Você está na página 1de 2

TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SEXTA CMARA CVEL APELAO N 2005.001.29324 APELANTE: ELIANE DUTRA MENDES APELADO: BRADESCO SEGUROS S.A APELADOS MARCIO MAURO ALVES DE ASSIS E OUTRO RELATOR: JDS. DES RONALDO LOPES MARTINS

ELIANE DUTRA MENDES, por sua advogada, nos autos da apelao supra, vem esclarecer e requerer: - no obstante a publicao da deciso supra em nome de uma das advogadas da autora, no constou no dirio oficial, o nome desta signatria que desde o incio consta nos autos, tanto na procurao como nas peties. Assim, requer, primeiramente, que todas as publicaes sejam feitas em nome desta signatria: MNICA GOMES VIEIRA FERREIRA, OAB/RJ 68.587; - de acordo com o constante na ementa de fls. 152, e cuidadosa fundamentao do voto, foi dado provimento ao presente recurso. No primeiro pargrafo de fls. 159, este D. julgador, reconhece o dano moral sofrido pela apelante, e ao final o voto determina o pagamento dos danos materiais. - h de ressaltar que existe um erro material em relao ao venervel acrdo, j que este clara e objetivamente favorvel a todos pedidos da apelante, inclusive com riqueza de detalhes de todo o processo, porm no consta em sua parte final a deciso de condenao dos rus ao pagamento de danos morais, conforme ementa e fundamentao da deciso. Assim, por extrema cautela, visto que a apelante entende ter sido o recurso totalmente provido, requer primeiramente a publicao no dirio oficial em nome desta signatria, e seja o erro material da deciso corrigido, para

que conste os danos morais como decidido, que s.m.j., seja a presente suficiente para sanar o erro e se vale das decises abaixo: No acrdo, logo no cabem embargos de declarao para elucidao de voto proferido (JTJ 145/242) . Assim: Eventual omisso ou contradio em voto no enseja a oposio de embargos de declarao, sendo certo que o tema respectivo foi enfrentado no voto condutor do acrdo.(STJ - 3 Turma, REsp. 252.910SP - EDcl, rel. Min. Menezes Direito. DJU 25.6.01,) No mesmo sentido, acrescentando que o interessado pode requerer ao autor do referido voto o saneamento do vcio apontado. ( STJ 2 Turma , Resp. 177.722 _MG-EDcl, rel. Min. Peanha Martins, j. 6.12.01, DJU 15.4.02) N. termos, e. deferimento. Rio de Janeiro, 7 de novembro de 2005.

Mnica Gomes Vieira Ferreira OAB/ RJ 68.587