Ecografia Doppler Membros Inferiores

Venoso

dos

______________________________________
Aspectos técnicos: Realizado estudo ecográfico ultrassonográfico dos sistemas venosos superficiais e profundos dos membros inferiores empregando-se transdutor linear multifrequência de 7,5 a 10,0 MHz. Foram empregadas as técnicas ecográficas Bidimensionais, Doppler pulsado com mapeamento de fluxo à cores. Aparelho Esaot My Lab 50.

_______________________________________
MEMBRO INFERIOR DIREITO Sistema profundo pérvio, compressível, com fluxo fásico, apresentando resposta fisiológica às manobras de enchimento. (compressão e descompressão das massas musculares subjacentes) e/ou à manobra de Valsalva. Não se evidenciaram sinais de trombose venosa profunda. - Veias Femorais: Comum, Superficial e Profunda: Pérvias e Competentes. - Veia Poplítea: Pérvia e Competente. - Veias Gastrocnêmicas e Soleares: Pérvias e competentes. - Veias Tibiais Anteriores e Posteriores: Pérvias e competentes. - Sistema Superficial - Pérvio e Competente. - Safena Magna: - A veia safena magna apresenta diâmetro de XX cm ao nível da junção safeno-femoral, que é competente e pérvia. - Não há evidência de refluxo em seu trajeto subjacente. - Diâmetros da veia safena magna: Terço proximal da coxa: xx cm. Terço médio da coxa: xx cm. Terço distal da coxa: xx cm. Terço proximal da perna. xx cm. Terço distal da perna: xx cm.

-Safena Parva:

coxa. que é competente e pérvia. • • • Na face medial da perna.Ausência de varizes superficiais no membro avaliado.. parva ou de perfurante. parva ou perfurante. coxa a xx cm e xx cm da face plantar.Presença de varizes superficiais nas faces.Veias Superficiais: (exceto tributárias da safena parva e magna) . coxa a xx cm e xx cm da face plantar.Porção Medial da coxa ou perna a xx cm da face plantar. originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna. • Na face posterior da perna.Diâmetros da veia safena parva: Terço proximal da perna: xx cm. Ou . . coxa.Não se evidenciaram veias perfurantes insuficientes. Na face lateral da perna. (Parva e Magna) -Com ausência de insuficiência. -Veias tributárias das safenas.Porção Lateral da coxa ou perna a xx cm da face plantar. .Veias perfurantes insuficientes: Na face medial da perna. Na face lateral da perna e da coxa a xx cm e xx cm da face plantar. Ou . coxa. Na face posterior da perna. Terço médio da perna: xx cm.A veia safena parva apresenta diâmetro normal ao nível da junção safeno-poplítea. ou -Veias tributárias insuficientes da safena magna e parva: . . . (reticulares tronculares e telangiectasias). . Terço distal da perna: xx cm.Perfurantes: .Não há evidência de refluxo em todo seu trajeto. originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna. • • .

-Safena Parva: . . . Terço médio da coxa: xx cm. ou .A veia safena magna apresenta diâmetro de XX cm ao nível da junção safeno-femoral. xx cm.Veias Gastrocnêmicas e Soleares: Pérvias e competentes. Superficial e Profunda: Pérvias e Competentes. que é competente e pérvia.MEMBRO INFERIOR ESQUERDO Sistema profundo pérvio. (Parva e Magna) -Com ausência de insuficiência.Veias Femorais: Comum. (compressão e descompressão das massas musculares subjacentes) e/ou à manobra de Valsalva. que é competente e pérvia. Não se evidenciaram sinais de trombose venosa profunda.Veias Tibiais Anteriores e Posteriores: Pérvias e competentes.Pérvio e Competente. Terço distal da perna: xx cm. -Veias tributárias das safenas. Terço proximal da perna. . .Safena Magna: . Terço distal da perna: xx cm. apresentando resposta fisiológica às manobras de enchimento. . . com fluxo fásico. . compressível.Não há evidência de refluxo em todo seu trajeto. Terço distal da coxa: xx cm. Terço médio da perna: xx cm.Diâmetros da veia safena parva: Terço proximal da perna: xx cm.A veia safena parva apresenta diâmetro normal ao nível da junção safeno-poplítea. .Não há evidência de refluxo em seu trajeto subjacente.Diâmetros da veia safena magna: Terço proximal da coxa: xx cm.Veia Poplítea: Pérvia e Competente.Sistema Superficial . . .

Na face posterior da perna. Na face lateral da perna.Porção Medial da coxa ou perna a xx cm da face plantar.Perfurantes: . Ou . . Estudo ecográfico e Doppler dos sistemas venoso profundo dos membros inferiores dentro dos limites de normalidade. Estudo ecográfico apresentado: e Doppler dos membros inferiores . coxa a xx cm e xx cm da face plantar. coxa.Veias perfurantes insuficientes: • • • Na face medial da perna. coxa. coxa. . IMPRESSÃO: Estudo ecográfico e Doppler dos sistemas venoso profundo e superficial dos membros inferiores dentro dos limites normais. : • • • Na face medial da perna. parva ou de perfurante. Na face lateral da perna. Na face posterior da perna. .-Veias tributárias insuficientes da safena magna e parva: . originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna.Veias Superficiais: (exceto tributárias de safena magna e parva) .Porção Lateral da coxa ou perna a xx cm da face plantar. originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna parva ou perfurante.Não se evidenciaram veias perfurantes insuficientes.Ausência de varizes superficiais no membro avaliado Ou -Presença de varizes superficiais nas faces (reticulares tronculares e telangiectasias). coxa a xx cm e xx cm da face plantar. coxa a xx cm e xx cm da face plantar.

. .Veias Tributárias da Safena Magna e Parva: . .Veias Superficiais não Safenicas: . .Ausência da veia Safena magna ou Parva total ou parcial (paciente safenectomizada).Femoral Competentes.Veias Superficiais não Safenicas: .Ausência de veias tributárias incompetentes.Ausência de sequela de Síndrome pós-trombolítica.Veia Safena Magna Competente em todo o seu trajeto. .Junções Safeno .Veias Tributárias da Safena Magna e Parva: . .Veia Safena Parva Competente em todo o seu trajeto.Veia Safena Parva Competente em todo o seu trajeto.Veias Perfurantes: .Ausência de veias perfurantes incompetentes.Veias Perfurantes: . .Presença de sinais ecográficos de Trombose Venosa Superficial ou Profunda localizada a xx cm da região plantar ocluindo total ou parcialmente a luz do vaso xxxx. .DIREITO: .Ausência de veias perfurantes incompetentes. .Ausência de veias superficiais incompetentes. . . . .Veia Safena Magna Competente em todo o seu trajeto.Ausência de sinais ecográficos de trombose venosa superficial e profunda. .Junções Poplítea – Parva Competentes. sistemas venosos pérvios.Ausência de veias superficiais incompetentes.Ausência de veias tributárias incompetentes. . ESQUERDO: .

. .Presença de veias hipoplásicas ou atresicas ou retiradas. .Suspeita de trombose venosa profunda ou superficial.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful