Você está na página 1de 1

Aquele que argumenta, se quer ter sucesso e obter a adeso do pblico tem de ter em conta trs aspectos fundamentais:

- O Ethos - a sua pessoa enquanto orador - O Logos - o que vai dizer - O Pathos - a quem se dirige O Ethos - diz respeito ao carcter do orador, que se for ntegro, honesto e responsv el conquista mais facilmente o pblico. Enquanto orador, deve possuir certas compe tncias para ter sucesso como a capacidade de dialogar (tanto de comunicar como de ouvir), de optar, de pensar e de se comprometer, por isso, ser-se uma pessoa cu ja opinio se atribui algum valor, j uma boa qualidade. O Logos - a considerao pelo contedo do discurso por parte do orador, se este quer q ue a mensagem passe. Para isso tem de apresentar claramente a tese que vai defen der, seleccionar bem os argumentos que fundamentam a tese (argumentos que diminu am as hipteses de refutao), apresentando os mais fortes no incio e repetindo-os no f im, antecipar objeces tese (para desvalorizar os contra-argumentos) e procurar rec ursos estilsticos (retrica). O Pathos - Define-se pela sensibilidade do auditrio que varivel em funo das caracters ticas do mesmo. preciso perceber, por mera intuio, o que o move, a que sensvel, num a palavra como quebrar o gelo inicial. O orador tem de seleccionar as estratgias adequadas para provocar nele as emoes e as paixes necessrias para suscitar a adeso e lev-lo a mudar de atitude e de comportamento. Claro que o orador serve-se de argu mentos racionais mas no pode deixar de usar o se carisma e a sua habilidade oratri a. http://www.didacticaeditora.pt/arte_de_pensar/acetatos/excerto11_cap2.pdf