P. 1
Lista Gases

Lista Gases

|Views: 1.036|Likes:
Publicado porArthur Medeiros

More info:

Published by: Arthur Medeiros on Feb 15, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/01/2014

pdf

text

original

LISTA DE EXERCÍCIOS GASES

Unidades das variáveis de estado do gás 1) Dentre os valores apresentados abaixo, qual indica a pressão mais elevada ? a) b) c) d) e) 2) 1,2 atm. 700 mmHg. 80 cmHg. 0,8 atm. 70 cmHg.

Podemos afirmar que entre os valores de temperatura abaixo, a que apresenta o valor mais baixo é: a) b) c) d) e) 30oC. 250 K. 70oC. 300 K. – 10oC.

3) 4)

Um corpo apresenta uma temperatura de 37o C. Expresse esse valor em Kelvin. De acordo com a teoria cinética dos gases, é incorreto afirmar: a) Energia cinética média é proporcional à temperatura de Kelvin. b) As partículas estão muito unidas e têm baixa velocidade. c) As partículas ocupam todo o volume disponível e têm movimento livre. d) As partículas possuem alta velocidade e ocorrem choques entre elas e contra as paredes do recipiente que as contém. e) As partículas têm movimento desordenado. Transformação isotérmica

5)

Na respiração normal de um adulto, num minuto são inalados 4,0 litros de ar, medidos a 27oC e 1 atm de pressão. Um mergulhador a 43 m abaixo do nível do mar, onde a temperatura é de 27oC e a pressão de 5 atm, receberá a mesma massa de oxigênio se inalar quantos litros de ar?

6) Mantendo-se a temperatura constante, anotam-se os seguintes dados referentes a certa massa de gás: Volume (litros) Pressão (atm) 1 2 2 1 3 x Calcule o valor de x. 7) Reduzindo-se à metade a pressão exercida sobre 150 ml de ar, o novo volume, à temperatura constante, será quanto, em mL? 8) Um recipiente a 0oC contém 50 litros de um certo gás exercendo a pressão de 1 atm. Calcule a pressão exercida por esta mesma massa de gás a 0oC em um recipiente com capacidade para 80 litros. 9) 80 litros de gás hidrogênio a uma pressão P são submetidos à transformação isotérmica, até que a pressão final seja igual a ¼ da inicial. Calcule o volume ocupado pelo gás no estado final. 10) A lei de Boyle afirma que, mantendo-se a temperatura constante, a pressão P e o volume V de um gás relacionam-se da seguinte maneira:

a) b) c) d) e)

P e V são diretamente proporcionais P + V = constante P – V = constante P = V Se P for reduzido à metade, o valor de V deverá dobrar

11) Um cilindro com êmbolo móvel contém 100 mL de CO2 a 1,0 atm. Mantendo a temperatura constante, se quisermos que o volume diminua para 25 mL, que pressão teremos que aplicar? 12) Dois balões A e B, estão ligados por um tubo de volume desprezível, munido de uma torneira. O balão A, de volume igual a 400 mL, contém gás hélio. No balão B, de volume igual a 600 mL, existe vácuo. Mantendo-se a temperatura constante, a torneira é aberta e a pressão final do sistema atinge o valor de 600 mmHg. Com base nessas informações, calcule a pressão inicial do balão A. 13) Um gás está preso em um cilindro com êmbolo móvel. Mantendo-se a temperatura constante, se a pressão P do gás passar para 3P, o volume V: a) b) c) d) e) passará para V / 3 passará para 3V passará para V + 3 passará para V – 3 não sofrerá alteração

14) Sem alterar a massa e a temperatura de um gás, desejamos que um sistema que ocupa 800 mL a 0,2 atm passe a ter pressão de 0,8 atm. Para isso, o volume do gás deverá ser reduzido para quanto? 15) De acordo com a lei de Robert Boyle (1660), para proporcionar um aumento na pressão de uma determinada amostra gasosa numa transformação isotérmica, é necessário: a) b) c) d) e) aumentar o seu volume diminuir a sua massa aumentar a sua temperatura diminuir o seu volume aumentar a sua massa

16) O gás carbônico produzido na reação de um comprimido efervescente com água foi seco e recolhido à pressão de 1 atm e temperatura de 300K, ocupando um volume de 4 L. Se a essa mesma temperatura o gás fosse recolhido à pressão de 2 atm, que volume ocuparia? 17) Um mol de gás ideal, confinado no recipiente A de volume V1, expande para o recipiente B, de volume V2 = 2.V1, ao ser aberta a válvula V. Se o processo ocorre isotermicamente, é possível afirmar que a pressão final do gás é: a) b) c) d) e) 18) P1 / 2 2 P1 P1.( V1 + V2 ) / 2 P1 / 3 3 P1

A cada 10 m de profundidade a pressão sobre um mergulhador aumenta de 1 atm com relação à pressão atmosférica. Sabendo-se disso, qual seria o volume de 1 L de ar (comportando-se como gás ideal) inspirado pelo mergulhador ao nível do mar, quando ele estivesse a 30 m de profundidade ?

19) Uma bolha de gás liberada de um lago, situado ao nível do mar, triplica seu volume ao atingir a superfície. Supondo que a temperatura da água é uniforme, qual a pressão no fundo do lago, em atmosfera ?

Transformação isobárica 20) Durante o inverno do Alasca, quando a temperatura é de – 23°C, um esquimó enche um balão até que seu volume seja de 30 L. Quando chega o verão a temperatura chega a 27°C. Qual o inteiro mais próximo que representa o volume do balão, no verão, supondo que o balão não perdeu gás, que a pressão dentro e fora do balão não muda, e que o gás é ideal ? Resp: 36 L.

21) Uma amostra de gás foi aquecida sob pressão constante. Nessa transformação ocorreu: A B C D E diminuição de volume do gás e da energia cinética média das moléculas aumento de volume de gás e da energia cinética média das moléculas aumento de volume de gás e diminuição da energia cinética média das moléculas diminuição de volume de gás e aumento da energia cinética média das moléculas aumento de volume de gás, porém a energia cinética média das moléculas mantevese constante

22) Uma amostra de nitrogênio gasoso ocupa um volume de 20 mL a 27°C e à pressão de 800 mmHg. Que volume ocuparia a amostra sob 0°C e 800 mmHg ? 23) Observando a tabela abaixo diga de quanto difere x de y, considerando que a pressão é constante: Volume 10 L 15 L 20 L Temperatura 300 K x y

24) Um recipiente com capacidade para 100 litros contém um gás à temperatura de 27 oC. Este recipiente e aquecido até uma temperatura de 87oC, mantendo-se constante a pressão. O volume ocupado pelo gás a 87oC será de quanto? 25) Certa quantidade de gás hidrogênio ocupam um volume de 25 litros a 47 o C e 2 atm de pressão. Qual será a temperatura que deveremos aquecer esta mesma quantidade de gás, a 2 atm, para que ocupe um volume de 62,5 litros? 26) Determinada massa de um gás está a uma pressão de 5 atm, e ocupa um volume de 40 litros a uma dada temperatura. Calcule o volume ocupado por esse mesmo gás ao sofrer uma transformação isobárica, quando a temperatura final for 2,5 vezes a inicial. 27) Um balão que contém gás oxigênio, mantido sob pressão constante, tem volume igual a 10 L, a 27°C. Se o volume for dobrado, podemos afirmar que: a) b) c) d) e) a temperatura, em °C, dobra a temperatura, em K, dobra a temperatura, em K, diminui à metade a temperatura, em °C, diminui à metade a temperatura, em °C, aumenta de 273

28) Um balão selado, quando cheio de ar, tem volume de 50,0 m3 a 22°C e à pressão atmosférica. O balão é aquecido. Assumindo que a pressão é constante, a que temperatura estará o balão quando seu volume for 60,0 m 3? 29) Um frasco munido de êmbolo móvel contém 2,0 L de ar a 20°C. A que temperatura deve ser aquecido o frasco, à pressão constante, para que seu volume dobre? 30) Certa massa gasosa ocupa um volume de 800 mL a – 23°C, numa dada pressão. Qual é a temperatura na qual a mesma massa gasosa, na mesma pressão, ocupa um volume de 1,6 L ? 31) Uma estudante está interessada em verificar as propriedades do hidrogênio gasoso a baixas temperaturas. Ela

utilizou, inicialmente, um volume de 2,98 L de H2(g), à temperatura ambiente (25°C) e 1 atm de pressão, e resfriou o gás, à pressão constante, a uma temperatura de – 200°C. Que volume desse gás a estudante encontrou no final do experimento?

Transformação isovolumétrica 32) Um recipiente fechado contém hidrogênio à temperatura de 30 oC e pressão de 606 mmHg. Calcule a pressão exercida quando se eleva a temperatura a 47oC, sem variar o volume. 33) Um recipiente indeformável de 10 litros contém ar atmosférico a 2 atm e 25 oC. A que temperatura, em oC, o recipiente deverá ser aquecido a volume constante, para que a pressão seja igual a 6 atm? 34) No interior de um pneu temos uma pressão de 2,30 atm quando a temperatura era de 27oC.Depois de ter rodado uma certa distância, a pressão passou a ser de 2,53 atm. Supondo variação de volume do pneu desprezível, isto é, transformação isovolumétrica, qual será a nova temperatura?

35) Um frasco de desodorante cheio de ar é fechado a 714 torr e 27 oC. Acidentalmente, o frasco é atirado num incinerador de lixo. A pressão que o frasco deve suportar para evitar a sua explosão no incinerador, a uma temperatura de 627oC, será de quanto? Dado:1 mmHg = 1 torr 36) Em um dia de inverno, à temperatura de 0oC, colocou-se uma amostra de ar, à pressão de 1,0 atm, em um recipiente de volume constante. Transportando essa amostra para um ambiente a 60 oC, que pressão ela apresentará? 37) Um frasco fechado contém um gás a 27°C, exercendo uma pressão de 3,0 atm. Se provocarmos uma elevação na sua temperatura até atingir 227°C, qual será a sua nova pressão, mantendo-se constante o volume? 38) Uma lata de um spray qualquer foi utilizada até não mais liberar seu conteúdo. Neste momento, podemos dizer: A B C E D a pressão de gases no interior da lata é zero. a pressão de gases no interior da lata é igual à pressão atmosférica. existe vácuo no interior da lata. ao aquecermos a lata, a pressão no interior da lata não varia. ao aquecermos a lata e pressionarmos a válvula, gases sairão novamente.

39) Dada a tabela: Transformação 1 2 3 temperatura constante variável variável Pressão variável constante variável volume variável variável constante I. II. III. IV. V. (1) é isotérmica. (2) é isométrica. (3) é isovolumétrica. (2) é isobárica. (1) é isométrica.

Estão corretas, apenas, as afirmações: a) I e II. b) I , III e IV. c) III e V. d) II. e) II , IV e V.

Equação Geral dos Gases 40) Certa massa de um gás ocupa um volume de 20 litros a 27 o C e 600 mmHg de pressão. Calcule o volume ocupado por essa mesma massa de gás a 47o C e 800 mmHg de pressão. 41) Certa massa de gás hidrogênio ocupa um volume de 100 litros a 5 atm e – 73o C. A que temperatura, oC, essa massa de hidrogênio irá ocupar um volume de 1000 litros na pressão normal? 42) Um sistema gasoso, com pressão de 500 torr, a uma temperatura de 200 K, ocupa um volume V. Inicialmente, o sistema é aquecido isobaricamente até o volume tornar-se 3V/2. Depois, o sistema sofre uma transformação isotérmica, com duplicação da pressão. No estado final, a pressão, o volume e a temperatura são: a) b) c) d) e) a) 500 torr, 3V/2 e 400 K. 500 torr, 3V e 400 K. 1000 torr, 3V/4 e 300 K. 1000 torr, 3V e 300 K. igual ao estado inicial, pois houve transformação isotérmica e isobárica.

43) Certa massa de hélio ocupa um volume de 2 L à temperatura de 127ºC e à pressão de 660 mmHg. Calcule o volume ocupado pela mesma massa de hélio a 720 mmHg a 27ºC. 44) 500 mL de um gás foram, inicialmente, medidos à pressão de 650 mmHg e à temperatura de 73ºC abaixo de zero. A seguir, o volume do gás foi reduzido a 400 mL e a temperatura elevada a 127ºC. Calcule a pressão final do gás. 45) Um volume de 15 L de uma certa massa de gás foram medidos a 277ºC e a 2 atm de pressão. Reduzindo a pressão para 1 atm, calcule a temperatura na qual o gás passará a ocupar 18 L. 46) Supondo que 57 L de um gás ideal a 27°C e 1,0 atm sejam simultaneamente aquecidos e comprimidos até que a temperatura seja 127°C e a pressão 2,0 atm. Qual o volume final ocupado pelo gás? 47) Uma certa quantidade de gás ideal ocupa 30 litros à pressão de 2 atm e à temperatura de 300 K. Que volume passará a ocupar se a temperatura e a pressão tiverem seus valores dobrados? 48) A atmosfera é composta por uma camada de gases que se situam sobre a superfície da terra. Imediatamente acima do solo localiza-se uma região da atmosfera conhecida como troposfera, na qual ocorrem as nuvens, os ventos e as chuvas. Ela tem altura aproximada de 10 km, a temperatura no seu topo é em torno de – 48°C e sua pressão é de 0,25 atm. Se um balão resistente a altas pressões, cheio com gás hélio até um volume de 10 L, a 1,0 atm e 27ºC for solto, o volume deste balão, quando chegar ao topo da troposfera será de? 49) Um gás ideal, confinado inicialmente à temperatura de 27°C, pressão de 15 atm e volume de 100 L sofre diminuição no seu volume de 20 L e um acréscimo em sua temperatura de 20°C. Calcule a pressão final do gás?

Equação de Clapeyron 50) Podemos afirmar que 5 mols de moléculas de gás oxigênio submetido a 27oC e ocupando o volume de 16,4 litros exercerão uma pressão de? 51) Calcule o volume ocupado por 14,2g de gás cloro ( Cl2 ) medidos a 8,2 atm e 727o C. Dado: Cl = 35,5 u 52) No comércio, encontra-se oxigênio, comprimido à pressão de 130 atm, em cilindros de aço de 40 litros. Quantos quilogramas de oxigênio existem no cilindro, na temperatura ambiente (25 oC)? Dado: O = 16 u 53) Quantas moléculas de CO2 ocupam o volume de 15 L sob pressão de 0,82 atm a 27o C? 54) Colocando-se 2,8g de nitrogênio (N2) num recipiente de 5,0 litros, calcule a pressão do gás, a 0oC, em atm. Dado: N = 14 u.

55) 2,2g de um gás estão contidos num recipiente de volume igual a 1,75 litros, a uma temperatura de 77 o C e pressão e 623 mmHg. Este gás deve ser: Dados: H = 1 u; C = 12 u; O = 16 u; N = 14 u; S = 32 u a) b) c) d) e) NO. H2S. SO2. CO2. NH3.

56) Um extintor de incêndio contém 4,4 kg de CO2. Calcule o volume máximo de gás liberado na atmosfera, em litros, a 27ºC e 1 atm. Dados: C = 12 u.; O = 16 u. 57) Um recipiente de 24,6 L contém 1,0 mol de nitrogênio exercendo a pressão de 1,5 atm. Nessas condições, calcule a temperatura do gás, na escala Kelvin. 58) Um recipiente de 6,0 L contém hélio exercendo a pressão de 0,82 atm a 27ºC. Calcule o número de mols do gás no recipiente. 59) Quantos gramas de O2 há num recipiente de 50,0 L à pressão de 0,82 atm a 500 K? Dados: C = 12 u; O = 16 u 60) 0,8g de uma substância no estado gasoso ocupa um volume de 656 mL a 1,2 atm e 63ºC. A que substância corresponde os dados acima? Dados: H = 1 u.; C = 12 u.; N = 14 u.; O = 16 u.; Cl = 35,5 u. 61) Em determinadas condições de temperatura e pressão, 10 litros de hidrogênio gasoso, H2, pesam 1g. Qual seria o peso de 10 litros de hélio, He, nas mesmas condições? Dados: H = 1g / mol; He = 4 g / mol 62) A temperatura a que deve ser aquecido um gás contido num recipiente aberto, inicialmente a 25ºC, de tal modo que nele permaneça 1/5 das moléculas nele inicialmente contidas será de? 63) Um balão A contém 8,8g de CO2 e um balão B contém N2. Sabendo que os dois balões têm igual capacidade e apresentam a mesma pressão e temperatura, calcule a massa de N2 no balão B. Dados: C = 12 g/mol; O = 16 g/mol; N = 14 g/mol 64) A que temperatura deve ser aquecido um frasco aberto, a fim de que 1/4 do gás nele contido, a 27°C, seja expulso? 65) Determine o volume ocupado por 10 mols de um gás X a 27°C e 2 atm de pressão. 66) Um dos poluentes mais comuns é o monóxido de carbono (CO). Uma amostra contendo 4 mols desse gás exerce uma pressão de 2,46 atm a 27°C. Nessas condições, determine o volume ocupado pelo gás. 67) 29,0g de uma substância pura e orgânica, no estado gasoso, ocupam o volume de 8,2 L à temperatura de 127°C e à pressão de 1520 mmHg. A fórmula molecular do provável gás é: Dados: C = 12 g/mol; H = 1 g/mol; R = 0,082 L.atm/K.mol a) b) c) d) e) C2H6. C3H8. C4H10. C5H12. C6H14.

68) Os sucos de frutas engarrafados encontrados nas prateleiras de supermercados contêm conservantes químicos, e um deles é o dióxido de enxofre, substância gasosa nas condições ambientes. Recentemente, jornais, rádios e as TVs anunciaram a retirada desses sucos do mercado, pelo fato de conterem um teor do conservante maior que o permitido oficialmente. Qual a quantidade de SO2(g) contido num recipiente de volume igual a 1,0 L, sob pressão de 22,4 atm, mantido a 273 K? Dados: S = 32 g/mol; O = 16 g/mol 69) Dois recipientes de mesmo volume contêm separadamente os gases A e B . As temperaturas são idênticas. A

pressão do gás A é 100 cmHg e a do gás B é 25 cmHg. Pode-se afirmar que o número de mols do gás A, comparado com o gás B, será: a) b) c) d) e) igual. duas vezes menor. quatro vezes menor. quatro vezes maior. duas vezes maior.

70) Num recipiente de 2 L existem 1,6g de um determinado gás, sob pressão de 0,56 atm, a 0°C. Partindo desses dados, pode-se dizer que o gás será o: a) b) c) d) e) CO2. H2. NH3. N2. O2.

71) Calcule a pressão exercida, em atm, por 1,2 x 1024 moléculas de nitrogênio (N2) confinadas num recipiente de 6 L, a 27°C. 72) 0,8 mol de um gás ideal ocupa o volume de 8,2 L. Sabendo que a pressão exercida é de 5 atm, calcule em que temperatura o gás se encontra. 73) Calcule a massa de hidrogênio (H2) contida em um recipiente de 8,2 L, a 127°C e à pressão de 1 atm. Dado: H = 1 g/mol 79) Qual o volume ocupado por 0,5 mol de gás butano, a 1,0 atm de pressão e à temperatura de 37°C?

Volume molar 80) Calcule o volume ocupado por 0,25 mol de gás carbônico (CO2) nas condições normais de temperatura e pressão (CNTP). 81) Calcule, nas CNTP, o volume ocupado por 10g de monóxido de carbono. Dados: C = 12 u; O = 16 u.

Mistura de gases

82) Num balão de 200 L de capacidade, mantida à temperatura constante de 300 K, são colocados 110 L de nitrogênio a 5,0 atm e 57ºC, 80 L de oxigênio a 2,5 atm e – 23ºC e 50 litros de neônio a 3,2 atm e 47ºC. Calcule a pressão total da mistura gasosa, em atm. 83) Tem-se 3,0 L de gás nitrogênio (N2) exercendo pressão de 1,0 atm a 27°C e em outro recipiente de 2,0 L encontramos gás oxigênio (O2) a 5,0 atm de pressão e 27°C. Estes gases são misturados em um recipiente de 5,0 L, na mesma temperatura em que se encontravam anteriormente. Pode-se afirmar que: A B C D E A pressão total da mistura é de 2,6 atm. A pressão parcial do gás oxigênio é de 0,6 atm. A pressão parcial do gás nitrogênio é de 2,0 atm. A pressão total da mistura é de 6,0 atm. A soma das pressões parciais dos gases componentes desta mistura é menor que 2,6 atm.

84) Dois recipientes encontram-se ligados por uma válvula, inicialmente fechada. No recipiente menor, com volume de 1 L, encontra-se gás carbônico na pressão de 1,0 atm. No recipiente maior, com volume de 3 L, encontra-se gás oxigênio na pressão de 6,0 atm. Considerando que a válvula é aberta e os dois gases se misturam, ocupando o volume dos dois recipientes, pode-se afirmar que:

A B C D E

a pressão parcial do gás carbônico será 0,25 atm. a pressão parcial do gás oxigênio será de 4,5 atm. a pressão total no interior dos recipientes será de 7,0 atm. a pressão total no interior dos recipientes será de 4,75 atm. a pressão no interior do recipiente maior será menor que a pressão no interior do menor.

85) Em um recipiente com capacidade para 80 litros são colocados 4,06 mols de um gás X e 15,24 mols de um gás Y, exercendo uma pressão de 6,33 atm. Calcule a temperatura em que se encontra essa mistura gasosa. 86) Uma mistura gasosa é formada por 14,2g de cloro (Cl2) e 13,2g de gás carbônico (CO2). Sabendo-se que a pressão total da mistura é de 2 atm pede-se as pressões parciais do gás cloro e do gás carbônico. Dados: Cl = 35,5 u; C = 12 u; O = 16 u 87) Uma mistura de 12g de etano (C2H6) e 2,4g de hélio (He) foi recolhida num balão de volume igual a 22,4 L mantido a 273°C. As pressões parciais, em atm, do C2H6 e do He no interior do balão são, respectivamente. Dados: H = 1 g/mol; C = 12 g/mol; He = 4 g/mol 88) Um balão contém 32g de He e 128g de SO2. Calcule: a) As frações molares de cada gás. b) As pressões parciais de cada gás quando a pressão total for igual a 1000 mmHg. Dados: He = 4 g/mol; SO2 = 64 g/mol 89) Uma mistura gasosa de O2 e N2, contendo 8,0g de O2, apresenta volume igual a 11,2 x 103 mL quando submetida à pressão de 2,0 atm e à temperatura de 0°C. Qual a massa de N 2 nessa mistura? Dados: O = 16 g/mol; N = 14 g/mol 90) Uma mistura gasosa contendo 4g de CH4(g) e 8g de O2(g) está em CNTP. Qual a pressão parcial do CH4(g) nessa mistura? Dados: CH4(g) = 16g/mol; O2(g) = 32g/mol 91) Considere um recipiente que contém 0,5 mol de H2(g) e 1,0 mol de Ar (g), a determinada temperatura. Comparando a pressão parcial do gás hidrogênio (pH2) com a do argônio (pAr), tem-se: a) b) c) d) e) pH2 = pAr. pH2 = 2 pAr. pH2 = 3 pAr pAr = 2 pH2 pAr = 3 pH2

Densidade absoluta e densidade relativa 92) Calcule a densidade absoluta do gás oxigênio ( O2 ) a 27ºC e 3 atm de pressão. Dado: O = 16 u 93) A densidade de um gás desconhecido, a 98°C e 740 mmHg, é de 2,50 g/L. Calcule a massa molecular desse gás. 94) A densidade de um gás é 1,96g / L medida nas CNTP. Calcule a massa molar desse gás. 96) A densidade de um gás biatômico (X2) é igual a 1,25 g/L nas CNTP. Qual a massa de um mol de átomos do elemento X? 97) Calcule a densidade do gás carbônico em relação ao gás metano. Dados: H = 1u; C = 12 u; O = 16 u 98) Calcule a densidade relativa do gás oxigênio (O2) em relação ao ar atmosférico. Dado: O = 16 u 99) Considere 4 bexigas (balões e bolas de aniversários) cheia dos gases:

· · · ·

Balão Balão Balão Balão

I: hidrogênio (H2). II: oxigênio (O2). III: amônia (NH3). IV: metano (CH4).

Soltando-se essas bexigas, quais delas irão subir ? Dados: H = 1 g/mol; C = 12 g/mol; O = 16 g/mol; N = 14 g/mol a) b) c) d) e) todas. I e II, somente. II e IV, somente. I, III e IV, somente. II, somente.

100) Tanto em comemorações esportivas como na prática do balonismo como esporte, bexigas e balões dirigíveis são cheios de gases que apresentam determinadas propriedades. Dentre as substâncias gasosas a seguir: I. II. III. IV. V. Hélio: menos denso do que o ar e praticamente inerte. Dióxido de carbono: mais denso que o ar e incombustível. Criptônio: praticamente inerte e mais denso que o ar. Hidrogênio: combustível e menos denso que o ar. Monóxido de carbono: combustível e de densidade próxima à do ar.

A mais segura para ser utilizada em balões e bexigas é: a) b) c) d) e) V. IV. III. II. I.

102) Uma cabine está cheia de ar em condições ambientes ao nível do mar. No interior da cabine encontram-se cinco balões, cada um contendo, nas mesmas condições de temperatura e pressão, um dos seguintes gases: hidrogênio, oxigênio, neônio, argônio e gás carbônico. O balão que sobe para o topo da cabine é aquele que contém: Dados: H2 = 2 g/mol; O2 = 32 g/mol; Ne = 20 g/mol; Ar = 40 g/mol; CO2 = 44 g/mol a) b) c) d) e) Hidrogênio. Oxigênio. Neônio. Argônio. Gás carbônico.

103) Um pneu inflado tem uma pressão 3 vezes maior que a atmosférica, à mesma temperatura. Nestas condições, a densidade do ar no pneu, comparada com a densidade do ar na atmosfera, é: a) b) c) d) e) 9 vezes maior. 9 vezes menor. a mesma. 3 vezes maior. 3 vezes menor.

EFUSÃO E DIFUSÃO DE GASES 104) A velocidade de difusão do gás hidrogênio é igual a 27 km/h, em determinadas condições de pressão e temperatura. Nas mesmas condições, a velocidade de difusão do gás oxigênio em km/h é de:

a) b) c) d) e)

4 km/h. 108 km/h. 405 km/h. 240 km/h. 960 km/h.

105) Dentre os gases abaixo, nas mesmas condições, o que se difunde mais rápido é: a) Monóxido de carbono. b) Ozônio. c) Nitrogênio. d) Amônio. e) Hidrogênio. 106) A velocidade de efusão do gás hidrogênio, é seis vezes maior que a velocidade de efusão do gás X. Qual a massa molar do gás X, sabendo que a massa molar do hidrogênio é 2 g/mol ? 107) Dois recipientes separados, iguais, contendo, respectivamente, moléculas de hélio em um e dióxido de enxofre no outro, nas mesmas condições de pressão e temperatura, possuem orifícios por onde os gases escapam. Se a velocidade de efusão do hélio é de 3x103 km/h, então a velocidade de efusão: Dados: He = 4 g/mol; SO2 = 64 g/mol. a) b) c) d) e) Do dióxido de enxofre é 4 vezes maior que a do hélio. Do hélio é 8 vezes maior que a do dióxido de enxofre. Dos dois gases é igual. Do dióxido de enxofre é 1,5x103 km/h. Do hélio é 16 vezes menor que a do dióxido de enxofre.

108) Além da pulsação e da respiração, a temperatura corporal é um dos sinais fitais do organismo. A temperatura normal de um indivíduo adulto sadio varia de 36,1°C a 37,5°C. a febre é o aumento da temperatura corporal que raramente excede a 41,0°C nos seres humanos e faz parte do mecanismo de defesa do corpo, pois é normalmente provocada por processos inflamatórios, infecciosos e de intoxicação. a) b) c) d) e) A temperatura de individuo com febre é, no máximo, 314 K. A temperatura corpórea de um ser humano adulto sadio varia de 310 K até 314 K. Um individuo adulto com temperatura corpórea de 309 K se encontra com febre. Um individuo adulto com temperatura corpórea de 305 K se encontra fora do perigo de um infarto. A febre ocorre quando a temperatura corpórea do individuo adulto se encontra entre 309,1 K e 310,5 K.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->