NBR 12178 .com.com.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->