Você está na página 1de 2

RESULTADO E DISCUSSO

Bolores

so

fungos filamentosos,

multicelulares,

podendo

estar

presentes no solo, no ar, na gua e em matria orgnica em decomposio. Leveduras so os fungos no filamentosos, normalmente disseminados por insetos vetores, ar, pelo vento e pelas correntes areas. A presena de bolores e leveduras viveis e em nveis elevados nos alimentos pode fornecer vrias informaes, tais como, condies higinicas deficientes em equipamentos, multiplicao no produto em decorrncia de falhas no processamento e/ou estocagem e matria-prima em contaminao excessiva. (Siqueira, 1995) Apesar da rea plantada com amendoim no Brasil ter sofrido uma reduo aps os anos 70, seu cultivo ainda essencial para o abastecimento de centros industriais e do mercado domstico. Sua importncia reside principalmente na versatilidade de aplicaes que possibilita: os gros na forma torrada, cozida ou frita, com ou sem sal, modos, picados ou em pasta, compondo recheios de balas, bombons, chocolates, barras energticas, sorvetes, confeitos etc; a farinha sendo utilizada para a confeco de bolos, biscoitos, pes; e a frao lipdica extrada sendo utilizada como leo para saladas ou frituras, compondo formulaes de gorduras hidrogenadas e interesterificadas de amplo espectro de utilizao na indstria alimentcia e na fabricao de cosmticos, sabes, leos para massagem, pomadas e cremes para fins farmacuticos (FREIRE etal, 2005). No Alimento analisado Amendoim in natura Todas as placas apresentaram crescimento e espalhamento de miclio por toda a superfcie da placa, encobrindo as cavidades, tornando impossvel a individualizao e a leitura da fluorescncia . Como toda matria-prima rica em nutrientes, o amendoim tambm est sujeito a reaes de degradao, principalmente aquelas relacionadas s ms condies de armazenamento dos gros e/ou as de deteriorao oxidativa que ocorrem tanto nos gros, como nos produtos elaborados com eles.

REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS ALMAZAN, A; BEGUM, F. Nutrients and antinutrients in peanut greens. Journal of Food Composition and Analysis. V.9, n.45, p.375-383, 1996. BARRERA-ARELLANO, D. Estabilidade de leos e gorduras. Revista leos e Gros, n.13, p. 10-13, 1993. FREIRE, R.M.M.; NARAIN, N.; MIGUEL, A M. R O.; SANTOS, R.C. (Ed.) O agronegcio do amendoim no Brasil. 1 Ed. Campina Grande, 2005, p. 389420. OLIVEIRA, E.J.; GODOY, I.J.; MORAES, A.R.A.; MARTINS, A.L.M.; PEREIRA, J.C.V.N.A.; BORTOLETTO, N.; KASAI, F.S. . Adaptabilidade e estabilidade de gentipos de amendoim de porte rasteiro. Pesquisa Agropecuria Brasileira, v. 41, p. 1253-1260, 2006.