Você está na página 1de 17

RELATO DE VIAGEM

Ao

I Encontro do Clube Autocaravanista Saloio

20 a 24 Fevereiro de 2009
por Dematos

Sexta-Feira 20

Saída de São Julião pelas 14.30h e após paragem em Vila Verde para
abastecer a CATRINETA, - €0.91 com senhas do Lidl ,depósito atestado por
€40, “ala que se faz tarde” em direcção a Torres Novas pela IC19 e A1.
Paragem na Área de Serviço da A23 de Abrantes para um cafezinho. Para
além do preço exorbitante do café, o que me deixou chateado, foi o estado
lastimoso em que se encontrava a Estação de Serviço para Autocaravanas N
39º29’06’’ W 08º09’16’’
Não acredito que tenham sido Autocaravanistas a cometer tamanho
vandalismo. Será que o concessionário da AS da AE não consegue fiscalizar
estas situações?

Chegada pelas 18.30h à AS da Guarda N 40º32’38’’ W 07º12’56’’ onde os


nossos consórcios Daniel e Yvane nos aguardavam para jantar.
Pelas 21.00h já com o jantar e bica no papo e após contacto com o Nuno Pires
que estava com 45 minutos de atraso e tinha jantado na AS do Fundão,
arrancámos em direcção a Celorico da Beira, Trancoso, Vila Nova de Foz Côa ,
Pocinho e Torre de Moncorvo, onde chegamos por volta das 23.00h, sem
sermos alcançados pelo Nuno que apesar do aviso, não seguiu em frente e
cortou logo após a barragem , pela serra, atrasando algum tempo.
Após indicação para parqueamento pelo Delegado do CAS no Norte, há que
pôr a conversa em dia .
Pelas 01.00h chegou a hora de recolhermos aos nossos aposentos, pois
esperava-nos um dia muito aliciante.
Sábado 21

Acordámos bem cedo, pelas 07.00h com um excelente dia de Primavera. Após
cumprimentos da praxe aos companheiros que tiveram lugar junto à AS, havia
que começar a preparar juntamente com os restantes elementos da
Organização, a credenciação aos participantes.

Pelas 08.45h, a chegada do Padeiro, com pão quentinho e finalmente a


possibilidade de tomarmos o pequeno almoço nas nossas princesinhas.
10.00h -Saída de Torre de Moncorvo em direcção a Vila Flor com passagem
para a margem esq.ª do rio Douro e contemplação da maravilhosa paisagem
das Amendoeiras em Flor.
Chegada a Vila Flor pelas 11.00h onde estacionámos junto à GNR para
tomarmos café e visitarmos a vila.
Em Vila Flor, visitámos o centro histórico, a igreja Matriz e o Museu Raul Sá
Correia, onde assinámos o respectivo livro de visitas.
12.00h – Saída em direcção a Macedo de Cavaleiro com passagem pela bonita
cidade de Mirandela, sem paragem mas com tempo para apreciar a localidade,
pois a sinalização de trânsito, fez atrasar um pouco a nossa passagem.
13.30h - Após termos entrado no IP4, chegamos finalmente a Macedo de
Cavaleiros, onde a coluna de AC’s estacionou junto ao Tribunal. N 41º32’25’’ W
06º57’52’’.
Como a hora já ia alta, fomos logo para a zona histórica, à procura de
Restaurante. A escolha recaiu no restaurante “A Churrasqueira”, onde fomos
presenteados com os famosos Casulos secos, uma espécie de cozido à
portuguesa , uma delícia e os €11 por pessoa compensaram.
15.00h – Partida para Podence para providenciar com o Presidente da Junta
local o parqueamento das Autocaravanas, no parque de estacionamento da
sua residência. N 41º30’31’’ W 06º55’39’’
16.00 - Chegada das Autocaravanas e após estas parqueadas, foi hora de ir
conhecer a aldeia e logo à entrada, recebemos um convite de um natural da
aldeia para entrarmos na sua adega e bebermos um copo, o que me fez
lembrar a hospitalidade da minha terra.
19.00 – Jantar na Autocaravana e em seguida partida para a aldeia para tomar
café e visitar outros companheiros que não estando integrados no Encontro,
estacionaram no parque da feira , para também assistir ao Carnaval.
A noite já ia alta e quando já quase todos dormiam, foi hora de recolher.

Domingo 22

07.30h - São horas de levantar e após a respectiva higiene pessoal chega o


pequeno almoço na Autocaravana.
08.00h – Inspecção ao local onde se iria efectuar o Jogo da Malha e verificar o
estado do terreno.
10.00h - Inicio do jogo e logo se começa a verificar a apurada técnica de
algumas equipas e a aselhice de outras.
Após uma fase final muito renhida, a vitória sorriu à equipa Zeza/Ersil na final
com Frederico Saraiva/Rui Fonseca e ficando em 3º lugar o Vice-Presidente do
CAS Vítor Gaspar/ Ana Maria, que levaram o ultimo troféu do pódio. O autor
deste relato juntamente com a sua co- piloto , talvez por falta de treino ficou em
quarto lugar, o que para um universo de catorze equipas, não foi nada mau.
12.00h - Findo o campeonato do Jogo da Malha, é chegada a hora de
retemperar forças e nada melhor que o Restaurante de Podence: Leitão à
Podence e Casulos num ambiente fantástico contaminado com as restantes
mesas dos Autocaravanistas presentes ao qual não faltou o cântico da
Imaculada, imagem de marca das gentes do CAS
Num dia de muito movimento de visitantes para o mais conhecido Carnaval
Chocalheiro, os €14.50 por pessoa foram um pouco exagerados.

15.00h - Após o almoço, há que fazer a digestão e melhor cenário que


incorporar a retaguarda da Banda de Latos de Bagueixe e acompanhar o ritmo
das latas para assim exorcizar os Caretos que se aproximavam.

15.30h - Caretos à Solta – Correria louca e perseguição aos forasteiros, entre


a Igreja e a Casa do Careto.- diga-se de passagem que as mulheres são as
grandes vítimas dos chocalhos e em que as de estatura mais baixa sofrem
mais pois a acção dos chocalhos é ao nível dos rins.
16.30h - Terminado o desfile, seguimos em direcção ao parque privativo, em
condomínio fechado em casa do Presidente da Junta de freguesia de Podence-
obrigado Sr. .Presidente , para prepararmos a saída para Izeda.

Eis quando, os Caretos aparecem e resolvem colaborar na despedida . Após


algumas chocalhadas, resolvem retirar a máscara e conviver com os
Autocaravanistas o que se tornou num gesto bonito. OBRIGADO CARETOS.
17.00h - Horário cumprido à risca e com muita pena, deixámos Podence a
caminho de Izeda. O percurso um pouco sinuoso, coisas do GPS e por
informação da Junta de Izeda não terá sido o melhor. O certo é que pelas
18.20h estávamos a estacionar na Área de Serviço para Autocaravanas de
Izeda. N 41º34’03’’ W 06º43’24’’

Izeda – Freguesia do concelho de Bragança e elevada a vila em 13 de Julho


de 1990
Izeda

Após a chegada da última AC, logo fomos abordados por um elemento da


Junta de Freguesia para uma pequena abordagem acerca das nossas
necessidade e passado pouco tempo apareceu a Srª Presidende da Junta de
Freguesia, num sinal de que estávamos em terras amigas e em que os
Autocaravanistas são bem vindos.
Após os contactos com a Junta de Freguesia acerca da colaboração técnica
para a animação nocturna, interpelamos a Srª Presidente acerca do melhor
local para jantarmos .
A indicação foi-nos dada para o Restaurante do Sr. António, conhecido pelo
Peixeiro a seguir aos Bombeiros.
19.00h - Após dez minutos de caminhada e que aconselho em condições
normais, utilizar a AC vimos ao longe um vulto, era o Sr António que entretanto
avisado pela Sr.ª Presidente já nos esperava.
Restaurante amplo e acolhedor, lareira acesa numa noite de relativo frio
convidava ao petisco.
Não nos enganamos, logo foi colocado um presunto em cima da mesa para
comermos à discrição, acompanhado de broa e vinho.
Quando já estávamos com o estômago aconchegado, havia ainda que guardar
espaço para chouriças, alheiras e costeletas grelhadas, acompanhadas com
várias travessas de batata com grelos à moda de Izeda.
E se vos disser que este repasto custou a módica quantia de €7 por pessoa.
Não acreditam?
De salientar que o Sr. António, sempre que colocava o Jarro do vinho na mesa
servia-se primeiro e dizia: “pode faltar para vocês, para mim é que não”
21.15h – Com muita pena, deixamos o Restaurante do Sr. António, pois já nos
esperavam no Centro Cultura de Izeda os Autocaravanistas, bem como a Srª
Presidente da Junta de Freguesia , para a cerimónia de entrega de prémios
aos participantes no Jogo da Malha.

Os vencedores do Jogo da Malha

Após as cerimónias na qual participaram o Presidente do Conselho Fiscal , o


Tesoureiro e a Presidente da Junta de Freguesia, seguiu-se um animado baile
em que participaram a maioria dos participantes no Encontro, abrilhantado por
um jovem casal Autocaravanista já conhecido nos vários Encontros , Lurdes e
Rui Portela. A ambos o meu obrigado.
Lurdes e Rui Portela

24.00h – Final da festa, sem antes fazermos uma pequena surpresa ao Rui
Portela , no dia do seu aniversário com direito a cantar os parabéns e o
respectivo espumante.
Após arrumação dos equipamentos musicais e agradecimentos à Srª
Presidente da Junta pela colaboração prestada. Antes de regressar aos meus
aposentos, tempo ainda para entrar na sede da Associação Desportiva de
Izeda e beber uma cerveja ,juntamente com a Lurdes e o Rui.
Segunda 23

07,30h - Acordei ainda com os acordes musicais nos ouvidos e após uma
pequena visualização do local, fui visitar a vila e o multibanco , pois como
combinado, o padeiro só chegaria por volta das 09.00h

Pequeno almoço no papo, fui à procura dos produtos regionais: o tão famoso
azeite de Izeda: €20 por 5 lts.

10.30h - Saída de Izeda em direcção a Miranda do Douro com passagem por


Vimioso.como era dia de semana e muita gente fez ponte, fui com o Fusta e os
companheiros franceses com um ligeiro avanço em relação à coluna , para
assim darmos indicação de entrada nos parques onde havia lugares para
estacionamento.
11.45h - Chegada a Miranda do Douro, N 41º29’30’’ W 06º16’24’’como
previsto os parques estavam cheios e com muita dificuldade lá conseguimos
parquear toda a gente.
12.30h - Almoço na Catrineta para de seguida visitar o centro histórico e
admirar a toponímia em Mirandês.

Visita à Catedral e à feira gastronómica que se efectuava nesse fim de


semana, onde foi possível comprar umas excelentes chouriças da região por
€11/kg.
16.30h - Saída de Miranda em direcção a Torre de Moncorvo com pasagem
por Mogadouro e chegada a Torre de Moncorvo pelas 18.30h.
Tempo para fazermos um pequeno balanço, ainda que provisório do Encontro
e prepararmo-nos para o jantar de grupo no Restaurante Dom Mendo junto à
Área de Serviço.

20.30h - Jantar dos Autocaravanistas presentes no Encontro com a seguinte


Ementa:

Entrada: Alheira na brasa (fabrico caseiro)


Melão com Presunto
Queijos secos
Azeitonas
Prato:Vitela Assada no forno com batata assada, arroz, cenoura, ervilhas e
cogumelos.
Bebidas: Vinho da casa
Sumos
Águas
Sobremesa:Pudim
Salada de Frutas
e claro café.

€12 por pessoa.

Após os discurso da praxe, cantou-se a Imaculada e foi hora de regressarmos


às nossas princesinhas para o merecido repouso.
Terça 24

Após o acordar e muito bem disposto, fui passar revista às tropas, pois nem
todos os companheiros tiveram lugar na AS e tiveram que ir para o
estacionamento do complexo desportivo que dista 200mts e que tem a
vantagem de ser plano
09.45h - Já com o pequeno almoço tomado, aconteceu o primeiro percalço. O
Padeiro que se tinha comprometido a fornecer pão, não apareceu.
Saímos em direcção à vila para o estacionamento no largo da feira junto ao
cemitério para visita ao Museu do Ferro, Fábrica da Amêndoa e Catedral.

12.00h - Após as visitas, veio a parte gastronómica e a escolha recaiu sobre o


restaurante “ o Lagar” uma referência no concelho e na região. Ementa
escolhida à lista e que foi desde a Posta mirandesa , Bacalhau à lagar, Javali
na caçarola mais sobremesas e cafés. €13 por pessoa.

15.00h - Hora de partida e fim de Encontro . Alguns companheiros ainda


continuaram pela Terra Quente a contemplar as amendoeiras…
Como ainda tinha o dia de quarta feira disponível, aproveitei para ir à região de
Lafões visitar a família.

No caminho até Celorico da Beira, fui acompanhado pelo Fusta, Nuno Pires,
Ersil, Costa e Vítor com paragem em Vila Nova de Foz Côa para abastecer-
mos as princesinhas – gasóleo a €0.89 lt.no Intermarché e que me custou €66
no enchimento do depósito .
Junto a Trancoso, nova paragem para um cafezinho e a respectiva foto de
família saloia .
DESPEDIDA e até ao próximo encontro

Contas Finais:
1300 Km percorridos

Combustível - €106

Restaurantes - 3 Pessoas: €172.50

Produtos Regionais - €45

Merchandising do CAS - €30

Extras ( cafés ,pão, etc ) – €15

Interesses relacionados