PSICANALISE

18 de Fevereiro de 2009

PSICANÁLISE
MANIFESTAÇÃO DO INCONSCIENTE:

Atos Falhos Lapsos Chistes Sonhos
Racional: razão/consciência. Irracional: sem lógica/ sem conciência Arracional: segue outra lógica (carteziana) que não é da razão e sim do desejo (não é irracional também) É o que é tomado pela emoção (impulso). Tempo não é algo no irracional e sim no inconsciênte. Relação de transferência: paciênte = (para) psicólogo. Se eu fico mal, é porque regredi = infantil. Determinação das palavras que vem ao acaso tem domínio inconsciênte ( a priori). Psicopatologia da vida cotidiana: “Me dê sua mão”

“Me dê sua mãe”

terno, não vê a mãe, somente o objeto que lhe dá prazer - ou Deslocamento = condensação seja, não vê o objeto total). O incosnciênte é perverso (2 sujetos cons e incons). perversão polimorfo (muitas Iria falar “mão”, mas falei “mãe” (deslocamento) = dese- coisas adormecidas - ex: a jo inconsciênte de falar “mãe” foto invertida). - o consciênte nega Lapso (esquecimento - faço (quer algo que não deseja). o desejo inconsciente através Na associação livre, durante de), sonhos, ,atos falhos ( mão uma secão, recalque abaixa por mãe), chistes (“foi sem = + lapso tenciona naquele querer querendo” - “Você é momento. burro! É brincadeirinha”) “Tem 2 sujeitos que Inconsciênte tem vontade de sofrem e desejam por mim”. se manifestar através destas Deseja = não quer manifestações (recalque). Não Quer = não deseja conseguindo vazar esse desejo, se transforma em sintoma Conflito: não se comu(ele recalcou). nicam, geram o recalque (inconsc,consc) Inconsciênte = sempre infantil. ele se relaciona com o objeto de desejo (tipo seio ma-

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful