Você está na página 1de 47
Disciplina de Periodontia – 5 o período CIRURGIA PERIODONTAL Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Disciplina de Periodontia 5 o período

CIRURGIA PERIODONTAL

de Periodontia – 5 o período CIRURGIA PERIODONTAL Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira
de Periodontia – 5 o período CIRURGIA PERIODONTAL Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira
Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira
Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira
http://lucinei.wikispaces.com !
http://lucinei.wikispaces.com !
2012 !
2012
!

Instrumentos Usados em Cirurgia Periodontal

Instrumentos Usados em Cirurgia Periodontal

CIRURGIA PERIODONTAL

INSTRUMENTAIS

CIRURGIA PERIODONTAL INSTRUMENTAIS

Procedimentos mais comuns em cirurgias periodontais:

- Incisão e excisão - Afastamento e readaptação de retalhos - Remoção de tecidos - Raspagem e alisamento radiculares

- Remoção de tecido ósseo - Seccionamento radicular - Sutura - Aplicação de cimento na ferida

Incisão e excisão:

Incisão e excisão: (Bisturis)

(Bisturis)

Incisão e excisão: (Bisturis)
Incisão e excisão: (Bisturis)

Incisão e excisão:

(Bisturis)

Incisão e excisão: (Bisturis)

Afastamento e readaptação dos retalhos da mucosa:

(Deslocadores de periósteo)

Afastamento e readaptação dos retalhos da mucosa: (Deslocadores de periósteo)
Afastamento e readaptação dos retalhos da mucosa: (Deslocadores de periósteo)

Remoção de tecido fibroso e granulomatoso aderido:

(Pinças, alicates de cutícula, tesouras)

Remoção de tecido fibroso e granulomatoso aderido: (Pinças, alicates de cutícula, tesouras)
Remoção de tecido fibroso e granulomatoso aderido: (Pinças, alicates de cutícula, tesouras)

Raspagem e alisamento radiculares:

Curetas

Raspagem e alisamento radiculares: Curetas

Remoção de tecido ósseo:

(Pinças goivas, cinzéis, limas para osso, brocas)

Remoção de tecido ósseo: (Pinças goivas, cinzéis, limas para osso, brocas)
Remoção de tecido ósseo: (Pinças goivas, cinzéis, limas para osso, brocas)

Regularização óssea:

Brocas:

Regularização óssea: Brocas:

Seccionamento radicular:

(Brocas)

Seccionamento radicular: (Brocas)
Seccionamento radicular: (Brocas)

Sutura:

(Porta agulhas e fios de sutura)

Sutura: (Porta agulhas e fios de sutura)

Sutura:

(Porta agulhas e fios de sutura)

Sutura: (Porta agulhas e fios de sutura)

Remoção de sutura:

(Tesoura)

Remoção de sutura: (Tesoura)

Retalhos como terapia da bolsa periodontal

Retalhos como terapia da bolsa periodontal

Retalho Original de Widman

Leonard Widman - 1918

Retalho de Widman

Artigo: The Operative treatment of pyorrhea alveolaris.

“ The Operative treatment of pyorrhea alveolaris ” . Retalho mucoperiósteo visando a remoção do epitélio

Retalho mucoperiósteo visando a

remoção do epitélio da bolsa e

tecido conjuntivo inflamado para

facilitar a higienização radicular
facilitar a higienização radicular

Retalho de Widman - Técnica cirúrgica:

-   Incisões relaxantes (para demarcar área) -   Incisão intrasulcular
-   Incisões relaxantes (para demarcar área)
-   Incisão intrasulcular
Retalho de Widman - Técnica cirúrgica: -   Incisões relaxantes (para demarcar área) -   Incisão
Retalho de Widman - Técnica cirúrgica: -   Incisões relaxantes (para demarcar área) -   Incisão
Retalho de Widman - Técnica cirúrgica: -   Incisões relaxantes (para demarcar área) -   Incisão

Retalho de Widman - Técnica cirúrgica:

-   Incisão gengival acompanhando a margem gengival, na crista óssea alveolar (separando o epitélio
-   Incisão gengival acompanhando a margem
gengival, na crista óssea alveolar (separando o epitélio

da bolsa e o conjuntivo da gengiva não inflamada)

- Remoção do colar gengival - Rebatimento do retalho

da bolsa e o conjuntivo da gengiva não inflamada) -   Remoção do colar gengival -
da bolsa e o conjuntivo da gengiva não inflamada) -   Remoção do colar gengival -

Retalho de Widman - Técnica cirúrgica:

-   Raspagem e alisamento radicular -   Osteotomia e osteoplastia -   Adaptação do
-   Raspagem e alisamento radicular
-   Osteotomia e osteoplastia
-   Adaptação do retalho
-   Suturas interrompidas
e alisamento radicular -   Osteotomia e osteoplastia -   Adaptação do retalho -   Suturas
e alisamento radicular -   Osteotomia e osteoplastia -   Adaptação do retalho -   Suturas
e alisamento radicular -   Osteotomia e osteoplastia -   Adaptação do retalho -   Suturas

Retalho de Widman

Vantagens:

- Menos desconforto para o paciente (cicatrização por primeira intenção)

- Acesso para raspagem e alisamento radicular com visão direta - Reestabelecimento do contorno adequado do osso alveolar em áreas com defeitos ósseos angulares

Desvantagens:

- Incisão relaxante:

Nem sempre cobre toda a área interproximal na adaptação

Retalho Modificado de Widman

Ramfjord & Nissle - 1974

Retalho modificado de Widman

Técnica cirúrgica:

- Incisão intrasulcular

- Incisão paralela ao longo eixo do dente, posicionada a 1 mm da margem da gengiva (incisão na crista óssea).

-   Incisão paralela ao longo eixo do dente, posicionada a 1 mm da margem da
-   Incisão paralela ao longo eixo do dente, posicionada a 1 mm da margem da

Retalho modificado de Widman

Retalho modificado de Widman -   NÃO HÁ RELAXANTES . -   Remoção do colar gengival.

- NÃO HÁ RELAXANTES. - Remoção do colar gengival. - Rebatimento do retalho.

modificado de Widman -   NÃO HÁ RELAXANTES . -   Remoção do colar gengival. -
modificado de Widman -   NÃO HÁ RELAXANTES . -   Remoção do colar gengival. -
modificado de Widman -   NÃO HÁ RELAXANTES . -   Remoção do colar gengival. -

Retalho modificado de Widman

Retalho modificado de Widman -   Raspagem e alisamento radicular. -   Curetagem e/ou limagem dos

- Raspagem e alisamento radicular.

modificado de Widman -   Raspagem e alisamento radicular. -   Curetagem e/ou limagem dos defeitos

- Curetagem e/ou limagem dos defeitos ósseos angulares.

- Osteotomia.

Retalho modificado de Widman

- Adaptação do retalho. - Suturas interrompidas.

Retalho modificado de Widman -   Adaptação do retalho. -   Suturas interrompidas.
Retalho modificado de Widman -   Adaptação do retalho. -   Suturas interrompidas.

Retalho modificado de Widman

Vantagens:

- Adaptação perfeita dos tecidos moles às superfícies radiculares.

- Osso alveolar e tec. conjuntivo ficam submetidos a um mínimo de trauma.

- Estética favorável.

Desvantagens:

- Não pode ser realizado em bolsas profundas (mucogengivais).

Retalho

Reposicionado

Coronariamente

Harlan - 1907

Retalho reposicionado coronariamente Cirurgia periodontal estética.

coronariamente Cirurgia periodontal estética. O retalho é deslocado coronariamente com a finalidade de

O retalho é deslocado coronariamente com a finalidade de cobrir raízes expostas.

Retalho reposicionado coronariamente

Técnica cirúrgica:

- Incisão intrasulcular

- Incisão vertical relaxante, ultrapassando a linha muco gengival

- Descolamento do retalho

intrasulcular -   Incisão vertical relaxante, ultrapassando a linha muco gengival -   Descolamento do retalho
intrasulcular -   Incisão vertical relaxante, ultrapassando a linha muco gengival -   Descolamento do retalho

Retalho reposicionado coronariamente

- Rebatimento do retalho.

-   Raspagem e alisamento radicular. -   Condicionamento com ácido cítrico pH 10 por
-   Raspagem e alisamento radicular.
-   Condicionamento com ácido cítrico pH 10 por 3 min.
-   Irrigação com soro.
-   Reposicionamento do retalho coronariamente.
- Suturas interrompidas.

Retalho reposicionado coronariamente

Antes

Retalho reposicionado coronariamente Antes Depois

Depois

Retalho reposicionado coronariamente Antes Depois
Retalho reposicionado coronariamente Antes Depois

Retalho reposicionado coronariamente

Vantagens:

- Possibilidade de formação de nova inserção conjuntiva e epitelial sobre a superfície radicular.

Desvantagens:

- Pode haver recidiva da recessão gengival.

Retalho

Reposicionado

Lateralmente

Retalho Reposicionado Lateralmente

Técnica da Cunha distal

Técnica da Cunha distal

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL Realizadas em áreas retromolares. -  Objetivos: -   Reduzir tuberosidades volumosas. -   Correção

Realizadas em áreas retromolares.

-  Objetivos:
-
 Objetivos:

- Reduzir tuberosidades volumosas. - Correção de defeitos ósseos nas distais dos 2º e 3º M. - Obtenção de uma morfologia favorável para controle de placa. - Exposição de cáries nas distais. - Evitar ferimentos oclusais nos movimentos usuais da mandíbula.

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL
CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL
CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL
CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL Técnica cirúrgica: -   Incisão intrasulcular . -   Outras duas incisões (vestibular, lingual

Técnica cirúrgica:

- Incisão intrasulcular. - Outras duas incisões (vestibular, lingual ou palatino), em forma triangular com base voltada para o dente. - Incisões devem ser convergentes para o sentido oclusal.

em forma triangular com base voltada para o dente. -   Incisões devem ser convergentes para

CUNHA DISTAL

- Remove-se os tecidos gengival e conjuntivo entre as incisões.

CUNHA DISTAL -   Remove-se os tecidos gengival e conjuntivo entre as incisões.
CUNHA DISTAL -   Remove-se os tecidos gengival e conjuntivo entre as incisões.
CUNHA DISTAL -   Remove-se os tecidos gengival e conjuntivo entre as incisões.

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL -   Coadaptação das bordas através de sutura.

- Coadaptação das bordas através de sutura.

CUNHA DISTAL -   Coadaptação das bordas através de sutura.
CUNHA DISTAL -   Coadaptação das bordas através de sutura.

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL Antes Depois
CUNHA DISTAL Antes Depois

Antes

Depois

CUNHA DISTAL Antes Depois
CUNHA DISTAL Antes Depois

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL
CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL

CUNHA DISTAL
CUNHA DISTAL
CUNHA DISTAL

Fim – Obrigado pela atenção!