Você está na página 1de 2
Controle de Esterilização por Autoclave EQUIMAT 05 Revisão 02 Localização - Setor Equipamento n º

Controle de Esterilização por Autoclave

EQUIMAT 05

Revisão 02

Localização - Setor Equipamento n º de registro Termômetro de Máxima* - nº de registro
Localização - Setor
Equipamento n º de registro
Termômetro de Máxima* - nº de registro
Autoclavação:
Condições:
Utilizou-se:
Observou-se:
Data
Responsável
Descrição do Material
para Autoclavação
Observações
Início (hora)
Fim (hora)
Temperatura
Pressão
Temperatura
Máxima*
Nível
de H 2 O
Fita Adesiva
Indicador
Biológico
Indicador
Químico
Válvula
Permeável
Vazamento de
H
2 O
Vazamento de
Vapor
P REENCHIMENTO Controle de Esterilização por Autoclave EQUIMAT 05 Revisão 02 Este formulário deve ser

PREENCHIMENTO

Controle de Esterilização por Autoclave

EQUIMAT 05

Revisão 02

Este formulário deve ser utilizado para controle de esterilização por autoclaves. Seu correto preenchimento é descrito abaixo:

Inicialmente deve-se preencher a localização do equipamento, o n o de registro* da autoclave e do termômetro de máxima (quando houver). Para o controle, o responsável pela autoclavação deve preencher a data da realização do processo, seu nome, o material a ser autoclavado, o início e fim da autoclavação e as condições de utilização (temperatura, pressão e se houver, a temperatura máxima). Ao verificar o nível da água deve marcar com ‘x’ o formulário. Para identificar o controle de esterilização deve-se marcar com ‘x’ a fita e/ou os indicadores usados, assim como se foi observado algum tipo de vazamento. O campo ‘Obs’ deve ser usado sempre que o responsável tiver alguma observação que considerar importante.

* Todos os equipamentos, de medição, ensaio e apoio, devem ser registrados e identificados, para isto deve-se manter uma Lista com os equipamentos, marca e modelo e seu n o de registro.

RECOMENDAÇÕES

Termômetro de máxima é um termômetro de mercúrio para uso interno indicado para detectar a temperatura máxima atingida durante o processo. O indicador biológico é responsável pela validação da autoclave, por isso é indicada sua utilização semanal ou de acordo com a performance do indicador químico. A fita adesiva deve ser utilizada em todos os processos (todos os materiais, pacotes e sacos) de autoclavação para comprovação do aquecimento. O manômetro deve ser calibrado em períodos previamente determinados. Material contaminado a ser autoclavado deve ser armazenado em saco especial. Este material após autoclavação, se for de descarte, deve ser depositado em conteiner de material biológico, e se for material que pode ser reaproveitado, deve ser encaminhado para lavagem. Este formulário deve permanecer junto ao equipamento. Ele é a evidencia do controle e exigência em inspeções e auditorias. Seu arquivamento, após o total preenchimento deve ser feito por um período estipulado pela ANVISA.