P. 1
Laudo Venoso Padrao - ultimo.doc

Laudo Venoso Padrao - ultimo.doc

|Views: 2.404|Likes:
Publicado porThaissa Andrade

More info:

Published by: Thaissa Andrade on Mar 17, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/28/2014

pdf

text

original

Ecografia Doppler Membros Inferiores

Venoso

dos

______________________________________
Aspectos técnicos: Realizado estudo ecográfico ultrassonográfico dos sistemas venosos superficiais e profundos dos membros inferiores empregando-se transdutor linear multifrequência de 7,5 a 10,0 MHz. Foram empregadas as técnicas ecográficas Bidimensionais, Doppler pulsado com mapeamento de fluxo à cores. Aparelho Esaot My Lab 50.

_______________________________________
MEMBRO INFERIOR DIREITO Sistema profundo pérvio, compressível, com fluxo fásico, apresentando resposta fisiológica às manobras de enchimento. (compressão e descompressão das massas musculares subjacentes) e/ou à manobra de Valsalva. Não se evidenciaram sinais de trombose venosa profunda. - Veias Femorais: Comum, Superficial e Profunda: Pérvias e Competentes. - Veia Poplítea: Pérvia e Competente. - Veias Gastrocnêmicas e Soleares: Pérvias e competentes. - Veias Tibiais Anteriores e Posteriores: Pérvias e competentes. - Sistema Superficial - Pérvio e Competente. - Safena Magna: - A veia safena magna apresenta diâmetro de XX cm ao nível da junção safeno-femoral, que é competente e pérvia. - Não há evidência de refluxo em seu trajeto subjacente. - Diâmetros da veia safena magna: Terço proximal da coxa: xx cm. Terço médio da coxa: xx cm. Terço distal da coxa: xx cm. Terço proximal da perna. xx cm. Terço distal da perna: xx cm.

-Safena Parva:

originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna. • • • Na face medial da perna. Na face lateral da perna e da coxa a xx cm e xx cm da face plantar. que é competente e pérvia. coxa.Diâmetros da veia safena parva: Terço proximal da perna: xx cm.Veias Superficiais: (exceto tributárias da safena parva e magna) . parva ou perfurante. .Presença de varizes superficiais nas faces. (Parva e Magna) -Com ausência de insuficiência. coxa a xx cm e xx cm da face plantar. ou -Veias tributárias insuficientes da safena magna e parva: . • Na face posterior da perna.Não se evidenciaram veias perfurantes insuficientes. coxa. .Ausência de varizes superficiais no membro avaliado. coxa. -Veias tributárias das safenas. Na face posterior da perna. . . originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna. Ou .Não há evidência de refluxo em todo seu trajeto. ..Porção Medial da coxa ou perna a xx cm da face plantar.A veia safena parva apresenta diâmetro normal ao nível da junção safeno-poplítea. • • .Perfurantes: . coxa a xx cm e xx cm da face plantar.Porção Lateral da coxa ou perna a xx cm da face plantar. Ou . parva ou de perfurante. Terço distal da perna: xx cm.Veias perfurantes insuficientes: Na face medial da perna. Na face lateral da perna. (reticulares tronculares e telangiectasias). Terço médio da perna: xx cm.

ou . (compressão e descompressão das massas musculares subjacentes) e/ou à manobra de Valsalva. Não se evidenciaram sinais de trombose venosa profunda.Não há evidência de refluxo em seu trajeto subjacente. .Safena Magna: . .Sistema Superficial . que é competente e pérvia. .Não há evidência de refluxo em todo seu trajeto. . Terço médio da coxa: xx cm. com fluxo fásico. Terço médio da perna: xx cm.Diâmetros da veia safena magna: Terço proximal da coxa: xx cm. .Veia Poplítea: Pérvia e Competente.Veias Femorais: Comum. xx cm. Terço distal da coxa: xx cm. Terço proximal da perna. apresentando resposta fisiológica às manobras de enchimento. Terço distal da perna: xx cm. . Terço distal da perna: xx cm. .A veia safena parva apresenta diâmetro normal ao nível da junção safeno-poplítea.Diâmetros da veia safena parva: Terço proximal da perna: xx cm.MEMBRO INFERIOR ESQUERDO Sistema profundo pérvio.Pérvio e Competente. que é competente e pérvia. -Veias tributárias das safenas. compressível. Superficial e Profunda: Pérvias e Competentes.Veias Gastrocnêmicas e Soleares: Pérvias e competentes.A veia safena magna apresenta diâmetro de XX cm ao nível da junção safeno-femoral. (Parva e Magna) -Com ausência de insuficiência. . . -Safena Parva: .Veias Tibiais Anteriores e Posteriores: Pérvias e competentes. .

Estudo ecográfico e Doppler dos sistemas venoso profundo dos membros inferiores dentro dos limites de normalidade.Veias Superficiais: (exceto tributárias de safena magna e parva) . . coxa a xx cm e xx cm da face plantar. originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna parva ou perfurante. coxa a xx cm e xx cm da face plantar. . parva ou de perfurante. originária anteriormente ou posteriormente a Safena Magna. coxa a xx cm e xx cm da face plantar.Porção Medial da coxa ou perna a xx cm da face plantar.Porção Lateral da coxa ou perna a xx cm da face plantar.-Veias tributárias insuficientes da safena magna e parva: .Veias perfurantes insuficientes: • • • Na face medial da perna. coxa.Ausência de varizes superficiais no membro avaliado Ou -Presença de varizes superficiais nas faces (reticulares tronculares e telangiectasias).Perfurantes: . Ou . Estudo ecográfico apresentado: e Doppler dos membros inferiores . IMPRESSÃO: Estudo ecográfico e Doppler dos sistemas venoso profundo e superficial dos membros inferiores dentro dos limites normais. coxa. : • • • Na face medial da perna. Na face posterior da perna. Na face lateral da perna. Na face posterior da perna. Na face lateral da perna. . coxa.Não se evidenciaram veias perfurantes insuficientes.

Veias Tributárias da Safena Magna e Parva: .Junções Safeno .Ausência de veias tributárias incompetentes.Ausência de veias perfurantes incompetentes. . . .Ausência de sequela de Síndrome pós-trombolítica. .Presença de sinais ecográficos de Trombose Venosa Superficial ou Profunda localizada a xx cm da região plantar ocluindo total ou parcialmente a luz do vaso xxxx. .Veias Tributárias da Safena Magna e Parva: .Veias Perfurantes: .Ausência de veias superficiais incompetentes.Junções Poplítea – Parva Competentes.Veia Safena Parva Competente em todo o seu trajeto. . . .Veias Superficiais não Safenicas: .Ausência da veia Safena magna ou Parva total ou parcial (paciente safenectomizada).Femoral Competentes.Veia Safena Magna Competente em todo o seu trajeto. . .Veia Safena Magna Competente em todo o seu trajeto. . .Ausência de sinais ecográficos de trombose venosa superficial e profunda.Veias Perfurantes: . ESQUERDO: .DIREITO: .Veias Superficiais não Safenicas: .Veia Safena Parva Competente em todo o seu trajeto.Ausência de veias tributárias incompetentes. .Ausência de veias perfurantes incompetentes. . sistemas venosos pérvios. .Ausência de veias superficiais incompetentes.

. .Suspeita de trombose venosa profunda ou superficial..Presença de veias hipoplásicas ou atresicas ou retiradas.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->