P. 1
cosmetologia2012lustamm

cosmetologia2012lustamm

|Views: 19|Likes:
Publicado porRaquel Amaral

More info:

Published by: Raquel Amaral on Feb 10, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/25/2014

pdf

text

original

Cosméticos, produtos de higiene e perfumes

Cosmetologia
Luciana Stamm

São preparados constituídos por substâncias naturais e sintéticas ou suas misturas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e/ou corrigir odores corporais e/ou protegê-los ou mantê-los em bom estado.

Definições e Conceitos
Cosmetologia
É a ciência que estuda as formulações cosméticas e os produtos para higiene, a fim de preservar a beleza e a saúde.

Composição de uma fórmula
Princípio ativo:
Responsável pela ação.

Veículo (líquido) ou excipiente (sólido ou semisólido):
Parte da fórmula na qual são misturados os princípios ativos.

Cosméticos: Natural e orgânico
São produtos que atuam na superfície da pele, com finalidade de higienizar, hidratar, lubrificar, nutrir, limpar, retardar o envelhecimento e embelezar.

Coadjuvantes técnicos ou adjuvantes:
Substâncias em geral inertes, cuja função é estabilizar a fórmula em nível químico, físico ou microbiológico.

Insumos Cosméticos

Classificação de Produtos
A – Categorias:
Produto de higiene Cosmético Perfume Produto de uso infantil

Os produtos cosméticos são compostos geralmente por tensoativos, agentes com propriedades específicas, estabilizantes, agentes de atributos estéticos e veículo.

B – Grau de Risco:
Grau1: risco mínimo; propriedades básicas ou elementares. Grau2: risco em potencial; indicações específicas.

As matérias-primas podem estar solubilizadas, emulsionadas ou suspensas em um veículo, geralmente aquoso ou então estar na forma de pó.

Matérias-primas de uso cosmético
Quanto a origem:
Inorgânicos naturais ou sintéticos; Orgânicos naturais, sintéticos ou semi-sintéticos.

Matérias-primas de uso cosmético
Quanto à constituição química:
Ésteres; Éteres; Aldeídos; Cetonas; Ácidos carboxílicos; Aminas; Amidas.

Matérias-primas de uso cosmético
Quanto aos benefícios para a pele ou formulação:
Tensoativos
Agentes de detergência ou limpeza; Emulsionantes; Agentes espumantes; Agentes de tratamento, condicionamento ou sobreendorguramento; Agentes de viscosidade ou de espessamento da formulação;

Matérias-primas de uso cosmético

Agentes com propriedades específicas
Emolientes; Umectantes; Abrasivos; Agentes de redução de irritação a pele e olhos.

Matérias-primas de uso cosmético
Estabilizantes

Veículos ou Excipientes
Substâncias que tem a finalidade de dar a forma final aos cosméticos.

Espessantes; Conservantes; Antioxidantes; Quelante e sequestrante; Neutralizantes; Antiespumantes;

Corantes, pigmentos e pérolas; Perfume, óleo essencial ou frangrância; veículo ou excipiente (água, sólidos ou solvente orgânico)

desodorantes.pó ou vetorial. líquido. dispersa ou descontínua. Emulsão externa. Onde a fase externa envolve a míscela. ou A/O. Exemplos: leites de limpeza. Exemplos: perfumes. condicionadores para cabelo. Emulsão Leites São emulsões em O/A e A/O de baixa viscosidade. leites e loções cremosas Emulsão interna. na forma de míscelas (microesferas). anti-aging. etc. Exemplos: cremes. leites e loções. Emulsões A emulsão apresenta no mínimo duas fases. desodorantes. Onde uma fase fica dispersa na outra. Emulsão Loções São emulsões em O/A e A/O de média a baixa viscosidade.Classificação Emulsão. dispersante ou contínua. Emulsão Cremes São emulsões em O/A e A/O de alta viscosidade. Exemplos: cremes hidratantes. estas são representadas como O/A. Emulsão: cremes. etc. . loções hidratantes. gel. higienizantes bucais.

menos emoliente. esta é mais pura e estéril.Emulsão A/O Maior proporção de óleo do que água Alto grau de emoliência e dissolvência Ideal para preparar cosméticos demaquilantes e cremes de limpeza. estar suspensa em uma fase aquosa. facilitando sua permeação. por sua vez. . possui propriedades emolientes. Emulsão O/A Maior proporção de água do que óleo. Aquela em que uma emulsão A/O e uma O/A podem existir simultaneamente. Emulsão múltipla A/O/A e O/A/O Componentes de uma emulsão São eles: água. eficácia e brilho ao cosmético. uma gotícula de óleo pode conter diversas partículas de água e. tornando-o mais agradável. espessantes. Componentes de uma emulsão Óleo Substância fundamental na indústria cosmética. Menos oleosa. isto é. podendo formar espuma. Procurar exemplos Componentes de uma emulsão Água Permite uma secagem mais rápida.princípios ativos e aditivos. Proporciona equilíbrio. umectantes. secagem mais rápida. A água mais indicada é a filtrada. tensoativos. óleos. É facilmente lavável com água. hidratantes e carreadoras.

dispersante. Exemplos: azeite de oliva. Exemplos: ésteres de ácidos graxos e álcoois graxos sintéticos – palmitato de acetila. São de baixo custo de produção. frutas. emoliente e antisséptico. cremes corporais. miristato de miristila. umectantes. a partir dos derivados do petróleo. modificados e sintéticos. lanolina – gordura obtida da lã de carneiro . de rícino etc. Componentes de uma emulsão Óleo natural de origem vegetal: Pode ser extraído do caule. espessante. ácidos e ésteres graxos. cremes capilares. óleo de abacate. solubilizante. folhas.. de amêndoas. Componentes de uma emulsão Tensoativo ou Surfactante Age reduzindo a tensão interfacial entre as fases. isonanoato de cetoestearila etc. Propriedades específicas: emulsificante. Componentes de uma emulsão Óleos sintéticos: Produzidos inteiramente pelo homem. flores. Exemplos: banha. detergente. sementes. Exemplos: esfoliantes. óleos capilares para brilho etc. em laboratório. etc. miristato de isopropila. esqualeno – óleo extraído do fígado de tubarão etc. cicatrizantes. estabilizante. etc. desodorantes. São classificados em três categorias: naturais (vegetais e animais). por isso mais utilizados. Componentes de uma emulsão Óleos modificados: Alcoois.Óleo Alguns possuem ainda propriedades antissépticas. Componentes de uma emulsão Óleo natural de origem animal: Extraídos durante o abate de animais que não se encontram em extinção. .

aumentam a estabilidade da emulsão. O sorbitol é muito utilizado em cremes e loções cosméticas como umectante. etilenoglicol. leite e elastina. Ácidos carboxílicos como os lactatos de sódio e amônio. derivados da lanolina. Possui maior capacidade de reter água do que a glicerina. seda. alimentos e adicionado nos produtos do tabaco para conservá-los úmidos. diclilenoglicol. através de sua propriedade de reter água. Efeitos dermatológicos Biodegradação Efeitos toxicológicos Umectantes Usados para previnir o ressecamento de preparações. sabonetes líquidos e em barras. Exemplos: glicerina. principalmente pomadas e cremes. poliálcoois etc. detergentes. Umectantes A glicerina é empregada em cremes. propilenoglicol. Permitem a hidratação superficial da epiderme. Umectantes A Ureia apresenta forma sólida e é uma excelente umectante para a pele. citrato de sódio. loções.Tensoativo ou Surfactante Propriedades biológicas Classificação dos Tensoativos Podem ser classificados em primários e secundários: Primários: interferem diretamente na tensão interfacial Secundários: viscosidade. . d-pantenol. glicolato de sódio. por isso é muito importante sua utilização em regiões secas. tem capacidade de hidratar a pele. Exemplos de proteínas utilizadas em cosmética são: colágeno. glicerol.também chamados de espessantes ou estabilizantes. Umectantes Substâncias que objetivam garantir a umidade da massa cremosa dos produtos. sorbitol. lactatos.

vaselina. ácidos carboxílicos e silicones. derivados da celulose. acrilatos. Espessantes ou estabilizantes Espessante orgânicos: goma xantana. impedindo o rompimento da emulsão. citrato de sódio. ação atiespumante. lubrificante. Excipiente semi-sólido no qual princípios ativos podem ser incorporados no preparo de pomadas. São responsáveis nas formulações por consistência e aparência.Base para pomada Emolientes São responsáveis pelo espalhamento e lubrificação. pomada hidrofílica. protetor da pele e veículos (dimeticones ou óleos de silicone). álcoois graxos. fosfato de sódio ou amônio e os aluminosilicatos. éteres. Espessantes ou estabilizantes Substâncias que impedem a mobilidade da fase aquosa alterando sua viscosidade e auxiliando o tensoativo. doador de brilho. Podem ser de origem orgânica (natural ou sintético) e inorgânica. cloreto de sódio etc. Exemplos: lanolina. betonitas. Emolientes Exemplos: óleo mineral. agente de antipegajosidade. . carbômeros. alginatos etc. Espessantes ou estabilizantes Os espessantes orgânicos dividem-se em duas classes: Espessantes de fase oleosa Espessantes de fase aquosa Espessantes inorgânicos: silicatos de alumínio e magnésio (SAM). vaselina. parafina. Silicones: emoliência. ceras etc (hidrocarbonetos). pomada de polietilenoglicol (PEG). Os espessantes inorgânicos são geralmente eletrólitos tais como cloreto de sódio.

Fornecem estabilidade ao produto. Corantes Deve-se consultar a lista de corantes permitidos. NaOH. fungo e leveduras. ác. borato de sódio (bórax). hidróxido de sódio. Exemplos: EDTA dissódico. hidróxido de potássio. monoetanolamina. solução de amônia. Sequestrantes ou Quelantes Tem ação sobre os metais que causam danos às formulações cosméticas. corantes e conservantes). Aditivos Substâncias com propriedades e funções específicas (aromatizantes ou perfumes. Fumárico. Protegem componentes de fragrâncias que podem reagir ou ser oxidado com a presença de metais. . São usados para obtenção de sabões e umectantes e correção do pH. ác. Exemplos: ácido cítrico. Exemplos: TEA – trietanolamina.Alcalinizantes e Neutralizantes São usados para conferir alcalinidade às soluções. Clorídrico. impedindo que depósitos de cálcio e magnésio permaneçam sobre os mesmos. ácido fosfórico. ác. São usados para obtenção de sabões e umectantes e correção do pH. neutralizar ácidos graxos. Melhoram o brilho dos cabelos. Acidificantes e Neutralizantes Os ácidos mais usados são os orgânicos. dietanolamina. Acético. carbonato de amônio. EDTA tetrassódico. Sequestrantes ou Quelantes Ajudam no combate à bactérias. Alguns causam manifestações alérgicas como amarelo de tartrazina e o vermelho. Edético (EDTA). Mantem a transparência de sistemas que podem turvar com a presença de metais. ác.

Emulsificantes Utilizados para promover estabilidade à formulação. Flavorizantes Usados para fornecer sabor agradável e. também odor para as preparações. monoestearato de glicerila. parafina. óleo de anis. . Agentes de Consistência Usados para aumentar a consistência e a dureza de preparações como cremes e pomadas. óleo de canela. cera branca. mentol. Exemplos: Álcool cetílico.Agente Opacificante Pode ser usado sozinho ou em combinação com um corante. O solvente pode ser aquoso ou não-aquoso como óleos. ésteres cetílicos. Agente de Polimento Utilizado para dar brilho. óleo de laranja. cera branca e amarela. Solventes Agente usado para dissolver outra substância na preparação de uma solução. Exemplos: Álcool cetílico. Exemplos: Vanilina. tornando-a homogênea. Exemplos: Cera de carnaúba. cacau. Exemplo: Dióxido titânio. monooleato de sorbitan. ácool estearílico.

géis esfoliantes. xampus géis. Agente de Viscosidade Usado para fornecer resistência ao ascoamento. acetato de sódio monobásico. tampão borato. metafosfato de potássio. butil. Etc. carbômero (carbopol). dar maior consistência.Agente Tampão Usado para fornecer à formulação. Os aditivos conservantes podem ser classificados em bactericidas. bentonita. . fenol. fosfato de potássio. Conservantes Previnem a contaminação microbiana. tampão citrato. propionato de sódio. metil e propil parabenos. fungicidas ou oxidantes. Exemplos Cloreto de benzalcônio. cloreto de benzetônio álcool benzílico. Exemplos: géis hidratantes. alginato desódio. Requisitos básicos: Boa solubilidade em água. tiremosol (mercúrio). tampão fosfato. pomadas) para prevenir o crescimento fúngico. Gel Substâncias insolúveis em água. Conservantes antimicrobiano São usados em preparações líquidos e semisólidas para prevenção de bactérias. géis protetores solares. nitrato fenilmercúrio. metilcelulose. Exemplos: Ácido algínico. ser inodoro e incolor. ser efetivo a baixas concentrações. mas hidratáveis. goma adraganta. Conservantes antifúngico São usados em preparações líquidas e semisólidas (cremes. clorobutanol. Podem ser transparentes ou opacos. resistência contra mudanças de pH em casos de diluições ou adição de substâncias de caráter ácido ou base. Exemplos: Citrato de sódio anidro e diidratado. géis fixadores. etil. ser atóxico. boa estabilidade. Exemplos: ácido benzóico.

deslizante. nutritivo. acetona) e outra fase dispersa sólida ( agentes gelificantes). diminuição temporária do tamanho dos poros e reduz a tendência a oleosidade. antiinflamatório. Pó Veículo indicado para produtos preparados e conservados em estado seco. álcool. refrescante. condicionador etc. Utilizado na formulação de loções cosméticas. carboximetilcelulose (CMC). Líquido Veículo simples. ICS 1. maquiagem em pó e máscaras argilosas. . Ação tonificantes consiste no enrijecimento da cútis. Loção aquosa: quando a base veicular é água e os ativos são hidrófilos. acrsint 400. Tônicos e Adstringentes São soluções que contém atributos de refrescância e agentes promotores de circulação. Polímeros: merquat (poliquartenário). cellosize (HEC). Podem ser: hidratantes. descongestionante. propilenoglicol.Gel Sistema formado por duas fases. PVA (álcool polivinílico). calmante. PVP (polivinilpirrolidona). pó facial. sendo uma fase dispersora líquida ( água. Gel Quanto a matéria-prima podem ser: Derivados da celulose: natrozol (HEC). o gel torna-se adstringente. Resinas: cabopol. sem qualquer umidade. veegun (silicato de magnésio e alumínio). Existem dois tipos: gel aquoso e gel-creme. acrypol (polímero do ácido acrílico). Gel Quando adicionado ao álcool.principal componente é a água. alginatos (também obtidos de algas). como talco. bentonita (silicato de alumínio hidratado coloidal). aerosil (silicato de silício). Naturais: ágar (gel hidratante extraído de alguns tipos de algas). Loção adstringente ou hidroalcoólica: quando o álcool é misturado à água.

Veículos vetoriais Nanosferas: Estruturas capazes de fixar em sua superfície ou armazenar em seu interior ativos de natureza diversa. Aerossóis São soluções de ingredientes ativos com gases liquefeitos ( propelentes) em um recipiente pressurizado munido de uma válvula. em um processo que leva em torno de 12 horas. Veículos Vetoriais Função de carrear ativos hidrossolúveis ou lipossolúveis até as camadas mais profundas da epiderme. Liberam seu conteúdo de princípios ativos na primeira célula viva que encontram. fragrância. etc. liberados lenta e gradativamente à medida que o vetor vai sendo absorvido pelo tecido. similar à estrutura da membrana plasmática. Pode conter água.Suspensões A fase interna consiste de partículas sólidas insolúveis em água e a fase externa é constituída pelo veículo compatível com a pele. Exemplos: desodorantes (bactericidas). geralmente água. Exemplos: géis. Veículos vetoriais Lipossomos ou lipossomas: São pequenas vesículas sólidas. cremes esfoliantes e xampus com bases perolizantes e ativos anticaspa. nanosferas e silanóis. São produtos quimicamente muito instáveis. álcool. . São lipossomos. Podem ser transparentes ou opacos. Sticks Preparações constituídas de substâncias graxas e álcool etílico que foram solidificadas por estearato de sódio. antiperspirante (cloridróxido de alumínio).

cicatrizantes. calmantes. cremes. antissépticos. Tipos de Cosmético Loções faciais Para limpeza podem conter emolientes. Tipos de Cosmético Sabão Substâncias compostas basicamente por tensoativos e matérias graxas de origem animal ou vegetal. . Possuem a capacidade de decompor o óleo e arrastar impurezas ou sujidades. pois possuem óleo em sua composição. argilas e óleos essenciais. nutritivas etc. hidratantes. revitalizantes. géis. loções faciais. hidratantes e cicatrizantes. Provem também o equilíbrio do pH cutâneo. a fim de arrastar os pigmentos da maquiagem. Possuem propriedades antiinflamatórias. Se opõe à formação de radicais livres. máscaras. umectantes ou detergentes suaves. Tipos de Cosmético Os principais tipos de cosmético são: Sabões. Após a limpeza podem ter as funções de tônicas adstringentes. demaquilantes. antissépticas. Princípio ativo Podem ter efeito farmacológico ou cosmético.Veículos vetoriais Silanois ou silício orgânico: Tem grande capacidade de penetração cutânea e absorção celular. Tipos de Cosmético Demaquilantes Cosméticos que tem o poder de emoliência. tônicas calmantes. reduzindo a oxidação e o processo de involução cutânea e acelerano o processo de hidratação.

calmantes absorventes. antioxidantes. ser hidratantes e ter FPS. caules e/ou raízes. flores. Tipos de Cosmético Óleos Essenciais (OE) Todo OE possui ingredientes ativos que agem no organismo por meio da inalação ou da absorção. secativo. Os OE são extraídos de folhas. antisséptico. oclusivo. cascas. Os óleos essenciais são compostos orgânicos formados basicamente por carbono.Tipos de Cosmético Cremes e Géis São ótimos preservadores do manto hidrolipídico. nutritivo. descongestionantes etc. Argilas São ativadoras do metabolismo. regeneradoras. adstringente. cicatrizantes. . rubefasciente. pós (argilas) e gomas (hidroplásticas). pois diminuem a perda transepidérmica. Tipos de Cosmético Máscaras Podem ser formuladas em cremes. frutos. revitalizante. oxigênio e hidrogênio. caratolítico. antioxidante. géis. sementes. descongestionante. Devem ter como objetivo a proteção da pele contra agressões climáticas. Tipos de Cosmético Argilas Argiloterapia ou geoterapia é o uso de recursos minerais empregados com a finalidade de promover efeitos terapêuticos. bactericidas. clareador e tensor. Podem ter efeito calmante.

refletindo ou dispersando a radiação UV. natural ou não-químico. Filtros minerais ou substâncias bloqueadoras: Dióxido de titânio (TiO2). São opacos e não muito aceitos cosmeticamente. géis. cremes. sem ser absorvidos. Ser insolúveis em água e suor. Fotoproteção Contra UVB: Antranilatos. dióxido de zinco (ZnO). não reagindo com outros componentes. óxido de zinco. sabonetes. Fotoproteção Classificação Filtro solar químico. Contra UVA: Benzofenona e os derivados do dibenzoilmetano como a avobenzona. Aderir bem à pele. também conhecido como inorgânico. Possui substâncias capazes de absorver a radiação UV. emulsões. benzimidazoles. Mistos Combinação de sintéticos com naturais. Atua como um espelho. benzilidene canforado. . Pode ser sintético. natural ou misto. Naturais Derivados de óleos vegetais. Fotoproteção Sintéticos Derivados do PABA ( ácido para-aminobenzoico) e das benzofenonas. Fotoproteção Classificação Filtro solar físico. porém todos tem de ser neutros. insolúvel.Tipos de Cosmético Carreadores Veículos para diluir ou misturar os óleos essenciais. Eles podem ser óleos vegetais. para não interferir nas propriedades dos óleos essenciais. entre outros. óxido de ferro. extratos glicólicos ou fluidos. mineral. Não existe filtro químico eficiente para todo o espectro dos UV. cinamatos e ésteres do ácido p-amino benzóico-PABA. também chamados de solúveis ou orgânicos. Ser quimicamente estáveis. Fotoproteção Características Oferecer proteção contra irradiação UVA e UVB. álcool de cereais ou xampus. Podem absorver ou refletir a radiação UV. Seus componentes são dióxido de titânio.

Contem substâncias viscosas como: mucilagens. origina coloração que se desenvolve em um intervalo de 2 a 6 horas e permanece durante 4 ou 6 dias. não apresenta nenhuma vantagem aparente. sem aprensentar toxicidade. glicerolm sorbitol. Tem o inconveniente de serem bastante viscosos. somente marketing. melhor consistência e maior facilidade de aplicação. Produtos Solares Loções e Géis: Permitem espalhamento mais fácil e podem ser utilizadas em peles já sensibilizadas pelo sol. Não traz vantagens sobre os óleos. Cremes O/A tem menor fixação.Produtos Solares Óleos protetores solares e bronzeadores: Apresentam a vantagem de resistir banho e suor. propilenoglicol etc. Os principais antioxidantes são as vitaminas C e E. . são removidos facilmente. Antioxidantes Os cosméticos que possuem antioxidantes são os principais agentes no combate ao envelhecimento intrínseco. cremes ou loções habituais. Produtos Solares Bronzeadores sem sol: DIHIDRÓXIACETONA: quando aplicado à pele. além dos oligoelementos. No caso da espuma. uniforme mas fina. em solução aquosa ou hidroalcoólica. Cremes A/O aderem e protegem por mais tempo mesmo quando sujeitos a banho de mar. que podem ser solucionados com a adição de solventes. Produtos Solares Aerosóis e formadores de espuma: A vaporização produz uma película. Produtos Solares Leites e cremes protetores solares e bronzeadores: Tem aspecto mais agradável.

C). Estas alterações se dão pela ação de enzimas. Também é utilizada como conservante nas formulações cosméticas. Ascórbico (vit. ác. Peelings O peeling ou esfoliação é uma abrasão da pele. Arcorbosilane C. agentes redutores) EDTA (ác. palmitato de ascorbila. como: palmitato de ascorbila. BHA butilhidroxi-anisol. Etilenodiaminotetracético). . tocoferol. A palavra peeling origina-se do verbo inglês “to peel” significando pelar. na estética são utilizadas suas derivações. galatodepropila. microorganismos. descamar. Vitamina E Substância lipossolúvel. Possui ação umectante e é utilizada em estética associada às vitaminas A e D. bissulfito de sódio. magnésio (Mg). (sofrem oxidação. cobre (Cu) e zinco (Z). (interrompem cadeias de RL) Metabissulfito de sódio.Antioxidantes A oxidação pode manifestar-se principalmente por modificações do odor e da cor podendo até provocar irritações no tecido cutâneo. Oligoelementos antioxidantes: cálcio (Ca). também chamada de tocoferol. Visa a renovação da pele a partir da descamação das camadas mais superficiais. esfolar. entre outros. mais conhecido como éster C. selênio (Se). Antioxidantes Exemplos: BHT butilhidroxi-tolueno. ( atua por mecanismos preventicvos) Vitamina C Por ser muito instável. desprender. fosfato de ascorbil magnésio. um silício orgânico. oxigênio e presença de traços de metais. Isoladamente atuam como catalisadores de RL. Oligoelementos São substâncias de mínima quantidade no organismo humano.

pH da pele. Idade. Hidratação. Emulsões O/A Concentração do ativo pH alcalino Temperatura elevada Clima quente e úmido . Indicação: tratamento de manchas. Esfoliantes físicos. ácido retinóico. Esfoliante Físico Microdermoabrasão: jato de microcristais de hidróxido de alumínio em alta pressão bombardeando a pele ao mesmo tempo em que aspira os cristais e a pele atingida por eles. Região da pele. ácido tricloroacético. resorcina. Necessitam ser friccionados sobre a pele. acne e envelhecimento cutâneo. peeling de diamante(cabeçote diamantado acoplado ao aparelho de vácuo). Exemplo: peeling de cristais. ácido glicólico. Fatores que afetam a penetração de pele Biológico/Fisiológico Fatores que afetam a penetração de pele Físico/Químico Melhoram a penetração cutânea: Espessura da pele. Laser. Esfoliantes mecânicos.Esfoliantes Dividem-se em três categorias: Esfoliantes químicos. Esfoliante Mecânico São os que possuem grânulos abrasivos como microesferas de polietileno. fenol. Fluxo sanguineo. Esfoliante Químico São queratolíticos como o ácido salicílico. óxido de alumínio fragmentado de sementes de frutas. grânulos de Bórax.

Cuidando assim da beleza e da saúde física e mental. Biotecnologia Ciência que permite a utilização de organismos vivos como micro-organismos e as células animais e vegetais como matériaprima para criar novas formas de vida e/ou modificar as já existentes. Neurocosmética São formulações que atuam no sistema nervoso. por meio da inalação e da aplicação tópica. em benefício da estética e da higiene da pele e dos cabelos. que está relacionado ao fator de desengorduramento da epiderme Emulsão O/A (oferecem fator superior de penetração) Fitocosmética Aplicação dos princípios ativos extraídos dos vegetais. liberando substâncias que produzem um melhor aspecto geral da pele. como endorfinas. . Cosmecêutica Produtos cosméticos com leve ação medicamentosa. que contêm em sua fórmula ingredientes bioativos com moderadas propriedades terapêuticas. Aromaterapia Utilização dos óleos essenciais. produtos antienvelhecimento e produtos enriquecidos com vitaminas e minerais. Exemplos: antitranspirantes.proporcionando-lhe brilho e elasticidade. filtros solares.Fatores dependentes do veículo Poder solubilizante do veículo em relação ao princípio específico Viscosidade Poder lipossolvente.

Nutricosmético São produtos que incorporam ingredientes nutricêuticos em sistemas de liberação tópica. a prevenir a queda de cabelos e oferecer proteção solar. para uso oral prometem retardar o envelhecimento e ainda combater as rugas. melhorar a firmeza da pele. .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->