Você está na página 1de 7

Direção Econômica Para Veículos Comerciais

Marcos Freitas

Gerente Nacional de Tráfego

Excelência de Operação Operação do veículo Trem de força Sistemas de freios Velocidade e segurança .

Operação do veículo Marcha lenta Partida Reservatórios de ar comprimido Componentes mecânicos Óleo do motor Inspeções Fluído de arrefecimento Pressão dos pneus Óleo da caixa de direção Estrada Espelho retrovisor Painel de instrumentos Condução .

Troca de marchas • Não “Banguela” Diferencial • Evitar trancos • Lombadas • Obstáculos Economia de Combustível .Trem de Força Motor Caixa de Transmissão Diferencial Embreagem Motor • Acelerar suavemente • Faixa econômica • Marcha lenta • Não faixa vermelha Eixo árvore Caixa de Transmissão • Marcha mais alta possível • Acelerar .

Sistema de Freios Freio de Serviço Freio Motor • Evitar frenagens bruscas Travamento das rodas • Mínimo indispensável • Descidas Superaquecimento Borboleta 2T do motor 140 – 180 cv Cilindro 4T do motor 360 – 380 cv • Frenagens prolongadas • Eficiência em rotações altas • Não causa danos ao motor • Trechos escorregadios .

Velocidade e Segurança Velocidade máxima Chuva ou de pista escorregadia Riscos e custos .

Condução Econômica: Condutor Veículo Empresa .