Você está na página 1de 1

A mente e os processos mentais

A psicologia cognitiva

O homem é um ser complexo. No campo da psicologia podemos chegar a conclusão de


que o ser humano pode ser abordado de diferentes modos.
No modo da psicofisiologia vamos encarar o homem no contexto da psicologia
cognitiva, isto é, no mundo do conhecer, saber e fazer.
Neste primeiro momento vamos abordar o conceito de psicologia cognitiva que trata o
modo como as pessoas percebem, aprendem, recordam e pensam sobre a informação.
Estas actividades mentais formam o conceito de cognição que consiste no acto de
conhecer.
De entre os processos cognitivos, vamos abordar três: a percepção, a aprendizagem e a
memória.
A percepção é a forma de contactar com o mundo através dos nossos sentidos, não
mostrando o mundo tal como ele é. Existem diferentes tipos de percepções através da
visão, recebes informações que encontras nesse lugar, através da audição, ouves não só
as pessoas mas todo o mundo que te rodeia. Consegues sentir-te confortável nesse sítio
devido ao facto da temperatura estar propicia ao teu corpo e o cheiro ser agradável.
A aprendizagem é todo um processo que te habituas por ser diário, sabes que tens de te
levantar, tomar o pequeno-almoço, lavar os dentes e ir para a escola a horas, todas estas
pequenas acções fazem parte de uma aprendizagem que tomas ao longo da vida e
através de um processo de socialização, não só neste caso, mas em muitos outros.
Todos estes comportamentos estão relacionados com os estímulos do meio e são
previsíveis, como o toque da campainha de manha, entre outros. Estas aprendizagens
são chamadas de não simbólicas. Cumprimentar pessoas, abrir o manual são
aprendizagens simbólicas pois, envolve a maneira como interpretamos a realidade e
como regulamos os nossos comportamentos.
Dentro da aprendizagem podemos distinguir a aprendizagem por habituação,
associativa, a aprendizagem por observação e imitação e a aprendizagem com recurso a
símbolos e representações.
A memória é importante para o ser humano pois é ela que guarda conhecimentos,
informações, acontecimentos, etc.
É esta que nos torna únicos e responsabiliza a nossa identidade pessoal, é com esta
também que estruturamos o futuro e nos lembramos do passado.
Esta compromete a nossa sobrevivência pois é esta que nos permite sempre que
necessário actualizar as informações do meio, para superarmos os desafios deste
mesmo.
É por termos memoria que não nos aproximamos do fogo, de um animal perigoso pois
sabemos que isto pode magoar-nos , aprendemos através desta a lidar com o meio.
Assim, podemos concluir que dentro deste tema os processos da memória, são
importantes pois é com eles que “rejeitamos” a informação desnecessária, pois caso
contrario não conseguiríamos funcionar como organismo.

Trabalho realizado por:


Ana Tavares
Cátia Letras
David Ragageles
Renato Carvalho
Joana Silva