Você está na página 1de 63

ALVENARIA

NOVEMBRO DE 2012

INTRODUÇÃO

Alvenaria é a arte ou ofício de pedreiro ou alvanel, ou ainda, obra composta de pedras

naturais ou artificiais, ligadas ou não por

argamassa. Também pode ser definida como o

sistema construtivo de paredes e muros, ou obras similares, executadas com pedras, com tijolos cerâmicos, blocos
sistema construtivo de paredes e muros, ou
obras similares, executadas com pedras, com
tijolos cerâmicos, blocos de concreto, cerâmicas
e silico-calcário, assentados com ou sem
argamassa de ligação.

Quando a alvenaria não é dimensionada para

resistir cargas verticais além de seu peso próprio

é denominada Alvenaria de vedação. As paredes utilizadas como elemento de vedação devem possuir características técnicas que são:

· Resistência mecânica;

· Isolamento térmico e acústico;

· Resistência ao fogo; · Estanqueidade;

· Durabilidade.

TIPOS DE ALVENARIA

A alvenaria pode ser empregada na confecção de diversos elementos construtivos (paredes, abóbadas, sapatas) recebendo as seguintes denominações:

  • a) alvenaria ciclópica: executada com grandes blocos de pedras,

trabalhadas ou não;

  • b) alvenaria insossa: executadas com pedras ou blocos cerâmicos,

assentados sem argamassa, denominadas também de “alvenaria seca“;

  • c) alvenaria com argamassa: executadas com argamassa de ligação

entre os elementos, sendo também denominadas:

-
-

alvenaria hidráulica: executadas com argamassas mistas 1:4/8

(argamassa básica de cal e areia 1:4, adicionando-se cimento na

proporção de uma parte de cimento para 8 partes de argamassa

básica);

-
-

alvenaria ordinária: executadas com argamassas de cal (1:4 - argamassa de cal e areia).

  • d) alvenaria de vedação: painéis executados

com blocos, entre estruturas, com objetivo de

fechamento das edificações.

  • e) alvenaria de divisão: painéis executados com

blocos ou elementos especiais (drywall gesso

acartonado), para divisão de ambientes,

internamente, nas edificações.

Quando a alvenaria é empregada na construção para resistir cargas, ela é chamada alvenaria resistente, pois além do seu peso próprio, ela suporta cargas (peso das lajes, telhados, etc). Quando a alvenaria não é dimensionada para resistir cargas verticais além de seu peso próprio é denominada alvenaria de vedação.

As paredes utilizadas como elemento de vedação devem possuir características técnicas que são:

  • - Resistência mecânica;

  • - Isolamento térmico e acústico;

  • - Resistência ao fogo;

  • - Estanqueidade;

  • - Durabilidade.

Os dois tipos principais de alvenarias são as naturais (pedras irregulares e regulares) e artificiais (blocos de concreto, silico-calcário, cerâmicos, solo-cimento, adobe).

As alvenarias de tijolos e blocos cerâmicos ou de concreto, são as mais utilizadas, mas existem

investimentos crescentes no desenvolvimento

de tecnologias para industrialização de sistemas

construtivos aplicando materiais diversos.

TIPOS DE TIJOLOS/Blocos

a - Tijolo comum (maciço, caipira); b - Tijolo furado (baiano); c - Tijolo laminado (21 furos);

d - Tijolos de solo cimento;

e - BLOCOS DE CONCRETO.

TIJOLOS DE BARRO COZIDO

São blocos de barro comum, moldados com arestas vivas e retilíneas (Figura 20), obtidos

após a queima das peças em fornos contínuos

ou periódicos com temperaturas da ordem de 900 a 1000°C.

TIJOLOS DE BARRO COZIDO São blocos de barro comum, moldados com arestas vivas e retilíneas (Figura

Tijolo furado (baiano)

Tijolo cerâmico vazado, moldados com arestas vivas retilíneas. São produzidos a partir da cerâmica vermelha, tendo a sua conformação obtida através de extrusão. A seção transversal destes tijolos é variável, existindo tijolos com furos cilíndricos e com furos prismáticos.

Tijolo furado (baiano) Tijolo cerâmico vazado, moldados com arestas vivas retilíneas. São produzidos a partir da

Tijolo laminado (21 furos)

Tijolo cerâmico utilizado para executar paredes

de tijolos à vista. O processo de fabricação é

semelhante ao do tijolo furado.

Tijolo laminado (21 furos) Tijolo cerâmico utilizado para executar paredes de tijolos à vista. O processo

Tijolos de solo cimento

Material obtido pela mistura de solo arenoso - 50 a 80%

do próprio terreno onde se processa a construção, cimento Portland de 4 a 10%, e água, prensados mecanicamente ou manualmente. São assentados por argamassa mista de cimento, cal e areia no traço 1:2:8 ou por meio de cola.

Tijolos de solo cimento Material obtido pela mistura de solo arenoso - 50 a 80% do

BLOCOS DE CONCRETO

Peças regulares e retangulares, fabricadas com

cimento, areia, pedrisco, pó de pedra e água. O

equipamento para a execução dos blocos é a prensa hidráulica. O bloco é obtido através da

dosagem racional dos componentes, e

dependendo do equipamento é possível obter peças de grande regularidade e com faces e

arestas de bom acabamento. Em relação ao

acabamento os blocos de concreto podem ser para revestimento (mais rústico) ou aparentes.

TIPOS DE PAREDES

Segundo PIANCA (1978), a espessura das paredes é sempre múltiplo das dimensões dos tijolos.
Segundo PIANCA (1978), a espessura das paredes é
sempre múltiplo das dimensões dos tijolos.

São colocadas em camadas horizontais (fiadas) e com juntas desencontradas. Podem ser dispostas de

diversos modos conforme a espessura das paredes, que é indicada pelo número de tijolos.

Parede de espelho (cutelo): feitas com tijolos assentados segundo a espessura e o maior comprimento. Empregadas nas divisões internas de edificações.

TIPOS DE PAREDES Segundo PIANCA (1978), a espessura das paredes é sempre múltiplo das dimensões dos

Parede de meio tijolo (frontal): tijolos assentados segundo a sua face maior e de modo que a largura corresponda à espessura da parede. Servem para vedação e para suportar esforços. Parede de um

Parede de espelho (cutelo)

Feitas com tijolos assentados segundo a espessura e o maior comprimento.

Parede de espelho (cutelo) Feitas com tijolos assentados segundo a espessura e o maior comprimento .

Parede de meio tijolo (frontal)

Tijolos assentados segundo a sua face maior e de modo que a largura corresponda à espessura da parede. Servem para vedação e para suportar esforços.

Parede de meio tijolo (frontal) Tijolos assentados segundo a sua face maior e de modo que

Parede de um tijolo

Tem como espessura o comprimento do tijolo. São recomendadas para paredes externas, pois

oferecem boa resistência e impermeabilidade

(quando revestidas).

Parede de um tijolo Tem como espessura o comprimento do tijolo . São recomendadas para paredes

Parede de um tijolo e meio

Tem como espessura um tijolo e meio, sendo dispostos de várias maneiras. Recomendadas

para paredes que necessitarão de resistência.

Parede de um tijolo e meio Tem como espessura um tijolo e meio , sendo dispostos

ELEVAÇÃO DA ALVENARIA

ELEVAÇÃO DA ALVENARIA O serviço é iniciado pelos cantos após o destacamento das paredes (assentamento da

O serviço é iniciado pelos cantos após o destacamento das paredes (assentamento da primeira fiada), obedecendo o prumo de

pedreiro para o alinhamento vertical e o
pedreiro para o alinhamento vertical e o

escantilhão no sentido horizontal cantos são levantados primeiro porque, desta forma, o

restante da parede será erguida sem

preocupações de prumo e horizontalidade, pois estica-se uma linha entre os dois cantos já

levantados, fiada por fiada.

1o – Colocada a linha, a argamassa e disposta sobre a fiada 2o - Sobre a
1o – Colocada a linha, a argamassa e disposta sobre a fiada 2o - Sobre a

1o Colocada a linha, a argamassa e disposta sobre a fiada

2o - Sobre a argamassa o tijolo e assentado

com a face rente à linha, batendo e

acertando com a colher

3o - A sobra de argamassa é retirada com a

colher

3o - A sobra de argamassa é retirada com a colher

EXECUÇÃO DOS CANTOS

EXECUÇÃO DOS CANTOS

EXECUÇÃO DOS CANTOS

EXECUÇÃO DOS CANTOS
EXECUÇÃO DOS CANTOS