P. 1
Empuxo de Terra

Empuxo de Terra

|Views: 80|Likes:
Publicado porMayara Marques

More info:

Published by: Mayara Marques on Mar 13, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/21/2013

pdf

text

original

EMPUXO DE TERRA

De acordo com a física, empuxo é uma força de contato exercida sobre um corpo, que age no sentido contrário a força peso. Este conceito da física foi incorporado na mecânica dos solos, existindo assim o empuxo de terra, que é visto como uma força que age entre o solo e as obras sobrepostas no solo. Em obras como muros de arrimo, cortinas de estacas - pranchas, construções de subsolos, encontros de pontes, entre outros, é de inteira importância o estudo do efeito do empuxo de terra.

Ao se estudar o estado de tensão de um determinado solo. por exemplo. permitindo assim dedução da tensão horizontal total. quanto por ensaios in situ. Verificou-se através de ensaios que quanto maior for o índice de plasticidade de um solo maior será o coeficiente de empuxo. . que considera que o solo não apresenta deformações laterais. pois se. que consiste na introdução de um medidor de pressão cravado verticalmente no terreno. for considerada uma situação bidimensional. às vezes o conhecimento apenas das tensões verticais não são suficientes. será necessário determinar as tensões verticais e horizontais que atuam no solo em estudo. A tensão horizontal será estabelecida pela relação entre o coeficiente de empuxo e a tensão vertical.TENSÕES HORIZONTAIS E COEFICIENTES DE EMPUXO. Sendo = coeficiente de empuxo no repouso O coeficiente de empuxo poder obtido tanto por ensaio de laboratórios. conhecendo a tensão vertical do solo obtém-se o valor de .

podemos calcular o empuxo.45 DIAGRAMA DE TENSÕES HORIZONTAIS Pelo diagrama tensões horizontais.70 a 0. que corresponde à área em que está agindo as tensões horizontais sobre o plano de contenção.Alguns valores obtidos experimentalmente: Solo Argila Areia solta Areia compactada 0.45 a 0.50 0. ∫ ∫ ∫ ∫ .40 a 0. que é a força resultante no plano horizontal.75 0.

EMPUXO NO REPOUSO Neste estado há um equilíbrio entre o plano de contenção e a massa de solo. EMPUXO ATIVO O estado ativo corresponde a uma distensão do solo sobre o suporte rígido. ou seja. como o próprio nome se refere o solo não está fazendo nenhuma movimentação seja de compressão ou distensão. Temos como. na prática as paredes do subsolo de um edifício. Podemos vê isso na prática em muros de arrimo . proporcionando um pequeno deslocamento. havendo assim um alívio de tensões laterais. por exemplo.

ativo ou passivo. . TEORIA DE RANKINE Rankine estabelece em sua teoria algumas considerações para análise da resistência ao cisalhamento das camadas do solo. linear ou distribuída sobre o terrapleno. resultando em um acréscimo de tensões laterais.EMPUXO PASSIVO No estado passivo o plano de contenção está agindo sobre o solo. Temos como exemplo prático o apoio de uma ponte em arco. III Não há nenhuma carga concentrada. II O atrito entre o terrapleno e a vertical do plano de contenção é considerado nulo. que são: I Solo é homogêneo em todo espaço semi-infinito considerado. IV Admitir que a cunha de solo em contato com o plano de contenção esteja entre os possíveis estados de plastificação. comprimindo-o.

A teoria de Rankine tem como base a equação de ruptura de Mohr: √ Onde: ( ) TEORIA DE COULOMB Esta teoria tem como base a teoria da plasticidade e se diferencia da teoria de Rankine por considerar que o solo não coesivo apresente atrito entre o terrapleno e o plano de contenção. IV O terrapleno é considerado como um maciço indeformável. . resultando em tensões de cisalhamento na interface. III A deformação é considerada plana ao longo do eixo do plano de contenção. mas que se rompe nas superfícies curvas. A teoria de Coulomb estabelece as seguintes condições: I O solo é homogêneo e isotrópico II Ocorre atrito entre o solo e o plano de contenção.

II Se o plano de contenção gira em torno da sua aresta superior. em relação a distribuição das pressões ao longo de um plano de contenção(paredes de grandes dimensões). Terzaghi realizou alguns ensaios. a superfície de deslizamento tem origem perceptivelmente curva. o diagrama das pressões assume um formato parabólico. a distribuição das pressões tomará forma de curva com duas regiões parabólicas. O empuxo passivo que atua na superfície de deslizamento. como é o caso do empuxo ativo.Obtendo os seguintes resultados: I Se o plano de contenção girar em torno de sua aresta inferior. pode ser calculado através da fórmula de Rankine: RESULTADOS EXPERIMENTAIS Em 1929. como é caso do empuxo no repouso. devido ao empuxo passivo.SUPERFÍCIE DE DESLIZAMENTO Em solos arenosos e em solos coesivos. como é o caso do empuxo passivo. tem-se uma distribuição linear das pressões. á 1/3 da altura dessa superfície. III Se o plano de contenção é impedido de se deslocar. .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->