Você está na página 1de 7

HIPRBOLE

Est muito calor. Os jogadores esto morrendo de sede no campo.

O que tem de diferente nesta frase?

Quando lemos essa afirmao, nunca imaginamos jogadores agonizando de sede num campo de futebol, pois compreendemos que o autor da frase fez uso do exagero para impressionar o interlocutor.
Quando engrandecemos ou diminumos exageradamente a verdade das coisas, estamos utilizando a hiprbole.

A hiprbole exatamente oposta ao eufemismo. Enquanto no eufemismo suavizamos uma expresso chocante, na hiprbole expressamos exageradamente uma idia, a fim de enfatizar essa informao. Essa figura de linguagem bastante comum no s nos textos escritos, como na comunicao oral.

VEJA EXEMPLOS NOS TEXTOS ABAIXO:


Rios te correro dos olhos, se chorares () (Olavo Bilac) Brota esta lgrima e cai () Mas rio mais profundo Sem comeo e nem fim Que atravessando por este mundo Passa por dentro de mim. (Ceclia Meireles) Queria querer gritar setecentas mil vezes Como so lindos, como so lindos os burgueses (Caetano Veloso) Pela lente do amor Vejo tudo crescer Vejo a vida mil vezes melhor. (Gilberto Gil)

EXEMPLOS EM TEXTOS FALADOS:


J falei mil vezes com esse menino e ele no me obedece. Vai passar um nibus pro Inferno, mas no passa o do Novo Juazeiro.

Faz umas dez horas que essa menina penteia esse cabelo.
A roupa dela est to curta que daqui a pouco ela est andando pelada na rua. J faz sculos que esse menino no toma banho, que, quando ele tirar essa roupa, ela vai sair correndo gritando: Me lava, por favor!

LIO DE CASA

Escolha um livro de sua preferncia e faa um resumo sobre a histria, do que se trata e no final d sua opinio sobre ele.