Lei nº 531, de 27 de outubro de 2006

ANEXO I – CÓDIGO DE EDIFICAÇÕES E OBRAS

TABELA I – ÁREA, ILUMINAÇÃO E VENTILAÇÃO MINIMA PARA HABITAÇÃO
Discriminação Vestíbulo Sala Estar Lavanderia Cozinha 1° Quarto ° Demais Quartos Banheir o Corredores Internos Sótão Porão Hall do Prédio

Círculo Inscrito Diâmetro Mínimo Área Mínima Iluminação Mínima Ventilação Mínima Observação

0,90 1,00

2,40 8,00 1/6 1/12

1,20 2,00 1/8 1/14 (2)

1,50 4,00 1/8 1/16

2,40 9,00 (5) 1/6 1/12

2,00 6,00 1/6 1/12

1,00 2,00 1/8 1/16 (3)

0,90

1,60 4,00

2,00 6,00 1/10 1/20 (2) (4)

(6) (6) (1) (2) (6)

1/6 1/12 (2)

(1) (2)

Observação I - As linhas "iluminação mínima" e "ventilação mínima" referem-se à relação entre a área da abertura e a área do piso. II - Todas as dimensões são expressas em metros. III - Todas as áreas são expressas em m² (metros quadrados). (1) Tolerada iluminação e ventilação zenital. (2) Tolerada chaminés de ventilação e dutos horizontais. (3) I - Tolerada iluminação e ventilação zenital. II - Não poderá comunicar-se diretamente com a cozinha e sala de refeições. (4) A área mínima de 6 m² é exigida quando houver um só elevador. Quando houver mais de um elevador, a área deverá ser aumentada de 30% por elevador excedente. (5) Somente 1 quarto = 12 m². Quando tratar-se de sala dormitório = 16 m². (6) É dispensável a iluminação e ventilação natural para corredores até 12 (doze) metros. Acima deste valor é exigido 1/10 (um décimo) da área do piso para iluminação natural e 1/20 (um vigésimo) para ventilação natural.

36

Todas as áreas são expressas em metros quadrados. (3) Tolerada ventilação por meio de chaminés de ventilação ou dutos horizontais.00 1/6 1/12 Sanitários 1.40 6. 37 .TABELA II ÁREA.00 Salas 2. de 27 de outubro de 2006 ANEXO I . (4) Será permitido MEZZANINO quando sua área não exceder de 60% da área do piso imediatamente inferior.50 1/8 1/16 1/8 1/16 (4) Lojas 3.00 AnteSalas 1.00 12.00 1. (2) I .Deverá haver ligação direta entre o hall e a caixa da escada. Quando houver mais de um elevador. II . (1) A área mínima de 12 m² é exigida quando houver um só elevador.80 4.20 1. III .Todas as dimensões são expressas em metros. II .Lei nº 531.50 1/6 1/12 (3) 1/12 Copa e Cozinha 1.00 1/10 1/20 (2) 1/12 Hall dos Pavimentos 2.As áreas de iluminação e ventilação mínima referem-se à relação entre a área de abertura e área de piso.00 Observação: I .00 Mezanino sobre Lojas 3. a área deverá ser aumentada de 30% por elevador excedente.Não será tolerado ventilação pela caixa de escada. ILUMINAÇÃO E VENTILAÇÃO MINIMA PARA EDIFÍCIOS DE COMÉRCIO E SERVIÇOS Discriminação Círculo Inscrito Diâmetro Mínimo Área Mínima Iluminação Mínima Ventilação Mínima Observação (1) Hall do Prédio 3.00 8.

40 m 0.20 m altura mínima = 3. horizontal e vertical. exceto frontal não sim.0m 0. balcão e terraços deverão respeitar o recuo lateral. abrigo p/guarda Toldos sem vedação lateral Poderão avançar sobre Passeio Recuos Público não sim não sim não sim. exceto frontal não sim. de 27 de outubro de 2006 SALIÊNCIAS E ORNAMENTOS NAS EDIFICAÇÕES SALIÊNCIAS (1) Aba. m = metros OBRAS COMPLEMENTARES DAS EDIFICAÇÕES Obras Complementares Abrigo para portão Abrigo para lixo Abrigo de gás (cil.40 m altura = 3. exceto frontal não sim.00 m 2 m² ANEXO I – TABELA IV 5 m² largura 2/3 do passeio/recuo LARGURA MÍNIMA DA VIA INTERNA DE TRÁFEGO DE VEÍCULOS EM CONJUNTOS RESIDENCIAIS Número de unidades residenciais 20 21 a 50 51 a 100 acima de 100 Pistas de Rolamento Número 1 1 1 Largura mínima (em metros) da via Pistas de Rolamento Passeios Total 6 3 9 7 3 10 9 6 15 A critério do órgão competente de planejamento do Poder Executivo Municipal ANEXO I .80 m 1. exceto frontal não sim. pilares Ornamentos Beiral da Cobertura Marquise Balcão e terraço aberto (sem caixilho) Floreira ANEXO I – TABELA III Poderão avançar sobre Recuo Dimensão Máxima Passeio Público não sim não até 33% não não não sim sim até 33% não 0. exceto frontal não não não não não sim. bilheteria Guarita. vigas. brise.TABELA V 38 . GLP) Cabine de força Abrigo p/ registro e medidor Piscinas Caixa de água elevada Chaminés Pérgolas Caixa Eletrônica Portaria.Lei nº 531.40 m (1) Marquises. exceto lateral não sim não sim sim sim Dimensão Máxima no Recuo Comprimento ou Área m² Largura 2 m² largura 1.0 m do piso 0.

lactário Nas demais unidades de internação.00 m 3. lavanderia e central de esterilização 3. GRANDES OFICINAS. corredores principais.00 m ARMAZÉNS ENSINO REGULAR salões.00m e o valor mínimo de 2.40 m 3. SAPATARIA. cozinha. cozinha. mezaninos.70 m (1) Pé-Direito 2. Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).50m observação: PD = Pé-Direito (1)Os pés direitos estabelecidos nas NBRs e no Código de Prevenção de Incêndios da Polícia Militar do Paraná.00 m 2.00 m admite-se reduções até 3. medicina física. corredores internos HABITAÇÃO sanitário compartimentos em subsolo corredores demais compartimentos pavimentos térreos pavimentos superiores pavimento de garagens EDIFÍCIOS P/ COMÉRCIO/ SERVIÇOS galeria interna de acesso estabelecimentos comerciais Hall dos pavimentos.50m este pé-direito é o espaço útil. depósitos e armazéns salas de aula e anfiteatro instalação sanitária e corredores salas de cirurgia. OFICINA MECÂNICA.00 m 2. parto. prevalecem sobre estas disposições. PADARIA.00 m 2.50 m 2. 39 . salas. copa. ambulatório. cinemas e locais de reuniões frisos. deverão obedecer as normas técnicas estabelecidas pelo Ministério da Saúde.20m 2. corredores secundários. SERRALHARIA.00m o valor médio é de 3.70 m 6.00 m 2.00 m 2.70 m Observação Geral Lojas. emergência e outras salas com luminária instalada no teto salas de radiologia. a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná e prevalecem sobre estas disposições.00 m LOCAIS PARA REUNIÕES Laboratórios.00 m SAÚDE (2) 3.80 m 4. VIDRAÇARIA. cozinhas e demais compartimentos BORRACHARIA. área de serviço garagens. dormitórios. teatro. salas para escritórios e outros semelhantes. Não está computado o espaço para dispositivos de sustentação e dutos. pé direito útil mínimo.50 m 3. camarotes e galerias igrejas e locais de culto 3. farmácias. (2) Os pés-direitos de estabelecimentos hospitalares e congêneres.00m desde que haja ausência de fontes de calor e boas condições de iluminação e ventilação para execução da atividade admite-se também para cozinha e lavanderias não residenciais a utilização ao seguinte critério: * 10 a 50 m² PD = 3.TABELA VI .70 m 3.Lei nº 531. COZINHAS INDUSTRIAIS Geral a 2.50 m 2. de 27 de outubro de 2006 ANEXO I . 3. LAVANDERIAS INDUSTRIAIS Geral 4.Pé-direito mínimo das edificações Tipo Ambiente salas. administração.00m e o valor mínimo de 2.00 m o valor médio é de 3. quando existentes. etc. FUNILARIA. sanitários Hall do edifício.00 m Geral 4. quando existentes. devendose entretanto estudar os equipamentos a serem instalados bem como a presença de fontes de calor. INDÚSTRIAS.

Interdição para outras infrações de disposição expressamente estabelecida nesta Lei. de 27 de outubro de 2006 ANEXO I TABELA VII Multa por não atendimento às Disposições desta Lei Infração para infrações ao Título I. U. art.M. inciso III para infrações ao Título I.M.F.F. por m² de área construída U.F. art. Capítulo II. 8º. inciso I para infrações ao Título I. inciso IV para infrações previstas no art. U. 8º. inciso II para infrações ao Título I. legal Unidade 3 20% 6 3 5 1 1 6 1 3 Base de Cálculo U.F. art. Capítulo II.M.M. Capítulo II. 5º para infrações ao Título I.F. 132 para infrações previstas no art. art.F.M. U. 40 . 8º.M. 135 para violações da Seção IV . art. 8º. Capítulo II. Capítulo II. por m de área de aterro ou corte por dia de prosseguimento da obra U.Lei nº 531.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful