Você está na página 1de 2

Fundamentos da Msica Maria Lucia Possas de Almeida Professor: Guilherme Werlang Produo Cultural UFF 2012.2 - 2013.

Durante as aulas da disciplina Fundamentos da Msica, diversas msicas foram apresentadas como base nos estudos da msica modal, do canto gregoriano, msica barroca, dentre outras. A compreenso das canes apresentadas como formas de aprimoramento dos conhecimentos at mesmo de outras artes, como a literatura, as artes plsticas e a filosofia de extrema importncia. A msica modal, seguindo os exemplos mostrados em sala de aula, diferentemente da msica tonal, apresenta uma diferena que notada pela aproximao da voz de quem a canta. Sendo assim, no necessariamente composta de escalas diferentes, mas regidas por outras regras (que no a do sistema tonal). A msica renascentista um grande exemplo de msica modal, tendo alguns representantes que chegam a se aproximar bem da tonal. No Brasil, temos Villa-Lobos como um dos representantes nacionais da msica modal. O canto gregoriano o canto compreendido de juntamente ao seu texto. O coro que o executa sempre cantado em unssono, a uma voz. Pertencendo a ritmo livre, possuindo uma riqueza meldica, seguindo a forma a capella, ou seja, sem acompanhamento de instrumentos, as letras em latim e tiradas de textos bblicos/salmos marcam a identidade da mais antiga manifestao musical do Ocidente.

A msica barroca considerada a mais exuberante de todas. Com toda sua emoo, como visto ou melhor, ouvido em sala, so msicas que possuem ritmos enrgicos, melodias com muitos ornamentos, contrastes de timbres instrumentais, e sonoridades fortes com suaves mudanas. Substituiu a msica renascentista, sendo elaborada e bastante emocional, ideal para integrar-se a enredos dramticos. Vivaldi, Bach e Haendel so trs grandes nomes da msica barroca.