P. 1
53725084 Apostila de Admimistracao

53725084 Apostila de Admimistracao

|Views: 4|Likes:
Publicado porPeyton Soyer

More info:

Published by: Peyton Soyer on Apr 11, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/11/2013

pdf

text

original

Sections

  • PROJETO EMPRESA – EMPREENDEDOR E ADMINISTRADOR
  • ATIVIDADE I
  • 1 – O Contrato Social
  • ATIVIDADE - II
  • 2 – Funcionamento da Empresa
  • 2.1 – Documentação
  • Principais Atos Cambiários
  • Principais Títulos de Crédito
  • ATIVIDADE - III
  • 3 – Tributos
  • 3.1 – Tipos de Tributos
  • 3.2 – Elementos da Obrigação Tributária
  • 3.3 – Competência Tributária
  • 3.4 – Impostos que Incidem Quando da Emissão da Nota Fiscal
  • ATIVIDADE - IV
  • 4 – Contabilidade
  • 4.1 – Principais Ramos da Contabilidade
  • 4.2 – Campo de Atuação da Contabilidade
  • 4.3 – Finalidade da Informação Contábil
  • ATIVIDADE - V
  • 5 – O Patrimônio
  • 5.1 – Controlando o Patrimônio
  • 5.2 – Aspectos Qualitativos e Quantitativos do Patrimônio
  • 5.3 – A Representação Gráfica do Patrimônio (Balanço Patrimonial)
  • 5.4 – Patrimônio Líquido
  • 5.5 – Situações Líquidas Patrimoniais Possíveis
  • 5.6 – Formação do Patrimônio Líquido
  • 5.7 – Origens e Aplicações de Recursos
  • ATIVIDADE - VI
  • Os fatores de Produção são: Trabalho e Capital
  • 1.2 Conceito de Empresa e Entidade
  • 7. Administração
  • 7.1 A Técnica Administrativa nas Empresas
  • 7.2 CONCEITOS DE ADMINISTRAÇÃO
  • 7.3 PROCESSOS DE ADMINISTRAÇÃO
  • ATIVIDADE – VIII
  • 8. Planejamento (Parte I)
  • 8.1 Conceito de Planejamento
  • 8.2 Tipos de Planejamento Administrativo
  • 8.3 Metas do Planejamento
  • ATIVIDADE - IX
  • 9. Planejamento (Parte II)
  • 9.1 Os Projetos
  • 9.2 Tipos de Projetos
  • 9.3 Fases dos Projetos
  • 9.4 Elaboração e Avaliação de Projetos
  • ATIVIDADE-X
  • 10. Organização (Parte I)
  • 10.1 Estrutura Organizacional
  • 10.2.1 Estrutura de Organização Formal
  • 10.2.2 Estrutura de Organização Informal
  • 10.3 AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE
  • 10.4 DIVISÃO DO TRABALHO
  • ATIVIDADE - XI
  • 11. ORGANIZAÇÃO (PARTE II)
  • 11.1 GRÁFICOS DE ORGANIZAÇÃO
  • 11.1.2 ORGANOGRAMAS
  • 11.1.3 FLUXOGRAMAS
  • ATIVIDADE – XII
  • 12. DIREÇÃO
  • 12.1 PRINCIPAIS MEIOS DE DIREÇÃO EMPRESARIAL
  • 12.2 EMISSÃO DE ORDENS
  • 12.3 MOTIVAÇÃO E COMUNICAÇÃO
  • 12.4 COORDENÇÃO E LIDERANÇA
  • ATIVIDADE - XIII
  • 13 CONTROLE
  • 13.1 IMPORTÂNCIA E CONCEITO DE CONTROLE
  • 13.2 CARACTERÍSTICAS E CLASSIFICAÇÕES DO CONTROLE ADMINISTRATIVO
  • 13.3 TIPOS DE PADRÕES
  • ATIVIDADE - XIV
  • 14. Administração da produção
  • 15. Administração de Recursos Humanos

PROJETO EMPRESA – EMPREENDEDOR E ADMINISTRADOR ...................................................... 3  ATIVIDADE I............................................................................................................................................

3  1 – O Contrato Social .............................................................................................................................. 4  ATIVIDADE - II ........................................................................................................................................ 7  2 – Funcionamento da Empresa ............................................................................................................. 8  2.1 – Documentação ........................................................................................................................... 8  Principais Atos Cambiários ................................................................................................................. 9  Principais Títulos de Crédito ........................................................................................................... 9  ATIVIDADE - III ..................................................................................................................................... 11  3 – Tributos............................................................................................................................................ 12  3.1 – Tipos de Tributos ..................................................................................................................... 13  3.2 – Elementos da Obrigação Tributária ......................................................................................... 13  3.3 – Competência Tributária............................................................................................................ 14  3.4 – Impostos que Incidem Quando da Emissão da Nota Fiscal .................................................... 14  ATIVIDADE - IV ..................................................................................................................................... 15  4 – Contabilidade ................................................................................................................................. 16  4.1 – Principais Ramos da Contabilidade ......................................................................................... 16  4.2 – Campo de Atuação da Contabilidade ...................................................................................... 16  4.3 – Finalidade da Informação Contábil .......................................................................................... 16  ATIVIDADE - V ...................................................................................................................................... 17  5 – O Patrimônio.................................................................................................................................... 18  5.1 – Controlando o Patrimônio ........................................................................................................ 18  5.2 – Aspectos Qualitativos e Quantitativos do Patrimônio .............................................................. 18  5.3 – A Representação Gráfica do Patrimônio (Balanço Patrimonial).............................................. 19  5.4 – Patrimônio Líquido ................................................................................................................... 19  5.5 – Situações Líquidas Patrimoniais Possíveis ............................................................................. 20  5.6 – Formação do Patrimônio Líquido ............................................................................................. 21  5.7 – Origens e Aplicações de Recursos .......................................................................................... 22  ATIVIDADE - VI ..................................................................................................................................... 22  6. Empresa ............................................................................................................................................ 23  Os fatores de Produção são: Trabalho e Capital .................................................................................. 23  1.2 Conceito de Empresa e Entidade ............................................................................................... 23  7. Administração .................................................................................................................................... 26  7.1 A Técnica Administrativa nas Empresas .................................................................................... 26  7.2 CONCEITOS DE ADMINISTRAÇÃO.......................................................................................... 26  7.3 PROCESSOS DE ADMINISTRAÇÃO ........................................................................................ 26 

Administração, Organização e Normas – Prof. Marcos César Bottaro

2

ATIVIDADE – VIII .................................................................................................................................. 27  8. Planejamento (Parte I) ...................................................................................................................... 28  8.1 Conceito de Planejamento .......................................................................................................... 28  8.2 Tipos de Planejamento Administrativo ....................................................................................... 28  8.3 Metas do Planejamento .............................................................................................................. 29  ATIVIDADE - IX................................................................................................................................. 29  9. Planejamento (Parte II) ..................................................................................................................... 30  9.1 Os Projetos ................................................................................................................................. 30  9.2 Tipos de Projetos ........................................................................................................................ 30  9.3 Fases dos Projetos ..................................................................................................................... 31  9.4 Elaboração e Avaliação de Projetos ........................................................................................... 31  ATIVIDADE-X ........................................................................................................................................ 32  10. Organização (Parte I) ...................................................................................................................... 33  10.1 Estrutura Organizacional .......................................................................................................... 33  10.2 Tipos de Estrutura ..................................................................................................................... 33  10.2.1 Estrutura de Organização Formal ..................................................................................... 33  10.2.2 Estrutura de Organização Informal.................................................................................... 35  10.3 AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE ................................................................................. 35  10.4 DIVISÃO DO TRABALHO......................................................................................................... 35  ATIVIDADE - XI ..................................................................................................................................... 36  11. ORGANIZAÇÃO (PARTE II) ........................................................................................................... 37  11.1 GRÁFICOS DE ORGANIZAÇÃO.............................................................................................. 37  11.1.2 ORGANOGRAMAS ........................................................................................................... 37  11.1.3 FLUXOGRAMAS ............................................................................................................... 37  ATIVIDADE – XII ................................................................................................................................... 37  12. DIREÇÃO ........................................................................................................................................ 38  12.1 PRINCIPAIS MEIOS DE DIREÇÃO EMPRESARIAL ............................................................... 38  12.2 EMISSÃO DE ORDENS ........................................................................................................... 38  12.3 MOTIVAÇÃO E COMUNICAÇÃO............................................................................................. 38  12.4 COORDENÇÃO E LIDERANÇA ............................................................................................... 39  ATIVIDADE - XIII ................................................................................................................................... 40  13 CONTROLE...................................................................................................................................... 41  13.1 IMPORTÂNCIA E CONCEITO DE CONTROLE ...................................................................... 41  13.2 CARACTERÍSTICAS E CLASSIFICAÇÕES DO CONTROLE ADMINISTRATIVO ................. 41  13.3 TIPOS DE PADRÕES ............................................................................................................... 41  ATIVIDADE - XIV .................................................................................................................................. 42  14. Administração da produção............................................................................................................. 43  15. Administração de Recursos Humanos ............................................................................................ 46 

Administração, Organização e Normas – Prof. Marcos César Bottaro

3

PROJETO EMPRESA – EMPREENDEDOR E ADMINISTRADOR

 
ATIVIDADE I

   
Inicie o Projeto desenvolvendo um CONTRATO SOCIAL de uma empresa tipo SOCIEDADE LIMITADA (dois ou mais sócios). Obs: O Ramo do Negócio deve abranger: Comercio de Mercadorias e Prestação de Serviços. (qual tipo de mercadoria ou serviço?) Exemplos: 1. Comércio de Computadores e Equipamentos de Informática em Geral, Acessórios e Assistência Técnica em Geral para Informática. 2. Comércio de Peças e Acessórios para veículos em Geral e Assistência Técnica em Geral para Autos. Escolha a Razão Social. – Ex: MCB Comércio de Computadores Ltda. Escolha o Nome Fantasia. – Ex: MCB COMPUTADORES Desenvolva um Logotipo ou Logomarca para a empresa. Desenvolva o Contrato Social. (MODELO NAS PÁGINAS SEGUINTES) Depois desses procedimentos estudaremos como Administrar a Empresa.

Na próxima um modelo de contrato social, sendo assim podemos iniciar a elaboração do CONTRATO SOCIAL.

* O modelo do Contrato Social foi elaborado conforme Lei 10.406/02 novo Código Civil. * Art.1.052 - CAPÍTULO IV ‐ Da Sociedade Limitada * A formatação da página do Contrato deverá ter a seguinte formatação: Margem Superior 6 cm, Esquerda 3 cm, Direita 2 cm e Margem Inferior 2 cm.

Administração, Organização e Normas – Prof. Marcos César Bottaro

4

1 – O Contrato Social

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTITUIÇÃO DE UMA SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA 
MCP CORPORATION LTDA

MARCOS CESAR ALBUQUERQUE, brasileiro, casado, natural de Araçatuba/SP, empresário, portador da Cédula de Identidade RG. nº 12.473.238-SSP-SP, e do C.P.F. nº 123.123.123-12, residente e domiciliado a Rua Cussy de Almeida, nº 1000, Bairro Centro, CEP 16.018-100, na cidade de Araçatuba, Estado de São Paulo, e PAULO DE FIGUEIREDO, brasileiro, natural de Araçatuba/SP, casado, empresário, portador da Cédula de Identidade RG. nº 14.740.238-SSP-SP, e do C.P.F. nº 123.123.123-12, residente e domiciliada a Rua Marechal Deodoro, nº 1200, Bairro Centro, CEP 16.02-100, na cidade de Araçatuba, Estado de São Paulo, ÚNICOS, sócios componentes da sociedade limitada MCP CORPORATION LTDA, com sede na cidade de Araçatuba, Estado de São Paulo a Av. Brasília, nº 1.000, Bairro Nova Iorque, CEP 16.018000, resolvem assim constituir o referido contrato social de acordo com as cláusulas e condições a seguir:

I – DO TIPO JURÍDICO DA SOCIEDADE 

Conforme Lei 10.406/02, a sociedade é EMPRESÁRIA do tipo SOCIEDADE LIMITADA, fazendo  parte como integrantes os senhores devidamente nomeados e qualificados.  II ‐ DA DENOMINAÇÃO SOCIAL 
A sociedade gira sob o nome empresarial MCP CORPORATION LTDA.

III ‐ DA SEDE SOCIAL 
A sociedade tem a sua sede na cidade de Araçatuba, Estado de São Paulo a Av. Brasília, nº 1.000, Bairro Nova Iorque, CEP 16.018-000, podendo, entretanto, abrir filiais em qualquer parte do território nacional, mediante alteração contratual assinada por todos os sócios.

IV ‐ DO OBJETO SOCIAL 
O objeto social é o de Construção civil, construção de pontes, estradas e pavimentações aos órgãos governamentais e autarquias, empresas de economia mista, etc, projetos de obras civis, bem como objetivando a expansão nos setores comercial, industrial, de fabricação, venda e revenda de materiais de construção e produtos próprios ou de terceiros, terraplenagem, enleiramento e desmatamento.

                          

 

V ‐ DA RESPONSABILIDADE DOS SÓCIOS 

A responsabilidade dos sócios é restrita ao valor de suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social.

                                       

VI ‐ DA RETIRADA DO SÓCIO DA SOCIEDADE 

.As reuniões serão dispensadas quando todos os sócios decidirem. que recebe poderes e atribuições de representar a empresa ativa.DA ADMINISTRAÇÃO DA SOCIEDADE E DO USO A administração da sociedade caberá a MARCOS CESAR ALBUQUERQUE e PAULO DE FIGUEIREDO. e as suas resoluções ou decisões constarão no livro de “Atas de Reuniões da Diretoria”. VIII .Administração. o sócio retirante. no entanto.Os sócios que representam a maioria do capital social poderão promover a alteração do contrato social. sendo estas decorrentes de seu período de participação na sociedade. bem como onerar ou alienar bens imóveis da sociedade. No caso de empate. de acordo com a legislação vigente e a conveniência da empresa e dos sócios. mediante convocação do sócio majoritário. fica expresso que os sócios não respondem subsidiariamente pelas obrigações sociais. ou pelos sócios minoritários cujas quotas formem pelo menos um quinto do capital social. ciente o acusado em tempo hábil para permitir seu comparecimento e o exercício do direito de defesa.              VII ‐ DAS OBRIGAÇÕES SOCIAIS  Segundo remissão determinada pelo artigo 1. Marcos César Bottaro 5 No caso de um dos sócios desejar retirar-se da sociedade. PARÁGRAFO ÚNICO . Organização e Normas – Prof. passiva. o sócio majoritário terá o direito do segundo voto de desempate. em virtude de atos de inegável gravidade. por escrito com antecedência de 60 (sessenta) dias.072 da lei 10. por parte dos demais sócios.A exclusão somente poderá ser determinada em reuniões especialmente convocadas para esse fim. especialmente no que tange a exclusão de sócio que passe a colocar em risco a continuidade da empresa. ficando vedado. sem autorização do outro sócio.054 da Lei 10. podendo assinar pela mesma. X .DA RETIRADA DE PRO-LABORE Os sócios MARCOS CESAR ALBUQUERQUE e PAULO DE FIGUEIREDO poderá efetuar uma retirada mensal a título de pró-labore e/ou dividendos. e seus haveres serão reembolsados dentro das possibilidades financeiras da empresa. judicial e extrajudicialmente. PARÁGRAFO PRIMEIRO . por escrito. após ter sido levantado um balanço na época de sua retirada. PARÁGRAFO TERCEIRO .406/02 ao artigo 997 da mesma legislação.406/02 (Código Civil). após quitar todas as suas obrigações com a pessoa jurídica da qual foi integrante.Quando de eventual e futura exclusão de qualquer membro do quadro social.DA DELIBERAÇÃO DOS SÓCIOS Os sócios reunir-se-ão sempre que for necessário. PARÁGRAFO SEGUNDO . deverá notificar ao outro. sobre a matéria que seria objeto delas. em atividades estranhas ao interesse social ou assumir obrigações seja em favor de qualquer dos quotistas ou de terceiros. independentemente do consentimento expresso ou tácito. fica livre e desembaraçado de quaisquer responsabilidades posteriores à data de averbação de sua saída. conforme permite o parágrafo 3º do artigo 1. Para deliberação válida será necessária a presença da maioria societária e o “quorum” para decisão será a maioria simples. cabendo-lhe o uso do nome empresarial. IX .

recebendo os direitos e as obrigações contratuais do sócio falecido. sob as penas da lei.DA DISTRIBUIÇÃO DOS LUCROS Dos lucros apurados nos balanços encerrados anualmente em 31 de dezembro. XI . Marcos César Bottaro 6 PARÁGRAFO ÚNICO . no curso do exercício. para serem cobertos em lucros futuros. XIV . e seu prazo de duração é por tempo indeterminado.Os lucros ou prejuízos serão distribuídos ou suportados pelos sócios na proporção de sua participação no capital social ou através de acordo firmado entre os sócios. manifestarão a sua vontade de serem integrados ou não na mesma sociedade. cada uma. determinar o levantamento de um Balanço Especial na data do falecimento ocorrido. a quem fica assegurado. conforme determina o artigo 204 da Lei 6. ou por se encontrarem sob os efeitos dela. dividido em 200. em 12 (doze) parcelas sendo a primeira vencendo em 90 (noventa) dias após o Balanço Especial. No caso de verificarem prejuízos.404/1976. a alteração contratual pertinente.Os valores de retirada de pró-labore ou dividendos serão determinados mensalmente de acordo com a capacidade financeira da sociedade e os resultados apurados pela mesma. § PRIMEIRO . § SEGUNDO .00 (um real). em 90 (noventa) dias da data do Balanço Especial.00 (Duzentos Mil Reais).000.000.000 QUOTAS 200. cabendo ao sócio remanescente.00 XIII .Administração. distribuir lucros por conta do mesmo período.00 (Duzentas Mil) quotas. ou em virtude de condenação criminal. terão o destino que melhor convier aos sócios. Organização e Normas – Prof. Os herdeiros do sócio falecido. no valor de R$ 1.DA CESSÃO E TRANSFERÊNCIA DE QUOTAS As quotas são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas a terceiros sem o consentimento do outro sócio. em igualdade de condições e preço direito de preferência para a sua aquisição se postas à venda. a pena que vede.                                                    XV ‐ DO FALECIMENTO  Dando-se o falecimento de qualquer dos sócios a sociedade não se dissolverá.DO CAPITAL SOCIAL O capital social é de R$ 200. ou então. se realizada a cessão delas. “Os Administradores declaram. o acesso a cargos . serão eles mantidos em conta especial.000.000.000 QUOTAS R$ 100.A sociedade poderá. e distribuído da seguinte forma: MARCOS CESAR ALBUQUERQUE PAULO DE FIGUEIREDO TOTAL DO CAPITAL SOCIAL 100.00 R$ 100. totalmente integralizado pelos sócios. formalizando. mediante levantamento de balanços intermediários para esse fim.000 QUOTAS 100. XII . receberão todos os seus haveres até o balanço Especial. em moeda corrente do País. de que não estão impedidos de exercer a administração da sociedade. ainda que temporariamente.DA DURAÇÃO DA SOCIEDADE A sociedade iniciou suas atividades em 31 de janeiro de 2009. por lei especial.00 R$ 200.000.

doc).724.0307-7 . onde está escrito Retirada dos Sócios da Sociedade.010 . ou a propriedade”. peita ou suborno. ou por crime falimentar.SSP/SP           ATIVIDADE . contra normas de defesa da concorrência. assinam o presente instrumento. 4-) Explique a cláusula do contrato. Fica eleito o foro desta comarca de Araçatuba. lavrado em 03 (três) vias de igual teor e forma. para nele serem dirimidas as duvidas porventura surgidas no fiel cumprimento deste instrumento. ou contra a economia popular. concussão. 15. Marcos César Bottaro 7 públicos. fé pública. 5-) Elaborar CNPJ – INSCRIÇÃO ESTADUAL – DOCUMENTO DA PREFEITURA (serão fornecidos pelo professor o arquivo . de prevaricação.085. E assim. por se acharem justos e contratados. peculato.       . ______________________________________________ MARCOS CESAR ALBUQUERQUE ______________________________________________ PAULO DE FIGUEIREDO TESTEMUNHAS: ______________________________________________ MARCELO RIBEIRO QUEIROZ RG. contra o sistema financeiro nacional. 31 de janeiro de 2009. onde está escrito Administração da Sociedade. Organização e Normas – Prof. Araçatuba-SP. Estado de São Paulo.SSP/SP _________________________________________ WELLINGTON VIEIRA JUNQUEIRA RG. 14.Administração.II 1-) Qual o valor jurídico de um contrato social? 2-) Qual a importância em definir com cautela o objeto social da empresa? 3-) Explique a cláusula do contrato. contra as relações de consumo. na presença de 02 (duas) testemunhas a tudo presentes.

É muito importante que se observe a empresa como um todo. O emitente é sempre o devedor da obrigação. anseios e ambições. trabalhará com seriedade e vontade. em termos financeiros. Na promessa de pagamento. 2. Para que a empresa funcione bem trazendo ao empresário o retorno desejado. Respeitar estas diferenças no seu desenvolvimento profissional. por exemplo a Nota Promissória. . Emitente: é a pessoa que emite a promessa de pagamento em seu próprio nome. Pense nisto! A qualidade de sua empresa depende do produto com o qual você trabalha. mas seres humanos com sentimentos. diferentes entre si. mercadorias.Administração. Organização e Normas – Prof. de onde vem. Inicialmente é preciso que haja organização das tarefas a serem cumpridas na empresa para que o tempo disponível seja utilizado por cada funcionário de maneira a evitar desgaste ou prejuízo. Da boa relação existente ente os membro da empresa. Nos TÍTULOS DE CRÉDITO que contém promessa de pagamento implica que o mesmo seja efetuado pelo próprio emitente e não por terceiros. Marcos César Bottaro 8 2 – Funcionamento da Empresa Antes de a empresa iniciar qualquer atividade é necessário fazer o registro do contrato e registrar a empresa nos órgãos competentes como vimos no início. como está e para onde ela está indo. observa dois personagens cambiários. trazendo benefícios para todos. Adote o hábito de utilizar-se de uma agenda para organizar seus compromissos e tarefas diárias. Nela Observamos que está escrito “Pagarei” e não “Pague” como nos cheques. Beneficiário: é a pessoa que vai receber o título. Ela não é somente uma porção de dinheiro. O empresário deve então procurar formar uma boa equipe. É muito importante que o empresário tenha uma atitude positiva em relação aos seus empregados. depende também o sucesso e crescimento da mesma. Vamos então conhecer quais são os documentos que provavelmente teremos em mãos no funcionamento da empresa. da organização e administração dos documentos. Chama-se credor do título. não simples executores de ordens e tarefas. que unida e bem entrosada. da maneira como são tratadas e consideradas as relações humanas entre dos membros de sua equipe. Para que a empresa cresça é necessário que saiba a cada dia. O primeiro passo agora. para o bom funcionamento da empresa é verificar se todas as exigências legais tenham sido cumpridas junto aos órgãos competentes quando de sua abertura. muitos dos quais talvez você nunca tenha visto. papéis. você vai entrar em contato com vários documentos. enxergando em cada um de seus colaboradores. é preciso que haja uma boa organização.1 – Documentação Quando a empresa começar a funcionar. na aplicação da Contabilidade. É formada por pessoas que serão as responsáveis pelo bom andamento da empresa. É o caso da NOTA PROMISSÓRIA. do bom atendimento e principalmente.

o avalista terá que faze-lo. . Título ao Portador: Não consta neste título o nome da pessoa beneficiada. pois com o aval assumiu a responsabilidade solidária pelo pagamento da obrigação. Comp Banco Agência C1 Conta C2 Chequen° C3 R$ 018 275 0767 1 2 53636 3 CB 1505 1 Pague por este cheque a quantia de __________________________________________ _________________________________________________________e centavos acima. mas os mais importantes e que serão normalmente mais utilizados na empresa são: Cheque: É uma ordem de pagamento a vista. Por este motivo. Organização e Normas – Prof. Pode ser: a) Em Branco – é aquele em que o endossante (pessoa que dá o endosso) não identifica a pessoa do endossário (pessoa que recebe o endosso). Principais Títulos de Crédito Existem muitos títulos de crédito. seu portador é seu proprietário. Se o avalizado não pagar o título. Marcos César Bottaro 9 Os títulos de crédito podem ainda ser ao portador ou nominativo. Nominal – é aquele que indica expressamente o nome do beneficiário. Encontramos no cheque três personagens cambiários: Sacador: é o emitente. Título ao Nominativo: É um título emitido em nome de determinada pessoa. Por Exemplo o cheque nominal Principais Atos Cambiários Saque – É o ato cambiário cuja finalidade é criar um título de crédito. Pode ser o próprio sacador ou um terceiro. Aceite – É o ato de reconhecimento da validade de um título a pagar. b) Em Preto – é aquele em que o endossante especifica expressamente o nome do endossário. Tomador: é a pessoa a favor de quem foi emitido. a ________________________________________________________ ou a sua ordem. 013010445954 2000670894091 Quanto ao modo de circulação existem dois tipos de cheques: Ao Portador – é aquele em que não á indicação do nome do beneficiário (pessoa que irá descontar o cheque no banco). devendo pagá-lo de acordo com a disponibilidade do sacador. Esse tipo de endosso pode ser conferido na frente ou atrás do título. Aval – é o ato pelo qual uma terceira pessoa.Administração. garante o pagamento do título de crédito. quem passa ou saca o cheque Sacado: é o banco que recebe o cheque. A pessoa que presta o aval é o avalista. O endosso deve ser conferido na parte de trás do título. A assinatura do endossante transforma o título nominal em título ao portador. Quem se beneficia do aval é o avalizado. Endosso – É o ato cambiário que transfere o direito documentado no título de crédito de um credor para outro. PARA FINS DIDÁTICOS  *********** *************** 27507677 ________________. ______ de ___________ de 200X. devendo manter o campo destinado ao nome do beneficiário em branco. Por exemplo: cheque ao portador. Seu beneficiário pode ser o emitente ou terceiros. Saque é sinônimo de emissão. o avalista.

. pelo emitente ou pelo portador do cheque. Duplicata: é um título de crédito emitido baseado em obrigação proveniente de compra e venda comercial ou de prestação de serviços. BITS eletrônicos. Com o desenvolvimento da tecnologia. A partir deste documento a empresa emitirá uma duplicata que será assinada pelo comprador sendo um documento de comprovação da dívida. Cheque Cruzado – é o cheque no qual são feitas duas linhas paralelas.Administração. A nota fiscal é dividida em duas partes: 1 – Cabeçalho: nele constará a identificação da empresa que adquiriu a mercadoria ou serviço. já estamos trabalhando com Notas Fiscais Eletrônicas. HOJE já temos a implantação da Nota Fiscal Eletrônica por algumas grandes empresas. Cheque Administrativo – é o cheque em que o banco coloca o seu “visto”. sai face (frente do cheque). CNPJ e Inscrição Estadual. 2 – Corpo: nele serão relacionados os dados referentes à empresa para quem está sendo emitida a Nota Fiscal e especificações da venda realizada. no qual é emitida uma Nota Fiscal Fatura. Nota Fiscal: é um documento obrigatório emitido toda vez em que haja operação comercial envolvendo comercialização de mercadorias ou serviços. o que gera uma grande economia para as grandes empresas e facilita a fiscalização dos órgãos competentes. Marcos César Bottaro 10 Cheque Pré-Datado – segundo a Lei Uniforme sobre Cheques a data futura não é considerada e o cheque sempre é pagável quando apresentado ao banco. e. não podendo ser descontado junto ao caixa do banco. indicando que existe dinheiro disponível na conta do emitente (quem emitiu o cheque). endereço completo. Organização e Normas – Prof. O cruzamento indica que o cheque somente poderá ser depositado em sua conta corrente.

8-) Quais são os principais atos cambiários? Explique cada um. . – Qual órgão que expede este documento? 4-) Que documento a Prefeitura Municipal expede quando ocorre a abertura da empresa? 5-) Porquê é necessário alvará do corpo de bombeiros? 6-) O que é uma Nota Promissória? 7-) Explique: Título ao Portador e Título Nominativo. Marcos César Bottaro 11 ATIVIDADE . 10-) Explique a divisão da nota fiscal.Administração.E. Cabeçalho e Corpo.III 1-) Defina JUCESP? Qual a função deste órgão? 2-) O que é CNPJ? Qual órgão que expede este documento? 3-) Defina I. 9-) Explique os modos de circulação dos cheques. Organização e Normas – Prof. 11-) O que é uma duplicata? 12-) O que é um título de Credito ? 13-) Pesquise sobre Nota Fiscal Eletrônica – NF-e.

. “Tributo é toda contribuição pecuniária compulsória. pesca. equipamentos. escolas. pecuária. qual será sua forma de atuação. cavalos. rodoviárias. Por exemplo: indústria de alimentos. ou seja. f) Financeira – empresas que operam no mercado financeiro. visando principalmente o lucro. Por exemplo: comércio em geral. têxteis. através da industrialização em matérias primas ou produtos acabados destinados ao consumo. quantidade de empregados necessária pra o funcionamento. ou seja. mineração. hospitais. e) Prestadora de Serviços: empresas que prestam serviços aos consumidores. escolhe-se o ramo de atividade em que ela irá atuar. mecânicas. porcos. em moeda ou cujo valor nela se possa exprimir. etc. etc. mas presta serviços colocados a disposição do consumidor dos bens produzidos pelas empresas do setor primário e secundário. financeiras. pesca. turismo.Administração. que não constitua . etc. c) Setor Terciário – quando uma empresa nada produz. Uma empresa não é formada apenas de recursos materiais (dinheiro. Estadual ou Municipal. d) Comercial – a empresa que compra e vende mercadorias. g) Transportes e Comunicações – empresas aéreas.extração: caça. hospitais. etc. de bebidas. enfim como será esta empresa. etc. tais como: bancos. como carneiros. companhias de seguros. como hotéis. vegetação. metalúrgica. etc.) mas também de recursos humanos. Classificação das Empresas Quanto a Forma a) Privada ou particular – quando o capital de constituição da empresa vem de particulares. Organização e Normas – Prof. jornal.transformação: indústrias em geral. Quando uma empresa é constituída. etc. 3 – Tributos Definição: Segundo o artigo 3° do Código Tributário Nacional. Marcos César Bottaro 12 2. como podemos classificá-la perante o mercado? Classificação das Empresas Quanto ao Setor da Economia a) Setor Primário – quando uma empresa atua em atividades primárias. destinada à produção de mercadorias ou serviços constituída para desenvolver determinada atividade econômica. b) Setor Secundário – quando uma empresa transforma os recursos naturais obtidos do setor primário. algodão. televisão. bois. capital e recursos naturais. c) Mista – quando a participação no capital da empresa estiver dividida entre organismos públicos e privados. reflorestamento. ligada a exploração de recursos naturais. escolas. de alimentos. b) Pecuária – destinada à criação de animais. medicamentos. aves. b) Pública – quando o capital de constituição dessas empresas vem do governo. Pode ser Federal. etc. Classificação das Empresas Quanto ao Setor de Atividade a) Agrícola – destinada à exploração de produtos hortigranjeiros e da agricultura. Essas empresas são conhecidas como empresas Estatais ou Governamentais e geralmente exercem funções de caráter coletivo ou de utilidade pública. seu tamanho. tais como a cultura de grãos. ferroviárias ou marítimas e as empresas de rádio. c) Industrial – dedica-se à atividade de: . etc. máquinas. as pessoas que vão trabalhar para que o objetivo da empresa seja alcançado. Por exemplo: agricultura. metalúrgicas. empresas de telecomunicação. etc.2 – Empresas – Classificação Podemos definir empresa como uma unidade de produção. uma combinação de trabalho. madeireiras. etc.

o tributo é um valor a ser pago de forma obrigatória em dinheiro ou em bens. Legislação Tributária: principal fonte da obrigação tributária.Administração. pois o tributo não poderá ser ilegal. os decretos e as normas complementares que tratem de tributos. dá origem à obrigação de pagar um tributo. não obrigando o Estado a uma contraprestação específica em prol do contribuinte. Municípios e Distrito Federal. que têm competência para exigir o cumprimento da obrigação tributária. O Estado somente criará um tributo através de lei.2 – Elementos da Obrigação Tributária Obrigação Tributária: relação jurídica onde o Estado tem o direito de exigir do contribuinte uma prestação ou um tributo. . instituída em lei e cobrada mediante atividade administrativa plenamente vinculada” Em outras palavras. a União. Fato Gerador: é o acontecimento discriminado na lei que. isto é a circulação de mercadorias e/ou prestação de serviços. Taxa de Emissão de Certidão Negativa Taxas Taxa para obtenção de um serviço Contribuição de Melhoria: é um tributo cobrado pelo Estado dos proprietários de imóveis beneficiados por determinada obra. por particulares para o Estado. ao ser praticado por alguém. Estados. Contribuição para reforma ou construção Contribuição de Melhoria de uma praça em frente de sua empresa 3. Por exemplo: O ICMS tem como fato gerador a emissão da Nota Fiscal de Venda de Mercadorias e/ou Prestação de Serviços. 3. Organização e Normas – Prof. onde deverá essa lei ser apreciada pelo Legislativo. . as leis. pois sem a lei não existe tributo. porque se destina de um modo geral ao bem comum.1 – Tipos de Tributos Imposto: é um tributo que é cobrado de modo genérico. E sua cobrança deverá ser feita pelo órgão da Administração que está vinculado ao tributo. Sujeito Ativo: é a pessoa jurídica de direito público. A legislação tributária compreende a Constituição. os tratados e as convenções internacionais. IPI ICMS Tributos PIS COFINS ISS Impostos Taxa: é um tributo que está vinculado a uma contraprestação direta do Estado em benefício do contribuinte. Ela terá como limite total a despesa realizada na construção da obra em questão. Marcos César Bottaro 13 sanção de ato ilícito.

Marcos César Bottaro 14 Sujeito Passivo: é a pessoa que tem o dever de pagar o tributo. menos o valor do IPI que apagamos quando compramos. Organização e Normas – Prof. A empresa deve recolher ao governo mensalmente. não podemos somar o valor do ICMS de compras com o valor do ICMS de vendas. o valor do ICMS apurado. As datas de recolhimento são preestabelecidas pelo próprio Governo Estadual. enquanto que produtos considerados necessários ao consumo terão suas alíquotas mias baixas.ITR Impostos dos Estados .imposto de renda . ou seja. Esta apuração é feita pela diferença entre o valor do IPI que cobramos do cliente nas vendas.imposto sobre produtos industrializados – IPI .imposto sobre a propriedade territorial urbana – IPTU . ou seja.imposto sobre serviços de qualquer natureza – ISS 3.imposto territorial rural . Todos os produtos considerados como supérfluos terão suas alíquotas maiores. IPI – Imposto sobres Produtos Industrializados Este imposto é de competência da União e a sua alíquota é de acordo como a necessidade dos consumidores. pois os mesmos não se acumulam. terá uma alíquota mais alta. tanto das compras feitas pela empresa como das vendas por ela efetuadas. . destacados nas Notas Fiscais. menos o valor do ICMS que pagamos quando compramos. 3. se o produto não for de extrema necessidade de consumo. O valor do IPI já vem destacado na Nota Fiscal. ou seja.4 – Impostos que Incidem Quando da Emissão da Nota Fiscal ICMS – Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e sobre Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e de Comunicação Este imposto é de Competência Estadual e sua alíquota varia de 7% a 25% de acordo como o Estado e a mercadoria ou serviço tributado. A apuração do imposto é feita segundo o princípio da não cumulatividade do imposto.imposto sobre a propriedade de veículos automotores – IPVA Impostos dos Municípios . tanto das compras fitas pela empresa coma das vendas por ela efetuadas. A empresa deve recolher ao governo decendialmente. O valor do ICMS já vem incluído no valor das mercadorias / serviços constantes na Nota Fiscal. nas compras a empresa tem o direito de recuperar o valor do ICMS pago ao fornecedor. Normalmente é o contribuinte que ao praticar o fato gerador dá origem ao tributo. Esta apuração é feita pela diferença entre o valor do ICMS que cobramos do cliente nas vendas.imposto sobre a circulação de mercadorias e serviços – ICMS .Administração.imposto de importação . Assim. As datas de recolhimento são preestabelecidas pelo próprio Governo Federal. a cada 10 (dez) dias. e nas vendas tem a obrigação de recolher ao governo o respectivo valor do ICMS destacado na Nota Fiscal. o valor do IPI apurado destacado nas Notas Fiscais.3 – Competência Tributária Impostos da União .

de 29 de agosto de 2003 que dispõe sobre o Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Microempresas e das Empresas de Pequeno Porte (Simples). não podemos somar o valor do IPI de compras com o valor do IPI de vendas. pois os mesmos não se acumulam. de 5 de dezembro de 1996 e subseqüentes alterações e instrução normativa n o 355.IV 01 – Qual a alíquota do ICMS. A apuração do imposto é feita segundo o princípio da não cumulatividade do imposto. 02 – ICMS destacado na Nota Fiscal deve ser somado no total da nota? Sim ou Não? Porque? 03 – Quais os códigos de recolhimento do PIS. defina o que é tributo? . A partir do segundo semestre do ano de 2007 foi introduzida a lei do Simples Nacional (Alunos Æ pesquisar sobre a lei). conforme Lei nº 9. ATIVIDADE . 17 – Segundo o código tributário nacional. Este imposto incide sobre o valor total de faturamento das empresas. PIS e COFINS? (Estado de São Paulo). Marcos César Bottaro 15 Assim. Organização e Normas – Prof.317. 07 – O GARE serve para pagar que tipo de tributo ou imposto? 08 – Como podemos classificar as empresas quanto ao setor da economia? 09 – Como podemos classificar as empresas quanto ao setor da atividade? 10 – Quais são as alíquotas de contribuição da ME na Receita Federal? 11 – Quantas faixas de contribuição tem a EPP na Receita Federal? 12 – Quais são as competência tributárias do Estado. ou seja. do Município? 13 – Explique o que é obrigação tributária? 14 – Explique o que é fato gerador? 15 – O que é sujeito ativo e sujeito passivo dentro da obrigação tributária? 16 – Como são classificadas as empresas quanto à forma? Explique. sendo Micro Empresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte EPP. DARF-SIMPLES – Imposto recolhido pelas empresas optantes pelo regime SIMPLES.Administração. COFINS e DARF-SIMPLES? 04 – O Que significa PIS? 05 – O que significa COFINS? 06 – O que significa DARF-SIMPLES?. vendas de mercadorias e serviços. e nas vendas tem a obrigação de recolher aos governo o respectivo valor do IPI destacado na Nota Fiscal. da União. nas compras a empresa tem o direito de recup0erar o valor do IPI pago ao fornecedor.

Contabilidade Industrial – utilizada pelas empresas industriais. além de dificuldades na detecção e solução de problemas. apenas possui algumas particularidades devido ao seu ramo de negócio.3 – Finalidade da Informação Contábil A contabilidade tem duas finalidades básicas: 1 – Finalidade de Controle 2 – Finalidade de Planejamento .1 – Principais Ramos da Contabilidade Contabilidade Comercial – utilizada por todas as empresas que operam no comércio. contadores. Este controle é importante. levantar posições e apresentar demonstrações de resultados da empresas (lucro ou prejuízo). como é o caso do profissional de contabilidade que cuida do controle patrimonial das empresas. 4. Contabilidade Bancária – utilizada pelas empresas do chamado mercado financeiro. dispondo de recursos que permitem registrar dados (fatos). 4. Possui características peculiares das entidades públicas.2 – Campo de Atuação da Contabilidade A contabilidade. Marcos César Bottaro 16 4 – Contabilidade Agora vamos ver rapidamente um pouco de contabilidade para facilitar a Administração. problemas com atuações (multas) fiscais. registrar. o desenvolvimento inicial do método contábil esteve intimamente ligado ao surgimento do capitalismo. que no geral não difere muito da contabilidade comercial. pois o Tema Contabilidade será ministrado em curso específico. Contabilidade Pública – utilizada pelas empresas públicas. analistas contábeis. tem campo de atuação muito amplo. acumular. 4. Organização e Normas – Prof. que no geral. também não é muito diferente da contabilidade industrial. pois se não for feito pode acarretar prejuízo financeiros. Na verdade. CONTABILIDADE – é a ciência que nos permite através de técnicas próprias manter um controle permanente do patrimônio da empresa. requer o trabalho de profissionais com conhecimentos específicos em determinada área. Assim. resumir e interpretar os fenômenos que afetam as situações patrimoniais. O desenvolvimento econômico de um país. Contabilidade Agrícola – utilizada somente pelas empresas agrícolas. trabalham na ária contábil de diversas empresas privadas e públicas. na qualidade de metodologia especialmente concebida para captar.Administração. como forma quantitativa de mensurar os acréscimos ou decréscimos dos investimentos iniciais alocados a alguma exploração comercial o industrial. má repercussão para o seu negócio. milhares de auxiliares de contabilidade. É esse profissional que demonstra através de relatórios específicos como está o patrimônio da empresa. financeiras e econômicas de qualquer empresa.

principalmente no que refere ao estabelecimento de padrões orçamentários.Administração. A apreciação desse desempenho pode resultar em acréscimos de salários. A informação contábil. embora o desempenho humano não possa ser julgado apenas através da informação contida nos registros contábeis. é de grande utilidade no planejamento empresarial. 2 – Planejamento – por sua vez é o processo de decidir que curso de ação deverá ser tomado para o futuro. em geral. Organização e Normas – Prof.2 – Como meio de verificação – periodicamente a administração necessita avaliar a qualidade dos serviços executados pelos seus funcionários. 1. A informação contábil pode auxiliar esse processo de avaliação. demissões.1 – Como meio de comunicação – os relatórios contábeis podem ser de grande a auxílio ao informar a organização a respeito dos planos e políticas da administração e. em casos extremos. O planejamento pode abranger um segmento da empresa ou a empresa como um todo. normalmente utiliza-se grande parte de informação contábil. na medida do possível. das formas de comportamento ou ação que a administração deseja atribuir à organização. Mesmo no caso de decisões isoladas. Marcos César Bottaro 17 1 – Controle – pode ser conceituado como um processo pelo qual a administração se certifica.V 1-) Defina o que é Contabilidade? 2-) Porquê o controle efetuado através da contabilidade é importante para as empresas? 3-) Quais são os principais ramos da contabilidade? 4-) Qual é o campo de atuação da contabilidade? 5-) Qual a finalidade da informação contábil? 6-) Como calcular índices de liquidez nas empresas. ações corretivas as mais variadas. Normalmente. readmissões. promoções. ou. de que a organização está agindo de conformidade com os planos e políticas traçadas pela administração. ATIVIDADE . o processo de planejamento consiste em considerar vários cursos alternativos de ação e decidir qual é o melhor. através da contabilidade? . Esse processo de controle pode ser feito das seguintes formas: 1.

uma casa.2 – Bens .00 R$ 90. móveis.constitui-se em tudo o que é capaz de satisfazer às necessidades humanas e possa ser avaliado economicamente.00 R$ 15. um terreno.impostos a pagar . Organização e Normas – Prof.1. Exemplo: terrenos.1 – Patrimônio é o conjunto de bens. mas também “o quanto” ela possui de bens. patentes.salários a pagar . direitos e obrigações de uma pessoa (física ou jurídica) avaliado em moeda. 5.00 Direitos .1 – Controlando o Patrimônio 5. um computador.1.Aspecto Quantitativo – consiste em quantificar. direitos e obrigações.000.000.Aspecto Qualitativo – consiste em qualificar o Patrimônio. etc. 5.000.1. 9 Bens Imóveis – são aqueles que não podem ser movidos sem perder as suas características. Exemplo: máquinas. tenha valor de troca ou venda.000. Marcos César Bottaro 18 5 – O Patrimônio 5. direitos autorais. não podem ser tocados. Diz respeito à espécie e natureza dos bens.1. dinheiro.aluguéis a receber .000. são aqueles que possuem formos ou corpo-matéria. 9 Bens Materiais – como o próprio nome diz.duplicatas a pagar (fornecedores) . ou seja. . "o que” ela possui de bens. 9 Bens Imateriais – são bens que não possuem matéria. em decorrência de transações comerciais. Por exemplo: uma máquina. casas. comprometendo-se a pagá-las a terceiros. não basta só informar o que ela possui.2 – Aspectos Qualitativos e Quantitativos do Patrimônio   . .00 R$ 75. etc. Aspectos Bens Qualitativo Dinheiro Veículos Máquinas Terrenos Duplicatas a Receber Quantitativo R$ 10. veículos. direitos e obrigações. edifícios. equipamentos veículos.duplicatas a receber (clientes) . direitos e obrigações da empresa. pois no controle patrimonial da empresa.00 R$ 50. . etc. Por exemplo. etc. Podemos classificar os bens como: 9 Bens Móveis – são aqueles que podem ser levados de um lugar para outro sem perder suas características. ou seja. os seus credores. Exemplo: marcas.notas promissórias a receber .4 – Obrigações – são valores que a empresa assume como existência de dívidas.empréstimos a pagar 5. mercadorias.juros a receber 5. Exemplo: máquinas. dar valores ao Patrimônio. qual é o Patrimônio da empresa.3 – Direitos – são valores que a empresa tem a receber de terceiros.Administração. um carro. etc.

São também denominadas componentes que formam o PASSIVO.00 R$ 1. Organização e Normas – Prof.000. São também denominados componentes que formam o conjunto do ATIVO.000.00 R$ 2.500. onde relacionamos todos os elementos positivos (BENS E DIREITOS) formando o ATIVO. ou seja. o ATIVO será igual ao lado direito. o PASSIVO. a quantidade de cada um dos componentes patrimoniais. Direitos e Obrigações completará a Representação Gráfica do Patrimônio. Com isto o lado esquerdo.500. onde relacionamos os elementos negativos (OBRIGAÇÕES) formando o PASSIVO. são chamados de elementos positivos. agora vamos conhecer seu aspecto quantitativo. por constituírem valores que acrescentam.4 – Patrimônio Líquido   Como já conhecemos o aspecto qualitativo do Patrimônio. e do lado direito teremos o NEGATIVO. PATRIMÔNIO PASSIVO OBRIGAÇÕES Duplicatas a Pagar Impostos a Pagar Salários a Pagar Empréstimos a Pagar ATIVO BENS Dinheiro Veículos Máquinas Terrenos DIREITOS Duplicatas a Receber Promissórias a Receber Aluguéis a Receber Juros a Receber 5. juntamente com os Bens. Com isso iremos conhecer um novo grupo de elementos que fará parte da representação gráfica: o Patrimônio Líquido. são chamadas de elementos negativos.00 R$ 194.000.00 R$ 25. dando à representação uma forma de equação (IGUALDADE). .00 R$ 18. A representação gráfica do Patrimônio será feita da seguinte forma: um gráfico em forma de “T”.3 – A Representação Gráfica do Patrimônio (Balanço Patrimonial)   Os bens e direitos.00 5.00 R$ 12.000. por representarem o que a empresa tem a pagar. O Patrimônio Líquido é o quarto grupo de elementos que.Administração. no qual do lado esquerdo teremos o lado POSITIVO. aumentam o Patrimônio da empresa. que é representada monetariamente. Para que a representação gráfica do Patrimônio seja completa temos que representar os elementos que compõem os seus valores.000. Marcos César Bottaro 19 Obrigações Promissórias a Receber Aluguéis a Receber Juros a Receber Duplicatas a Pagar Impostos a Pagar Salários a Pagar Empréstimos a Pagar R$ 5. As obrigações.

...... 5........00 Empréstimos a Pagar....00 Impostos a Pagar .00 TOTAL ...................250. 570...... pois ela será somada ou subtraída das Obrigações de modo a igualar o lado do PASSIVO com o lado do ATIVO.... 900.. 190..... No exemplo acima....00 Obrigações ...................250......00 Total .......... temos: BENS + DIREITOS ( – ) OBRIGAÇÕES ( = ) SITUAÇÃO LÍQUIDA PATRIMONIAL 5....................00 PASSIVO OBRIGAÇÕES Duplicatas a Pagar .....00 Salários a Pagar .......... 570................... BENS + DIREITOS – OBRIGAÇÕES = SITUAÇÃO LÍQUIDA PATRIMONIAL 5..00 Direitos............00 Máquinas ...... 200.................... Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO Bens ..........00 Veículos ................. Organização e Normas – Prof.. 660....... o total dos BENS e DIREITOS menos o total das OBRIGAÇÕES.....................00 4....250....................................00 TOTAL ......................000...................00 DIREITOS Duplicatas a Receber ................. Também conhecida como sItuação ATIVA ou SUPERAVITÁRIA....00 ( + ) Situação Líquida .......5 – Situações Líquidas Patrimoniais Possíveis   A partir da Equação Patrimonial................2....00 Terrenos..Administração..... .................000.....590............. 500........... 50.....250............................1....... 800..... 5..............00 Aluguéis a Receber .......... 320. a situação Líquida é colocada do lado direito......250.........00 660....................00 ...........150.00 Total ............ 500.. 370.00 No gráfico representativo do Patrimônio..........00 Promissórias a Receber.... Marcos César Bottaro 20 ATIVO BENS Dinheiro ..............00 Denominamos Situação Líquida Patrimonial...............00 Juros a Receber .....2..500.................00 PATRIMÔNIO LÍQUIDO Situação Líquida Positiva ...000......1... podemos encontrar três tipos de situação líquida: SITUAÇÃO LÍQUIDA POSITIVA – quando o ATIVO for maior que o PASSIVO (Bens e Diretos superam as Obrigações)....

720.........00 Obrigações......... 410.... 410....................Administração..00 Direitos.. Tendo lucro a empresa poderá distribuir aos sócios.................00 Total ...............................00 Situação Líquida .................................... 0.......................................00 Total ......00 SITUAÇÃO LÍQUIDA NULA – quando o ATIVO for igual ao PASSIVO (Bens e Diretos anulam as Obrigações)....................... Marcos César Bottaro 21 SITUAÇÃO LÍQUIDA NEGATIVA – quando o ATIVO for menor que o PASSIVO (Bens e Diretos são superados pelas Obrigações).................. No final de cada ano a empresa poderá ter lucro ou prejuízo......00 QUADRO RESUMO DAS SITUAÇÕES LÍQUIDAS PATRIMONIAIS ATIVO Bens + Direitos PASSIVO Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA POSITIVA ATIVO Bens + Direitos PASSIVO Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA NEGATIVA ATIVO Bens + Direitos PASSIVO Obrigações SITUAÇÃO LÍQUIDA NULA 5... Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO Bens ............. Organização e Normas – Prof........................6 – Formação do Patrimônio Líquido O Patrimônio Liquido é composto por três elementos: 1 – CAPITAL: É a principal fonte do grupo e representa os elementos disponíveis pelos proprietários.. não distribuindo aos sócios ficará retido numa conta denominada “Lucros Acumulados”......... 220............ 720.....00 Total ............ 720........ o mesmo ficará no .... 630................ O capital pode ser composto de dinheiro ou bens..................00 ( – ) Situação Líquida ..... 350.....00 Obrigações...........00 Direitos .. 170................ Se houver PREJUÍZO... Balanço Patrimonial ATIVO PASSIVO Bens ............... para investir no Capital de Giro da Empresa. Também conhecida como sItuação PASSIVA ou DEFICITÁRIA e também Passivo a Descoberto...............................240..... 2 – LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS: O principal objetivo das empresas é a obtenção de lucros............................370...........................................00 Total .

equipamentos. porque a ele serão somados os lucros ou subtraídos os prejuízos. Este valor inicial será sempre a parcela que pertence aos sócios e que lhes caberá em caso de liquidação ou paralisação das atividades da empresa.VI 1-) Defina o que é Patrimônio? 2-) Defina o que são os Bens da empresa? 3-) O que são Direitos dentro da Contabilidade empresarial? 4-) O que são Obrigações no Balanço das empresas? 5-) Diferencie aspectos Qualitativos e Quantitativos do Patrimônio. ou como a empresa conseguiu os recursos que possui. . 7-) Explique o que é Patrimônio Líquido? 8-) Explique Situação Líquida Positiva.7 – Origens e Aplicações de Recursos   O capital que vemos no Patrimônio Líquido representa os bens com os quais o proprietário inicia as suas atividades. Chamamos de Capital Total o montante de capital que está a disposição da empresa. Enquanto o Passivo mostra a Aplicação destes capitais. Organização e Normas – Prof. Exemplo: empréstimos e financiamentos. veículos. OBS: Portanto. Exemplo: Reserva Legal para aumento de capital. Exemplo: máquinas. ou onde a empresa aplicou os recursos provenientes do Passivo. CAPITAL PRÓPRIO – aquele originário e pertencente aos proprietários da empresa. ATIVO – Aplicação de Recursos: chamamos o Ativo de aplicação dos recursos porque todo o capital é aplicado no Ativo. Ele é chamado de Capital Inicial ou Capital Nominal. representando os recursos totais que a empresa dispõe. Negativa e Nula. estoques. O passivo nos mostra onde a empresa conseguiu estes recursos ou capital. o qual sofrerá modificações conforme o desenvolvimento das atividades da empresa. O Passivo mostra a Origem de Capitais. PASSIVO – Origem de Recursos: o Passivo representa a origem dos recursos da empresa. Marcos César Bottaro 22 Patrimônio Liquido em uma conta denominada “Prejuízos Acumulados” a ser compensado com resultados positivos futuros. 3 – RESERVAS: Correspondem a partes do lucro retiradas ou reservadas para fins específicos. Exemplo: Lucro do Exercício – Aumento de Capital CAPITAL DE TERCEIROS – é a parte correspondente às obrigações que a empresa assume com terceiros. 6-) Faça um layout (representação gráfica) do Patrimônio. o Ativo nos mostra onde a empresa aplicou seus recursos ou o seu capital. imóveis.Administração. 5. ATIVIDADE .

(Nestlé – Philips – GM – VW – Sadia. Lucro é a diferença entre o menor custo de produção (custo do trabalho e do capital) e o maior preço de vendas das mercadorias e/ou serviços. •Capital O Capital.. Nos sistemas econômicos capitalistas (Brasil) também é chamado de livre-empresa ou livremercado. tampouco o esforço dos animais que parecem trabalhar. e não o desempenho mecânico.00 – Valor Custo Unitário Aquisição . ÆCapital Econômico: equipamentos de produção. 6. eletrônico. 1.100.1 Fatores de Produção Produção é o fenômeno econômico que cria ou gera mercadorias ou serviços para a troca ou permuta.00 – Frete 10. Exemplo de Cálculos de Custo de Mercadorias Aquisição de Mercadorias Æ Total 05 Micros 10. da população economicamente ativa – PEA.000. queremos referi-nos à sua produção interna bruta de mercadorias e/ou serviços de todas as empresas. etc. onde são constituídas para obtenção de lucro. Organização e Normas – Prof.). Os fatores de Produção são: Trabalho e Capital •Trabalho Podemos dizer que constitui trabalho todo esforço humano destina à produção de mercadorias e/ou serviços. Quando falamos em trabalho no terreno econômico.00 – Preço Aquisição 500.2 Conceito de Empresa e Entidade Empresa é um organismo econômico destinando à produção de mercadorias e/ou serviços. Empresa 6.00 – Valor Custo Total Aquisição 2. com o objetivo de LUCRO para o empresário. Marcos César Bottaro 23 A partir de agora vamos estudar as Empresas. etc. A Produção só pode ser de duas coisas: mercadorias e/ou serviços.500. queremos dizer o trabalho humano. Quando o preço de venda das mercadorias e/ou serviços for menor que o custo da produção a empresa terá prejuízo. PIB Quando falamos em PIB (Produto Interno Bruto) de um País. seus Fatores de Produção e suas Técnicas e Processos Administrativos. como fator de produção representa os recursos disponíveis e aplicados.Administração. ÆCapital Financeiro: dinheiro ou crédito.

500.500. Sociedades Anônimas Ações). figurando como reserva ou acréscimo de capital. Déficits Æ Excesso de Despesas sobre as Receitas. etc.704.520.520.00 (C=A-B) ( 405. • • Permanecer no Capital de Giro dos negócios. Logotipos ou LogoMarcas Utilizados como sinônimos dos nomes das empresas ou entidades.Limitadas) ou acionistas (S. sem objetivo de LUCRO para a entidade. com objetivos filantrópicos (religiosos. Associações. Os resultados alcançados pelas entidades são chamados de Superávits ou Déficits. etc. (Este seria o destino mais correto. pois são indicativos de suas marcas. Resultado Lucro Bruto Æ 28.76% Resultado Lucro Líquido Æ 24.020.90% O Lucro nas empresas tem dois destinos: Ser distribuídos entre os sócios (Ltda .).00 . Entidade é um organismo econômico destinando à produção de mercadorias e/ou serviços. Superávits Æ Excesso de Receitas sobre as Despesas.00/5 = 2.Total 05 Micros Custo Total de Aquisição Æ 10.00 3.00 A – Venda Total B – Valor Compra C – Lucro Bruto D – Impostos 3% s/A E – Lucro Líquido Total 2.Administração. Marcos César Bottaro 24 Sabendo-se que na venda de mercadorias paga-se 3% de impostos e temos que garantir também uma média de 25 a 30% de lucro.60) (E=C-D) Para calcular percentual: dividi-se Preço de Venda/Preço de Aquisição %. culturais. Escolas.A.).00 10. educativos. Qual seria o preço de venda proposto? Exemplo de Cálculos de Preço de Vendas Venda de Mercadorias Æ 13. principalmente para novas empresas no período (6 a 12 meses) sem fazer retirada).40 13. Organização e Normas – Prof. . com ou sem nomes dão distinção entre eles. são incorporados ao patrimônio da Entidade. o seu total permanece em suspenso para serem amortizados com superávits futuros. (Igrejas. Clubes.614.

8-) Explique o que significa a sigla PIB. Marcos César Bottaro 25 ATIVIDADE ‐ VII  Responda as questões.Administração. 4-) A produção em qualquer empresa só pode ser de duas coisas. 6-) Dentro do principio econômico explique o que é trabalho. dentro do conteúdo trabalhado. Organização e Normas – Prof. Quais? 5-) Explique o que significa a sigla PEA. 7-) Quais são os tipos de Capital e o que representa cada um. 3-) Defina o que é Entidade. 9-) Quais são os destinos dos Lucros nas Empresas? Explique.00 valor unitário. 11-) Qual é o sistema econômico no Brasil ? 12-) Calcule o custo e preço Mark-Up de 10 micro computadores a 1.500. . O preço de venda é 25% sobre o custo de compra. 10-) Explique o que é Superávits e Déficits nas Entidades. 1-) Quais são os fatores de produção em uma empresa de Tecnologia? 2-) Defina o que é Empresa. tendo 12% ICMS + Frete 1% sobre o total da NF.

Os Administradores são pessoas importantes em qualquer empresa ou entidade Æ (Presidente-Diretores-Gerentes-Chefes de Departamentos. Conceitos de Autores Norte-Americanos • HAROLD KOONTZ Æ Administração é arte de realizar coisas com e por meio de pessoas em grupos formalmente organizados.1 A Técnica Administrativa nas Empresas A Administração é uma das vias que conduzem as empresas ao objetivo. reunindo pessoas e os equipamentos necessários ao trabalho de acordo com o planejamento efetuado.Administração. 7. WILLIAM H. DIRIGIR E CONTROLAR as operações através do esforço conjuntos da equipe – Empresários e Funcionários. Administração Geral Administração de Pessoal (RH – Recursos Humanos) Administração Financeira Administração de Marketing Administração da Produção • 7. * Importante Quando uma pessoa tem capacidade administrativa adquirida através dos estudos e da prática e também através da Escola Empírica. usando os meios para se alcançar o fim. Marcos César Bottaro 26 7. NEWMAN Æ Administração consiste em orientar. dirigir e controlar os esforços de um grupo de indivíduos para um objetivo comum. terá maiores chances de sucesso. •CONTROLE Æ Verifica se tudo está sendo feito de acordo com o que foi planejado e as ordens dadas. ORGANIZAÇÃO Æ Estrutura a empresa. Organização e Normas – Prof. Administração 7.3 PROCESSOS DE ADMINISTRAÇÃO Ao coordenar o trabalho das pessoas o Administrador de Empresas desempenha suas funções através de QUATRO PROCESSOS ADMINISTRATIVOS: PLANEJAMENTO Æ Determina antecipadamente o que um grupo de pessoas deve fazer e quais as metas que devem ser atingidas. . etc). Indústria ou Prestação de Serviços. Áreas da Administração Empresarial seja ela Comércio. ORGANIZAR. • • •DIREÇÃO Æ Conduz e coordena o trabalho do pessoal. pois são encarregados de fazer os PLANOS.2 CONCEITOS DE ADMINISTRAÇÃO Administração procura fazer alguma coisa com e por meio de pessoas.

6-) Quando um administrador coordena o trabalho das pessoas. . Organização e Normas – Prof. ele está empregando que processo administrativo? 7-) Estruturar a empresa. 4-) É importante a técnica administrativa nas empresas? Por quê? 5-) Quais são os quatro processos Administrativos? Descreva em ordem lógica. reunindo pessoas e equipamentos necessários ao trabalho está focado em qual processo administrativo? 8-) Defina o que é Planejamento? 9-) Defina o que é Organização? 10-) Defina o que é Direção e o que é Controle? 11-) Quais são as áreas da Administração? O .Administração. dentro do conteúdo trabalhado. Marcos César Bottaro 27 PROCESSOS DE ADMINISTRAÇÃO DESEMPENHO DO ADMINISTRADOR P C D ATIVIDADE – VIII Responda as questões. 3-) Defina Administração de acordo com seu entendimento. 1-) O que significa Controle dentro do processo administrativo? 2-) Como os autores americanos definem a administração? Faça uma fusão das duas teorias.

8. Planejamento Geral É usado muitas vezes de forma permanente.  SEp OS DOIS TIPOS DE PLANEJAMENTO 1. (Todos os produtos são lançados no mercado consumidor) sem distinção especial.Administração. precedido pelo investimento em ações de  boas  empresas  (risco  médio)  e  da renda  fixa  (risco  baixo).    Comentário  de   Mauro  Calil:  Na  escala  de  risco  de  investimentos  o  empreendedorismo é o que apresenta maior grau. deixa de ser especial.  Caso  não  tenha  conhecimento  sobre  como  tocar  um  negócio. Novo modelo de Veículo. Ex. porque o programa foi cumprido e alcançado o objetivo desejado. Planejamento é o processo administrativo que determina antecipadamente o que um grupo de pessoas deve fazer e quais as metas que devem ser atingidas.  Segundo  pesquisa  do  Sebrae. Não tem mais razão de ser.  Para  o  investidor  de  longo  prazo.2 Tipos de Planejamento Administrativo ™Planejamento Especial ™Planejamento Geral Planejamento Especial É aquele que. organizam.  Seu  maior  cuidado  será  verificar se os lucros da empresa continuam crescentes a cada trimestre. deixa de ser utilizado.  prefira  tornar‐se  sócio  de  uma  grande  empresa  brasileira  com  ações  na  Bovespa. Geral Meios Objetivo Específico Objetivo Permanente Metas da Empresa •Produção •Lucro •Prosperidade Solidez Imagem Papel Social Empreendedor de terceira divisão. atingindo o seu objetivo.  É  necessário  "ser  do  ramo".  essa  alternativa  é  menos  arriscada. Organização e Normas – Prof. Planejamento (Parte I) 8. dirigem e controlam as atividades do pessoal que trabalha sob sua orientação e coordenação. assim que ficar conhecido pelo público. Marcos César Bottaro 28 8. não admitem brincadeiras com planejamento fraco.  .1 Conceito de Planejamento O primeiro processo de administração é o PLANEJAMENTO.  64%  das  empresas  fecham  as  portas  nos  seis  primeiros  anos  de  atividade. Os administradores alem de planejar. Lançamento de um novo equipamento.  saiba  que  é  necessário  muito  mais  que  uma  ideia  e  dinheiro  no  bolso. Especial Meios 2.  Se  você  pensa  em  empreender.

Ô Prosperidade nos negócios. Ô Solidez econômica e financeira. 1-) Como denominamos a remuneração do capital investido numa empresa? 2-) Quais são os tipos de planejamento administrativo? 3-) Dê três exemplos de outras metas da empresa que não seja o lucro? 4-) O planejamento é um ato praticado somente por administradores de empresas? Por quê? 5-) A distribuição de amostras grátis de um novo produto se enquadra em que tipo de planejamento? 6-) Qual é a meta principal de um planejamento empresarial? 7-) Dê exemplos de um planejamento Especial com meios e Objetivo específico e um planejamento Geral com meios e objetivo permanente. ATIVIDADE . Trata-se de produzir mercadorias e/ou serviços e obter boa margem de lucro.IX Responda as questões. dentro do conteúdo trabalhado. 9-) Defina o que é Logística Empresarial? . Ô Papel social no meio onde atua.3 Metas do Planejamento Afora os objetivos específicos e os objetivos permanentes. 8-) Defina Planejamento. Marcos César Bottaro 29 8. Ô Boa imagem perante o público consumidor. as empresas destacam outras metas: Ô Produzir mercadorias e/ou serviços para o consumo. Além do LUCRO.Administração. Organização e Normas – Prof. todo planejamento de uma (Comércio – Indústria – Prestação de Serviços) procura alcançar a meta principal para a qual ela foi constituída.

Proporciona maior número de emprego aos trabalhadores disponíveis. Pois além de aumentar a produção. Este instrumento é conhecido pelo nome de PROJETO •Um país deixa de ser considerado subdesenvolvido quando aumenta a produção de mercadorias e serviços de consumo. existe um instrumento que possibilita avaliar as vantagens e desvantagens de reunir ou combinar os fatores de produção num investimento empresarial. aumento seu PIB. necessita de muitos projetos de implantação de empresas (tanto privadas como públicas) com qualidade e eficiência em seu território. 9. PONTO DE VISTA EMPRESARIAL (microeconomia) Justifica um programa de produção e a reunião dos fatores de produção. •O • • • desenvolvimento econômico de um país depende muito dos projetos públicos (governo – Educação – Saúde – Transporte – etc) ou privados (empresas particulares). COMERCIAIS 2. O VALOR DOS PROJETOS PONTO DE VISTA SOCIAL (macroeconomia) Acelera o desenvolvimento econômico do país. TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES (Estradas – Telefone – Internet – etc) 7. Civil e Utilidade Pública). •E para produzir mais.Administração. instalação ou expansão das unidades produtoras (empresas) nos sistemas econômicos. Transformação. Constr. bem como aferir a capacidade dos administradores e empresários. Permite reduzir os riscos de investimentos. Avalia a capacidade técnico-administrativa dos empresários e administradores. Organização e Normas – Prof. INDUSTRIAIS (Extrativos. Planejamento (Parte II) 9. SERVIÇOS . FINANCEIROS (bancários e não bancários) 6.1 Os Projetos No terreno do planejamento das empresas. 3. O PROJETO representa uma forma de planejamento de constituição. implantação ou expansão de uma empresa que se propõe a produzir ou a aumentar a produção de mercadorias ou serviços de consumo. proporciona mais emprego aos trabalhadores disponíveis. Com o aumento da produção de um país. OS PROEJTOS VISAM à montagem. elevando a balança comercial com superávits. Marcos César Bottaro 30 9. aumenta também a exportação. PECUÁRIOS 5. AGRICOLAS 4.2 Tipos de Projetos Os Projetos variam conforme os objetivos da produção 1.

Não será fácil descobrir um critério 100% positivo para avaliação de projetos ou planos de qualquer natureza. O segundo aspecto. 9. estabelecer um confronto entre as vantagens e desvantagens de se realizar um investimento empresarial. técnicos. Marcos César Bottaro 31 9. financeiros. administrativos e legais) para a instalação ou expansão da empresa. Projeto Final Deve conter todos os dados (econômicos. O projeto elaborado por uma equipe competente e dinâmica terá a contribuição de todos os especialistas colaborando com seus conhecimentos especializados.Administração.4 Elaboração e Avaliação de Projetos A realização da elaboração de projetos receber a contribuição de todas as áreas (administrativa – econômica – financeira – contábil – jurídica – produção – marketing -engenharia – Direito – etc). avaliação de projetos é tarefa mais difícil (mas não impossível). . Organização e Normas – Prof. produzir mercadorias e/ou serviços de consumo para atender ao mercado consumidor. Sendo assim fica mais dinâmico e conclusivo a elaboração de projetos. Implantação Significa construir e instalar a empresa de acordo com as especificações constantes no projeto final devidamente aprovado. Funcionamento Operacional Consiste em entrar em pleno desenvolvimento das operações. mas a avaliação tem que estar dentro dos critérios da elaboração. porque muitas previsões falham devido a variações de toda ordem (mercado interno e mercado internacional – bolsas de valores – dólar – etc).3 Fases dos Projetos •Anteprojeto •Projeto Final •Implantação •Funcionamento Operacional Anteprojeto Procura-se em linhas gerais. ou seja.

Quais são eles? 6-) Como denominamos a técnica que possibilita o preparo de projetos econômicos? 7-) Existem projetos que não tem características econômicos. Organização e Normas – Prof. 1-) Um programa visando à constituição de uma empresa para explorar a produção industrial de vestuário seria enquadrado em que tipo de projeto? 2-) Que significa implantação de um Projeto? 3-) Qual o aspecto mais difícil da técnica de elaboração e avaliação de projetos? Por quê? 4-) De acordo com as finalidades de produção de uma empresa. 8-) Quais são as fases dos Projetos? Descreva em ordem lógica e explique cada um deles. dentro do conteúdo trabalhado. como classificamos os tipos de projetos? 5-) Os projetos econômicos podem ser encarados por dois pontos de vista diferentes.Administração. Dê dois exemplos. Marcos César Bottaro 32 ATIVIDADE-X Responda as questões. 9-) Quais são as ramificações dos projetos industriais? 10-) Defina: PROJETO representa o quê? PROJETOS visam o quê? . normalmente são projetos públicos ou de órgãos não governamentais.

1 Estrutura de Organização Formal   É o estabelecimento da linha de autoridade (quem tem autoridade sobre os subordinados) e a linha de responsabilidade (quem tem de prestar obediência a determinada autoridade).Administração. pois visa à estruturação da empresa. de acordo com seus interesses ou conveniências. A palavra organização é usada comumente como sinônimo de empresa. por exemplo. Estrutura de Organização Informal Æ Iniciativa das pessoas. considera a empresa como sendo um organismo e segundo a teoria comportamentista. Estrutura Organizacional segundo a teoria organicista. pois a autoridade vai em linha reta. reunindo pessoas e os equipamentos necessários de acordo com o planejamento efetuado. que a “Nestlé” é uma organização modelar. . Marcos César Bottaro 33 10.2. desde o superior até o subordinado. Organização e Normas – Prof. • 10. Organização (Parte I) 10. segundo o planejamento efetuado.1 Estrutura Organizacional   O segundo processo de administração é a ORGANIZAÇÃO. entende a empresa como sendo a reunião de pessoas. 10.2 Tipos de Estrutura •Estrutura de Organização Formal Æ Deliberada pelos administradores. Ao dizermos. A Estrutura de Organização Formal obedece aos seguintes tipos tradicionais de organização: •Organização ou Estrutura Linear •Organização ou Estrutura Funcional •Organização ou Estrutura de Linha e Assessoria Organização ou Estrutura Linear Neste tipo de estrutura organizacional a disciplina está em primeiro lugar. incluindo todos nos diversos órgãos. O executor recebe ordens de um único chefe.

Esses órgãos formam linhas paralelas para assessorar os diretores. Devido a media de economia. prestando contas e recebendo ordens de duas ou mais pessoas do mesmo ou de outros departamentos. um caso típico de organização funcional e subordinação funcional. alguns funcionários executam serviços diferentes. Este tipo de organização tem. gerentes. legais e jurídicos. Organização e Normas – Prof. Marcos César Bottaro 34 Organização ou Estrutura Funcional Cada dirigente terá um número limitado de funções ou atribuições. técnicos especializados em áreas específicas). . ainda. embora informalmente. econômicos.Administração. tais como técnicos. contábeis. orientadores. Organização ou Estrutura de Linha e Assessoria Na escala hierárquica. financeiros. Eis aí. etc. supervisores ou chefes que lutam com a falta de tempo e de conhecimentos especializados. de conformidade com as suas qualidades e aptidões. acrescentam-se órgãos assessores (chamados de consultores. a grande vantagem de respeitar o princípio da “UNIDADE DE COMANDO”.

Estaduais e União.2. 10.2 Estrutura de Organização Informal   Este tipo de estrutura não é visível nas empresas. ocorre por conveniência ou por interesse de uma pessoa ou um grupo de pessoas. mas pode ocorrer na informalidade pela característica de personalidade “LIDER” ou posição. 10. . isto é criando vários departamentos.Administração. RESPONSABILIDADE Æ É a obrigação de fazer e prestar conta do que foi feito. A autoridade é caracteristicamente FORMAL. A divisão do trabalho decorre da distribuição da autoridade e da responsabilidade nas empresas.4 DIVISÃO DO TRABALHO   É considerada como sendo o princípio fundamental da organização. aos órgãos Municipais. o fazemos de tal maneira que acabamos estabelecendo a DEPARTAMENTALIZAÇÃO. • Relação Informal Subordinado/Superior e Superior/Subordinado. Marcos César Bottaro 35 10. Organização e Normas – Prof. Federais.3 AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE   AUTORIDADE Æ É o direito de mandar e o poder se fazer obedecer. Todos os funcionários têm suas obrigações. cargo que ocupa. Dividindo o trabalho de acordo com a natureza das funções (ou serviços) e o grau de autoridade e responsabilidade. até os empresários têm obrigações perante a sociedade. Este fenômeno é comum em todas as organizações. Podemos dizer que autoridade é delegada de cima para baixo na linha hierárquica da empresa.

Cite alguns exemplos que motivam tal delegação a uma pessoa. 12-) Os recebimentos e pagamentos são funções de que órgão empresarial? 13-) Qual é a origem e o significado básico da palavra estrutura? 14-) Dentro do organograma de Estrutura Funcional. •As mercadorias e/ou serviços de consumo produzidos. 1-) Qual o princípio fundamental da organização? 2-) Apresente a definição de responsabilidade. 3-) A forma pela qual uma empresa está estruturada costuma ser alterada. qual desses departamentos que você mais se identifica para trabalhar? Por quê? . •Os clientes da empresa.Administração. dentro do conteúdo trabalhado.XI Responda as questões. •A reengenharia. CRITÉRIOS PARA CRIAÇÃO OU FUSÃO DE DEPARTAMENTOS •As funções (ou serviços) executados. devemos estar aprendendo todos os dias. 11-) A delegação de autoridade pode ser informal. Pois tudo que aprendermos será de grande utilidade para melhorar e incorporar as nossas obrigações. como devemos considerar a empresa? 9-) Que significa o princípio da “UNIDADE DE COMANDO”? 10-) Apresente a definição de autoridade. DEPARTAMENTO “Significa cada setor ou unidade da empresa sobre a qual um administrador tem autoridade para execução de funções (ou serviços) determinadas”. Pois assim seremos UM nas empresas e não + UM. Marcos César Bottaro 36 Apesar da GLOBALIZAÇÃO e das múltiplas funções que um profissional tem que desenvolver nas empresas. Como denominamos esta nova forma de estrutura de organização? 4-) Quais são os tipos tradicionais de organização ou estruturação de empresas? 5-) Que se entende por “departamentalização”? 6-) Os órgãos assessores têm função de comandar ou recomendar o que deve ser feito? 7-) Numa organização formal quais são os sentidos das linhas de autoridade e de responsabilidade? 8-) De acordo com a teoria comportamentista. “Pois a capacidade é adquirida através do tempo”. ATIVIDADE . Organização e Normas – Prof. •O processo (ou equipamento) de produção. •A combinação dos critérios anteriores. •As áreas geográficas de atuação da empresa.

indicando a hierarquia.1. o movimento ou série de operações de um serviço.3 FLUXOGRAMAS É o gráfico que representa o fluxo ou rotina de um serviço.1 GRÁFICOS DE ORGANIZAÇÃO Os Gráficos de organização apresentam a estrutura organizacional da empresa com todos os órgãos. 3-) Defina Fluxograma empresarial. mostrando todas as suas fases ou etapas. ATIVIDADE – XII 1-) Quais são os Gráficos de Organização? 2-) Defina Organograma empresarial.Administração. então. 11.1. ou. daí a sua classificação em dois grandes tipos: • • Organogramas Fluxogramas 11. ORGANIZAÇÃO (PARTE II) 11.2 ORGANOGRAMAS É o gráfico que representa os órgãos da empresa e as suas relações de autoridade e de responsabilidade existentes entre si. Marcos César Bottaro 37 11. Organização e Normas – Prof. .

Organização e Normas – Prof. Marcos César Bottaro 38 12. comunicar. pois conduz e coordena o pessoal na execução das tarefas antecipadamente planejadas. O trabalho de Direção é um dos mais importantes. Dois aspectos principais devem ser levados em consideração quanto as ordens: • QUANTO A AMPLITUDE 1-) Ordens Gerais Æ Obrigações de todos os empregados 2-) Ordens Específicas Æ Competência de um ou de poucos empregados QUANTO A FORMA 1-) Ordens Orais (ou Verbais) Æ Ordens dadas de viva voz aos executores 2-) Ordens Escritas Æ Ordens dadas por escritos aos executores • 12. SALÁRIOS JUSTOS E . etc) ESTIMULAÇÃO Æ (buscar novos estímulos) Destacamos aqui alguns princípios de motivações no trabalho. 3. • • • • • MAIOR REMUNERAÇÃO (BONS COMPATÍVEIS) PROJEÇÃO E PRESTÍGIO SOCIAL OPORTUNIDADE DE PROGREDIR TRABALHO INTERESSANTE TRATAMENTO HUMANO SALÁRIOS. 2. Pelos mesmos motivos as pessoas reagem diferentemente. executando o que lhe foi determinado. coordenar e liderar. assim vamos classificar alguns motivos que levam os homens a praticar determinados atos ou ações: • • • • SOBREVIVÊNCIA Æ (continuar a viver) SEGURANÇA Æ (manter-se protegido) SATISFAÇÃO Æ (sentir-se saciado. enquanto que ao empregado cumpre obedecer. pois o sucesso ou fracasso de um empreendimento está na razão direta das pessoas que o conduzem. Esses quatro comportamentos são importantes no desempenho do pessoal que está sob suas ordens. 12.2 EMISSÃO DE ORDENS Via de regra. realizado. MOTIVAÇÃO Æ é proporcionar um motivo a uma pessoa. contente.1 PRINCIPAIS MEIOS DE DIREÇÃO EMPRESARIAL 1. DIREÇÃO É o terceiro processo administrativo. 4. as ordens ou instruções são dadas ou emitidas pelos encarregados da direção. 5. MOTIVO Æ é qualquer coisa que leva a pessoa a praticar uma ação.Administração. Ordens ou Instruções (transmitir decisões aos subordinados) Motivação (convencer as pessoas a trabalhar) Comunicação (transmitir as informações dentro e para fora da empresa) Coordenação (conjugar todos os atos e esforços do pessoal) Liderança (conduzir as pessoas para um trabalho eficiente e eficaz) 12. estimulando-a a agir de maneira desejada.3 MOTIVAÇÃO E COMUNICAÇÃO Para bem dirigir seus subordinados um administrador deve motivar.

Uma decoração leve também ajuda. Seis Dimensões? Seis Desejos? Seis Dogmas? Nada disso. Se a tarefa se tornar repetitiva.Administração. aprendizado e. seja agradável. ela aprende a realizar a tarefa. seu desafio será pequeno.todos começando com a letra D – pontuam suas atividades: Descontração A empresa precisa de colaboradores criativos. temperamento.). Desafio Por meio do desafio. ela tem pouca aptidão e provavelmente alto grau de ansiedade. Ajuda e motiva aproveitar as características individuais de cada um. ou uma brincadeira feita na hora certa pode ajudar e muito. Nesse momento. cada vez que uma pessoa se percebe mais capaz. veja como os princípios abaixo . prazer. É importante a equipe estar solta. Esta motivação é adquirida aos poucos. E bom humor é fundamental. Quanto a liderança. e sua ansiedade chega a um ponto ótimo de fluidez. . tanto de personalidade como de experiência profissional. Seja gente. 3-) Personalidade Dinâmica Æ produto de suas características e qualidades pessoais (aspecto físico. Antes que ele se instale. é hora do novo desafio! Diferenciação É ótimo reconhecer e valorizar as diferenças entre cada membro da equipe. Marcos César Bottaro 39 12. mas paralelamente à descontração. discordar. passa a ousar mais. caráter. harmonizar objetivos e estabelecer prioridades. 2-) Competência Funcional Æ resultante de seus conhecimentos gerais e especializados (cultura geral e técnica). A liderança está baseada no prestígio pessoal do administrador e na aceitação pelos dirigidos ou subordinados FATORES DE LIDERANÇA 1-) Posição Hierárquica (ou “Status”) Æ decorrente de sua função de autoridade (direito de mandar e de se fazer obedecer. etc. trabalho deixa de significar sacrifício ou tortura (como já foi em sua origem etimológica) e passa a ser sinônimo de criatividade. sobretudo. Com o tempo. pois o trabalho em equipe é muito importante. Apenas uma forma fácil de memorizarmos como atua um líder moderno. é preciso foco. podemos dizer que ela faz parte da personalidade de um administrador. prazer e resultados. certo? Portanto rigidez e autoritarismo nem pensar. em seu livro A Psicologia da Felicidade mostra como administrar desafios para obtermos bons resultados e prazer: quando uma pessoa está aprendendo uma nova tarefa. Mais tempo passa e nosso personagem já “tira de letra” a aptidão para a tarefa. As seis características de um líder Um líder pode ser definido em seis Ds. seja sincero. Organização e Normas – Prof. a conseqüência será o tédio. Direcionamento Pode parecer um paradoxo. à vontade para criar.4 COORDENÇÃO E LIDERANÇA Quando algum dirigente está desempenhando seu papel. opinar. Uma piada. O psicólogo organizacional Mihaly Csikszentmihaly. sem medo de ser diferente dos outros. pois é um meio de direção. Ao direcionar. não deixa de executar ao mesmo tempo a função de coordenação. o líder ajuda seus colaboradores a incorporar a missão da empresa. capacitar e inspirar. Só com a aceitação das diferenças acontece a verdadeira inclusão. Já que a missão do novo líder é motivar. realização. A pessoa se sente respeitada.

Juntado esses 5 Ds com uma boa dose de motivação e comprometimento. Organização e Normas – Prof. Às vezes é difícil. 5-) A sobrevivência constitui um motivo para as ações humanas. eficaz e inspirador. E se ele mesmo a tiver. É preciso abandonar o ego. a mudança de valores e principalmente o treino podem ajudar muito. as certezas. ATIVIDADE . o líder consegue o que é mais importante em uma equipe: Determinação. Marcos César Bottaro 40 Desapego Uma equipe é mais produtiva quando seus membros estão realmente voltados para a melhor solução e conseguem se desapegar de idéias e paradigmas anteriores. Que significa esse motivo? 6-) A coordenação é um processo administrativo? Por quê? 7-) Quais são os principais meios de direção empresarial? 8-) Quais são os dois aspectos principais que devem ser mencionados quanto as ordens? 9-) Defina o que é motivo? 10-) Quais são as motivações para um melhor desempenho dos funcionários? 11-) Como podemos classificar os motivos que levam os homens a praticarem determinados atos ou ações? 12-) Defina o que é ser um Líder? 13-) Quais são as características de um Líder? 14-) O que são organogramas e fluxogramas empresarias? .XIII 1-) Como podemos conceituar a motivação? 2-) Quais são os meios de direção empresarial? 3-) Quais são os fatores que influem na liderança de um administrador? 4-) Defina com suas palavras DIREÇÃO.Administração. a noção de uma única alternativa. mas a conscientização do comportamento. será um líder querido.

). ou verificar resultados com o padrão) Correção dos desvios (corrigir os planos. Ainda mais. o chamado custo “standard” ou custo-padrão. 2-) Instantaneidade Æ Acusar o mais depressa possível as faltas e os erros verificados. durabilidade de determinados artigos de consumo. 13. FASES DO CONTROLE ADMINISTRATIVO QUANTO AO TEMPO Controle antecedente (antes do serviço) Controle concomitante (durante o serviço) Controle subseqüente (depois do serviço) QUANTO A DURAÇÃO Controle permanente (execução constante) Controle temporário (execução variável) QUANTO AO PROCESSO (quanto a forma de exercê-lo) Estabelecimento de padrões (critérios ou normas de serviços) Avaliação do desempenho (comparar.Administração. evitando-se a sua repetição.1 IMPORTÂNCIA E CONCEITO DE CONTROLE Controle é o quarto e último processo administrativo. etc. à medida que o tempo vai passando.) ou qualitativos (firmeza de cor em tecidos. etc. modificar objetivos e mudar o pessoal) • • • • • • • • 13. • PADRÕES FÍSICOS Æ eles são expressos e estão ligados à produção das empresas e podem ser quantitativos (homens-hora por unidade de produção. assim como reparar as faltas e os erros e não permitir a sua repetição. • • . A importância do controle é verificar se o planejamento e as ordens dadas estão sendo obedecidos e assinalar as faltas e os erros cometidos. PADRÃO DE CAPITAL Æ Refere-se ao lucro líquido da empresa (os resultados globais alcançados no exercício) que proporciona o capital investido na empresa.3 TIPOS DE PADRÕES O número de padrões varia muito de empresa para empresa. Usa-se em contabilidade. com as novas tecnologias. unidade de produção por máquinas-hora. novos tipos de padrões vão surgindo. PADRÕES DE CUSTO Æ são expressos em termos monetários (ou dinheiro) e estão diretamente ligados à produção. Para verificar este padrão é necessário elaboração do balanço geral da empresa. 3-) Correção Æ Permitir a reparação das faltas e dos erros. Marcos César Bottaro 41 13 CONTROLE 13. sabor em certos produtos ou mercadorias. Uma análise do balanço de uma empresa revela a saúde da empresa. medir.2 CARACTERÍSTICAS E CLASSIFICAÇÕES DO CONTROLE ADMINISTRATIVO CARACTERÍSTICAS DO CONTROLE ADMINISTRATIVO 1-) Maleabilidade Æ Possibilitar a introdução de mudanças decorrentes de alterações nos planos e nas ordens. obtem-se o quociente. Total do Ativo Circulante dividido pelo Passivo Circulante. Organização e Normas – Prof.

Marcos César Bottaro 42 • PADRÕES DE RECEITA Æ São os que resultam da atribuição de valores monetários às vendas realizadas por uma empresa. 4-) Quais são as três fases do controle? 5-) Como é dividido o controle quanto ao tempo? 6-) Como é dividido o controle quanto a duração? 7-) Como é dividido o controle quanto ao processo? 8-) Quais são os tipos de padrões de controle administrativo? .Administração. 2-) Qual a importância do controle administrativo nas empresas em geral? 3-) Quais são as características do controle administrativo? Explique cada característica. ATIVIDADE .XIV 1-) O Balanço Geral de uma empresa pode ser considerado como sendo um padrão de controle? Explique. Determinar um padrão. Organização e Normas – Prof. uma meta para vendas de um determinado ano.

• Custos gerais. tanto podemos nos referir as empresas que produzem mercadorias como aquelas que produzem serviços de consumo. A palavra custo tem dignificado diverso e seu conceito depende de seus propósitos que se tem em vista e das pessoas que fazem uso da expressão como administradores.Administração. Administração da produção Administração da produção é a especialização administrativa que trata do planejamento. tais como o aluguel. do ponto de vista econômico. No processo de quarterização. Nas indústrias de produção descontínuas. Exemplos: Indústrias automobilísticas e Indústrias locomotivas. Esse controle revela o grau de produtividade da unidade fabril. Organização e Normas – Prof. A denominação materiais indiretos diz respeito ao material necessário à construção do produto. razão pela qual ele é rateado pela produção global. Marcos César Bottaro 43 14. No que diz respeito as indústrias de produção descontínua. e outros são rateados por toda a produção. o sistema de cálculos ABC é muito melhor do que o outro. o controle de produção toma por base a existência de um pedido. a força e outras também são incorporadas ao custo industrial de forma indireta porque elas abrangem a produção como um todo e não de forma individual. a mão de obra indireta e mais despesas indiretas. Em se tratando de um produto padronizado. direção e controle do setor de produção de uma empresa. os produtos se constituem de partes separáveis e distintas. como por exemplo. fabricar o bem índigo. que compreende a utilização de materiais diretos e mais a mão de obra direta. os impostos. contadores. dos supervisores. e não pelas unidades produzidas. A expressão custos industriais muitas vezes é substituídas por outras denominações como: gastos de fabricação ou custo de produção. Exemplos: Indústrias de tecidos e Indústrias de papel. Podemos classificar os custos industriais em dois grupos principais são eles: • Custo primário. Quando falamos em produção. Os salários dos mestres. Custo de um produto ou mercadoria é o valor total de tudo quanto a indústria dependeu para produzi-lo. Surgiu recentemente a quarterização dos serviços auxiliares. o seguro. em maior escala no processo . economistas. organização. O valor desses materiais secundários recai sobre cada unidade produzida. Podemos classificar em duas categorias: • De produção contínua (ou por processo) • De produção descontínua (ou por encomenda) Nas indústrias de produção contínua a matéria prima passa por várias fases de produção. que reúne os materiais indiretos. A mão de obra indireta compreende o valor dos salários pagos aos empregados que desempenham funções que não afetam diretamente a produção ou os produtos. Segundo os autores da moderna contabilidade gerencial. etc. Outras despesas indiretas. O valor da matéria prima direta pode ser incluído diretamente no calculo do custo do produto. A mão de obra direta corresponde ao pagamento de salários a operários ocupados diretamente na produção. torna-se bem importante o controle de fluxo fabril. Administração da produção é aquela que se diz respeito aos custos industriais. produção de tecido. por ser mais exato. resultante de encomendar de um cliente. A denominação materiais diretos compreende todo material que faz parte integrante do produto acabado. apontadores. sofrendo transformações contínuas até o acabamento final do produto ou mercadoria. O valor do salário desses operários pode ser apropriado diretamente nas unidades produzidas nessas indústrias. engenheiros. Com o uso do ABC. A administração da produção está mais voltada para as empresas industriais. os serviços executados por terceiros são administrados por uma empresa criada exclusivamente para esse fim.

os administradores terão melhores condições de poder tomar suas decisões. porquanto as variações são insignificantes na qualidade do produto.A mão-de-obra está sendo realmente empregada? .Administração. tqc. a empresa sempre ativa e com ampla possibilidade de empregar mais trabalhadores e torná-la altamente competitiva.Os estoques de produtos acabados estão em níveis planejados? .Os insumos de produção estão sendo entregues dentro dos prazos certos? . A JOT permite o abastecimento unitário na hora exata de sua necessidade pelo setor de produção. resultantes ou não das modernas técnicas administrativas. Em países desenvolvidas esse problema da qualidade dos bens já está resolvido. enquanto o controle da qualidade procura descobrir os defeitos e suas causas. manter constantemente a intenção de melhorar os produtos e serviços produzidos. como a reengenharia. daí a necessidade de um perfeito trabalho de acompanhamento de todas as operações industriais. mas sempre surgem novas normas ou técnicas de melhoria da qualidade e de produtividade. Marcos César Bottaro 44 produtivo. Controle de produção : tem por finalidade verificar se que foi planejado está sendo realmente executado.Os equipamentos de produção são adequados e estão sendo utilizados eficientemente? . a fim de evitar a produção de produtos de qualidade inferior . cujo objetivo é a sua preocupação principal da moderna contabilidade gerencial quando procura dar novo tratamento às demonstrações e análises contábeis. A filosofia de TQC visa. O setor de produção depende dos seguintes valores: • As instalações dos equipamentos industriais • O processo de produção vigente • A procura ou demanda do produto • As exigências dos consumidores Existem três responsabilidades relacionadas com a produção: • Produzir a quantidade exigida pela procura ou demanda do mercado consumidor • Produzir dentro dos prazos estabelecidos e padrões de qualidades satisfatórios As oito áreas do setor de produção são: • Planejamento da produção • Controle da produção • Aos controle de qualidade • Movimentações de materiais e peças • Layout • Controle de estoque • Manutenção Planejamento da produção: significa decidir antecipadamente o que deve ser feito para alcançar determinado fim. qualidade total e outras. O planejamento da produção compreende decidir sobre a produção a ser efetivada pela empresa industrial. entre outros pontos. O controle de qualidade tem por finalidade principal determinar as causas são chamadas acidentais. não provocando maiores conseqüências. A J/T visa produzir as unidades necessárias. desenvolvida no Japão em 1950. A inspeção tem por objetivo separar os produtos bons dos ruins. em quantidade necessária e no tempo necessário.O ritmo de produção está sendo desenvolvido de acordo com o planejamento? Controle de qualidade: o administrador também responde pela qualidade do produto. A implementação da J/T acaba despertando também vontade de se colocar em prática outra técnica de administração. Organização e Normas – Prof. dizem eles. O controle da produção deve responder às seguintes questões: . O administrador da produção responde por um dos setores das empresas industriais: o setor de produção. Movimentação de materiais e peças .

Controle de produtos fabricados Em face dessa duplicidade do controle.Controle dos materiais (ou insumos) .Política salarial facultativa Manutenção Esta é uma área de atividade que existe em muitas industrias. O Layout se parece com uma planta de engenharia e é chamado de planta por alguns autores que preferem esta denominação ao invés de aportuguesar a expressão inglesa: leiaute. . e vem tendo ampla aceitação em muitos países. O arranjo dessa maquinaria deve levar em conta o que se produz continuamente. Marcos César Bottaro 45 Em todas as indústrias.Os movimentos devem ser feitos. durante o período de trabalho. não está fora de propósito dizemos que é grande a responsabilidade do administrador da produção em decidir qual deve ser o nível satisfatório dos materiais e dos produtos acabados e prontos para o consumo final. . Durante essa movimentação o seu ritmo diminui. Alguns princípios devem ser lembrados. tais como: . Esses serviços auxiliares podem ser: a) Mecânicos b) Elétricos c) Construção d) Geral A técnica TPM foi criada no Japão. os departamentos devem ser localizados segundo o produto que elas fabricam diariamente. Organização e Normas – Prof. . No Layout de industrias de produção contínua. Geralmente .As peças e mesmo as ferramentas devem ser devidamente adequadas ao tipo de operação em curso. Layout O custo de um produto ou mercadoria é o valor total de tudo quanto a indústria gastou para produzi-la. Na prática diária ou mensal de nossas indústrias. O contrário se dá quando ele leva mais tempo para produzi-los. A maneira como estão localizados os departamentos ou o interior das instalações industrializadas pode ser visualizada por meio de um Layout. ocorre a movimentação de materiais e peças.Política salarial obrigatória .Administração. onde livros japoneses dessas e de outras técnicas de produção.Os materiais e as peças devem estar nos lugares certos.Os materiais e as peças devem ser movimentados uma única vez e não mais. A área ou departamento de manutenção tem por finalidade prestar alguns serviços que poderíamos chamar de "serviços auxiliares" do processo de produção. pelo caminho mais certo e sempre que possível em linha reta. no tempo marcado e nas quantidades exatas. Estudo do trabalho Quando o trabalhador produz mais e melhor dentro de seu horário normal de trabalho. Controle de estoques A expressão controle de estoque tem duplo significado: . a política salarial se desdobra em dois aspectos: . inclusive no Brasil. nessas industrias a maquinaria é permanente. O fluxograma de processo representa todas as operações para se obter um produto e quais unidades estão encarregadas de fabricá-lo por meio da transformação dos materiais. o que se verifica é a redução dos custos unitários dos produtos. Existem alguns princípios onde os especialistas em TPM devem levar em conta: . principalmente nas grandes e em algumas de médio porte.

Administração. dadas as circunstâncias da organização ou da indústria. Marcos César Bottaro 46 a) Respeitar as instruções e as condições de uso dos equipamentos. 2-) Pesquise sobre normas de segurança nas empresas. e) Revisar o plano de manutenção e conservação industrial para excluir o desnecessário e impraticável. b) Cuidar constantemente da manutenção da maquinaria. Administração de Recursos Humanos     Neste  tópico  vamos  estudar  e  pesquisar  sobre  a  responsabilidade  e  atividade  do  Administrador de Recursos Humanos nas empresas. 3-) Pesquise sobre CIPA na empresas.XVI 1-) Pesquise sobre ISSO 9000 ao 14. com a execução de serviços de limpeza.000 (somente os mais importantes). que esse material possa te ajudar e ter luz nas dificuldades” “Seja sempre Luz com toda humildade. 15. c) Recuperar as perdas das qualidades originais dos equipamentos. pois as estrelas se apagam diante da luz” . lubrificação e reaperto do que for necessário. d) Desenvolver a capacidade técnica dos encargos do serviço de manutenção e também dos operadores.  “Deus abençoe a todos. ATIVIDADE . Organização e Normas – Prof.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->