Você está na página 1de 2

Cuidados na instalao da venclise

Avaliar a receptividade do paciente para o procedimento Respeitar respostas emocionais Explicar a natureza do procedimento e pedir sua cooperao Avaliar e selecionar stio de puno Priorizar regies das mos e braos Nunca puncionar p em adulto Atentar para as contra indicaes que excluem determinados stios de puno Evitar puno no dorso da mo de pessoas muito jovens ou idosos Evitar puncionar em membro com fstulas Priorizar o stio mais distal (puncionar do stio mais distal para o proximal) Escolher stios que no interfira na mobilidade do cliente Liberar torniquete de forma cuidadosa No fazer tricotomia na rea. Aparar plos do brao com tesoura. No realizar mais de trs tentativas de puno por um mesmo profissional Assegurar tcnica assptica. Promover a anti-sepsia da pele antes da puno Garantir a escovao do equipo de soro, polix, e scalp.

Cuidados durante a venclise


Assegurar a integridade da linha intravenosa Realizar a troca de soluo conforme prescrio mdica Calcular com preciso a velocidade de infuso Controlar e manter o gotejamento conforme prescrio mdica Avaliar condies da infuso (permeabilidade do jelco ou scalp, velocidade de infuso da soluo, interrupo do gotejamento) Avaliar condies da rea adjacente puno (pesquisar flebite qumica ou infecciosa, sensibilidade local, infiltrao, extravasamento) Manter frascos de soluo devidamente identificados No permitir a presena de ar no sistema. Observar reaes do cliente durante o processo de infuso venosa Realizar a troca do jelco a cada 72h ou antes disso se houver necessidade Considerar situaes especiais na determinao da troca do jelco ou scalp Assegurar a fixao adequada do jelco ou do scalp Manter cuidados especiais no rompimento ou interrupo de uma infuso.

Referncias Bibliogrficas
CABRAL, I. E,Administrao de medicamentos. Rio de Janeiro: Reichmann & Affonso Editores, 2002. CASTELLANOS, B. P. Injees modos e mtodos. 1ed. So Paulo: Editora tica, 1987. FERNER, H. & STANBESAND, J. Atlas de Anatomia Humana. 18 ed. V. 1. Rio de Janeiro: Guanabara, 1982. NETTER, F. H. Atlas de Anatomia Humana. 2ed. Porto Alegre: Artmed, 2000. POTTER, P. A. & PERRY, A. G. Fundamentos de Enfermagem. 5 ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2004. SILVA, P. Farmacologia. 5. Rio de Janeiro: Guanabara, 1998. SMITH-TEMPLE, J. & JOHNSON, J. Y. Guia para Procedimentos de Enfermagem. 4 Ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. Swearingem, P. S & Howard, C. A. Atlas Fotogrfico de procedimentos de Enfermagem. 3ed. Porto Alegre: Artmed, 2001. MURTA, G. F. (organizadora). Saberes e Prticas: guias para ensino e aprendizado em Enfermagem . 2. So Paulo: Difuso, 2006. MURTA, G. F. Procedimentos Bsicos de Enfermagem no Cuidar. 1 ed. So Paulo Difuso, 2006. FIGUEIREDO, N. M. A. & VIANA, D. L. Fundamentos do uso das Tecnologias na Enfermagem.So Paulo: Yendis, 2006.

Obs: as referncias acima citadas so indicadas para atender todo o contedo terico da aula de administrao de medicamentos por via parenteral. :

Você também pode gostar