Manual de lajes treliçadas CYPECAD

Positivos: Negativos: Resistência ao esforço Cortante: Exportação das fichas de laje para o CYPECAD . 4. 7. 3. 8. 2. 5. 6. 11. 9.Índice 1. Editor de fichas de laje Cadastro de fichas e fabricantes Materiais Janela principal Iniciando o cadastro Definição da Geometria Tabela de Vigotas Tabela de armadura de negativos Dados de vigotas 3 3 4 4 4 7 9 10 10 11 13 14 15 • • 10.

para iniciar o trabalho crie um novo arquivo e dê um nome apropriado. Cadastro de fichas e fabricantes Ao acessar o programa pela primeira vez será aberta à janela de gerenciamento de arquivos. 1. Editor de fichas de laje O acesso ao programa é feito pelo ícone: 2. O próximo passo será introduzir os dados do fabricante .Lajes Treliçadas Para criar as fichas de vigotas treliçadas ou pré-tensionadas é preciso utilizar um software próprio chamado Editor de fichas de laje este programa encontra-se dentro do CD de instalação. dentro do diretório Instalar programas isolados no sub-diretório Instalação para o Brasil. em seguida o programa pede a seleção do tipo de vigota (treliçada ou pré-tensionada) e a norma a ser utilizada para o dimensionamento.

Materiais Nesta tela será necessário definir os materiais utilizados para compor a vigota.3. 4. Janela principal 5. e o aço deverá ser o mesmo definido para barras. Iniciando o cadastro Primeiramente devem-se cadastrar os blocos de alívio. para isso vamos clicar no seguinte ícone: Será aberta a seguinte janela para cadastro dos blocos: . O concreto utilizado deve ser o mesmo definido no menu DADOS GERAIS do CYPECAD para pisos.

(Cerâmica 12+5). após incluir estes dados clique no botão Acrescentar novo elemento à lista para adicionar o primeiro bloco de alívio. Será definida também a camada de compressão. .Nesta janela deve-se definir o nome da laje.

Neste ponto é importante definir uma referência que identifique o bloco de alívio como : H10X30X20. o bloco acima por exemplo foi retirado da seguinte imagem: Ao concluir o cadastro será exibida a seguinte janela: . É possível encontrar uma série de fabricantes de blocos no mercado que são capazes de fornecer os dados necessários para o cadastro. Outro fator de grande importância é o peso unitário do bloco pois ele irá definir o peso de nossa laje posteriormente no CYPECAD.

Definição da Geometria Após cadastrar os blocos será necessário cadastrar a geometria das vigotas: O CYPECAD oferece 3 tipos de vigotas cada uma contendo dados diferentes para serem preenchidos: • Plana . 10+7 etc.Agora será necessário incluir o peso TOTAL do bloco com a vigota. Assim quando exportar ao CYPECAD terá uma biblioteca completa de lajes pré-fabricadas. Repita o procedimento criando uma série de vigotas (10+5. 6.). 12+5.

• Invertida • Dupla .

7. 2º Num Barras (Primeiro Reforço Parcial): será a primeira camada. DUPLA: o nome que será atribuído à vigota dupla. . Para os próximos dados será utilizado como referência a seguinte imagem: Temos 3 colunas de Num Barras onde: 1º Num Barras (Armadura Base): no desenho será o øinf . TRIPLA: o nome que será atribuído à vigota tripla. 3º Num Barras (Segundo Reforço Parcial): será a segunda camada. Tabela de Vigotas O próximo passo será cadastrar a tabela de vigotas: Onde: SIMPLES: o nome que será atribuído à vigota simples.

Basta digitar a quantidade de barras que irá possuir em cada camada e na coluna Diâmetro selecionar a bitola que será utilizada. Cadastre a quantidade de vigotas que desejar. Tabela de armadura de negativos Utilizando como referência a imagem anterior. cada uma contendo sua própria quantidade de barras. Positivos: Serão introduzidos os necessários para os cálculos de positiva. a tabela de armadura de negativos representa as camadas de armadura negativa. 8. Dados de vigotas O próximo passo será cadastrar os dados das vigotas. Antes de iniciar o cadastro é necessário selecionar um dos 2 tipos de armação de vigotas: Por vigotas: a armadura definida como negativo será multiplicada por 2 ou por 3 no caso de possuirmos vigotas duplas ou triplas. basta clicar em Num Barras e digitar a quantidade de barras que se deseja na primeira. recomendamos que em caso de dúvida contate o Suporte Técnico ou outro profissional qualificado para auxiliá-lo no desenvolvimento destas fichas. segunda ou terceira camada. Negativos: Serão introduzidos os necessários para os cálculos de negativa dados flexão dados flexão . 9. depois basta clicar em Diâmetro e selecionar a bitola do aço. Por nervura: a armadura será a mesma independente do tipo de vigota (dupla ou tripla) por nervura. É possível cadastrar até 3 camadas de armadura para negativos. É de grande importância tomar cuidado com os valores a serem introduzidos.

• Positivos: O primeiro cadastro de dados deverá ser o de Positivos. ao clicar neste botão será aberta a seguinte janela: Clique no seguinte botão para editar os valores: E selecione a vigota cadastrada: Será exibida a seguinte janela: Temos uma série de dados que devem ser calculados e cadastrados manualmente (por isso o cuidado com estes itens): Abaixo uma imagem para auxiliar durante o cálculo dos itens mencionados: .

68 . Área: o programa calcula automaticamente a área de aço.2 para seções em T ou duplo T fctm: Resistência média do concreto a tração.272 .85 Eci . Pode ser calculado pela seguinte expressão: Mr = α · fctm · Io Yt Sendo: α = 1. Pode ser calculado pela seguinte expressão sendo Md=Mu: Rcd = 0. fcd Obs. x2) ] . Io = Inércia da peça Io = bw h³ + bw h(yt – h )² + (bf – bw) hf³ + (bf – bw) hf (h – hf – yt )² 2 12 2 Rt: Rigidezes totais.: válido para x ≤ xlim Mf (Kgf-m/m): É o momento de fissuração por metro. x . d) – (0.68 . fcd z = d – (0. bw . obtidas pela seguinte expressão: Rt = Ecs · Io Ecs = Módulo de elasticidade secante do concreto Ecs = 0. Mu (Kgf-m/m): É o momento último de cálculo por metro.Armadura: será utilizada a armadura definida anteriormente para a vigota selecionada.4 . x) Md = Rcd . x . bw . z Md = [ (0.

para adicionar uma linha de armadura aos dados de negativos clique no botão editar: Selecione a armadura: Com a linha de armadura na janela principal deve-se calcular e introduzir alguns dados manualmente: . obtida pela seguinte expressão: Rf = Ecs · Ie Ie = Inércia equivalente (obtida pelo método de Branson) Ie = (Mr) ³ Io + [1-(Mr) ³] Iii ≤ Io Mu Mu • Negativos: Teremos uma janela semelhante à de positivos.Eci = Módulo de elasticidade do concreto Eci = 5 600 √fck Rf: Rigidez fissurada.

. Rf: calcula-se como o item de positivos de mesmo nome. Clique no botão cortantes. Mu: calcula-se como o item de positivos de mesmo nome. abaixo uma imagem com a descrição da seção maciça: Deve-se realizar o cálculo da seção maciça como se não existissem os blocos de alívio. Mf: calcula-se como o item de positivos de mesmo nome. sendo uma viga retangular de concreto. Mu. Área: o programa calcula a área de aço automaticamente. sm: momento último da seção maciça da vigota.Armadura: será utilizada a armadura definida anteriormente para a vigota selecionada. Resistência ao esforço Cortante: Agora será necessário definir a resistência a cortante da vigota por metro. 10. Rt: calcula-se como o item de positivos de mesmo nome.

Exportação das fichas de laje para o CYPECAD Clique no ícone Ficha para o CYPECAD: Será criado um arquivo de extensão .Será exibida a seguinte janela: Agora introduza um novo elemento à lista e a partir da área de aço deve-se calcular a resistência da vigota ao esforço cortante. Esforço cortante: Vd = As1 · Zfyd(cotgθ + cotgα) · senα S 11.FVA .

. CERÂMICA etc. Sua vigota será importada. CONCRETO. com o menu FICHA você poderá selecionar as fichas criadas e com o menu LAJE você pode selecionar os diferentes tipos de lajes que existem nesta ficha.Agora com o CYPECAD aberto selecione a laje de vigotas treliçadas e clique em adicionar novo elemento à lista: Clique no botão Importar da biblioteca: Selecione a ficha com extensão FVA. ex: EPS.