VILLASBOAS

É esta Família uma das mais antigas, e Ilustres de Entre Douro e Minho, pois já no tempo do Sr. Rei D. Diniz se acha uma procuração dos Fidalgos de Riba Minho, nos seus registos, em que como tal, assinou João Annes de Villasboas, primeiro de que temos notícia com este apelido e Senhor da Torre de Ayrô, sita na freguesia de S. Jorge de Ayrô no termo desta vila de Barcelos, que é o Solar desta Família, de que fora Sr. Gonçalo Gil de Eiro de que fala o Conde D. Pedro no ttº. 63 fl. 353, e nela assistira, e posto que no dito Conde se não trate do dito João Annes de Villasboas nem seus notadores, é de presumir que esta família, teve a desgraça de outras mais, que foram truncadas do mesmo Conde D. Pedro por ódio, ou aversão, metendo nele outras em que ele não falava, pois não é de supor, que o Conde D. Pedro, o primeiro zelador da honra alheia, deixa-se de tratar de um Fidalgo, que figurava no tempo de seu pai o Sr. Rei D. Diniz, e de seu irmão o Sr. D. Afonso III tratando de Gonçalo Gil de Eiro, de quem ele descendia, e com tal possuía a Torre de Ayró. A respeito deste apelido, dizem alguns que ele é deduzido da Família de Villabens, estendida por muitas partes de Franca Província do Norte que teve princípio em Hugo, e seu irmão Jaques de Moncai, que na Batalha de Bonines, acompanhando a Felipe Augusto Rei de França aprisionaram ao Infante D. Fernando Conde de Flandres fº. do nosso Rei D. Sancho I pelos anos de 1214 segundo diz Manuel Soeiro de Annaes de Flandres Livro 5 fl. 267, pelo que o dito Rei lhe fez mercê de Villabens, e Augumoins, de que se derivou o apelido de Villabens, e que passando alguns desta família a este Reino, de Villabens, por corrupção se apelidaram Villasboas = e que as Armas antigas de que usavam os Vilas Boas, de dois homens Armados, e um Castelo no meio, era em memória do facto que obraram aqueles dois irmãos, o Castelo em memória do Castelo em que recolheram ao dito Conde; mas não achamos razão nesta opinião, que escrevemos só por fazer menção dela. A opinião mais seguida, e se conforma mais, é que este apelido se deduz de um dos dois valorosos irmãos que vieram a este Reino do Estado de Florença na Toscana um chamado D. Domin-Floretim e outro D. Fernando. Estes dois irmãos vieram a este Reino servir ao Sr. Rei D. Sancho II nas guerras contra Castela, e militando na Província de Trás-os-Montes fizeram acções de muito valor, e mandando El Rei gente sobre duas vilas, que ficavam ao través de uma que queria tomar o dito Rei, veio a gente muito mal tratada, de que o Rei ficou muito sentido, o que vendo os ditos dois irmãos, se foram oferecer ao Rei para as irem tomar pedindo-lhe alguma gente o dito Rei lha deu, e indo com efeito sobre as ditas Vilas as tomaram, e renderam, e a um Castelo que estava sobre uma delas, e vindo ao Rei lhe disseram = Senhor as Vilas já são vossas = ao que o Rei respondeu – minhas não por que eu vos faço mercê delas = e recusando os dois irmãos aceitá-las lhe disse o Rei = aceitai que são Vilas boas = o que foi princípio deste apelido, ficando os dois irmãos Florentinos Sr.es das ditas vilas, e sendo depois necessário ao Rei arrazá-las, lhe deu outros bens, e rendas em satisfação com Jurisdição na Província de Entre Douro, e Minho, onde tiveram o Castelo de Penafiel, e os Reguengos de Vilas boas, e outros cujos bens foram tirados a Diogo Fernandes de Vilas Boas pelo que abaixo dizemos e dados aos Senhores de Regalados como diz Lavanha ao Conde D. Pedro Plana 218 fl. 644, e do referido facto tomaram como deixo dito o apelido, e Armas de que usaram os primeiros Vilas Boas que eram um Castelo em memória do que tomaram junto a Vila, e junto dele dois homens Armados em pé em memória dos dois irmãos cujas Armas largou Diogo Fernandes de Vilas Boas abaixo N 3, e é muito provável que algum neto, ou descendente de algum daqueles dois irmãos casasse com alguma Srª. descendente de Gonçalo Gil de Eiro Sr. da Torre de Ayro, que fossem pais de João Annes Vilas Boas, Sr. da Torre de Ayro, e dos Reguengos de Vilas Boas em que damos princípio a este ttº. cuja opinião nos parece mais conforme a verdade, isto o que sinto enquanto não houver quem o contrário mostre. (O que digo é comum opinião e agora vi num manuscrito dos Sr.es desta Casa que Manuel Caminha de Vilas Boas assim o vira, num caderno antigo de Armas).

§1
SENHORES DA TORRE DE AYRO

N 1 JOÃO ANNES DE VILASBOAS o primeiro desta apelido de que temos notícia, descendente quanto a nós de um dos dois irmãos Florentinos de que é comum opinião, e por isso Sr. dos Reguengos de Vilas Boas, e descendente igualmente de Gonçalo Gil de Eiro Sr. da Torre de Ayró. Foi Sr. da dita Torre e por isso Solar desta Família e dos ditos Reguengos, cuja Torre é situada nas faldas do Monte de Ayró para a parte do poente, e na freguesia de S. Jorge de Ayro; foi um Fidalgo muito distinto como consta dos registos do Rei o Sr. D. Diniz, de uma procuração dos Fidalgos de Riba Minho, viveu no tempo do Sr. Rei D. Afonso III também. Casou com ......................................... 2 Fernão Annes de Vilasboas

N 2 FERNÃO ANNES DE VILASBOAS fº. de João Annes N 1 foi Sr. da Torre e quinta de Vilas Boas em Ayró, Solar desta família como o deixo dito, e dos Reguengos de Vilas Boas, Vassalo do Rei D. Diniz. Casou com ........................................... 3 Diogo Fernandes de Vilasboas N 3 DIOGO FERNANDES DE VILASBOAS fº. de Fernão Annes de Vilasboas, foi Sr. da quinta e Torre de Ayró, e dos Reguengos de Vilas Boas na Província de Trás-os-Montes, viveu no tempo do Rei D. Pedro I, porém pela demasiada liberdade em que vivia com os moradores das suas terras, o quis o Rei castigar, e ausentando-se por evitar o castigo, deu o dito Rei todos os bens da Coroa, e Reguengos digolhe tirou o dito D. Pedro I todos os bens da Coroa, e Reguengos, que deu depois seu filho o Sr. D. Fernando a Casa dos Abreus de Regalados, como diz Álvaro Ferreira de Vera nas Notas do Conde D. Pedro Plana 218 fl. 644. Passou a Castela a servir o Rei D. Pedro o Crú, onde serviu com valor nas Fronteiras de Granada, e ganhou por seu esforço novo Brasão de Armas, que é o de que usam seus descendentes que são os seguintes = um escudo esquartejado, o primeiro de vermelho, um Castelo de prata com 3 Torres com portas lavradas de preto, saindo da Torre do meio um ramo de Palma verde, e ao segundo de Azul um Drago de prata volante com o rabo retorcido, e assim os contrários. Timbre meio Drago das Armas voando com um ramo de Palma na boca = e ficou usando destas Armas deixando a de seus ascendentes da Torre, e dois homens Armados como fica dito. Estas Armas dizem tomara, por que estando para se conquistar, um Castelo, cujo assalto se destinava para a segunda-feira seguinte ao Domingo de Ramos, estando ele na Igreja assistindo aos ofícios divinos deste dia, e dando-lhe uma Palma, prometera ao Apóstolo S. Tiago, ao outro dia, pôr a dita Palma nas ameias de uma Torre dele, e com efeito assim o praticou, e se conquistou o dito Castelo, e tomara por isso o Castelo com a Palma por Armas, e o Drago pelo valor com que pelejara. Diz a Corografia Portuguesa Tomo 1º fl. 318 que os descendentes de Pedro de Vilas Boas que até hoje não conhecemos, usam de outras Armas, que são em Campo Verde um Drago preto volante, com a cauda levantada, e língua preta; veio Diogo Fernandes Vilas Boas depois de morto o Rei para o Reino, e para a sua quinta e Torre de Ayró 1. Casou com Briolanja de Araújo filha de Vasco Rodrigues de Araújo e sua m.er e neta paterna de Vasco Rodrigues de Araújo de quem diz o Marquês de Monte Belo ser o primeiro deste apelido nas Notas ao C. D. Pedro fl. 536, e sua m.er D. Leonor ou Maria Velho filha de Pedro Annes Velho M.e de S. Tiago em Portugal, de que vêm todos os Araújos ttº. de Araújos § 1 4 Gonçalo Annes de Vilasboas segue N 4 GONÇALO ANNES VILASBOAS fº. de Diogo Fernandes Vilasboas N 3 foi Sr. da Torre de Ayro, foi Alcaide Mor de Castelo de Vide, e viveu no tempo do Rei D. João I que o Armou Cavaleiro para entrar na Batalha de Aljubarrota onde prometeu seria o primeiro que ferisse de lança aos Castelhanos o que executou dando provas de grande valor e ocupou vários postos da guerra (foi um dos Fidalgos que nas Cortes de Coimbra aclamou o Rei D. João I como se vê da Colecção de documentos para a vida de D. D. João I fl. 37), e jaz enterrado no Convento de Vilar de Frades no jazigo que ai têm seus descendentes 2 . Casou com Inês de Meira ou D. Domingas de Meira 5 Diogo Annes Vilasboas N 5 DIOGO ou GONÇALVES ANNES VILLAS BOAS fº. de Gonçalo Annes N 4 foi Sr. da Torre e quinta de Ayró. Casou com D. Brites de Azevedo 6 Gonçalo Dias Vilasboas N 6 GONÇALO DIAS VILASBOAS fº. de Diogo Annes Vilasboas foi Sr. da quinta e Torre de Ayró outros fazem fº. de Diogo Fernandes Vilas Boas N 3 mas como vai seguem a maior parte e os Sr.es de Ayró. Casou com Joana Martins da Costa, como tem os Sr.es de Ayró (outros dizem ser a m.er deste Gonçalo Dias Vilas Boas Domingas de Meira). Jaz Gonçalo Dias no jazigo de Vilar de Frades como seu pai e avô.
De um livro que tenho agora que se copiou em Coimbra de outro de Júlio César no ano de 1604 se diz que o assalto do Castelo fora na mesma tarde de Domingos de Ramos o que lhe tinha dito um Cónego de Samora Capelão da Rainha D. Isabel que era deste apelido, e que Diogo Fernandes Vilas Boas fora com o Conde de Riba de Ave por Mandado do Rei D. Pedro, fazer assalto aos Mouros no Reino de Granada, onde o dito Diogo Fernandes Vilas Boas tomou o Castelo em que pôs a Palma que deu ocasião a se tomar uma Vila, e levando o Conde de Ria de Ave ao dito Diogo Fernandes a El Rei e lhe disse o que ele tinha obrado, e merecia mercês e dizendo-lhe El Rei que pedisse, ele como bom cavaleiro respondeu queria Armas e Brasão, que o Rei lhe mandou dar como digo no texto. 2 Nas memórias para História de Portugal que compreende o governo do Rei D. João I feitas por José Soares da Silva Livro 3 Cap. 252 fl. 1233 falando dos Fidalgos que El Rei D. João I Armara Cavaleiros para entrar na Batalha de Aljubarrota faz menção de Gonçalo Annes de Castelo de Vide que era este apesar de lhe não dar o apelido de Vilas Boas pois naquele tempo era ele Alcaide Mor de Castelo de Vide.
1

7 Domingos Gonçalves Vilasboas 7 Pedro Gonçalves Vilasboas Abade de S. Comba 7 Leonor dos Anjos freira em Vila do Conde N 7 DOMINGOS GONÇALVES VILASBOAS fº. de Gonçalo Dias N 6 foi Sr. da Torre e quinta de Ayro, casou com Antónia Pereira filha de ............................................ 8 Gonçalo Domingues Vilasboas 8 Afonso Annes Vilasboas morreu em África 8 Fr. Pedro frade Domenico N 8 GONÇALO DOMINGUES VILAS BOAS fº. de Domingos Gonçalves N 7 foi Sr. da Torre e quinta de Ayro, e por isso foi chamado o da Torre. Casou com Teresa Pais de Faria dos Farias Pais de Santo António junto à Vila de Barcelos cuja nobreza é sabida de todos 9 João Gonçalves Vilasboas 9 Maria Gonçalves Vilasboas 8 9 Domingos ou Diogo Gonçalves Vilasboas § 85 9 Pedro Gonçalves Vilasboas chamado o Cavº. § 22 9 O Padre Vasco Gonçalves Vilasboas muito válido do Duque de Bragança, e seu criado, e Chantre na sua capela, e se recolheu por certo enfadamento a Religião morreu Reitor de Vilar de Frades, Poares Tratado Penagirico fl. 47 9 Rui Gonçalves Vilasboas § 22 N 10 segundo alguns que seguimos 9 Manuel da Consolação, frade Loio N 9 JOÃO GONÇALVES VILASBOAS fº. de Gonçalo Domingues N 8 foi Sr. da Torre e quinta de Ayró viveu Reinando D. Afonso V (Jaz na sua Capela de Vilar). Casou com D. Inês Pires de Gois 10 Diogo Annes de Vilasboas 10 Álvaro Annes Vilasboas § 2 10 Isabel Annes Vilasboas que fez vínculo de seus bens, em que entrou a quinta e Torre de Ayro cujo vínculo fez no ano de 1529 para o qual chama seu sobrinho António Dias Vilas Boas fº. de seu irmão Diogo Annes cuja Instituição está na Nota do Tabelião João Álvares de Oliveira hoje da era de 9 de Novembro de 1696, lançada nesta era na dita Nota que eu vi declara nela seu pai e avô 3. 10 Teresa Annes Vilasboas § 42 10 Catarina Annes Vilasboas no § 54 10 Gonçalo de Vilasboas N 10 DIOGO ANNES DE VILASBOAS fº. de João Gonçalves Vilasboas N 9 viveu no tempo do Rei D. Manuel foi Comendador da Ordem de Cristo militou em África, e se achou na tomada de Azamor com o Duque D. Jaime, e outras acções de guerra com muito valor. Casou com Leonor Afonso de Faria filha de Afonso Annes de Faria e sua m.er D. Brites de Melo no ttº. de Farias § 2 N 4 11 António Dias Vilasboas 11 Constança Dias Vilasboas § 10 11 Leonor Dias Vilasboas § 11 11 Catarina Dias Vilasboas § 26 11 Gonçalo Dias Vilasboas 11 Isabel Dias Vilasboas § 35 11 Felipa Dias Vilasboas § 41 11 Ana Dias Vilasboas m.er de Paio Rodrigues de Araújo Alcaide Mor de Milmenda c.g. no ttº. de Araújos § 198 N 23 11 Brígida da Trindade freira no Vale de Pereiras morreu com boa opinião N 11 ANTÓNIO DIAS VILASBOAS fº. de Diogo Annes N 10 foi Sr. do Morgado de Vilasboas feito por sua tia em que entrava a Torre, e quinta de Ayro Solar desta família e foi 1º Administrador chamado por ela, não sendo até àquele tempo vínculo (foi António Dias Caudel Mor de Barcelos). Casou com Isabel Dias de Heredea filha de Afonso de Heredea Fidalgo Castelhano que passou a este Reino no tempo do Rei D. Afonso por seguir as partes da Excelente Senhora no ttº. de Heredeas § 1 N 1 e sua m.er D. Margarida Álvares Carneiro; foi António Dias Vilas Boas Juíz dos Órfãos da Vila de Barcelos e Caudel Mor da dita vila, e não teve Comenda por não servir a El Rei como seu pai 12 Diogo de Vilasboas
Mandou fazer Isabel Annes a Capela que está em Vilar de Frades no Lugar onde esteve o Jazigo Antigo desta Casa, e é tradição que na parede desta Capela estão os ossos daquele Religioso que esteve ouvindo cantar o passarinho m.a; mandou-se enterrar em sua capela de Vilar de Frades onde estava seu pai e avô. Fez o Dz.or António de Vilas Boas Sampaio abaixo N 15 anexação com suas cunhadas a este vínculo a 9 de Novembro de 1696 na Nota de Fonseca mas chama na falta de descendentes se bem me lembro seus parentes Valejos.
3

12 D. Francisca de Vilasboas § 17 12 D. Brites de Vilasboas § 18 12 Gaspar de Vilasboas Religioso da Companhia 12 Isabel Lopes Vilasboas casada com João Lopes de Abreu irmão do marido de sua irmã Francisca s.m.n. teve 13 António de Abreu Abade de Fonte Boa (( 13 Francisco de Abreu Leitão § 17 N 13 sub N 12)) - 4 N 12 DIOGO DE VILASBOAS fº. de António Dias Vilasboas N 11 foi Sr. da Torre de Ayro, e Casa de seu pai (é Caudel Mor da Comarca de Barcelos e Juíz dos Direitos Reais). Casou com D. Isabel Caminha filha de Baltazar da Rocha Vilarinho, e sua m.er Susana Caminha no ttº. de Caminhas § 1 N 5 13 Baltazar de Vilasboas Caminha 13 António de Vilasboas Caminha § 12 13 João Caminha Vilasboas § 23 13 D. Maria 13 D. Francisca, solteiras 13 D. Isabel das Chagas, freira em Viana 13 Fr. Diogo de Bºs. frade Jerónimo na Costa N 13 BALTAZAR DE VILASBOAS CAMINHA fº. de Diogo de Vilasboas N 12 foi Sr. do Morgado e Solar de Ayro. Casou com D. Maria de Lemos filha do L.do Gaspar Vaz de lemos, e sua m.er Ana de Faria no ttº. de Farias § 23 N 10 14 Diogo de Vilasboas Caminha 14 D. Maria do Rosário freira no Vale de Pereiras N 14 DIOGO DE VILASBOAS CAMINHA fº. de Baltazar de Vilasboas N 13 foi Sr. do Morgado, e Solar de Ayro, Almoxarife da Vila de Barcelos. Casou com D. Ana de Carvalho Sampaio Coelho filha de António de Sampaio Coelho e sua m.er Mécia de Carvalho filha de Isabel de Carvalho e seu marido Agostinho da Costa ttº. de Carvalhos § 12 N 11 Nobliarquia Portuguesa verbo Sampaio fl. 325 e 326, e verbo Carvalho fl. 256 e 257 15 António de Vilasboas Sampaio 15 Manuel de Carvalho s.g. 15 Francisca de Vilasboas 15 Inácio de Sampaio, solteiro 15 João de Carvalho, solteiro 15 Maria de Lemos casada em Penafiel com Sebastião Pereira Sr. de um grande Prazo naquela terra que deixou a esta sua m.er, e esta aos descendentes de seu irmão no ttº. de Correias § 15 sub N 14 15 D. Joana, morreu menina N 15 ANTÓNIO DE VILASBOAS SAMPAIO fº. de Diogo de Vilasboas N 14 foi Sr. do Morgado e Solar de Vilas Boas seguiu os lugraes de letras foi Dz.or da Relação do Porto, e Autor do Livro intitulado Nobliarquia Portuguesa onde tratou da ascendência de sua mãe (Juíz de Fora de Viseu, Cor.or da Torre, Provedor de Coimbra, fez António de Vilas Boas anexação ao vínculo de Isabel Annes com suas cunhadas ao vínculo de Ayro Instituído por Isabel Annes Vilas Boas na Nota de Fonseca de 9 de Novembro de 1696 mas chama na falta de descendentes seus parentes Valejos). Casou com D. Maria Ferraz de Almeida filha de Baltazar de Faria e sua m.er Madalena Pereira da Cana no ttº. de Farias § 25 N 12 16 Diogo de Vilasboas Sampaio 16 D. Josefa freira em S. bento de Barcelos 16 D. Baltazar de Faria, Bispo de Elvas 16 D. Pedro de Faria Bispo de Elvas por morte de seu irmão 16 B. Luís de Barros, Clérigo N 16 DIOGO DE VILASBOAS SAMPAIO fº. de António de Vilasboas N 15, foi Sr. do Morgado e Solar dos Vilas Boas foi Cap.am Mor da vila de Barcelos que lhe alcançaram seus filhos que foram Cruzios pelo Moscozo que governava os Cruzios, e era muito válido do Rei D. João V, alcançou o Foro de Fidalgo Cavaleiro pelos serviços de um seu tio por Alvará de 24 de Setembro de 1739 registado no Livro dos Registos da Ouvidoria de Barcelos de 20 de Setembro de 1769 a fl. 79 que eu vi (Governou Diogo de Vilas Boas o Castelo de Vila do Conde). Casou com D. Maria Josefa de Vilhena filha de António de Faria
4

Nota dos Editores – Esta Nota não é de Felgueiras Gayo.

Machado Sr. da Casa da Vagoeira em Barcelos, e sua m.er D. Joana Pinto de Queirós no ttº. de Farias § 19 N 12 17 António José de Vilasboas Sampaio 17 José Timóteo M.e Escola de Elvas Acipreste da Colegiada de Barcelos 17 D. Francisco Cónego de S. Agostinho Abade de Veiriz 17 D. João 17 D. Luís, Cruzios 17 O Padre Pedro, Loio 17 D. Clara s.g. 17 D. Teresa freira em S. Bento do Porto N 17 ANTÓNIO JOSÉ DE VILASBOAS SAMPAIO fº. de Diogo de Vilasboas N 16 é Sr. da Casa e Morgado do Solar de Ayro, Fidalgo Cavaleiro por Alvará de 24 de Outubro de 1739 no mesmo dia de seu pai e registado, é super intendente das Caudelarias da Comarca de Barcelos, e M.e de Campo de Auxiliares. Casou com D. Maria Isabel de Barbosa filha H. de José Lourenço de Barbosa e sua m.er D. Antónia Jerónima no ttº. de Farias § 63 N 13 18 Diogo de Vilasboas Sampaio 18 D. Maria Antónia de Vilhena Vilasboas 18 D. Teresa Libania de Vilasboas Sotomaior N 18 DIOGO DE VILASBOAS SAMPAIO fº. de António José de Vilasboas foi Sr. de parte da Casa de seu pai, e não de toda por morrer na vida dele. Casou com D. Maria Felizarda de Melo Pereira Sampaio filha de Teotónio de Magalhães e Meneses Fidalgo da Casa Real Sr. da Casa de Alvelos, e sua m.er D. Mécia Pereira de Castro Malheiro no ttº. de Magalhães e ttº. de Costas § 197 N 10 19 D. Mécia Júlia de Vilasboas única nasceu a 1 de Julho de 1786 N 19 D. MÉCIA JÚLIA DE VILASBOAS SAMPAIO filha de Diogo de Vilasboas Sampaio N 18 foi H. da Casa de seu pai. Casou com José de Magalhães e Meneses Fidalgo da Casa Real, e Coronel de Melicias do Regimento de Barcelos a que sucedeu a António José de Vilas Boas avô de sua m.er fº. de Fernando de Magalhães e Meneses Fidalgo da Casa Real, e Sr. da Casa de Alvelos em Amarante, e sua m.er D. Ana Joaquina de Sousa no ttº. de Magalhães 20 José nasceu a 27 de Abril de 1801 da meia noite para a uma hora, baptizado na Matriz de Barcelos a 3 de Maio do dito ano morreu novo 20 D. Maria de Meneses nasceu a 25 de Março de 1803, morreu nova 20 José de Magalhães nasceu a 31 de Janeiro de 1805 20 D. Maria do Carmo nasceu a 16 de Julho de 1808 20 João Malheiro nasceu a 16 de Janeiro de 1811 20 Fernando de Magalhães nasceu a 16 de Março de 1813 20 Diogo Annes Vilasboas nasceu a 12 de Maio de 1815 20 Teotónio de Magalhães nascei a 8 de Maio de 1818 20 Joaquim de Magalhães nasceu a 16 de Janeiro de 1820 20 D. Maria Antónia nasceu a 8 de Junho de 1821 20 D. Maria da Graça, morreu menina.

§2
MORGADOS DA PORTELA, EM VIANA

N 10 ÁLVARO ANNES VILASBOAS fº. de João Gonçalves Vilasboas Sr. do Solar de Vilas Boas N 9 do § 1 viveu em Viana do Minho pelos anos de 1510 como consta dos livros da Câmara da dita vila quando a Câmara dela acordaram fundar o Convento de S. Ana, e a sua descendência consta de um Brasão de Vilas Boas, Rochas, Reimondes e Botos (Foral da Câmara de Viana fls. 168 ou 193). Casou na dita vila com Maria Gonçalves Reimonde, filha de Gonçalo Martins Caldeira homem muito nobre e sua m.er Margarida Gonçalves Reimonde filha de Gonçalo Afonso Reimonde, Cavaleiro Africano, veja-se Reimondes § 1 N 2 Bezerras § 2 N 2 e Regos § 21 N 6 11 António de Vilasboas Reimonde 11 Jacome de Vilasboas Reimonde § 9 11 Inês de Vilasboas Reimonde m.er de Afonso Caminha c.g. no ttº. de Caminhas § 1 N 4 11 Catarina de Vilasboas m.er de Antónia de Amorim Serrão s.g. 11 B. Gonçalo Álvares Vilasboas § 13

N 11 ANTÓNIO DE VILASBOAS REIMONDE fº. de Álvaro Annes N 10 viveu em Viana pelos anos de 1551 em que era Vereador e Juíz da Alfândega. 5 Casou com Maria da Rocha Boto filha de Valentim da Rocha, e sua m.er Gracia Nunes Boto fundadores da Capela de S. Bartolomeu na Igreja Matriz de Viana, e do Morgado de Vila de Punhe ttº. de Rochas § 11 N 4 12 Bartolomeu de Vilasboas da Rocha 12 Catarina da Rocha Vilasboas § 37 12 João morreu novo N 12 BARTOLOMEU DE VILASBOAS REIMONDE fº. de António de Vilasboas N 11 sucedeu na Casa de seu pai (foi Escudeiro Fidalgo e foi Sr. do Morgado da Portela; mandou fazer a Capela de S. Bartolomeu na Matriz de Viana) 6. Casou em Viana com Margarida da Rocha Barbosa filha de Francisco da Rocha Barbosa, e Justa Francisca Area sua m.er no ttº. de Jacomes § 9 N 6. Tirou Bartolomeu de Vilas Boas Brasão de Armas em que provou ser fº., neto e bisneto dos que leva, passado em Lisboa em 18 de Novembro de 1578 que eu vi 13 Simão da Rocha Vilasboas 13 Francisco da Rocha Vilasboas § 3 13 Valentim da Rocha Vilasboas § 4 13 D. Maria da Rocha Vilasboas § 6 13 Gracia Barbosa Vilasboas § 7 13 D. Ana m.er de Pedro Lopes de Azevedo Sr. de Azevedo s.g. N 13 SIMÃO DA ROCHA VILASBOAS fº. de Bartolomeu de Vilasboas N 12 foi Sr. do Morgado de Vila de Punhe 7. Casou com D. Joana da Silva de Azevedo filha de Martim Lopes de Azevedo Sr. do Solar de Azevedo, e sua m.er D. Leonor da Silva no ttº. de Azevedos § 1 N 21 D. Leonor da Silva m.er do dito Martim Lopes, diz a escritura de casamento de sua filha D. Joana com este Simão de Vilasboas 14 Bartolomeu de Vilasboas de Azevedo 14 D. Luísa de Faria Vilasboas m.er de Francisco da Rocha Barbosa Sr. do Morgado de Alvaraens fº. de Gonçalo da Rocha Barbosa, e sua m.er Violante Bezerra ttº. de Jacomes § 9 N 8 Tomo 2º da Arv. N 22 parece isto erro à vista do que digo no ttº. de Jacomes § 9 N 7 na nota 14 D. Leonor freira em S. bento de Viana 14 D. N. .............................., freira em Vale de Pereiras N 14 BARTOLOMEU DE VILASBOAS DE AZEVEDO fº. de Simão da Rocha N 13 foi Sr. do Morgado de Vila de Punhe e Neves (Sr. do Morgado da Portela). Casou com D. Ana de Barros filha de Baltazar de Barros Rego e sua m.er Gracia Velho no ttº. de Regos § 35 N 8 (D. Ana de Barros casou 2ª vez com Amaro Bezerra Jacome) 15 Simão de Vilasboas N 15 SIMÃO DE VILASBOAS fº. de Bartolomeu de Vilasboas N 14 foi Sr. do Morgado de Vila de Punhe. Casou 1ª vez com D. Margarida da Rocha filha de Francisco da Rocha Barbosa, Morgado de Alvaraens, e D. Luísa de Faria sua m.er ttº. de Jacomes § 9 N 8 (nomeou Francisco da Rocha em sua filha D. Margarida os bens que tinha em Alvaraens cuja cabeça era a quinta que ficou de Rui Dias da Rocha com seus encargos) 16 Francisco de Vilasboas de Azevedo 16 D. Joana m.er de Luís da Cunha e Antas em Coura no ttº. de Antas § 12 N 13 16 Bartolomeu de Vilasboas passou ao Brasil. Casou com D. Maria de Sousa filha de Manuel de Sousa Pinheiro viviam no ano de 1704 s.g. Casou 2ª vez com D. Brites da Silva filha de Jerónimo de Alpoim da Silva, e sua m.er Margarida da Rocha no ttº. de Alpoins § 5 N 20 16 Simão de Vilasboas, Clérigo 16 Baltazar da Rocha, s. estado 16 Baltazar de Rocha Bravo
Instituiu este António de Vilas Boas o Morgado da Portela com Capela de S. Bartolomeu na Matriz de Viana com Capela com as Armas de Vilas Boas, Rochas, Botos. 6 A escritura que fez este Bartolomeu de Vilas Boas foi feita na Vila de Prado na Nota de Gonçalo Lopes aos 13 de Dezembro de 1597 e é a escritura de casamento de seu filho Simão. Deixou encapelada a quinta da Vila de Punhe por tttº feito aos 10 de Fevereiro de 1598 declara nele o nome de sua m.er e ser seu avô Álvaro Annes Vilas Boas e declara seus filhos Simão de Vilas Boas, e deixa os ofícios de Meirinho e Feitor da Alfândega e de Escrivão, nomeou o de Feitor em seu filho Simão e o de Escrivão em seu filho Valentim. 7 Sr. do Morgado da Portela fez tttº. de mão comum com sua m.er D. Joana da Silva no dia de quarta-feira Maior de 1616 em que disseram que encapelavam a sua Capela de S. Bartolomeu as Casas do Campo do Forno de Viana e a quinta do Toural com suas pertenças e as mais propriedades que constavam do seu livro.
5

16 D. Jerónima m.er de Gaspar Mendes de Carvalho fº. de Francisco de Carvalho no § 44 16 D. Mariana m.er de Domingos de Faria no ano de 1704 ttº. de Farias § 86 sub N 11 s.g. N 16 FRANCISCO DE VILASBOAS DE AZEVEDO fº. de Simão de Vilasboas e sua 1ª m.er N 15 foi Sr. do Morgado das Neves e Alvaraens por sua mãe. Casou com D. Brígida da Silva ou Belizenda da Silva irmã de sua madrasta filha de Jerónimo de Alpoim da Silva e sua m.er D. Margarida da Rocha no ttº. de Alpoins § 5 N 20 17 Francisco de Vilasboas de Azevedo s.g. 17 Carelos de Vilasboas teve B. 18 D. Margarida de Azevedo Srª. da Casa da Portela s.g. 17 Eusébio de Vilasboas 17 D. Antónia 17 D. Margarida 17 D. Feliciana 17 D. Bernarda de Vilasboas casada com Gabriel Barbosa Maciel Sr. da Casa de Pregaes fº. de António Barbosa de Faria c.g. no ttº. de Barbosas § 143 N 23 N 17 FRANCISCO DE VILASBOAS fº. de Francisco de Vilasboas N 16 foi casado com ................. s.g. teve B. 18 D. Margarida de Azevedo e Alpoim que foi legitimada e Srª. do Morgado da Portela. Casou em Vila Nova de Cerveira s.m.n.

§3
MORGADOS DE DEUCRISTE

N 13 FRANCISCO DA ROCHA VILASBOAS fº. de Bartolomeu de Vilasboas N 12 do § 2. Casou com Bárbara de Barros no termo de Ponte de Lima filha de Pedro Dias Felgueiras, e sua m.er Felipa ou Feliciana Lobo de Barros (Francisco da Rocha Vilasboas fº. de Bartolomeu de Vilasboas fez escritura de dote no Couto de Capareiros para casar com Margarida da Cunha Barbosa filha de Rodrigo Maciel e Maria da Cunha moradores na sua quinta de Vila de Punhe aos 12 de Abril de 1609) 14 Mariana da Rocha ou Margarida 14 Maria de Nazareth freira em S. Ana de Viana N 14 MARIANA ou MARGARIDA DA ROCHA filha de Francisco da Rocha N 13 casou em Ponte de Lima com Bento da Rocha Pereira Morgado de Deucriste (Sr. do Morgado de Deucriste e do Instituído por João Pais em 1468 e o de Deucriste pelo Dr. Gaspar da Rocha Pais Provisor em Braga na era de 1618) fº. de Francisco da Rocha Pereira e sua m.er Maria ou Catarina da Rocha ttº. de Marinhos § 6 N 16 o qual Francisco da Rocha era filho de Catarina da Rocha Pais e seu marido Manuel Álvares Gayfar e neto materno de António da Rocha Pai no § 89 N 13 (ver ttº. de Costas § 229 N 7) 15 Bento da Rocha Pereira 15 Francisco da Rocha Pereira 15 Gaspar da Rocha Clérigo 15 D. Mariana da Rocha m.er de António Pereira da Cunha s.g. N 15 FRANCISCO DA ROCHA PEREIRA fº. de Mariana da Rocha N 14 foi Sr. do Morgado de Deucriste. Casou com D. Maria Pereira Fajardo filha de João Fajardo Bezerra e sua m.er Benta Pereira Barreto no ttº. de Costas § 8 N 8 16 Bento da Rocha Pereira s.g. 16 João Fajardo Pereira s.g. 16 Bartolomeu da Rocha s.g. 16 Diogo Pereira Barreto s.g. 16 Gaspar da Rocha Pereira segue, ou Malheiro 16 Manuel Pereira Fajardo 16 D. Vitória 16 D. Ana 16 D. Benta casada com António Velho Barreto fº. de João Velho Barreto ttº. de Costas § 56 N 8 s.g. N 16 GASPAR DA ROCHA PEREIRA fº. de Francisco da Rocha N 15 foi Sr. do Morgado de Deucriste. Casou (recebido na sua Capela de Nossa Senhora da Piedade do contraente da freguesia de Deucriste a 22 de Outubro de 1767) com D. Maria de Alpoim irmã de José de Barros Cação filhos de Domingos de Barros Cação e sua m.er D. Rosa da Cunha Lobo no ttº. de Barros § 76 N 13 17 Francisco da Rocha s.g.

17 Domingos José de Alpoim Malheiro da Rocha 17 António 17 D. Maria ................................ s.g. 17 João s.g. N 17 DOMINGOS JOSÉ DE ALPOIM fº. de Gaspar da Rocha Pereira N 16 é Sr. da Casa de seus pais. (baptizado em Deucriste aos 22 de Setembro de 1769 Livro dos baptizados fl. 124 vº. declara os avós paternos e os maternos). Casou com D. Teresa Regueira irmã do Dr. Felipe Regueira da Costa e do médico João Regueira da mesma freguesia e filhos de João Regueira lavrador da mesma freguesia que veio a ser rico pela herança de um irmão que veio do Brasil, e sua m.er Joana de ........................................ 18 Gaspar.

§4
MORGADO DA BOA VIAGEM NA AREOSA

N 13 VALENTIM DA ROCHA VILASBOAS fº. de Bartolomeu de Vilasboas da Rocha N 12 do § 2, casou em Viana (receberam-se em Viana cujo assento eu vi, e não tem era por estar consumida – receberam-se em Janeiro de 1619) com Catarina da Rocha Fagundes filha de Gaspar Fagundes, e sua m.er Isabel da Rocha de Meneses neta paterna de Afonso Fagundes e Maria Quezado Peixoto filha de Gonçalo Annes Quezado ver ttº. de Jacomes § 18 N 7 na Cota no ttº. de Quezados § 14 N 8 14 Gaspar Fagundes da Rocha 14 Bartolomeu de Vilasboas morreu solteiro no ano de 1647 no socorro de Pernambuco de que fala Bartolomeu Guerreiro Cap. 15 14 D. Margarida da Rocha m.er de Cristóvão de Alpoim s.g. 14 D. Mariana da Rocha s.g. N 14 GASPAR FAGUNDES DA ROCHA fº. de Valentim da Rocha N 13 foi Cap.am de Infantaria (foi Sr. do Morgado da Boa Viagem na freguesia de Areosa). Casou a 28 de Janeiro de 1657 com D. Maria Lobo Barreto filha de Fernão Leite Barbosa e sua m.er Catarina Lobo Barreto neste ttº. § 8 N 14. Receberam-se em Viana aos 20 de Janeiro de 1675 Fernão Leite era Cavaleiro da Ordem de Cristo 15 Valentim da Rocha 15 Fernão Leite Barbosa, Clérigo 15 D. Catarina da Rocha Barreto m.er de António Ferreira Vilasboas neste ttº. § 7 N 15 15 D. Isabel Barbosa Leite m.er de Pedro Belens no Porto ou Domingos Belens ver ttº. de Pachecos § 10 N 8 15 D. Maria Madalena Fagundes § 5 15 D. Teresa m.er de Simão de Paços Velho de Caminha s.g. 15 B. Simão da Rocha Vilasboas Vigário de Loivos N 15 VALENTIM DA ROCHA VILASBOAS fº. de Gaspar Fagundes N 14 (Sr. do dito Morgado e Cavaleiro da Ordem de Cristo). Casou em Caminha por dote (casou em Março de 1696) como se diz nos Estrangeiros no Lima Tomo 2 pag. 129 casou com D. Sancha de Araújo de Aguiar filha de Belchior de Araújo da vila de Caminha e sua m.er Maria Benta filha de Bento Ennes Esporta e sua m.er Inês Vaz fº. de Pedro Enes e Inês Gonçalves – Bento Enes Esporta fº. de Francisco Afonso e sua m.er Margarida Afonso – Belchior de Araújo era fº. de Belchior Gonçalves e sua m.er Maria de Araújo filha de Salvador Fernandes de Araújo e sua m.er Francisca Gonçalves filha de Domingos Gonçalves, Cavaleiro de alcunha natural de Campos e sua m.er Ana Martins Velho – Belchior Gonçalves era fº. de João Gonçalves e Maria Afonso (assim o achei num livro de Caminha que suponho ser de homem verdadeiro que era feito pelo Padre Gonçalo da Rocha de Morais) 16 Teodósio Leite, creio s.g. 16 Fernando Leite Lobo 16 Gaspar Fagundes, Clérigo 16 João Lobo Abade de Gondarem 16 D. Rosa freira em S. Bento 16 D. Ursula m.er de Miguel Jacome s.g. N 16 FERNANDO LEITE LOBO fº. de Valentim da Rocha N 15 foi Ouvidor de Ouro Preto no ano de 1740, e Dz.or da R.am do Porto muito bom Ministro. Casou com D. Maria Rosenda Quezado filha de Martim Quezado Jacome Fidalgo da Casa Real, e sua m.er D. Maria Ferreira no ttº. de Quezados............... neste ttº. § 9 N 16

17 Fernando Lobo Leite 17 D. Ana Margarida m.er de Manuel Coelho no ttº. de Costas § 24 N .... c.g. N 17 FERNANDO LEITE LOBO fº. de Fernando Leite N 16 é Sr. da Casa de seu pai. Casou com D. Francisca Rita de Melo filha de Paulo Luís de Melo Fidalgo da Casa Real Sr. da Casa dos Melos Sampaios de Pombeiro, e sua m.er D. Francisca Bernarda da Silva no ttº. de Costas § 11 N 10 e no mesmo ttº. § 149.

§5
N 15 D. MARIA MADALENA FAGUNDES filha de Gaspar Fagundes da Rocha N 14 do § 3. Casou com João da Costa Rego (João da Costa foi também Padroeiro do Convento de S. António de Viana) Sr. do Morgado de Vetorinho das Donas que foi ouvidor em Donas, fº. de António Machado Vilasboas que foi ouvidor em Barcelos, e sua m.er Maria Correia da Costa Rego Srª. do Morgado de Vetorinho das Donas no ttº. de Araújos § 289 N 28. Receberam-se em Viana onde declaram os pais a 1 de Setembro de 1698 16 D. Isabel Maurícia da Costa Rego 16 Gaspar da Costa Rego s.g. 16 José da Costa, Clérigo 16 D. Luísa, Freira em S. Bento de Viana 16 D. Rosa Caetana, solteira N 16 D. ISABEL MAURÍCIA DA COSTA REGO filha de D. Maria Madalena N 15 foi H. da Casa de seus pais. Casou com António Luís Pereira do Lago Cap.am Mor da Barca filho de Paulo Pereira do Lago, e sua mulher no ttº. de Araújos § 182 N 28, e sua mulher D. Luísa Clara de Sequeira 17 D. Maria Luísa da Costa Rego H. casada com seu primo António de Faria Barreto Proprietário de um ofício dos Órfãos de Barcelos que serviu os lugares de letras até Juíz de Fora de Penafiel, filho de Baltazar José de Faria Barreto proprietário do dito ofício e sua mulher D. Vitória Caetana Pereira de Amorim no ttº. de Farias § ... N ... c.g.

§6
N 13 D. MARIA DA ROCHA VILASBOAS filha de Bartolomeu de Vilasboas N 12 do § 2. Casou com Baltazar Pinto Aranha fº. de Pedro Pinto, e sua mulher Branca Aranha, da cidade do Porto 14 D. Branca Aranha mulher de Gonçalo Correia de Lacerda fº. de António Correia da Cunha, e sua mulher D. Joana de Carvalho de que vêm os Sr.es de Farelaens no ttº. de Correias § 2 N 12. (Foi D. Branca Aranha Administradora do vínculo que Instituio Pedro Pinto Aranha tio de seu pai) 14 João Ribeiro Aranha c.g. no ttº. de Aranhas § 15 N 11.

§7
N 13 GRACIA BARBOSA VILASBOAS filha de Bartolomeu de Vilasboas N 12 do § 2. Casou com João Ferreira Vilasboas fº. de Gonçalo Ferreira Vilasboas e sua m.er Catarina Álvares de Seixas neste ttº. § 8 N 12; foi João Ferreira Provedor Mor dos Estados do Brasil, e Cap.am de Navios no Socorro da Bahia (Bartolomeu Guerreiro – Cap. 15) 14 Mateus Ferreira Vilasboas 14 Maria Ferreira m.er de Manuel Ribeiro, natural de Aveiro 14 Fr. Manuel frade Capucho 14 B. Domingos Ferreira Vilasboas vai no § 25 (Casou 2ª vez Gracia Barbosa com António Lobo de Mesquita s.g.) N 14 MATESU FERREIRA VILASBOAS fº. de Gracia Barbosa N 13 (Cavaleiro da Ordem de Cristo), foi Provedor Mor da Fazenda dos Estados do Brasil andou com muitas Armadas, foi Alferes de Infantaria e superintendente da fábrica dos Galeões da cidade do Porto; teve de Maria de Miranda, ainda que seus descendentes o querem fazer casado com ela, que era mulher nobre 15 António Ferreira Vilasboas 15 Bernardo Ferreira Vilasboas

N 15 ANTÓNIO FERREIRA VILASBOAS fº. B. de Mateus Ferreira N 14 (foi Cavaleiro da Ordem de Cristo). Casou com D. Catarina da Rocha Barreto filha de Gaspar Fagundes da Rocha e sua m.er D. Maria Lobo Barreto neste ttº. § 4 N 14 16 D. Maria Ferreira Vilasboas m.er de Martim Quezado Jacome da Vila de Viana Fidalgo da Casa Real fº. de Marçal Quezado Jacome c.g. neste ttº. § 9 N 16 16 D. Rosa Maria Lobo Barreto gémea com sua irmã, casada em Barcelos com António de Almeida de Faria fº. de Baltazar Nogueira de Carvalho c.g. no ttº. de Farias § 32 N 12.

§8
N 9 MARIA GONÇALVES VILASBOAS filha de Gonçalo Domingues Vilasboas N 8 do § 1. Casou em Viana com João Pais a que outros chamam João Pais de Faria, mas é erro, era só chamado João Pais o Velho (parece que este João Pais foi o que Instituiu o Morgado do Hospital Velho em 1468 pois não podia ser o do § 42 que nunca assistiu em Viana) 10 Bento Pais no § 89 N 11 parece era filho parece desta Maria Martins Vilasboas e deste João Pais, e não de João Pais Sr. da quinta de Santo António junto a Barcelos que não consta assistisse nunca em Viana mas na dita quinta próxima a Barcelos, foi Sr. do Morgado do Hospital Velho que seu pai Instituiu em 1468cujo Morgado passou em seus descendentes no dito § 89 N 11 e seguintes onde vai. 10 Diogo Gonçalves Vilasboas 10 Domingos Gonçalves Vilasboas N 10 DIOGO GONÇALVES VILASBOAS fº. de Maria Gonçalves N 9. Casou com Catarina Fernandes Trabu filha de Brites Quezado e seu marido António Rodrigues e neta materna de João Quezado o Velho e D. Maria Gomes Madriz no ttº. de Quezados § 2 N 5 11 Fernão Gonçalves Vilasboas ou Fernão Dias Vilasboas 11 Afonso Dias Vilasboas § 24 11 Brites Dias Vilasboas § 77 N 11 FERNÃO GONÇALVES ou DIAS VILASBOAS fº. de Diogo Gonçalves N 10 casou com Camila Ferreira filha de Fernão Ferreira da Maia, neta de Martim Pais, ou Gonçalves da Maia, e sua m.er Isabel ferreira como se vê num Brasão de Ferreiras Vilasboas, Pais, e Maias feito em 1579 que tinha o Dr. Fernando Leite Lobo de Caminha; a dita Camila ferreira era irmã de António Ferreira Com.or da Ordem de Cristo como consta de um Instrumento feito a 7 de Julho de 1612 por Manuel Paris Tab.am em Viana do Minho (Nas Memórias dos Senhores de Ayro se diz ser Camila Ferreira filha de Gonçalo Ferreira Vilasboas nós seguimos o nosso texto) 12 Gonçalo Ferreira Vilasboas 12 Catarina de Vilasboas m.er de Paulo de Barros em Viana fº. de António Esteves e Isabel Velho e teve 13 Catarina da Assunção freira em S. Bento de Viana 12 Maria Ferreira Vilasboas m.er de Francisco Quezado Jacome no ttº. de Quezados § 7 N 8 N 12 GONÇALO FERREIRA VILASBOAS fº. de Fernão Gonçalves Vilasboas N 12 (consta dos seus pais e avós do Brasão que tirou aos 29 de Julho de 1579). Casou com Catarina Álvares de Seixas a Marquesa, filha de Francisco Álvares de Seixas, e sua m.er Genebra Martins 13 João Ferreira Vilasboas § 25 13 António Ferreira Vilasboas, solteiro 13 Fernão Ferreira Vilasboas casado com Justa Barbosa filha de Martim Rocha Barbosa, e Mécia Velho s.g. 13 Diogo Ferreira Vilasboas 13 Fr. Francisco, Capucho 13 Joana 13 Francisca, freiras em S. Ana de Viana N 13 DIOGO FERREIRA VILASBOAS fº. de Gonçalo Ferreira N 12 teve disputa com seus irmãos sobre qual deles havia de ir à guerra, o que decidiram na Praça da Vila de Viana à sorte de dados sobre um tambor. Casou com Maria Barreto Lobo filha de Gaspar Gracia de Eça, e sua m.er Maria Lobo Barreto no ttº. de Barretos § 15 N 6 14 Gonçalo Lobo Barreto 14 João Velho Vilasboas 14 Catarina Lobo Barreto

N 14 CATARINA LOBO BARRETO filha de Diogo Ferreira Vilasboas N 13. Casou com Fernão Leite Barbosa fº. de António Barbosa de Faria e sua m.er Maria Lobo de Mesquita no ttº. de Ruas § 8 N 11 e ttº. de Barbosas § 69 N 25 15 Maria Lobo Barreto m.er de Gaspar Fagundes da Rocha fº. de Valentim da Rocha neste ttº. § 4 N 14 15 António Leite Barbosa casado em Caminha s.m.n. 15 Catarina Leite Barbosa casada em Caminha.

§9
N 11 JACOME DE VILASBOAS REYMONDE fº. de Álvaro Annes Vilasboas N 10 do § 2. Casou com Isabel Barbosa da Rocha filha de Simão da Rocha Vilarinho e sua m.er Maria do Rego Barbosa no ttº. de Vilarinhos § 16 N 6 12 Álvaro da Rocha Vilasboas § 43 12 D. Maria do Rego Vilasboas 12 Simão da Rocha Vilasboas § 20 12 B. Inês de Vilasboas § 19 N 12 D. MARIA DO REGO VILASBOAS filha de Jacome de Vilasboas N 11. Casou com João Quezado Jacome fº. de Martim Quezado Maciel, e sua m.er Leonor Lopes Jacome no ttº. de Quezados § 1 N 8 13 O Dr. Jacome de Vilasboas Quezado 13 O Dr. Marçal Quezado Jacome, Lente de Prima em Leis Dz.or do Paço eleito Bispo de Elvas, casado teve filhos que morreram na sua vida s.g. 13 João Quezado Cap.am de Mar e Guerra 13 Leonor 13 Isabel 13 Inácia 13 Maria, freiras N 13 O DR. JACOME DE VILASBOAS QUEZADO fº. de D. Maria do Rego Vilasboas N 12 foi ouvidor em Braga e o maior Cronista do seu tempo, e foi Abade de Ancora e Baltezares; teve B. de Maria Afonso da freguesia de S. Lourenço do Mato 14 B. Martim Quezado Jacome 14 B. João Quezado havido noutra mulher c.c. Leonor Barreto e teve 15 Jacome de Vilasboas Dz.or no Porto s.m.n. N 14 MARTIM QUEZADO JACOME fº. B. do Dr. Jacome de Vilasboas N 13 sucedeu na Casa de seu pai, e de seu tio Dz.or do Paço foi Cavaleiro da Ordem de Cristo, Fidalgo da Casa de Sua Majestade. Casou com D. Maria do Rego filha do Dr. Bento do Rego da Cunha e sua m.er D. Ana de Antas filha de Gaspar Colmecão que era Francês, e Violante de Antas no ttº. de Regos § 52 N 8 15 Marçal Quezado Jacome 15 O Dr. Jacome de Vilasboas Dz.or em Braga 15 D. Ana e outras freiras em S. Bento de Viana 15 B. João Quezado Jacome c.c. Leonor Barreto filha de Manuel de Castro e Jerónima Velho, e teve 16 Jacome de Vilasboas Quezado N 15 MARÇAL QUEZADO JACOME fº. de Martim Quezado N 14 foi Sr. da Casa de seu pai, Fidalgo da Casa Real. Casou com D. Maria Correia Felgueira filha de João Rodrigues Correia, e Teodora Felgueira 16 Martim Quezado Jacome 16 D. Maria 16 Manuel Quezado Jacome no Brasil 16 Outros, s.m.n. N 16 MARTIM QUEZADO JACOME fº. de Marçal Quezado N 15 foi Sr. da Casa de seu pai, Fidalgo da Casa Real. Casou com D. Maria Ferreira Vilasboas filha de António Ferreira Vilasboas, e sua m.er D. Catarina da Rocha Barreto neste ttº. § 7 N 15 17 Marçal Quezado Jacome 17 D. Joana Quezado casada com seu parente João Barreto Perdigão na vila de Gois neste ttº. § 20 sub N 14 17 D. Maria Rosenda casada com seu parente Fernando Leite Lobo de Caminha neste ttº. § 4 N 16

N 17 MARÇAL QUEZADO JACOME fº. de Martim Quezado N 16, foi Fidalgo da Casa Real, Sr. da Casa de seu pai. Casou com sua parente D. Maria Rosa Correia filha H. de Francisco Xavier Correia Felgueira e sua m.er 18 D. Maria Rosenda = Urselina 18 Martim Quezado Jacome Sr. da Casa casado com N .................................. s.g. 18 João Quezado Jacome casado com D. Antónia filha de belchior Pinto s.g. nem esperanças; ele sucedeu na Casa a seu irmão. 18 D. Margarida, Urselina 18 Fr. Marçal, frade Bernardo 18 D. Teresa 18 D. Ana Quezado casada com N..................................... 18 Manuel Quezado.

§ 10
N 11 CONSTANÇA DIAS VILASBOAS filha de Diogo Annes Vilasboas N 10 do § 1. Casou com Fernão Machado da Maia fº. de Lopo machado de Gois, e D. Brites Vasques da Maia no ttº. de Machados § 1 N 18 e § 2 N 19 donde vem os Machados de Basto, e outros.

§ 11
N 11 D. LEONOR DIAS VILASBOAS filha de Diogo Annes Vilasboas N 10 do § 1 casou com Pedro Machado da Maia Sr. do Assento de S. Clemente de Sande fº. de Lopo machado de Gois Sr. da dita Casa, e D. Brites Vasques da Maia no ttº. de Machados § 1 N 19 de quem descendem muitas ilustres famílias desta Província como se vê do ttº. de Machados em que vai esta descendência, sendo o dito Pedro Machado irmão de Fernão Machado acima § 10 deste ttº.

§ 12
MORGADOS DE ADAENS

N 13 ANTÓNIO DE VILASBOAS CAMINHA fº. de Diogo de Vilasboas § 1 N 12. Casou contra vontade de seus pais com Francisca Fernandes irmã do Abade Fernão Annes Instituidor do Morgado de Adaens no ttº. de Medelas § ... N ... Cap. 2; estes fizeram uma Doação para a Fábrica da Capela de Santo António na Nota de Priscos de 6 de Fevereiro de 1628, e fizeram uma compra para anexar ao Morgado de Adaens na mesma Nota de Priscos de 23 de Fevereiro de 1631 14 Isabel Caminha Vilasboas 14 Manuel de Vilasboas, Clérigo 14 Diogo de Vilasboas teve B. em Corujaens 14 D. João de Vilasboas, Cruzio deixou seus bens a seus irmãos Nota de Clemente de Faria em 1630 e 30 de Maio de 1674 14 Maria de Vilasboas 1ª Administradora do Vínculo do Abade Fernão Annes c.c. António de Faria Tinoco de Pedregal s.g. 14 Susana Caminha de Vilasboas 14 Fr. Francisco, frade Jerónimo N 14 ISABEL CAMINHA VILASBOAS filha de António Caminha Vilasboas N 13, sucedeu no Morgado de Adaens. Casou com o L.do Sebastião Fernandes da Granja irmão de Brites Fernandes m.er de Álvaro Vilasboas no ttº. de Gouveias § 16 N 16 filhas de Belchior Gonçalves, e sua m.er Madalena Fernandes 15 António de Vilasboas chamado o Cego de Adaens Sr. do Morgado de Adaens casado com D. Brites Brandão filha de Brás Brandão, e sua m.er no ttº. de Gaios § 25 N 9 c.g.

§ 13
(Como vai seguem todos)
MORGADOS DA AVILHEIRA

N 11 GONÇALO ÁLVARES VILASBOAS fº. B. de Álvaro Annes Vilasboas N 10 do § 2 ainda que segundo outras notícias se dá por filho B. de Pedro Dias Vilasboas primo de António Dias Vilasboas Sr.

da Torre de Ayro o que não seguimos mas a 1ª filiação segundo as memórias antigas desta Vila o qual Álvaro Annes o teve antes de casar; e é fora de toda a dúvida ser primo de António Dias Vilasboas Sr. da Torre de Ayro, porque assim consta do testamento da m.er deste Gonçalo Álvares Vilasboas, e assim consta das memórias dos Sr.es da Torre de Ayro que eu vi. Casou Gonçalo Álvares Vilasboas com Gracia Gonçalves de que ignoramos os pais, talvez seria filha de Baltazar Gonçalves Prego no ttº. de Barretos § 99 N 4 fez este Gonçalo Álvares e sua m.er instituição de um vínculo nuns bens na freguesia de Remelhe, que se acham denunciados à Coroa, cuja denúncia se não prosseguiu, e hoje se acham vendidos os bens dele foi feita a Instituição do dito Vínculo em 1551; consta desta Instituição e deste casamento, mais de uma escritura que fizeram seus netos abaixo N 13 deste § consta esta escritura de seus netos na Nota de Vilasboas digo José António Vilasboas hoje da era de 1609 que vi 12 Gaspar de Vilasboas 12 Álvaro de Vilasboas § 15 12 Gonçalo Álvares Vilasboas 12 Baltazar de Vilasboas 12 Gracia de Vilasboas § 32 12 Helena de Vilasboas § 45 N 12 GASPAR DE VILASBOAS fº. de Gonçalo Álvares Vilasboas N 11 (sucedeu na Capela de Remelhe, e foi Sr. da quinta do Carregal freguesia de Santa Maria do Abade termo de Barcelos). Casou com Inês Correia da Costa do Carregal junto à vila de Barcelos, filha de Isabel Correia da Costa (esta Isabel Correia da Costa era filha de Bartolomeu Afonso, e sua m.er Inês Correia) que era dos Correias de Penaboa ramo dos de Farelaens, e seu marido Francisco da Costa de Pinte de Lima 13 Francisco da Costa, na Índia e com geração em Macau e por falta de notícias se meteram de posse da Capela várias pessoas 13 Tomás da Costa 13 Lucas Correia de uma escritura que estes dois fizeram na Nota de José António Vilasboas de 1669, ou 1609, que ei vi, constam seus pais e avós, e do vínculo 13 Francisco da Costa 13 Paulo Correia 13 Margarida Vilasboas 13 Mor Correia m.er de Gaspar Pereira da Gama no ttº. de Farias § 24 N 8 c.g. 13 Isabel Correia da Costa 13 Estácia da Costa § 14 13 Ana Correia m.er de Manuel Cavalo Correia c.g. teve 14 André Cavalo c.c. Leonor Machado filha de Baltazar de Heredea e sua 1ª m.er s.g. 14 Fr. Jerónimo Cavalo 14 Isabel Salgado 13 Miguel Correia 13 Gracia Correia 13 Catarina da Costa Consta de uma escritura de venda da quinta do Carregal a Gaspar de Faria e sua m.er Felipa de Mariz na Nota do Tab.am José António Vilasboas de 1633 todos estes filhos a qual eu vi, e ser neta de Mor Correia; Maria Pereira m.er de Simão Pereira N 13 ISABEL CORREIA DA COSTA filha de Gaspar de Vilasboas N 12. Casou com Simão Maciel de Aguião, Morgado da Avilheira que morou em Barcelos, filho de Gaspar Simões Maciel Escudeiro Fidalgo, e sua m.er Madalena Ribeiro filha de Mateus Ribeiro e Ana Ribeiro da vila de Esposende; Gaspar Simões Maciel era fº. de Simão Gonçalves Maciel Cavaleiro Fidalgo Instituidor do Morgado da Avilheira, e sua m.er Maria Simões da vila de Esposende no ttº. de Macieis § 20 N 2 14 Manuel Maciel § 16 14 Gaspar Maciel 14 Inês Correia da Costa casada com Clemente de Lemos fº. de Ana de Faria e Gaspar Vaz de Lemos no ttº. de Farias § 23 N 11 levou o vínculo não sei a razão. N 14 GASPAR MACIEL fº. de Isabel Correia da Costa N 12. Casou com Esperança de Araújo 15 Inês Correia da Costa 15 Isabel Correia da Costa N 15 ISABEL CORREIA DA COSTA filha de Gaspar Maciel N 14 casou com seu primo Bento Correia Feitor do Ouro Preto, fº. de Tomé de Sampaio, e sua m.er Francisca Maciel neste ttº. § 14 N 14 16 Tomé Correia de Sampaio 16 Francisco de Vilasboas

N 16 TOMÉ CORREIA DE SAMPAIO fº. de Isabel Correia da Costa N 15 tirou um vínculo por ser n.al a Francisco de Lemos 17 Bento Correia, s.m.n.

§ 14
N 13 ESTÁCIA DA COSTA filha de Gaspar de Vilasboas N 12 do § 13 (uma árvore de Costado de seus descendentes faz esta Estácia da Costa filha de Álvaro de Vilasboas que leva por avô). Casou com Jacome Belo a quem os Frades de Palme deram duas sepulturas no Cruzeiro do seu Convento de Palme como consta de uma escritura que eu vi na Nota hoje de Constantino da Silva Calheiros de 26 de Abril de 1611 para ele e seus descendentes. Era Jacome Belo fº. do L.do Inácio da Costa Belo, e sua m.er Inês Correia de Sampaio ttº. de Belos § 1 N 1 (consta ser Jacome Belo fº. do L.do Inácio Belo da escritura de medidas de Lamatinta; uma escritura na Nota de João António das Neves e Brito de 4 de Julho de 1674 prova esta filiação; Jacome Belo deste § 14 era irmão de Manuel Belo de que se fala no § 33 na Nota ao N 15 = moraram em Barcelos) 14 Tomé de Sampaio 14 Francisco de Vilasboas § 76 14 O Dr. Inácio da Costa que fez um vínculo na era de 1642 de Livre nomeação nos parentes na falta de parentes do Instituidor, e consta dele ser Inês Correia abaixo sua irmã 14 Leonor Belo m.er de Diogo Gonçalves Belo no ttº. de Correias § 7 N 15 14 Inês Correia da Costa m.er de Diogo de mendanha Ferraz no ttº. de Gouveias § 11 N 2 e § 10 de Mendanhas N 9 N 14 TOMÉ DE SAMPAIO fº. de Estácia da Costa N 13 foi Feitor dos Galeões de Sua Majestade, na cidade do Porto. Casou com Francisca Maciel de Aguião filha de António Maciel de Aguião e sua m.er Brites da Cunha, ao qual em 1613 se passou Brasão de Armas dos Macieis e Aguiães em que se provou ser seu bisavô João Maciel o Velho, e sua m.er Isabel de Aguião no ttº. de Macieis § 5 N 6, uma memória que me veio à mão em que dizia o Autor dela conhecera este Tomé de Sampaio dizia ser a dita Francisca Maciel filha de Manuel Jordão Maciel de Aguião de Viana, se assim era poderia ser neta de António Maciel de Aguião que acima lhe damos por pai (num Costado da Casa de seu descendente Manuel de Mendanha se dá Francisca Maciel por filha de Manuel Jordão, e sua m.er Ana Maciel filha esta de António Maciel de Aguião). 15 Bento Correia casado com sua prima Isabel Correia neste ttº. § 13 N 15 e teve B. 16 Plácido Maciel 15 Plácido Maciel Vilasboas 15 António Correia da Costa Cap.am de um terso serviu com valor e se fez Clérigo (Nota de José António de Vilasboas de 1666 declaram os pais). N 15 PLÁCIDO MACIEL VILASBOAS fº. de Tomé Sampaio N 14 morou na freguesia de Aldreu. Casou com Leonor Barbosa filha de Pedro Barbosa Maciel, e sua m.er e parente Leonor Fernandes Barbosa no ttº. de Barbosas § 59 N 26 consta da escritura de compra de metade da quinta de Palme na Nota de José António Vilasboas que eu vi da era de 1671 (consta serem filhos de Plácido Maciel por uma escritura na Nota hoje de João Álvares de Oliveira de 1697 que eu vi) 16 Plácido Maciel Correia casado em Barcelos com Maria de Mendanha filha de João de mendanha Ferraz c.g. no ttº. de Mendanhas § 11 N 7 16 Leonor de Sampaio 16 Antónia da Costa de Aguião 16 Bento Correia 16 Inácio da Costa Maciel.

§ 15
MACHADOS CARMONAS

N 12 ÁLVARO DE VILASBOAS fº. de Gonçalo Álvares Vilasboas N 11 do § 13 foi dezoito vezes à Índia, foi Cavaleiro da Ordem de S. Tiago, e teve Comenda pelos serviços que fez na Carreira da Índia, está sepultado na Capela Mor da Misericórdia desta vila em sepultura honrada com as Armas dos Vilasboas, e tem esta inscrição = Esta sepultura é de Álvaro de Vilasboas Cavaleiro Fidalgo, e Comendador do Hábito de S. Tiago, e sua m.er Madalena das Neves de Azevedo. Casou com a dita Madalena das Neves de Azevedo, filha de Estevão Aires, e sua m.er Antónia de Azevedo cujos pais eram de Campo de Ourique donde foram para Azamor no tempo que ela se tomou, neta paterna de Vicente

Fernandes o esquerdo, e de Inês de ..........................., que viveram muitos anos em Azamor donde todos vieram, e El Rei lhe fez mercê de uma mercaria do Rei D. Afonso V. Fez Álvaro de Vilasboas, e sua m.er um vínculo de seu terso para o qual chamaram seu filho Felipe de Vilasboas como consta de uma escritura de descambo feita na Nota do Tab.am Francisco Martins Ribeiro de 27 de Setembro de 1602 fl. 121 vº. que eu vi e fizeram o dito vínculo a 19 de Outubro de 1596 (acha-se igualmente esta Instituição no Livro do Registo da Matriz desta vila a fl. 10); assistiram algum tempo em Viana, e tinham bens na Meadela como consta de uma procuração na Nota de José António de Vilasboas de 1607 que eu vi onde se declaram todos seus filhos; foi Álvaro de Vilasboas as ditas dezoito vezes à Índia 13 Felipe de Vilasboas nomeado ao vínculo casado com Inês Mendanha filha de Pedro de Gouveia Sampaio c.g. no ttº. de Mendanhas e no de Gouveias § 16 N 5 13 Vicente de Vilasboas s.g. (Vicente de Vilasboas c.c. Felipa Pinheiro de que teve 14 O Cónego Álvaro Pinheiro e outros s.n.) 13 Maria de Azevedo m.er de seu com cunhado Francisco de Gouveia Sampaio c.g. no ttº. de Gouveias § 14 e ttº. de Mendanhas § 14 13 Gracia de Vilasboas 13 Inês de Vilasboas m.er de Francisco de Moura c.g. no ttº. de Farias § 31 N 10 N 13 GRACIA DE VILASBOAS filha de Álvaro de Vilasboas N 12. Casou com Diogo da Costa Homem da freguesia de S. Miguel de Creixomil termo de Guimarães veja-se este ttº. § 26 N 15, ttº. de Cardosos § 4 N 6, e Costados N 237 Tomo 1º. 14 João Homem do Amaral 14 ................................., casado em Braga e teve 15 João Homem do Amaral 15 .................................... 15 .................................., solteiras N 14 JOÃO HOMEM DO AMARAL fº. de Gracia de Vilasboas N 13. Casou como consta do assento de seu recebimento na freguesia de S. João do Souto da cidade de Braga feito em 1624 que eu vi onde declaram os pais de ambos os contraentes com Jerónima de Vilasboas filha de Manuel Vaz, cidadão da cidade de Braga, e sua m.er Maria de Vilasboas (Manuel Vaz era fº. de Simão Rodrigues e Margarida Vaz) era o dito Manuel Vaz depositário Geral na cidade de Braga, irmão de Maria Vaz m.er de Francisco Ferreira rendeiro de Adaufe dos Ferreiras Santaréns, e Maria de Vilasboas era filha de Manuel Dias mercador em Braga, e Leonor Luísa que era dos Vilasboas Truoins no § 88 N 14 – e ttº. de Paivas § 1 N 5. (Este João Homem c.c. Isabel da Costa é o do § 26 N 1 deste ttº. = eu creio que este João Homem casou 1ª vez com D. Isabel da Costa filha de Manuel de Araújo e Inês Jacome no ttº. de Farias § 65 N 11 sub N 10 s.g.) 15 D. Paula do Amaral 15 D. Jerónima N 15 D. PAULA DO AMARAL filha de João Homem do Amaral N 14. Casou como consta do seu recebimento feito em S. Tiago da Cividade em 1668 que eu vi, com Manuel da Costa Cerveira que foi 2ª m.er filha de António da Costa de Carvalho, e sua m.er D. Isabel da Silveira neto de Francisco Álvares, e sua m.er Paula Pimenta e neto materno de Sebastião Rodrigues Pimenta e Páscoa Rodrigues da Silveira ttº. de Costas § 85 N 3 16 Agostinho 16 José 16 D. Benta 16 D. Isabel 16 D. Margarida de Carvalho H. m.er de seu primo Diogo da Costa Homem fº. de António machado Carmona e sua m.er D. Estácia do Amaral c.c. no ttº. de Farias § 35 N 12 ttº. de Machados § 21 N 24.

§ 16
OUTRO RAMO DE CARMONAS

N 14 MANUEL MACIEL fº. de Isabel Correia da Costa N 13 do § 13 sendo Vigário de S. Emelião de Mariz, teve B.B. 15 B. Maria da Costa 15 B. ......................... N 15 MARIA DA COSTA filha B. de Manuel Maciel N 14. Casou com Fernão de Lima Toscano de S. Miguel das Marinhas 16 Joana Baptista

16 ........................... casada ................................ Vilasboas criado de seu pai fº. de um lavrador de S. Eulália de Rio Covo, teve 17 ............................... barbeiro 16 ................................ casada com ....................... Vilasboas irmão de seu cunhado fº. de um lavrador. N 16 JOANA BAPTISTA filha de Maria da Costa N 15. Casou com Manuel Machado Carmona fº. B. de Francisco Machado Carmona receberam-se a 4 de Julho de 1662 nos livros de Barcelos. 17 José da Costa Machado casado e teve 18 D................................. 18 .................................. e outras s.g.

§ 17
N 12 FRANCISCA DE VILASBOAS filha de António Dias Vilasboas N 11 do § 1. Casou com Ambrósio Nunes de Abreu era irmão de Belchior Nunes de que se trata no ttº. de Ruas § 10 N 11, filhos de Henrique Leitão ttº. de Leitões § 14 N 2 13 Francisco de Abreu Leitão 8 casou com D. Inês de Barros machado filha de João Carmona Machado, e sua m.er Catarina de Faria no ttº. de Machados § 21 N 22 c.g.

§ 18
N 12 D. BRITES DE VILASBOAS filha de António Dias de Vilasboas N 11 do § 1. Casou com Gaspar Rodrigues Vilasboas fº. de Rui Gonçalves Vilasboas Cavaleiro Fidalgo, e sua m.er Genebra Fernandes neste ttº. § 22 N 10, mas o mais certo é ser Gaspar Rodrigues Vilasboas fº. de António Dias de Vilasboas, o Pasmado (§ 22 N 10 sub N 9), e de Genebra Afonso no ttº. de x. n. § 9 13 Isabel de Vilasboas N 13 ISABEL DE VILASBOAS filha de D. Brites de Vilasboas N 12. Casou com Gaspar Nogueira de Carvalho fº. de Cristóvão Nogueira de Carvalho, e sua m.er Maria do Monte, neto paterno de Pedro Nogueira escrivão da Câmara de Barcelos e 1º Provedor da Misericórdia de Barcelos, e Cap.am do terso do Duque de Bragança, e sua m.er Margarida de Carvalho, Dama da Duquesa D. Joana que era primo de Gaspar de Carvalho, Chanceler Mor do Reino no ttº. de Carvalhos § ... (vide ttº. de Heredeas § 4 N 3) 14 Bernardo Nogueira 14 Paulo de Carvalho, o Manco c.c. N................................. filha de Gaspar Mendes Ramires no ttº. de x. n. § .... 14 António de Vilasboas Chantre da Colegiada de Barcelos 14 Francisco Nogueira 9 14 Baltazar Nogueira de Carvalho casado com Leonor de Almeida no ttº. de Farias § 32 N 9 segundo parece visto dizer-se naquele ttº. que este Baltazar Nogueira era irmão de Francisco Nogueira que parece este segundo a cronologia. 14 Maria Nogueira N 14 ANTÓNIO DE VILASBOAS fº. de Isabel de Vilasboas N 13 foi Chantre de Barcelos e teve B.B. 15 Angela de Vilasboas 15 N. ............................... mor. no Brasil fez um vínculo que possui Maria Barbosa N 17 infra N 15 ANGELA DE VILASBOAS filha de António de Vilasboas N 14. Casou com Bartolomeu Barbosa fº. de Belchior Barbosa da freguesia de Fregoza, e sua m.er Leonor Salgado como consta do assento feito a 13 de Janeiro de 1608, filha a dita Leonor Salgado de Gaspar Mendes, e sua m.er Antónia Barbosa vide aliança do § 36 N 15 16 Joana Barbosa casada com António de Freitas s.g. 16 Jerónimo Barbosa
Nota dos Editores – Vide este ttº. § 1 N 11. Este Francisco de Abreu Leitão não era filho dos indicados no texto, mas de Isabel de Vilasboas e de seu marido João Lopes de Abreu, respectivamente irmãos de Francisca de Vilasboas e de Ambrósio Nunes de Abreu, como se pode provar com documentação existente no Arquivo da Casa do Apoio, Solar da família Machado Carmona, em Barcelos. 9 Num livro de cartas que está no Arquivo da Misericórdia desta vila se acha uma carta da Misericórdia de Goa que diz morrera naquela cidade Gaspar Nogueira fº. de Francisco Nogueira e sua m.er Apolónia de Carvalho, em que deixa a sua tia Maria Nogueira certo legado, e em sua falta a seus filhos ou netos, outro legado a seu tio Paulo de Carvalho morador em Barcelos, ou seus filhos, e outro à dita sua tia, tinha mais o dito testador o apelido de Monte, e se chamava Gaspar Nogueira do Monte e era Fronteiro naquela cidade e como consta da dita carta que está a fl. 55.
8

N 16 JERÓNIMO BARBOSA fº. de Angela de Vilasboas B 15 morreu solteiro e teve B. 17 Maria Barbosa N 17 MARIA BARBOSA filha B. de Jerónimo Barbosa N 16 casou com João Mascarenhas Malafaia.

§ 19
N 12 INÊS DE VILASBOAS filha B. de Jacome de Vilasboas N 11 do § 9. Casou com Salvador Jorge da Vila da Castanheira 13 Francisco Jorge de Vilasboas, teve 14 Felipa de Vilasboas m.er de seu primo António de Vilasboas da Nóbrega fº. de sua tia 13 Felipa de Vilasboas 13 Catarina de Vilasboas c.c. João Gomes Leitão c.g.s.m.n. N 13 FELIPA DE VILASBOAS filha de Inês de Vilasboas N 12. Casou com Giraldo da Nóbrega 14 O Dr. Manuel da Nóbrega 14 António de Vilasboas da Nóbrega casado com sua prima Felipa acima filha de seu tio Francisco Jorge N 14 O DR. MANUEL DA NÓBREGA fº. de Felipa de Vilasboas N 13 foi Juíz dos Órfãos de Vila Nova de Cerveira e depois dos Órfãos de Lisboa, e Dz.or, Cavaleiro da Ordem de Cristo. Casou com D. Luísa filha do Dz.or Gaspar Leitão 15 O Dr. Francisco da Nóbrega 15 Catarina de Vilasboas N 15 CATARINA DE VILASBOAS filha do Dr. Manuel Nóbrega N 14 (esta era filha de Inês N 12) casou com João Gomes Leitão 16 ................................ 16 ................................, estudaram em Coimbra s.n.

§ 20
BARRETOS PERDIGÕES

N 12 SIMÃO DA ROCHA VILASBOAS fº. de Jacome de Vilasboas N 11 do § 9. Casou com Catarina Bezerra filha de Luís Brás, e Margarida Gonçalves Bezerra ttº. de Bezerras § 7 N 3 13 Jacome de Vilasboas s.g. 13 Luís da Rocha s.g. 13 Paula da Rocha Vilasboas § 21 13 D. Mariana do rego Vilasboas 13 Rufina da Rocha, não casou N 13 D. MARIANA DO REGO VILASBOAS filha de Simão da Rocha N 12. Casou na Vila de Gois com António Barreto Perdigão Cap.am Mor daquela vila, fº. de António Rodrigues Barreto e sua m.er Felícita Duarte, neto paterno de Sebastião Rodrigues Barreto, e sua m.er D. Maria Rodrigues de Brito, e materno de N. .......................... Perdigão fº. de Tomé Duarte Fidalgo do serviço da Infanta D. Maria; Sebastião Rodrigues Barreto era fº. de Paio Rodrigues Barreto (Felícita Duarte era filha de Isabel Duarte de Figueiredo e de António Perdigão da Costa a qual Isabel Duarte era filha de Tomé Duarte de Figueiredo e sua m.er no ttº. de Figueiredos § 59 N 13). Ver Tomo 2º de Costados Arv. 109 vº. 14 António Barreto Perdigão N 14 ANTÓNIO BARRETO PERDIGÃO fº. de D. Mariana do Rego N 13 (foi António Barreto Cap.am Mor de Gois e Cavaleiro de Cristo). Casou com D. Maria de Brito filha de Manuel de Brito Barreto Sr. da Casa de Pomares Cap.am Mor de Avo, e sua m.er D. Catarina Borges de Castro no ttº. de Abreus § 119 N 12 e ttº. de Costas Cortes Reais § 15 N 5 (ver Tomo 2º de Costado Arv. N 93 vº. e N 109 vº.) 15 Victor Barreto Perdigão c.g. § 81 15 Bernardo Barreto Perdigão 15 José Barreto Perdigão casado com D. Joana Quezado filha de Martim Quezado no § 9 N 16 c.g. no ttº. de Barretos § 30 N 11 15 Fr. António Frade Bernardo 15 D. Maria de Vilasboas m.er de D. Francisco Botelho c.g. no ttº. de Mendanhas § 61 N 9

N 15 BERNARDO BARRETO PERDIGÃO fº. de António Barreto N 14 foi Cap.am Mor de Gois Sr. da Casa dos Barretos daquela vila. Casou com D. Vitória filha de seu irmão Vitor Barreto, e sua m.er neste ttº. § 81 (ttº. de Juzartes § 32 sub N 12) 16 Francisco Barreto Perdigão 16 Manuel Barreto, Lente na Universidade 16 D. ........................................

§ 21
COELHOS CASTROS VILASBOAS

N 13 PAULA DA ROCHA filha de Simão da Rocha Vilasboas N 11 do § 20. Casou com o L.do João de Antas de Puga fº. de Gaspar de Puga Pinto Cavaleiro da Ordem de Cristo, Alcaide Mor de S. Sebastião do Rio de Janeiro e sua m.er D. Jerónima de Sá Sotomaior neto paterno de João Antas de Puga, e sua m.er Catarina Pinto filha esta de Diogo Fernandes Pinto, e neto materno de André Padilha, e de Isabel Sotomaior filha B. de João de Sotomaior Cónego em Viana ttº. de Antas § 39 N 9 14 Gaspar de Puga Pinto 14 Simão de Vilasboas 14 João de Sá Sotomaior N 14 JOÃO DE SÁ SOTOMAIOR fº. de Paula da Rocha N 13 (foi Governador do Rego de Fontes). Casou com D. Maria Maior Reumate filha de João Reumate – francês de Nação, e Madalena de Almança neta paterna de Reymonde Reumate, e Joana Baldim e materna de João Rodrigues Pizoens e de Isabel Almança filha de Fernão de Almança (fº. de Martim Fernandes de Almança) e sua m.er D. Maria Gonçalves 15 João de Sá Sotomaior 15 D. Jerónima de Sá Sotomaior H. casada com João Coelho de Castro fº. de D. Luísa Antónia Pereira e Manuel Coelho de Castro no ttº. de Costas § 24 N 9 15 Simão de Vilasboas da Rocha 15 Jerónimo de Sá Sotomaior s.g. 15 D. Joana de Sá casada com Francisco Reymate s.g. 15 D. Rosa m.er de António Lecia s.g.

§ 22
N 9 PEDRO GONÇALVES VILASBOAS fº. de Gonçalo Domingos N 8 do § 1 chamaram-lhe o Cavaleiro. Casou com Teresa de Aguiar filha de Simão de Aguiar, numa memória feita por D. Pedro de Vilasboas, da Casa de Ayró, se dizia s.g., porém outras memórias que tenho visto que tenho conferido com as minhas lhe dão a descendência que leva abaixo, e na mesma Casa dos Sr.es de Ayró se dá Brites de Vilasboas abaixo N 11 nesta destes 10 António Machado Pereira c.c. D. Ana de Almada Lobo segundo alguns no ttº. de Almadas § 4 N 10 (um Nobiliário da Casa de Turiz dá fº. deste Pedro Gonçalves Vilasboas, António Machado c.c. Ana de Almada no ttº. de Almadas § 4 N 10) 10 Rui Gonçalves Vilasboas 10 Isabel de Vilasboas s.n. 10 António Dias Vilasboas o Pasmado 10 Brites Gonçalves Vilasboas lhe querem dar seus descendentes o que é falso pelo que digo no § 82 N 10 RUI GONÇALVES VILASBOAS fº. de Pedro Gonçalves Vilasboas N 9, outros o fizeram fº. de Gonçalo Domingues Vilasboas que leva por avô, foi Cavaleiro Fidalgo. Casou com Genebra Fernandes da Costa, filha de Francisco Fernandes, e Clara Afonso no ttº. de x. n. § 9 outros confundem Rui Dias Vilasboas com seu irmão António Dias Vilasboas, o Pasmado 11 Brites de Vilasboas 11 Gaspar Rodrigues Vilasboas casado com sua parente D. Brites de Vilasboas no § 18 N 12 c.g. N 11 BRITES DE VILASBOAS filha de Rui Gonçalves Vilasboas N 10 e neta de Pedro Gonçalves N 9 fº. de Gonçalo Domingues de Vilasboas, segundo outra memória que achei em Casa dos Sr.es da Casa de Ayró que dizia se provava a sua ascendência como vai por dois Instrumentos feitos em Barcelos um em 28 de Fevereiro de 1602 e outro em 8 de Janeiro de 1608. Casou com Giraldo Vaz de Araújo fº. de

Gonçalo Vaz Barbosa, e sua m.er Joana Martins de Araújo no ttº. de Araújos § 250 onde vai esta descendência.

§ 23
N 13 JOÃO CAMINHA VILASBOAS fº. de Diogo de Vilasboas N 12 do § 1. Casou em Viana com Ana de Barros Barbosa filha de Bento Maciel Tourinho, e sua m.er Ana Barbosa de Barros no ttº. de Macieis § 43 N 1 e ttº. de Tourinhos § 19 N 4 14 Isabel do Rosário freira em Viana Casou 2ª vez com Gracia Jacome de Matos filha do Cap.am João Rodrigues Antão, e Maria de Matos, e neta paterna de Rodrigo Annes Antão, e materna ........................... Maciel no ttº. de Antões § 7 N 2 14 Diogo de Vilasboas, Clérigo 14 Francisco da Rocha Caminha s. estado N 14 BENTO CAMINHA VILASBOAS fº. de João Caminha N 13. Casou com Maria das Neves Pinheiro Barbosa filha de Salvador Barbosa Pinheiro, e sua m.er Maria Benta da Maia neta paterna de Nicolau Barbosa Pinheiro, e sua m.er Maria Gomes da vila de Barcelos o qual Nicolau Barbosa era fº. de António Barbosa e Isabel Pinheiro no ttº. de ........................... Maria Benta da Maia era filha de António Álvares da Maia, e Brites Francisca de Ramos neta paterna de Álvaro Gonçalves da Maia, e materna de Pedro Ramos 15 João Caminha s. estado 15 António Caminha 15 Miguel Pinheiro de Lacerda 15 Gracia freira em S. Bento de Viana 15 Silvestre s.n. morreu em França s. estado N 15 ANTÓNIO CAMINHA VILASBOAS fº. de Bento Caminha N 14. Casou em Viana com Mariana Cerqueira de Barros de Almeida filha de Manuel Torres Burgueira, e sua m.er Angela de Barros de Almeida no ttº. de Cerqueiras § 3 N 9 16 Manuel Caminha Vilasboas 16 Susana.

§ 24
N 11 AFONSO DIAS VILASBOAS fº. de Diogo Gonçalves Vilasboas B 10 do § 8. Casou ....................... 12 Gomes Correia Vilasboas, casou nas Malucas 12 Maria de Vilasboas 12 Heitor de Barros N 12 MARIA DE VILASBOAS filha de Afonso Dias Vilasboas N 11. Casou com Heitor de Barros fº. de António de Barros 13 Diogo de Barros, solteiro 13 Afonso de Barros, Clérigo 13 Amaro de Barros Pereira no Rio de Janeiro 13 Madalena de Barros N 13 MADALENA DE BARROS filha de Maria de Vilasboas N 12. Casou em Viana com Manuel Pinto fº. de Gonçalo Annes Perinho, e Margarida Fernandes 14 Angela de S. Mauro Abadessa de S. Bento de Viana.

§ 25
N 13 JOÃO FERREIRA DE VILASBOAS fº. de Gonçalo Ferreira N 12 do § 8. Casou com sua parente Gracia Barbosa de Vilasboas filha de Bartolomeu de Vilasboas neste ttº. § 7 N 13 onde vai a sua geração. Teve B. 14 Domingos Ferreira N 14 DOMINGOS FERREIRA VILASBOAS fº. B. de João Ferreira N 13 foi Executor da Câmara de Viana. Casou no Porto com D. Mariana Brandão 15 Fr. Tomé de Eça, frade Jerónimo

15 Lourenço Ferreira Brandão N 15 LOURENÇO FERREIRA BRANDÃO fº. de Domingos Ferreira Vilasboas N 14. Casou em Viana com D. Joana da Rocha Portocarreiro filha de António de Lima de Abreu, e D. Maria da Rocha Brandão no ttº. de Abreus § 51 N 11 16 Diogo da Rocha Portocarreiro 16 Manuel da Rocha 16 Domingos 16 António 16 Lourenço 16 Isidoro 16 D. Joana que fugiu para a Galiza 16 D. Mariana 16 D. Lucrécia.

§ 26
N 11 CATARINA DIAS ou PIRES DE VILASBOAS filha de Diogo Annes de Vilasboas N 10 d0 § 1 10 como consta de um instrumento feito no ano de 1592 que tem seu descendente Paulo de Carvalho da vila de Amarante. Casou com Rui da Costa que viveu pelos anos de 1494 que era dos Costas de Alpedrinha fº. de Afonso Domingues, e sua m.er Isabel Fernandes como consta de uma sentença que se acha na Casa de Valmelhorado no ttº. de Costas § 233 N 1; era Rui da Costa Fidalgo de Geração 12 Francisco da Costa 12 Pedro da Costa § 78 12 Isabel da Costa § 27 12 Antónia da Costa que outros seguem ser filha de seu irmão Francisco o que nos parece mais certo no § 28. N 12 FRANCISCO DA COSTA fº. de Catarina Dias Vilasboas N 11 (Moço da Câmara do Duque D. Teodósio foi Francisco da Costa Sr. de toda a quinta da Breia que repartiu nas suas duas filhas Antónia e Catarina), foi Sr. da quinta da Breia e casou com Felipa da Costa 13 Ana da Costa 13 Antónia da Costa § 28 13 Inês da Costa § 31 = aliás Catarina como se vê na maior parte. N 13 ANA DA COSTA filha de Francisco da Costa N 12 (foi Srª. de metade da quinta da Breira como consta de um Prazo feito no Porto em 8 de Fevereiro de 1561 do Tab.am Álvaro Monteiro). Casou na vila de Barcelos como consta do recebimento de sua filha com Domingos Vaz da vila de Barcelos: chamavase Domingos Vaz Manço que era do Alentejo (nos Livros do Duque D. Jaime consta que estes Manços eram pessoas qualificadas, e que Pedro Vaz Manço era irmão do Dr. Francisco Vaz Manço Dz.or do dito Duque) 14 Francisco da Costa, escrivão da Fazenda da Índia do partido de D. Francisco de Faro 14 Cosme Costa 14 Simão da Costa 14 Damião da Costa foram pª. seu irmão para Lisboa e Simão foi grande Cavaleiro em África 11 14 António da Costa casado em Guimarães com Senhorinha de Matos c.g. 14 Pedro Vaz Manso § 87 N 14 COSME DA COSTA fº. de Ana da Costa N 13 12 sucedeu na quinta de Breia, recebeu-se na freguesia de S. Miguel de Creixomil junto de Guimarães como consta do seu recebimento onde declaram os pais dos contraentes feito em 1589 com Florianda da Costa filha de Diogo da Costa Homem Sr. da quinta da Porcarisse, e sua m.er Felipa do Amaral de Figueiredo, neta paterna de Francisco da Costa
Num título de Vilasboas que vi se seguia que esta Catarina Dias ou Pires de Vilasboas era filha de D. Afonso de Vilasboas Comendatário de S. Salvador da Torre a quem não davam pai só que se dizia ser fº. de um dos Sr.es de Ayró, havido em Maria Nunes Boto o que não seguimos pelo que dizemos no texto que é certo à vista da Justificação que se aponta; porém nas Memórias da Casa dos Sr.es de Ayró se diz se vira o treslado daquele Instrumento que não prova a filiação, e só era dos legítimos Vilasboas = O Dr. Cristóvão Alão de Morais no seu Livro 3º de Genealogias segue como dizemos no texto. 11 Outros dizem que Cosme da Costa era fº. de António da Costa que leva por irmão. 12 Damião da Costa por morte de seu irmão Francisco da Costa ficou na Casa de D. Francisco de Faro e casou em Lisboa com uma ................... Soares.
10

Homem Alcaide Mor de Bragança, e Outeiro, e sua m.er Catarina de Figueiredo, e neta materna de Afonso Rodrigues do Amaral Alcaide Mor de Bragança Comendador de Rio Covo, e sua 2ª m.er Catarina de Figueiredo no ttº. de Cardosos § 4 N 5 (vide ttº. de Farias § 106 e § 35 dos ditos Farias) 15 André Homem do Amaral casado com D. Paula de Sousa e Meneses deserdada por este casamento filha de D. Paula de Araújo e seu marido ................... no ttº. de Farias § 67 N 12 e ttº. de Araújos 15 João Homem do Amaral (o Reguengo da Porcarisse dado pelo Duque D. Jaime a Afonso Rodrigues do Amaral, vendeu João Homem do Amaral, e possuem os Palhares) c.c. Isabel da Costa filha de Inês Jacome de Faria e Manuel de Araújo Botelho no ttº. de Farias § 65 N 10 creio s.g. 15 Francisco da Costa Homem Abade de S. Maria de Abade 15 Domingos da Costa Homem foi Dz.or e depois Prior de Sintra 15 N. ................................, freira para o que vendeu sua mãe parte da quinta de Breia.

§ 27
N 12 ISABEL DA COSTA filha de Catarina Dias Vilasboas N 11 do § 26. Casou com Rodrigo Annes, Cavaleiro Fidalgo 13 António da Costa Cavaleiro Fidalgo morreu na Índia militando com valor e nome 13 Inês da Costa Vilasboas N 13 INÊS DA COSTA VILASBOAS filha de Isabel da Costa N 12. Casou com Brás Pires de Castelões, Fidalgo da Casa Real 14 António da Costa Vilasboas N 14 ANTÓNIO DA COSTA VILASBOAS fº. de Inês, ou Ana da Costa N 13 (este justificou sua ascendência como vai escrita, por testemunhas da 1ª nobreza que eu vi feita em 16 de Outubro de 1592), foi Cavaleiro Fidalgo da Casa Real; no ttº. de Machados § 137 se dá outra ascendência a este António da Costa pois se faz fº. de D. Leonor Machado da Maia cuja ascendência não seguimos. Casou em Guimarães com Lourença, ou Lucrécia de Carvalho filha de Diogo Gonçalves Pimentel no ttº. de Carvalhos § 17 N 11 15 Miguel da Costa de Carvalho 15 O Dr. Martim de Carvalho 15 Custódio de Carvalho Vilasboas c.g. que se acabou N 15 MIGUEL DA COSTA DE CARVALHO fº. de António da Costa N 14 serviu ao Rei D. Felipe na Armada de 1618 foi à Galiza a cargo de D. António de Almada em seguimento dos Turcos que entraram naqueles Portos. Casou com Maria Taveira da Vila de Amarante filha de Maria Dias, e Francisco Gonçalves chamado o Cambado, neta de Inês Gonçalves Taveira, e seu marido Diogo Jorge em quem o Padre Fr. Reymundo principia este Ramo de Taveiras 16 Gonçalo Rodrigues de Carvalho 16 Martim de Carvalho Vilasboas 16 Pedro Taveira 16 D. Brites de Carvalho (Vão nos Carvalhos § 17 N 11 e seguinte).

§ 28
N 13 ANTÓNIA DA COSTA filha de Francisco da Costa N 12 do § 26 foi Srª. de metade da quinta da Breia. Casou com António de Azevedo Fidalgo da Casa Real 13 fº. de Florência de Azevedo e seu marido Domingos da Costa no ttº. de Azevedos § 40 N 21; Domingos da Costa Comendador da Ordem de Aviz. 14 Baltazar de Azevedo c.c. Leonor de Azevedo filha de Belchior de Azevedo abaixo s.g. 14 João da Costa de Azevedo N 14 JOÃO DA COSTA DE AZEVEDO fº. de Antónia de Azevedo N 13. Casou com Isabel Pimenta irmã de seu cunhado, filha de Belchior de Azevedo 14 e sua m.er Brígida Pimenta, fº. o dito Belchior de
13

António de Azevedo, diz uma Memória fora Fidalgo da Casa Real como se vê do Prazo da quinta de Breia feito em 1561 = diz uma memória dos Sr.es da Casa de Ayró que António de Azevedo era filho B. de Diogo de Azevedo Com.or da Ordem de Cristo o qual era filho B. de António de Azevedo fº. 3º de Diogo de Azevedo 4º Sr. de S. João de Rei no ttº. de Azevedos.

João Aranha, e sua m.er Leonor Vaz Pimenta filha de Marçal Vaz Pimenta e sua m.er Isabel Martins de Guimarães no ttº. de Aranhas § 19 N 6 ttº. de Pimentas § 1 N 1 15 Pascoal de Azevedo 15 Belchior de Azevedo §29 N 15 PASCOAL DE AZEVEDO fº. de João da Costa N 14 viveu na quinta de Valmelhorado em S. Tiago de Castelões, casou com Isabel Mendes 16 Manuel de Azevedo 16 B. Pedro da Cunha 16 João da Costa de Azevedo que foi Sr. da quinta de Valmelhorado casado com Maria Teixeira de Mesquita que tirou metade da quinta de Breia por demanda a Luís Machado de Miranda e teve 17 D. Josefa casada com Alexandre de Azevedo no ttº. de Machados § 58 N 26 digo Alexandre de Sequeira Machado fº. de D. Teodósia Machado no ttº. de Machados § 58 N 26.

§ 29
N 15 BELCHIOR DE AZEVEDO fº. de João da Costa de Azevedo N 14 do § 28 teve B. de Maria Jorge de Valadares solteira, filha de Salvador Jorge Vigário de Mugege 16 B. António da Cunha de Azevedo § 30 16 B. Pedro da Cunha N 16 PEDRO DA CUNHA fº. B. de Belchior de Azevedo N 15. Casou com N. .......................................... 17 D. Mariana da Cunha, casada com Álvaro Leite Pereira no ttº. de Leites § 17 N 13 c.g.

§ 30
N 16 ANTÓNIO DA CUNHA DE AZEVEDO fº. B. de Belchior de Azevedo N 15 do § 29. Casou no Porto com Ana da Cunha Sampaio filha de Pedro Nogueira de Meireles, e sua m.er Domingas Nogueira de Sampaio 17 Belchior da Cunha Executor Geral da Fazenda da Comarca do Porto (vai nos Azevedos § 41).

§ 31
N 13 INÊS DA COSTA ou CATARINA filha de Francisco da Costa N 12 do § 25 (eu antes tinha que a m.er deste Gaspar de Azevedo era Catarina da Costa e emendei para Inês mas é mais certo ser Catarina). Casou com Gaspar de Azevedo irmão de António de Azevedo 15, casado no § 28 N 13 como constava de uns autos que estavam no Porto no Cartório do Escrivão das apelações Bento Quezado Monteiro vindos de Barcelos no ano de 1680 entre partes Francisco Machado Carmona e João da Costa de Azevedo sobre a quinta da Breia – filhos de Florência de Azevedo, e seu marido Domingos da Costa no ttº. de Azevedos § 40 N 21 14 Reinaldo de Azevedo N 14 REINALDO DE AZEVEDO fº. de Catarina da Costa N 13 foi Sr. da quinta da Breia (viveu Reinaldo de Azevedo em Barcelos). Casou com Margarida de Heredea filha de Diogo Heredea, e sua m.er D. Felipa Dias Vilasboas neste ttº. § 41 N 11 15 Tomé de Azevedo casado em Lisboa com D. Helena Tomé c.g.s.n. 15 Inês de Azevedo casada com Trocato Machado de Miranda no ttº. de Machados § 17 N 22 c.g.

Um Prazo que está no Cartório do Mosteiro de Oliveira feito no ano de 1547 pelo Com.or Cristóvão da Costa Brandão ao dito Belchior de Azevedo morador na quinta de Valmelhorado sita em S. Tiago de Castelões termo de Bª. e outro Prazo da mesma quinta feito no dito Cartório em 1508 pelo Comendatário Xisto da Cunha consta ser fº. de João Aranha Cavaleiro da Casa de El Rei, e que se criara na de D. Jorge da Costa Arcebispo de Braga, e que sua mãe se chamava Catarina de Azevedo. 15 Nas Memórias da Casa de Ayró depois de dizer o que deixamos dito § 28 à margem da filiação de António de Azevedo dizendo que esta Catarina de Vilasboas casou com Gaspar de Azevedo e irmão daquele António de Azevedo diz = em outra memória acho que Gaspar de Azevedo foi filho de Diogo Soares de Abreu e Isabel Coutinho fº. de Pedro Lopes de Azevedo Sr. de S. João de Rei o que é contrário ao que tinha dito = veja-se o § 28 sobre a filiação de António de Azevedo.

14

§ 32
N 12 GRACIA DE VILASBOAS filha de Gonçalo Álvares Vilasboas N 11 do § 13. Casou com Francisco Vaz 13 Gaspar Vaz Vilasboas casou com Francisca Fernandes irmã de Gaspar de Carvalho 14 O L.do Diogo Vaz Vilasboas c.c. Ana Monteiro c.g. 14 ......................................... 14 ........................................, casadas em Viana e Ponte de Lima 13 António Vaz o bem feito 13 Baltazar Gonçalves Abade de Arcuzelo 13 Leonor Luísa de Vilasboas § 88 13 Catarina Rodrigues de Vilasboas seg. 13 Gracia de Vilasboas § 33 13 Manuel Vaz Vilasboas 13 Mécia Fernandes ............................ m.er de ............................ de Aguiar da Rua Nova (Alguns dão mais fº. a esta Gracia de Vilasboas e seu marido Francisco Vaz 13 Manuel Vaz Vilasboas que casou com Gracia Rodrigues filha de Manuel Lopes teve 14 Catarina Rodrigues Vilasboas abaixo N 13 c.c. o L.do António Fernandes Truão) N 13 CATARINA RODRIGUES VILASBOAS filha de Gracia Vilasboas N 12. Casou com o L.do António Fernandes Truão médico em Barcelos irmão de Francisco Truão, e filhos de Domingos Fernandes ver § 33 deste ttº.; foi esta Catarina Rodrigues Vilasboas nomeada ao vínculo que Instituiu Álvaro Rodrigues no ano de 1591, o qual o nomeou em Isabel da Costa m.er de Belchior Jacome a qual o nomeou nesta Catarina Rodrigues, o qual Domingos Fernandes Truão era casado com Isabel Luís filha de João Luís o Paneleiro morador ao Postigo da Fonte de Baixo; o dito Álvaro Rodrigues Instituidor era irmão de António Álvares que fez outra Capela como consta do Livro 1º da Provedoria fl. 454 de que foi Administrador Gaspar Rodrigues consta da Instituição vincular metade de umas casas ao Postigo da Fonte de baixo, e eram filhos de outro Álvaro Rodrigues, e sua m.er Catarina Rodrigues cuja Instituição se acha nos Livros da Santa Casa desta vila que eu vi, Isabel da Costa m.er de Belchior Jacome era sobrinha do Instituidor como consta da Instituição que eu vi 14 Gracia de Vilasboas N 14 GRACIA DE VILASBOAS ou URSULA DE VILASBOAS filha de Catarina Rodrigues N 13 foi 1ª m.er de Álvaro Barbosa de Cosourado fº. de Bartolomeu Barbosa no ttº. de Barbosas § 1 N 25 e § 157 (o segundo casamento de Álvaro Barbosa vai no ttº. de Barbosas § 157) 15 António Barbosa de Faria 15 Bento Barbosa casado no Couto de Capareiros § 83 15 Tomás Barbosa foi soldado s.m.n. N 15 ANTÓNIO BARBOSA DE FARIA fº. de Gracia Vilasboas N 14 foi Sr. do Morgado (receberam-se em Lijó aos 13 de Abril de 1672 está o livro em Braga). Casou em Lijó com D. Maria da Silva filha de Manuel Duarte Sargento Mor em Barcelos Cavaleiro da Ordem de Cristo e sua m.er Maria da Silva 16 António Barbosa de Faria 16 João Barbosa Abade de Cavalões 16 D. Gracia c.c. Luís de Vilasboas Mendanha s.g. N 16 ANTÓNIO BARBOSA DE FARIA fº. de António Barbosa N 15 foi Sr. da Casa, casou com D. Rosa Maria Isabel sobrinha do Abade de Cavalões. António Barbosa depois de viúvo se ordenou, e morreu na Congregação em Braga 17 D. Jacinta de Jesus, freira no Salvador, em Braga.

§ 33
FERROS PONCES LEÕES, DE BARCELOS

N 13 GRACIA DE VILASBOAS filha de Gracia de Vilasboas N 12 do § 32. Casou com Francisco Fernandes Truão irmão do Dr. António Fernandes Truão filhos ambos de Domingos Fernandes Truão neste ttº. § 32 N 14, e sua m.er Isabel Luís = ver ttº. de x. n. = 14 António Fernandes Truão 14 Domingos Fernandes Truão § 34 14 Baltazar de Vilasboas Abade de Priscos

14 António, frade Bernardo 14 João de Vilasboas Vigário de Barcelinhos 14 Bento de Vilasboas, Cónego 14 Ursula de Vilasboas m.er de Francisco de Gouveia Ferraz fº. de Miguel Ferraz de Gouveia no ttº. de Gouveias § 7 N 15 c.g. N 14 ANTÓNIO FERNANDES TRUÃO fº. de Gracia de Vilasboas N 13 consta ser irmão dos acima por um Instrumento que vi feito por morte do Abade de Priscos Ignigo Vilasboas. Casou com Marta da Costa filha de António Martins de Barcelinhos e sua m.er Maria Gomes cujos casaram por escritura de dote em que declaram os pais feita na Nota de Francisco Martins Ribeiro de 1654 15 José da Costa Vilasboas Abade de Louredo, e S. Julião do Calendário 15 Luísa de Vilasboas 15 Ignigo da Costa Vilasboas 15 Mariana da Costa Vilasboas 15 Gracia da Costa Vilasboas N 15 LUÍSA DE VILASBOAS filha de António Fernandes N 14. Casou com Roque Ferros de Leão que foi organista na vila de Barcelos como consta de uma escritura que vi na Nota de Francisco Martins Ribeiro da era de 1664 a fl. 15 que foi vendeiro em que ajuntou fazenda, e era fº. de Gonçalo Ferros 16 de Leão que foi vendeiro em Barcelos e de uma Srª. que furtou em Coura chamada Inácia da Rocha de Antas de Coura que segundo vi filha de Jorge da Cunha, e sua m.er Helena de Antas da freguesia de Água Longa do concelho de Coura; vi numa memória da Casa de Pedregaes ttº. de Belos § 1 N 4 e ttº. de Cunhas § 113 e ttº. de Antas § 23 ttº. de Ferros § 1 N 3 16 Francisco Ferros Ponce de Leão casado com D. Gracia de Faria Jacome no ttº. de farias § 47 N 13 c.g. 16 Maria da Rocha 16 Inácia da Rocha de Antas s.g. N 16 FRANCISCO FERROS PONCE DE LEÃO fº. de Luísa de Vilasboas N 15 (Sr. da Casa de Curvos). Casou com Gracia de Barbosa de Faria Jacome filha H. de Bento Barbosa, e sua m.er D. Francisca Jacome neste ttº. § 83 N 16 como consta da escritura do seu dote onde declaram os pais feita por Aleixo Ferreira aos 27 de Fevereiro de 1709 17 Roque Ferros N 17 ROQUE FERROS PONCE DE LEÃO fº. de Francisco Ferros N 16 foi Sr. da Casa de seu pai, assistia em S. Marinha de Forjaens. Casou com D. Vitória Maria Taveira de Lima filha do Cap.am Simão Taveira dos Reis, e Professo na Ordem de Cristo, e sua m.er D. Teresa Maria Teodora de Lima da vila de Viana 18 José António Ferros Ponce de Leão 18 Roque Ferros c. § 90 18 D. Teresa Porcia, solteira 18 O Padre João Baptista Ferros, Vigário de Aldreu 18 D. Maria Teresa casou mal = § 91 18 António Caetano Ferros na Bahia c.g.s.n. N 18 JOSÉ ANTÓNIO FERROS fº. de Roque Ferros, foi Sr. da Casa de Curvos. Casou no Couto de Capareiros com D. Teresa da Costa Pereira (Canaes nº 171) 19 Francisco Ferro Ponce de Leão § 94 19 José Ferros 19 Roque Ferros, frades Bernardos 19 António Ferros acha-se na América § .... 19 D. Apolónia, solteira.

16

Era Gonçalo Ferros de Leão fº. de Jacome da Silva Ribeiro e sua m.er Isabel Dias Ferros; neto paterno de Manuel Belo que se supõe ser de Esposende, e sua m.er Ana Ribeiro, e materno de Gonçalo Annes Ferros e sua m.er Isabel Dias da vila de Viana. Manuel Belo dizem irmão de Jacome Belo de que se fala no § 14 N 13 Manuel Belo acima supõe-se da freguesia de Esposende e sua m.er Ana Ribeiro da freguesia de S. Marinha de Forjaens, e viveram na quinta de Curvos e nela dotaram a capela da dita quinta de S. Roque em 1599 e administraram a Capela do Padre Diogo Gonçalves que administraram os Sr.es da quinta de Curvos (vide neste ttº. § 83).

§ 34
N 14 DOMINGOS FERNANDES TRUÃO fº. de Gracia de Vilasboas N 13 do § 33 consta ser irmão dos expostos no dito § 33 pelo Inventário de Ignigo de Vilasboas Abade de Priscos. Casou com Paula de Morais filha de João Gonçalves Coutinho, e Leonor de Morais no ttº. de Medelas Cap. 3 N 4 onde se dá Paula de Morais filha de Leonor de Morais e seu marido António Dias (ver ttº. de Aguiares § 10 N 4) 15 António de Vilasboas Cónego em Valença 15 Simão de Vilasboas sargento Mor de Barcelos como consta do Inventário que se fez por morte e Paula de Morais 17. Parece casou 2ª vez segundo consta do assento do casamento de seu filho visto que todos o dão fº. deste Domingos Fernandes Truão; casou parece o dito Domingos Fernandes com Luísa Barbosa 15 Francisco Fernandes Truão N 15 FRANCISCO FERNANDES TRUÃO fº. de Domingos Fernandes Truão N 15 consta dos livros findos de Barcelos casar a 10 de Julho de 1680 com Isabel Mendes de Carvalho filha de Diogo Mendes de Carvalho e sua m.er Jerónima de Carvalho em cujo assento declaram os pais dos contraentes 16 Bento de Vilasboas truão, formado 16 Diogo Mendes de Carvalho 16 O Cónego António de Vilasboas truão 16 Francisco de Vilasboas Truão 16 Giraldo de Vilasboas Truão morreu na América N 16 O CÓNEGO ANTÓNIO DE VILASBOAS TRUÃO fº. de Francisco Fernandes N 15 foi Cónego em .............. teve B. de Brites Josefa rego que depois casou com Manuel de Barros Cabeleireiro nesta vila, e depois Inquiridor, pais do Padre Manuel Fr. Pedro de Barcelos e do Dr. António de Faria Rego chamados os Carabelas 17 António de Vilasboas Truão N 17 ANTÓNIO DE VILASBOAS TRUÃO fº. B. do Cónego António de Vilasboas N 16, foi criado em casa de seu pai, que posto que o não reconheceu legalmente os tios o tratavam por seu sobrinho, é advogado em Barcelos onde já foi Provedor da Misericórdia e Vereador. Casou com Ana Maria Ventura Gonçalves de Almeida 18 António de Vilasboas Truão que assentou praça de cadete em Viana e passou para Cavalaria, é formado em matemática e hoje lente dela com patente de ...................... 18 Bento de Vilasboas morreu s.g. 18 Diogo de Vilasboas Truão (( 18 D. Maria Margarida de Almeida Barbosa Vilasboas Truão, solteira)) (( 18 D. Isabel Justiniana de Barbosa Vilasboas Truão)) 18 N 18 D. ISABEL JUSTINIANA DE BARBOSA filha do Dr. António José de Barbosa Truão N 17. Casou, por namoro, com João Justiniano de Castro e Faria, Bacharel em Leis, e advogado neta vila, fº. de João José Carneiro e sua m.er Mariana da Silva esta era filha de João da Silva carpinteiro nesta vila, e sua m.er Antónia Teresa da freguesia da Correlhã, neta paterna de Francisco Gomes, e sua m.er Antónia da Silva desta vila, e neta materna de David Correia e sua m.er Rosa Gonçalves de S. Tomé de Correlhão. Recebeu-se o dito João da Silva nesta vila a 29 de Julho de 1757 Antónia da Silva acima m.er de Francisco Gomes era filha B. de Gonçalo Gonçalves e de sua manceba Ana Gomes da freguesia de Goios, receberam-se em 1714 era João da Silva exposto (( 20 Manuel Maria de Faria Barbosa Vilasboas Truão)) (( 20 José Maria, morreu menino)), gémeos 19

Este Simão Vilasboas foi Administrador do vínculo que Instituiu o R.do António de Morais Reitor de Ribeirão por tttº. feito a 6 de Setembro de 1623 que consistia numas Casas no canto da Rua Nova no Campo da Mostarda nas terras que tinha em Esposende no campo de Ponte Pedrinho numas leiras em S. Maria do Abb.e e as Leiras de S. Paio de Antas umas casas na rua da Misericórdia velha e o Casal ao pé do Monte da freguesia de Parada; foi aprovado aos 30 de Janeiro de 1624 está registado no Livro do Registo da Matriz desta vila a fl. 13. 18 Nota dos Editores – O texto dentro de parênteses duplo não é de letra de Felgueiras Gayo. 19 Nota dos Editores – O texto dentro de parênteses duplo não é de letra de Felgueiras Gayo.

17

§ 35
N 11 ISABEL DIAS VILASBOAS filha de Diogo Annes Vilasboas N 10 do § 1. Casou com Lopo de Barros que supomos fº. de Lopo de Barros, e sua m.er Isabel de Almeida Sr.es da Casa de Real em Braga no ttº. de Barros § 47 N 8 pelo que logo diremos 12 Inês de Barros Vilasboas ou de Barros só casada com Gaspar Machado Carmona fº. de Leonor Machado da Maia, e seu marido João carmona no ttº. de Machados § 21 N 20 c.g. José Freire Monterroyo diz ser a dita Inês de Barros filha de Lopo de Barros e sua m.er D. Isabel de Almeida que leva por avós, mas as memórias de Barcelos a dão filha de Isabel Dias Vilasboas, por isso supomos haver equivocação, e sendo estes Barros os de Real em Braga seria Lopo de Barros casado com a dita Isabel Dias filha de outro Lopo, e dar-lhe Monterroyo por pais os que eram avós 20.

§ 36
N 15 PAULO DE CARVALHO fº. de Isabel Vilasboas N 14 do § 18 foi casado com Catarina Ramires filha de Gaspar Mendes Ramires, e sua m.er Antónia Barbosa Durraens como consta do Assento de seu recebimento do 1º de Dezembro de 1626 ver § 18 N 15 16 O Padre Gaspar Mendes 16 Maria nasceu a 6 de Julho de 1632 16 Catarina nasceu em 1641 16 Antónia Teve fora do casamento de Margarida Branca do lugar de Mundim freguesia de Santa Maria do Ab.e B. 16 Gracia de Carvalho § 80 N 16 ANTÓNIA DE CARVALHO filha de Paulo de Carvalho N 15 casou, como consta de uma escritura na Nota de Clemente de Faria de 1654, e de outra na Nota de Meira de 1644 com António de Faria Lobo o timtim fº. de Leonardo de Faria, e Isabel Tinoco sua m.er no ttº. de Barbosas § 201 N 24 17 Leonardo de faria teve B. 17 Paulo de Carvalho de Faria 17 B. Jerónimo Lobo 17 B. João de Faria casado em Barcelos N 17 PAULO DE CARVALHO DE FARIA fº. de Antónia de Carvalho N 16 teve B. 18 Maria de Faria N 18 MARIA DE FARIA filha B. de Paulo de Carvalho N 17. casou com Francisco Pereira Velho que foi da Governança de Barcelos fº. de outro Francisco Pereira Cap.am Mor de .......................... e sua m.er Susana Barbosa 19 Paulo Joaquim Pereira Velho casado com Joana Teresa Vilasboas filha de Ursula dos Santos c.g. neste ttº. § 53 N 17 19 Luís António de Faria Velho casado com Antónia de Gouveia filha de Manuel da Fonseca e Antónia de Gouveia ttº. de Gouveias § 109 N 19.

§ 37
CASA DO QUINTAL DE GERAZ

N 12 CATARINA DA ROCHA VILASBOAS filha de António de Vilasboas Reymonde N 11 do § 2. Casou com Baltazar de Barros Rego fº. de Maria do Rego de Barros e seu 2º marido Baltazar Barcelos no ttº. de Regos § 37 N 5 e § 39 N 6; foram moradores na quinta do Quintal de Geraz, e Sr.es dela 13 Manuel de Barros Rego 13 António de Vilasboas Reymonde § 38 13 Maria de Barros casada com António Prego s.g. N 13 MANUEL DE BARROS REGO fº. de Catarina da Rocha Vilasboas N 12. Casou com Ana Prego Sarmento filha de João Prego Sarmento e Catarina Álvares no ttº. de ..................... foi Manuel de Barros Sr. da Casa do Quintal (ver ttº. de Regos § 37 sub. N 7) 14 Gaspar de Barros prego casou no Rio de Janeiro
20

Nota dos Editores – Montarroyo é que tem razão.

14 Gonçalo de Barros Prego foi para a Índia 14 Manuel de Barros 14 Bárbara 14 ................................., freiras no Salvador 14 Catarina, freira em S. Ana 14 Maria de Vilasboas m.er de Tomé de Sampaio s.g. 14 Baltazar de Barros Rego N 14 MANUEL DE BARROS REGO fº. de Manuel de Barros N 13 foi Sargento Mor de Pernambuco onde casou s.g. e vindo para o Reino casou 2ª vez com Francisca de Barros da vila de Viana filha de João Fajardo Cavaleiro da Ordem de Cristo e Maria de Sousa da Fonseca (Maria de Sousa era filha de Gaspar de Freitas e D. Briolanja da Fonseca ver ttº. de Coutinhos § 145 N 12 e João Fajardo era filho de Gaspar Fajardo e Francisca de Barros filha de Afonso de Barros ver ttº. de Bezerras § 7 N 3) moradores que foram em Moure (ver ttº. de Costas § 8 N 8) 15 Gaspar de Barros Rego N 15 GASPAR DE BARROS REGO fº. de Manuel de Barros N 14 (num Costado que eu vi se faz este Gaspar de Barros fº. de Manuel de Barros e sua m.er Ana Prego que leva por avós). Casou com D. Ana Barbosa Barreto filha de Damião Barreto Pacheco e D. Maria Barbosa sua m.er no ttº. de Velhos Barretos § 114 N 6 16 D. Francisca Barbosa de Barros casada com Pedro Gomes de Abreu c.g. no ttº. de Costas § 181 N9 16 Manuel Jacome Bezerra s. estado 16 Manuel de Barros Rego N 16 MANUEL DE BARROS REGO fº. de Gaspar de Barros N 15 (foi Manuel de Barros Sr. da Casa do Quintal). Casou com D. Joaquina Pinto de Araújo filha de Manuel Pinto Correia e sua m.er D. Maria de Araújo Barbosa neta paterna de Belchior Correia de Puga, e sua m.er Maria Pinto, e materna de Manuel de Araújo, e sua m.er Jerónima Correia (ver ttº. de Novais § 18 N 4 e Araújos § 43 N 27 e 28 e Motas § 9 N 6) 17 D. Josefa de Barros no § 84 17 D. Maria de Barros Barreto 17 D. Francisca Angélica de Barros m.er de Joaquim José de Azevedo da Passagem c.g. no ttº. de Araújos § 224 N 28 N 17 D. MARIA DE BARROS BARRETO filha de Manuel de Barros N 16. Casou com Afonso da Rocha fº. de Francisco Fagundes da Rocha, e D. Ventura de Barros Rego esta filha de Miguel de Barros rego, e sua m.er D. Tomásia da Rocha Barbosa filha esta de Francisco da Rocha Barbosa, e sua m.er Luísa de Faria Barbosa, e Francisco Fagundes da Rocha acima era fº. de Afonso da Rocha ttº. de Jacomes § 9 N 10 18 D. Maria Joana da Rocha H. casada com Gonçalo de Abreu Coutinho Fidalgo da Casa Real fº. de Francisco de Abreu Coutinho Fidalgo da Casa Real e sua m.er D. Sebastiana de Sá no ttº. de Costas § 21 N 10 c.g.

§ 38
N 13 ANTÓNIO DE VILASBOAS REYMONDE fº. de Catarina da Rocha Vilasboas N 12 do § 37. Casou com Maria de Barros filha de António Annes, e Catarina Vaz de Barros 14 Catarina da Rocha Vilasboas 14 Fr. Baltazar frade António 14 O Padre José, Clérigo 14 Maria do Rego m.er de Francisco de Paiva s.g. 14 Ana de Barros § 39 N 14 CATARINA DA ROCHA VILASBOAS filha de António de Vilasboas N 13. Casou com Francisco Pinto Pais Alferes de Infantaria, fº. de Francisco Martins Pinto Familiar do Santo Ofício e sua m.er Isabel Pais Maciel irmã de Bernardo Maciel Valente Cavaleiro da Ordem de Cristo, Fidalgo da Casa Real, Governador do Maranhão no ttº. de Macieis § 21 N 2; Francisco Martins Pinto era filho de António Martins Pinto e Maria Gonçalves Viana 15 João Pinto do Rego 15 Francisco do Rego Clérigo

15 Isabel do rego 15 Natália s.g. N 15 JOÃO PINTO DO REGO fº. de Catarina da Rocha N 14. Casou com D. Teresa Burgueira filha de Manuel Afonso Burgueira e sua m.er Joana Gomes Viana filha esta de João Gonçalves Viana e Margarida de Torres; Manuel Afonso Burgueira foi Cap.am do Mar e Provedor da Capela dos Mareantes em 1636 e fº. de Paulo Afonso, e Ana Pires 16 d. Antónia de Vilasboas casada com o M.e de Campo João Gomes Pereira de Castro em Monção no ttº. de Abreus da Grade § 20 N 9 c.g. aliás ttº. de Araújos § 329 N 28.

§ 39
N 14 ANA DE BARROS filha de António de Vilasboas Reymonde N 13 do § 38. Casou com Manuel Pinto Pais fº. de Francisco Álvares Pinto, e sua m.er Isabel Pais no ttº. de Macieis § 21 N 2 ver este ttº. § 38 retro N 14 15 Isabel da Rocha § 79 15 Mariana da Rocha 15 Luciana freira no Vale N 15 MARIANA DA ROCHA filha de Ana de Barros N 14 casou com João Quezado Jacome fº. B. de Jacome de Vilasboas Quezado Abade de Ancora neste ttº. § 9 N 13 16 D. ..................... casada com Gaspar Rubim fº. de Guilherme Robim, e sua m.er D. Páscoa.

§ 40
OUTROS

N 1 FRANCISCO ANNES VILASBOAS fº. de ................................. viveu na Província de Trás-osMontes supomos ser destes Vilas Boas 21. 2 Francisco de Vilasboas N 2 FRANCISCO DE VILASBOAS fº. de Francisco Annes N 1 3 Diogo Annes Vilasboas N 3 DIOGO ANNES VILASBOAS fº. de Francisco Vilasboas N 2 outros lhe chamam Pedro Annes Vilasboas e dizem ser fº. de João de Vilasboas e sua m.er Margarida de Vilasboas; casou com D. Inês Lopes Vilasboas filha de Francisco Vaz Vilasboas e sua m.er Ana Gomes Vilasboas; outros dizem casara com D. Inês Lopes de Vargas filha de D. Ana de Vargas e seu marido ..........................; foi Pedro Annes Cap.am de Cavalos 4 Francisco Lopes Vilasboas N 4 FRANCISCO LOPES VILASBOAS fº. de Diogo ou Pedro Annes N 3 foi M.e de Campo de Auxiliares. Casou com D. Maria de Vargas de Queiroga filha de António de Sá da Gama Coronel de Infantaria e D. Ana de Vargas de Queiroga filha de Diogo de Queiroga, Fidalgo Galego, e sua m.er D. Emerenciana Teixeira; Diogo de Queiroga era fº. de D. José de Queiroga Fidalgo Galego Sr. de terras em Galiza, e D. Francisca Peralta 5 Francisco de Sá Vilasboas casado com D. Ana de Gouveia Coutinho c.g. no ttº. de Gouveias § 102 N 14 5 D. Serafina de Sá Queiroga m.er de Manuel de Gouveia de Magalhães c.g. no ttº. de Gouveias § 18 N 14.

§ 41
N 12 D. FELIPA DIAS VILASBOAS filha de Diogo Annes Vilasboas N 10 do § 1. Casou com Diogo de Heredea Cavaleiro da Ordem de Cristo e Comendador que se achou na tomada de Azamor filho de Afonso de Heredea Fidalgo Castelhano do tempo do Rei D. Afonso V que seguiu as partes da Excelente Senhora o 1º de que fala o Nobliarquia Portuguesa verbo Heredea ttº. de Heredeas § 91 N 1
21

Num manuscrito de Vilasboas da Casa dos Sr.es de Ayró se dizia que esta família principiava na Vila de Vilasboas Comarca da Torre de Moncorvo em Trás-os-Montes a que deram princípio dois Cónegos um da Sé de Braga e outro de Coimbra, mas que não eram destes Vilasboas.

12 Baltazar de Heredea 12 Isabel de Heredea 1ª m.er de João Pais de Faria Sr. da quinta de Santo António junto a Barcelos c.g. no ttº. de Farias § 23 N 9 12 Margarida de Heredea m.er de Reinaldo de Azevedo c.g. neste ttº. § 31 N 4 N 12 BALTAZAR DE HEREDEA fº. de D. Felipa Dias N 11. Casou duas vezes a 1ª com Isabel de Almeida 13 Leonor Machado m.er de André Cavalo c.g. ver ttº. de Mendanhas § 6 N 4 e § 12 13 Guiomar de Almeida m.er de Sebastião Ribeiro Cirne c.g. no ttº. de Cirnes § 10 N 6 c.g. Casou 2ª vez Baltazar de Heredea s.m.n.

§ 42
QUINTA DE SANTO ANTÓNIO JUNTO A BARCELOS

N 10 TERESA ANNES DE VILASBOAS filha de João Gonçalves Vilasboas N 9 do § 1. Casou com João Pais o velho Sr. do Reguengo da Várzea junto da vila de Barcelos a quem o Rei D. Afonso V na cidade de Toro, em 10 de Abril de 1446 deu vários privilégios para ele, e seus criados, os quais privilégios lhe confirmou El Rei D. Manuel em 30 de Maio de 1499 cuja carta de Privilégios se acha na Torre do Tombo nos Livros da Chancelaria do Rei D. Manuel N 16 fl. 74 na qual Carta de privilégios diz ser João Pais Escudeiro Fidalgo, e criado de Pero de Sousa da Casa de D. Afonso V como vi da cópia dos ditos privilégios que se passou a Alexandre Machado Pais de Araújo Gayo de Valença do Minho a 25 de Agosto de 1786; teve João Pais muitas dúvidas com Álvaro Pinheiro Alcaide Mor de Barcelos, que matou alguns criados, era fº. de Gomes Pais de Barros no ttº. de Carneiros § 61 N 14. Alguns confundem este João Pais, com João Pais casado com Maria Gonçalves Vilasboas no § 8 N 9 Instituidor do Morgado do Hospital Velho de Viana mas além de João Pais o Velho acima não constar nunca assistir em Viana, mas na quinta de Santo António junto a Barcelos, sendo seu fº. mais velho Pedro Annes Pais, passaria aquele Morgado a este, e não a Bento Pais, portanto este supomos fº. do posto no § 8 N 9, teve Teresa Annes do dito João Pais o Velho 11 Pedro Annes Pais Sr. do Reguengo de Várzea, e quinta de Santo António junto a Barcelos como consta do Tombo do Julgado de Neiva fl. 23. Casou com Catarina de faria filha de Brás de faria, e Catarina Afonso Coelho c.g. no ttº. de Farias § 23 N 8. 11 D. Maria Pais casada com João Gonçalves de Alpuim fº. de Lopo de Alpuim c.g. no ttº. de Alpuins § 2 N 16 11 Bento Pais que alguns lhe dão Sr. do Morgado do Hospital Velho de Viana, o que não seguimos no § 89 Casou 2ª vez Teresa Annes Vilasboas com Fernão Afonso Campelo fº. de Afonso Fernandes Campelo no ttº. de Campelos § 14 N 6 o que só vimos num ttº. de Campelos, e o que não constava das memórias desta vila, e o seguem seus descendentes.

§ 43
N 11 ÁLVARO DE VILASBOAS DA ROCHA fº. de Jacome de Vilasboas N 10 do § 9. Casou com D. Juliana da Rocha filha de Diogo Barbosa, e Gracia Garcia 12 Diogo da Rocha Barbosa mor. de Epistola 12 Jacome de Vilasboas da Rocha casado em Viana s.g. 12 D. Gracia da Rocha Barbosa s.n. 12 D. Isabel 12 D. Ana 12 D. Maria todas s.g.

§ 44
N 16 D. JERÓNIMA DE AZEVEDO ALPOIM filha da 2ª m.er de Simão de Vilasboas N 15 do § 2. Casou com Gaspar Mendes de Carvalho fº. de Francisco de Carvalho, Cavaleiro da Ordem de Cristo, e sua m.er D. Clara 17 O Dr. Simão de Vilasboas 17 Francisco Xavier de Alpoim casado com D. Eufrásia da Rocha no ttº. de Barretos § 1 N 7 s.g. 17 D. Brites da Silva Alpoim casada com Pedro de Alpoim da Silva Fidalgo da Casa Real fº. de Luís de Alpoim da Silva Fidalgo da Casa Real, e D. Ana sua m.er c.g. no ttº. de Aranhas § 67 N 15

N 17 FRANCISCO XAVIER DE ALPOIM DE CARVALHO fº. de D. Jerónima de Azevedo de Alpoim N 17. Casou com D. Eufrazina Luciana da Rocha filha de João Lobo Sotomaior, e sua m.er D. Doroteia Prudência no ttº. de Barretos § 1 N 6 18 João Lobo Sotomaior s.g.

§ 45
N 12 HELENA DE VILASBOAS filha de Gonçalo Álvares Vilasboas N 11 do § 13. Casou em Viana com Sebastião Dias Barretes ou Sebastião Dias Barreto como diz uma arvore dos Sr.es de Ayró 13 Brites Dias Vilasboas 13 Catarina Dias Vilasboas § 46 13 Isabel Dias Vilasboas § 47 13 Justa Dias Vilasboas § 48 13 Maria Dias Vilasboas § 49 13 Ana Dias Vilasboas § 53 N 13 BRITES DIAS VILASBOAS filha de Helena Vilasboas N 12. casou em Barcelos com Sebastião Correia 14 O Padre Manuel Correia Vilasboas 14 Inês Correia Vilasboas s. estado 14 Helena de Vilasboas N 14 HELENA DE VILASBOAS filha de Brites Dias Vilasboas N 13. Casou em Barcelos com Manuel da Maia 15 O Dr. Gaspar Correia da Maia 15 Maria da Esperança freira no Vale 15 António Correia Vilasboas N 15 O DR. GASPAR CORREIA DA MAIA fº. de Helena Vilasboas N 14.

§ 46
N 13 CATARINA DIAS VILASBOAS filha de Helena de Vilasboas N 12 do § 45. Casou com Francisco Lopes Reales 14 Maria Lopes Vilasboas m.er de Gonçalo Machado s.g. 14 O Dr. João Lopes Vilasboas N 14 O DR. JOÃO LOPES VILASBOAS fº. de Catarina Dias Vilasboas N 13. Casou em Lisboa com Luísa de Sousa de Azevedo 15 O Dr. belchior de Sousa N 15 O DR. BELCHIOR DE SOUSA fº. de João Lopes N 14 servia de Dz.or da Bahia em 1703. Casou ............................ filha de Francisco Álvares da Silva natural da cidade do Porto, e sua m.er Isabel Lopes natural da Bahia 16 Silvestre de Sousa Vilasboas.

§ 47
TORRE VELHA NA FREGUESIA DE LOURO

N 13 ISABEL DIAS VILASBOAS filha de Helena de Vilasboas N 12 do § 45 foi 1ª m.er de António Álvares do Vale fº. de Pedro Álvares Sr. da Casa da Torre Velha da freguesia de Louro, e sua m.er Isabel Rodrigues de que falamos no ttº. de Vales § 10 N 1 14 Pedro Álvares ajudante de ............................ 14 O Padre António de Vilasboas Vigário de Barcelinhos - § 59 14 O Cap.am Simão de Vilasboas assistente no Brasil 14 Maria de Vilasboas 14 Custódio Álvares do Vale casado no Maranhão

N 14 MARIA DE VILASBOAS filha de Isabel Dias Vilasboas N 13. Casou com Manuel de Matos Alferes de Infantaria fº. de Manuel António de Medela e Maria de Matos no ttº. de Medelas § 31 N 4 e § 33 N 5. Receberam-se na Vila de Barcelos a 25 de Novembro de 1646 onde declaram os pais 15 Silvestre de Vilasboas 15 Isabel de Vilasboas § 56 15 Maria Madalena de Vilasboas § 55 N 15 SILVESTRE DE VILLASBOAS fº. de Maria de Vilasboas N 14 assistiu no Maranhão. Casou com D. Isabel de Morais 16 Xavier 16 Alexandre 16 Maria.

§ 48
CASA DO AVELAR, EM BRAGA

N 13 JUSTA DIAS VILASBOAS filha de Helena de Vilasboas N 12 do § 45. Casou em Barcelos com António Gomes 14 António Gomes Vilasboas s.n. 14 Manuel Gomes Vilasboas N 14 MANUEL GOMES VILASBOAS fº. de Justa Vilasboas N 13 (Instituiu Manuel Gomes uma Capela que nomeou em sua neta Benta Gracia que se acha no Livro do registo da Matriz desta vila a fls. 34). Casou em Barcelos com Ana Lopes 15 Maria Gomes N 15 MARIA GOMES filha de Manuel Gomes Vilasboas N 14. Casou com Paulo Gracia de Carvalho (era este Paulo Gracia irmão de Maria Gracia de Carvalho m.er de Pedro da Costa de Amorim no ttº. de Farias § 32 N 13) que escreveu o Tombo da Casa de Bragança; receberam-se em Barcelos a 8 de Maio de 1672 onde declaram os pais de ambos, fº. o dito Paulo Gracia de Manuel Álvares e sua m.er Catarina Gracia veja-se ttº. de Farias 16 Benta Gracia de Carvalho N 16 BENTA GRACIA DE CARVALHO filha de Maria Gomes N 15 foi 1ª Administradora do Morgado Instituído por Jerónimo Lopes Reitor de Rio Mau (consta da Instituição Registada no Livro de Registo da Matriz desta vila a fl. 33). Casou com o Dr. Luís Fernandes Seixas, recebidos a 22 de Outubro de 1691 na vila de Barcelos onde declaram os pais ele fº. de Manuel Lourenço, e sua m.er Maria Francisca da freguesia de S. Marta termo de Viana 17 D. Inácia Teresa Vilasboas que foi H. casada com Francisco Jacome de Sousa Sr. da Casa do Avelar em Braga c.g. no ttº. de Jacomes § 2 N 11.

§ 49
N 13 MARIA DIAS VILASBOAS filha de Helena de Vilasboas N 12 do § 45. Casou em Viana com Inácio Dias 14 João Dias Vilasboas s.g. 14 Gaspar Dias Pais 14 Antónia de Vilasboas § 50 14 Maria de Vilasboas § 52 N 14 GASPAR DIAS PAIS fº. de Maria Dias Vilasboas N 13. Casou em Viana com Maria Mendes 15 Manuel Carnoto Vilasboas Cónego na Colegiada de Viana 15 Fr. Francisco dos Anjos na Ordem de S. Domingos Lente de Prima 15 João Carnoto Vilasboas casou no Brasil vivia em 1703 15 Maria Mendes Vilasboas 15 Fr. Silvestre, Domenico N 15 MARIA MENDES VILASBOAS filha de Gaspar Dias Pais N 14. Casou em Viana com o Cap.am João Carvalho vivia em 1703. 16 Manuel Carnoto de Vilasboas Cónego em Viana

16 Fr. João da Ordem de S. Bento 16 Francisco 16 Rosa 16 Antónia 16 Simão da Ordem de S. Bento.

16 Bernarda

§ 50
N 14 ANTÓNIA DE VILASBOAS filha de Maria Dias Vilasboas N 13 do § 49. Casou em Viana duas vezes. A 1ª com João Álvares Viana 15 Francisco de Vilasboas s.n. Casou 2ª vez com António Gomes da Silva 15 Inácio Gomes, Clérigo 15 Roque Gomes Pais 15 Maria da Costa Vilasboas § 51 N 15 ROQUE GOMES PAIS fº. de Antónia de Vilasboas N 14. Casou em Lisboa com D. Clara Maria 16 José.

§ 51
N 15 MARIA DA COSTA VILASBOAS filha de Antónia de Vilasboas N 14 do § 50. Casou em Viana com António Gonçalves Ramos 16 António de Vilasboas, Clérigo 16 Francisco de Vilasboas, Clérigo (viviam em 1703).

§ 52
N 14 MARIA DE VILASBOAS filha de Maria Dias Vilasboas N 13 do § 49. Casou com Diogo Gonçalves Ramos 15 Catarina de Vilasboas N 15 CATARINA DE VILASBOAS filha de Maria de Vilasboas N 14 vivia casada em Viana em 1703 com o Dr. António Ribeiro da Silva 16 Luís Ribeiro, Alferes de Cavalaria em 1710.

§ 53
N 13 ANA DIAS VILASBOAS filha de Helena de Vilasboas N 12 do § 45. Casou com Francisco de Aguiar 14 Manuel de Vilasboas, Clérigo 14 João de Vilasboas N 14 JOÃO DE VILASBOAS fº. de Ana Dias Vilasboas N 13 foi formado. Casou com Jerónima da Costa 15 Madalena 15 António 15 João da Costa Vilasboas N 15 JOÃO DA COSTA VILASBOAS fº. de João de Vilasboas N 14 (foi João da Costa Proprietário de um ofício do Geral de Barcelos, e Cap.am de Auxiliares). Casou com Ursula dos Santos filha de Domingos Álvares do Vale e sua m.er Catarina dos santos no ttº. de vales § 10 N 3 16 João Jerónimo foi Vereador em Barcelos s.g. 16 Luís 16 Tomásia, s.g. 16 João freire de Andrade passou as Minas 16 Joana Teresa Vilasboas N 16 JOANA TERESA VILASBOAS filha de João da Costa N 15. Casou com Paulo Joaquim Pereira Velho fº. de Francisco Pereira Velho que foi Vereador em Barcelos e sua m.er Maria de Faria, neto

paterno de Francisco Pereira Velho Cap.am Mor de .......................... e sua m.er D. Susana Barbosa neste ttº. § 36 N 18 17 Baltazar ausente s.m.n. procedeu mal 17 João Tomás Mestre Vilasboas § 57 17 D. Maria Isabel de Faria Vilasboas § 58.

§ 54
N 10 CATARINA ANNES VILASBOAS filha de João Gonçalves Vilasboas N 9 do § 1, casou com Manuel Velho, Morgado de Balão 11 Brites de Vilasboas N 11 BRITES DE VILASBOAS filha de catarina Annes N 10 casou com Pedro da Fonseca fº. de Manuel da Fonseca, e sua m.er Violante de Faria (o ttº. de Farias N 8 N 9 § 28 encontra esta ascendência) 12 Manuel Velho casado com Antónia Pinheiro 12 Gaspar da Fonseca pai de António Velho Abade de Vila Chão.

§ 55
N 15 MARIA MADALENA DE VILASBOAS filha de Maria de Vilasboas N 14 do § 47 casou com o L.do João da Fonseca, fº. de António da Fonseca, e Ana Antónia, receberam-se na vila de Barcelos aso 23 de Julho de 1679 onde declaram os pais 16 Manuel António da Fonseca N 16 MANUEL ANTÓNIO DA FONSECA fº. de Maria Madalena de Vilasboas N 15 serviu os Lugares de Letras e foi Juíz de Fora de ................................ Casou com D. Angélica Monteiro natural de Lisboa filha de Manuel Carvalho do Couto de Vimieiro, e sua m.er Páscoa Maria filha esta de Manuel Monteiro de Barros médico em Chaves, e sua m.er Inês Pereira filha esta de Domingos Pereira e Inês Dias, e Manuel Monteiro era fº. de Belchior Monteiro, e sua m.er Isabel Gonçalves de Carapecos 17 D. Crecencia da Fonseca Vilasboas m.er de Paulo da Costa Botelho c.g. no ttº. de Costas § 169 N9 17 D. Rosa 17 D. Josefa, recolhida, e hoje freira em Lisboa 17 D. benta 17 João Barnabé da Fonseca, Proprietário de um ofício de escrivão na ouvidoria teve B.

§ 56
N 15 ISABEL DE VILASBOAS filha de Maria de Vilasboas N 14 do § 47 casou com Miguel Correia fº. de Manuel Correia e sua m.er Maria Dias; receberam-se aos 13 de Abril de 1681 declaram os pais 16 Manuel da Costa Correia N 16 MANUEL DA COSTA CORREIA fº. de Isabel de Vilasboas N 15 casou com Mariana Leite de Faria 17 António 17 João.

§ 57
N 17 JOÃO TOMÁS MESTRE VILASBOAS fº. de Joana Teresa Vilasboas N 16 do § 53. Casou com Inácia Maria de Gouveia filha de Manuel da Fonseca, sapateiro em Barcelos, e sua m.er Antónia de Gouveia esta dizem que filha B. de Francisco de Gouveia e de sua amiga Maria .............. da freguesia de Chorente no ttº. de Gouveias 18 Manuel José de Faria Vilasboas 18 Bento ............................, ausente no Brasil 18 Maria Joaquina morreu s.g. 18 Crecencia de .............................. m.er de Manuel Eusébio de Andrade fº. de João de Andrade o Gaiolas músico, e escrevente em Barcelos c.g. no ttº. de Andrades § ... N ... teve 19 João ...................................

§ 58
N 17 D. MARIA ISABEL DE FARIA VILASBOAS filha de Joana Teresa Vilasboas N 16 do § 53. Casou com André de Barros da Vila de Esposende Sr. da Casa do Rego fº. de Felix Gaspar 18 Manuel Felix 18 Francisco 18 Joaquim, muito pobre 18 António, o mesmo.

§ 59
FELGUEIRAS GAYOS

N 14 O PADRE ANTÓNIO ÁLVARES VILASBOAS fº. de Isabel Dias Vilasboas N 13 do § 47, foi Vigário da freguesia de Barcelinhos extra muros da vila de Barcelos, foi chamado o Caruncho por falar com uma mulher chamada Caruncha por ser muito picada das bexigas; teve de Ana Ferreira filha B. de um dos Sr.es da Casa de Argemil pelo que lhe deram umas casas na Rua das Velhas desta vila; chamou-se o dito Padre António pelos muitos filhos e netos que teve Carneiro da Semente 15 Maria Ferreira Teve de Maria da freguesia de Louro, solteira 15 Maria de Vilasboas § 73 Teve de Maria Vaz, solteira 15 António de Vilasboas § 72 Teve de Maria Esteves mulher solteira 15 João de Vilasboas § 60 15 António de Vilasboas § 66 15 Joana de Vilasboas § 63 Teve de Santas de Barros, mulher solteira 15 O Dr. João de Vilasboas casado com Luísa Soares, e teve 16 O Dr. Lourenço Soares Vilasboas, e teve 17 N. ................................................. N 15 MARIA FERREIRA filha do Padre António de Vilasboas N 14 teve de Francisco de Gouveia Mendanha da principal nobreza de Barcelos fº. de André de Gouveia Mendanha que serviu os Lugares de Letras e sua m.er D. Maria d Azevedo Franca no ttº. de Gouveias § 14 N 16 ttº. de Mendanhas § 14 N 7 16 José de Gouveia Mendanha N 16 JOSÉ DE GOUVEIA MENDANHA fº. de Maria Ferreira N 15 foi reconhecido por seu pai, serviu de Vereador em Barcelos e Juíz pela ordenação. Casou com D. Francisca Felgueira de Valadares Gayo filha do Cap.am Carelos Ferreira de Macedo, e sua m.er Briolanja Felgueira Gayo no ttº. de Gayos .................. 17 D. Antónia Maria Felgueira Gayo 17 D. Ana Maria de Gouveia m.er de seu parente João Pinheiro de Mendanha no ttº. de Farias s.g. 17 D. Angela Micaela s.g. 17 D. Maria 17 D. Luísa s.g. N 17 D. ANTÓNIA MARIA FELGUEIRA GAYO filha de José de Gouveia Mendanha N 16, foi Srª. da Casa de seu pai. Casou com seu primo Nicolau da Costa Correia Juíz dos Órfãos em Barcelos Proprietário dos ofícios de Inquiridor, Contador e Distribuidor da Ouvidoria, fº. de Manuel Álvares da Fonseca Proprietário dos mesmos ofícios, e sua m.er Benta Correia no ttº. de vales § 11 N 4 e no ttº. de Regos 18 Manuel José da Costa Felgueira Gayo, que ordenou este e outros muitos títulos de Famílias 18 Pedro de Gouveia Mendanha leu no Dz.or do Paço 18 André da Gouveia Mendanha.

§ 60
N 15 JOÃO DE VILASBOAS fº. do Padre António Álvares Vilasboas N 14 do § 59. Casou com Maria da Costa 16 Francisco José de Vilasboas Secretário do Sr. D. Gaspar Arcebispo de Braga, e Cónego na Sé da dita cidade 16 Maria Angélica de Vilasboas 16 Manuel da Costa Vilasboas § 61

16 Mariana Josefa Vilasboas § 62 N 16 MARIA ANGÉLICA DE VILASBOAS filha de João de Vilasboas N 15. Casou com Manuel da Fonseca da freguesia de Moure 17 O Dr. João José de Vilasboas casado com D. Antónia de ............................ s.g. 17 Rosa N 17 ROSA DE .......................................... filha de Maria Angélica N 16. Casou com João Martins c.g.

§ 61
N 16 MANUEL DA COSTA VILASBOAS fº. de João de Vilasboas N 15 do § 60 foi para o Brasil onde casou com D. Quitéria Inácia da Gama 17 José Basílio da Gama Oficial da Secretaria de Estado muito bem instruído, e poeta 17 António Caetano, formado, e na América Abade de ......................... 17 .......................................

§ 62
N 16 MARIANA JOSEFA VILASBOAS filha de João de Vilasboas N 15 do § 60. casou com António dos Santos que foi boticário nesta vila 17 Francisco José de Vilasboas Escrivão das Egoas nesta vila 17 João Jerónimo Vilasboas N 17 JOÃO JERÓNIMO VILASBOAS fº. de Mariana Josefa N 16. Casou no Brasil com Maria de Vilasboas 18 João de Vilasboas.

§ 63
N 15 JOANA DE VILASBOAS filha do Padre António Álvares Vilasboas N 14 do § 59. Casou com Domingos Lopes fº. de Domingos Martins, e Maria ou Ana Lopes foram dotados pelo dito Padre António Álvares e sua amiga Maria Esteves da Nota de Durão de 19 de Junho de 1678 16 Manuel de Vilasboas segue 16 Maria Madalena de Vilasboas § 64 16 Escolástica de Vilasboas § 65 16 João Lopes casado com Luísa dos Santos c.g. N 16 MANUEL DE VILASBOAS fº. de Joana de Vilasboas N 15. Casou com Josefa Ferreira 17 Ana Maria 17 O Padre João Baptista Vilasboas Clérigo morreu em Lisboa 17 Manuel Gomes Vilasboas casado com Ana Maria c.g. 17 Maria Luísa N 17 MARIA LUÍSA VILASBOAS filha de Manuel de Vilasboas N 16. casou com António Carneiro 18 Ana, vive em 1792.

§ 64
N 16 MARIA MADALENA VILASBOAS filha de Joana de Vilasboas N 15 do § 63. Casou com Manuel Fernandes 17 Perpétua de Vilasboas N 17 PERPÉTUA DE VILASBOAS filha de Maria Madalena N 16 teve do Padre Luís Machado da freguesia de S. Paio do Carvalhal 18 Genebra Rosa Vilasboas Casou Perpétua de Vilasboas com Amaro da Silva s.g. N 18 GENEBRA ROSA VILASBOAS filha B. de Perpétua de Vilasboas N 17. Casou com Hipólito de Oliveira Pontes

19 José António de Vilasboas, ausente 19 O Padre Manuel José de Vilasboas Clérigo e Sacristão da Colegiada de Barcelos 19 André José de Vilasboas, ausente 19 Perpétua 19 Maria 19 Teresa de Vilasboas que andando amancebada com José da Costa de Mendanha Sr. do Morgado de S. Francisco desta Vila, Tenente Coronel de Melicias do Regimento desta Vila fº. de Manuel da Costa de Carvalho, e sua m.er D. Maria Isabel no ttº. de Costas ..................... a recebeu em segredo no oratório de sua casa desta vila pelas onze horas da noite do 1º de Maio de 1805 cujo recebimento veio fazer ao mesmo oratório o Vigário de Barcelos, testemunhas o Neto Capateiro, e o cunhado do Tarrozo Tendeiro por dispensa do Arcebispo (( 19 José António de Vilasboas casado com .................. teve 20 Evaristo de Vilasboas Sarmento casado com .............. e teve 21 D. Susana Vilasboas casada com Rodrigo Veloso Advogado em Barcelos)) - 22.

§ 65
N 16 ESCOLÁSTICA DE VILASBOAS filha de Joana de Vilasboas N 15 do § 63. Casou com Custódio da Costa 17 Manuel de Vilasboas 17 Dâmaso de Vilasboas c. .....................................

§ 66
N 15 ANTÓNIO DE VILASBOAS fº. do Padre António de Vilasboas N 14 do § 59. casou com Domingas Gomes 16 Teresa de Vilasboas § 69 16 António de Vilasboas 16 Maria de Vilasboas § 70 16 Manuel Gomes Vilasboas § 71 16 Joana de Vilasboas c.c. ..................................... s.g. N 16 ANTÓNIO DE VILASBOAS fº. de António de Vilasboas N 15 foi Proprietário de um ofício do Geral de Barcelos. Casou com Joana Teresa 17 José António de Vilasboas N 17 JOSÉ ANTÓNIO DE VILASBOAS fº. de António de Vilasboas N 16 foi Proprietário do Ofício de seu pai. Casou com Maria Josefa filha de José Pires Porteiro nesta vila que eu conheci 18 José António de Vilasboas 18 Manuel de Vilasboas § 67 18 O Padre António de Vilasboas 18 Constantino de Vilasboas 18 Ana de Vilasboas § 68 (Casou José António de Vilasboas 2ª vez com .................................... e teve 18 .......................................) 18 .......................................) N 18 JOSÉ ANTÓNIO DE VILASBOAS fº. de José António Vilasboas N 17. Casou com ................ filha de Francisco José da Silva que serviu de Escrivão dos órfãos, e sua m.er Teresa dos Reis c.g.

§ 67
N 18 MANUEL DE VILASBOAS fº. de José António de Vilasboas N 17. Casou com ................... fº. do Dr. Manuel Gomes Figueiredo e sua m.er Escolástica ............................... filha de José Pires que foi Porteiro nesta vila c.g.

22

Nota dos Editores – O texto dentro de parênteses duplo não é de letra de Felgueiras Gayo.

§ 68
N 18 ANA DE VILASBOAS filha de José António de Vilasboas N 17 do § 66 casou na freguesia de Barcelinhos com Domingos da Silva Brandão que contratava em Ferro c.g.

§ 69
N 16 TERESA DE VILASBOAS filha de António de Vilasboas N 15 do § 66. Casou com ........................ 17 José António de Vilasboas.

§ 70
N 16 MARIA DE VILASBOAS filha de António de Vilasboas N 15 do § 66. Casou com Domingos da Costa 17 Maria Josefa N 17 MARIA JOSEFA filha de Maria de Vilasboas N 16. Casou com Manuel da Costa.

§ 71
N 16 MANUEL GOMES VILASBOAS fº. de António de Vilasboas N 15 do § 66. Casou com D. Inácia Quitéria 17 D. Ana Joaquina de Almeida N 17 D. ANA JOAQUINA DE ALMEIDA filha de Manuel Gomes Vilasboas N 16. Casou com Nicolau António 18 Manuel Jacinto 18 Joaquim José 18 António Joaquim.

§ 72
N 15 ANTÓNIO DE VILASBOAS fº. do Padre António Álvares Vilasboas N 14 do § 59. casou com Maria da Cunha sua 2ª m.er filha de Manuel João dos Santos e sua m.er, do Salvador do Campo, receberam-se em Barcelos aos 17 de Março de 1683 15 Manuel da Cunha Vilasboas N 16 MANUEL DA CUNHA VILASBOAS fº. de António de Vilasboas N 15 foi tamanqueiro. Casou com Maria Antónia 17 O Padre Manuel da Cunhas Vilasboas 17 O Padre André da Cunha 17 Gracia Josefa m.er do Dr. Luís Manuel Lamedo s.g. 17 Antónia da Cunha m.er de Constantino de .................... s.g. Instituidora de um Legado nos Terceiros desta vila.

§ 73
N 15 MARIA DE VILASBOAS filha do Padre António Álvares Vilasboas N 14 do § 59. Casou com António Domingues 16 Maria de Vilasboas s.g. 16 João de Vilasboas 16 Miguel de Vilasboas § 74 16 bento de Vilasboas § 75 16 Josefa de Vilasboas s.g. N 16 JOÃO DE VILASBOAS fº. de Maria de Vilasboas N 15. Casou com Maria Rodrigues Fontes 17 O Padre Francisco de Vilasboas 17 Ana 17 Luísa 17 Mariana.

§ 74
N 16 MIGUEL DE VILASBOAS fº. de Maria de Vilasboas N 15 do § 73. Casou com D. Brites da Penha 17 O Padre Felipe de Vilasboas 17 João de Vilasboas N 17 JOÃO DE VILASBOAS fº. de Miguel de Vilasboas N 16. Casou com D. Josefa Moreira Leme 18 João 18 D. Maria.

§ 75
N 16 BENTO DE VILASBOAS fº. de Maria de Vilasboas N 15 do § 73. Casou ......................................... 17 Pedro de Vilasboas, Guarda Mor 17 Maria 17 Silvestre.

§ 76
N 14 FRANCISCO DE VILASBOAS fº. de Estácia da Costa N 13 do § 13 (chamado o Mouco). Casou com Isabel Barbosa de Viana 15 Madalena Soares Vilasboas casada com Felipe Pereira de Magalhães Cavaleiro da Ordem de Cristo fº. de Gracia de Brito Lemos e Felipe Pereira de Magalhães c.g. no ttº. de Pontes Ledos § 12 N 12 digo ttº. de Passos de Probem § 31 N 19 c.g.

§ 77
N 11 BRITES DIAS VILASBOAS filha de Diogo Gonçalves Vilasboas N 10 do § 8. Casou com António Ferreira ou Fernandes 12 Catarina Antónia Vilasboas casada com Leonardo de Sá filho de Afonso da Rocha c.g. no ttº. de Jacomes § 14 N 4.

§ 78
N 12 PEDRO DA COSTA fº. de Catarina Dias Vilasboas N 11 do § 26 chamaram-lhe o grande não sabemos a razão. Casou com Isabel Vaz 13 Domingos da Costa que deixou tudo a seu sobrinho Domingos Fernandes da Costa no ttº. de Azevedos § 27 N 22 13 Pedro da Costa 13 João da Costa 13 Antónia da Costa m.er de Pedro Álvares da Veiga c.g. nos Veigas § 8 N 7 vai nos Veigas § 9 N 13 PEDRO DA COSTA fº. de Pedro da Costa N 12 foi Sr. da Casa de seu pai, Cap.am de Arcos, e S. Cosmado. Casou ................................... 14 António Pinto da Costa tirou Brasão em 1588 14 Domingos da Costa foi 3º avô de João Cabral de Vasconcelos 14 Maria da Costa m.er de Francisco Fernandes de Azevedo fº. de Fernando Álvares de Azevedo c.g. no ttº. de Azevedos § 27 N 21.

§ 79
N 15 ISABEL DA ROCHA filha de Ana de Barros N 14 do § 39. Casou com João Maciel da Guarda, Cavaleiro da Ordem de Cristo, fº. de Gonçalo Maciel da Guarda, e Ana Caminha 16 Francisco da Rocha Maciel casado com D. Catarina Pinheiro filha de José da Costa e Brites Pinheiro s.g. Casou 2ª vez Isabel da Rocha com Miguel Bezerra de Barros fº. de João Bezerra de Barros e Maria de Araújo s.g.

§ 80
N 16 GRACIA DE CARVALHO filha B. de Paulo de Carvalho N 15 do § 35. Casou com Gonçalo Barbosa de Miragaia, junto ao Porto 17 João Barbosa N 17 JOÃO BARBOSA fº. de Gracia de Carvalho N 16. Casou 1ª vez com Maria Pedrosa filha de Domingos de Oliveira e Antónia Pedrosa, receberam-se em Barcelos aos 8 de Abril de 1664 18 Manuel Barbosa que casou com Ana Maria Correia filha de Domingos Rodrigues e Gracia Correia que foi 2ª m.er do dito João Barbosa contra vontade dos parentes dela Casou 2ª vez João Barbosa com a dita Ana Correia filha de Domingos Rodrigues e sua m.er Gracia Correia 19 Ambrósio Barbosa casado com D. Josefa de Sousa de Meneses.

§ 81
N 15 VICTOR BARRETO PERDIGÃO fº. de António Barreto Perdigão N 14 do § 20. Casou com D. Isabel Botelho filha de D. Nuno Álvares Botelho Sr. da Casa da Azenha em Poiares e D. Luísa de Moura no ttº. de Mendanhas § 61 N 8 16 D. Vitória Isabel Barreto Vilasboas H. casada com seu tio Bernardo Barreto Perdigão fº. de António Barreto Perdigão neste ttº. § 20 N 15.

§ 82
DE BRAGA

N 10 BRITES GONÇALVES VILASBOAS filha de Pedro Gonçalves Vilasboas, dizem seus descendentes no § 22 N 9 mas é mentira pelo que digo na Nota 23. Casou com Sebastião Álvares que era ferrador no Campo dos Remédios na cidade de Braga que tinha sepultura no hospital de Braga onde está sepultado, fº. de Álvaro Annes do Lugar da Ribeira termo de Braga e sua m.er Branca Annes veja-se o ttº. de Barros § 38 sub. N 19 11 João de Vilasboas que foi cirurgião do Hospital de Braga que foi o que fez a receita para a cura do Galico no ano de 1641 que curando nas partes pudendas a D. Catarina de Magalhães veio casar com ela que era filha de João de Magalhães machado, e D. Ana de Barros no ttº. de Barros § 38 N 8 c.g.

§ 83
N 13 BENTO BARBOSA fº. de Álvaro Barbosa N 15 do § 32. Casou em Forjaens com D. Francisca Jacome filha de D. Francisca de Barros havida em Baltazar Jacome no ttº. de Farias § 47 N 12 14 D. Gracia Barbosa de Faria Jacome casada com Francisco Ferros da freguesia de S. Marinha ver este § 33 e diz que teve 15 Roque Ferros casado no Couto de Capareiros na quinta de ................... corre no dito § 33 retro.

§ 84
N 17 D. JOSEFA DE BARROS filha de Manuel de Barros Rego N 16 do § 37 casou com José Bernardo de Araújo de Azevedo irmão de seu cunhado Joaquim José Fidalgo da Casa Real; levou a dita D. Josefa a Casa de seu pai em que assiste filhos os ditos de Amaro José de Azevedo Fidalgo da Casa Real e Sr. da Casa da Passagem e sua m.er D. Vicência, ou Maria Teresa de Sá no ttº. de Araújos § 224 N 27 18 Fr. António, Frade Bernardo 18 Joaquim de Azevedo de Araújo da Gama 18 D. Maria 18 D. Ana
23

Não pode ser este Pedro Gonçalves o do § 22 pois o pai desta Brites Gonçalves era Pedro Gonçalves ferrador, e sua m.er Brites Gonçalves pois no ano de 1556 possuía o casal do Largato prazo do Cabido da Sé de Braga na freguesia de S. Victor Pedro Gonçalves ferrador e sua m.er Brites Gonçalves o qual dividiu em duas filhas a 1ª chamada Brites Gonçalves casada com Sebastião Álvares também ferrador, e a 2ª Helena Fernandes casada com Belchior Pires como consta da Nota Geral de Braga de 7 de Fevereiro de 1566.

N 18 JOAQUIM DE AZEVEDO fº. de D. Josefa de Barros N 17 é Sr. da quinta de Gence em Refoios de Basto, Fidalgo da Casa Real. Casou com D. Maria Joaquina de Araújo da vila dos Arcos por dote, e H. de seus pais filha de João Luís de Araújo Cap.am das Ordenanças e sua m.er Antónia Maria Mendes da freguesia de S. Jorge termo dos Arcos 19 Gaspar 19 D. Angélica s.g. 19 D. Maria Engrácia justa a casar com Gonçalo de Barros com quem casou seu primo no ttº. de Araújos § 463 N 29 19 D. Ana s.g. N 19 GASPAR DE AZEVEDO fº. de Joaquim de Azevedo N 18 é Fidalgo da Casa Real. Casou no Porto com D. Emília Barreto de Franca sobrinha de José Diogo Barreto e filha de seu irmão natural Martim Afonso Barreto Deputado da Companhia, e sua herdeira e de sua amiga (ver Cost. do nº. 162 vº. do Tomo 4) 20 José Maria 20 Martim Afonso 20 Gaspar 20 Joaquim 20 Aleandre 20 Vasco 20 D. Maria 20 D. Mª. casada nos Arcos com Gomes da Costa Coronel de Melicias.

§ 85
N 9 DIOGO GONÇALVES VILASBOAS fº. de Gonçalo Domingues Vilasboas N 8 do § 1. Casou .......... 10 Gonçalo Domingues de Vilasboas 10 Leonor de Vilasboas 10 Isabel de Vilasboas 10 Ana Domingues de Vilasboas m.er de Paio Rodrigues de Araújo, Sr. da quinta da Arca em Turiz fº. de Fernão Rodrigues de Araújo e neto de Paio Rodrigues de Araújo o Cavaleiro N 10 GONÇALO DOMINGUES DE VILASBOAS fº. de Diogo de Vilasboas N 9. Casou ......................... 11 António de Vilasboas Beneficiado em S. Marinha de Lisboa 11 Maria de Vilasboas 11 Felipa de Vilasboas m.er de Diogo Heredea mas isto é erro no § 41 N 11 MARIA DE VILASBOAS filha de Gonçalo de Vilasboas N 10. Casou com Fernão Velho d Araújo da quinta da Arca 12 Ana de Araújo N 12 ANA DE ARAÚJO filha de Maria de Vilasboas N 11. Casou com António Soares do Ribeiro de Turiz de que se fez Inventário em 1627 13 Paio Rodrigues de Araújo N 13 PAIO RODRIGUES DE ARAÚJO fº. de Ana de Araújo N 12 casou com D. Ana de Alvim c.g.

§ 86
OUTROS

N 1 GASPAR DE VILASBOAS não sabemos de quem foi filho, só que era de Barcelos e foi para Lisboa onde casou com Mécia de Magalhães e teve 2 Jerónimo de Vilasboas N 2 JERÓNIMO DE VILASBOAS fº. de Gaspar de Vilasboas N 1. Casou com Maria da Silva 13 André de Vilasboas N 3 ANDRÉ DE VILASBOAS fº. de Jerónimo de Vilasboas N 2. Casou com Leonor da Cunha 4 Gonçalo Vaz Vilasboas N 4 GONÇALO VAZ VILASBOAS fº. de André de Vilasboas N 3 foi Executor da Alfândega de Lisboa, Moço da Câmara e com Guarda Roupa do Rei D. João III e não quis nunca outro foro. Casou com D. Mécia Madeira 5 Pedro Vaz Vilasboas

5 Agostinho da Cunha Vilasboas Dz.or da Casa da Suplicação e Cavaleiro da ordem de Cristo c.c. sua sobrinha D. Bárbara Madeira abaixo N 6 N 5 PEDRO VAZ VILASBOAS fº. de Gonçalo Vaz N 4 militou em África, e foi à Índia cinco vezes por Cap.am de Diu e de Sofala, e Provedor da Fazenda, foi Comendador de Banhos de Setúbal da Ordem de S. Tiago, e Procurador da cidade de Lisboa. Casou com D. Justa de Magalhães filha de Gaspar de Magalhães 6 D. Bárbara Madeira N 6 D. BÁRBARA MADEIRA filha de Pedro Vaz Vilasboas N 5. Casou com seu tio Agostinho da Cunha Vilasboas acima 7 Francisco Vaz Vilasboas casado com D. Maria Pimentel de Macedo filha de Lopo Tavares de Sousa s.g. 7 Pedro Vaz Vilasboas N 7 PEDRO VAZ VILASBOAS fº. de D. Bárbara Madeira N 6. Casou em Aveiro com D. Maria de Albergaria filha de António Privado de Albergaria, e de catarina Godinho 8 Gonçalo da Cunha Vilasboas N 8 GONÇALO DA CUNHA VILASBOAS fº. de Pedro Vaz Vilasboas N 7. Casou com D. Maria de Barros e Melo filha de Francisco de Barros de Oliveira e D. Leonor Varela de Brito moradores na sua quinta da Ribeira de Litem junto de Pombal.

§ 87
N 14 PEDRO VAZ MANÇO fº. de Ana da Costa N 13 do § 26, foi em Barcelos Almoxarife do Duque D. Fernando, e degolado, e o tornou a ser o Duque D. Jaime. Casou com N. .............. de Vilasboas 15 Francisco Vaz Manço 15 ............................. Abade de Fragoso c.g. N 15 FRANCISCO VAZ MANÇO fº. de Pedro Vaz Manço N 14. Casou com Maria de Vilasboas 16 Domingos Vaz Manço Moço da Câmara e da toalha da Infanta D. Isabel viúva do Infante D. Duarte veio para Barcelos, e teve a parte da quinta da Breia.

§ 88
DE BRAGA

N 13 LEONOR LUÍSA DE VILASBOAS fº. de Gracia de Vilasboas N 12 do § 32. Casou com Manuel Dias Mercador em Braga 14 Maria de Vilasboas N 14 MARIA DE VILASBOAS filha de Leonor Luísa de Vilasboas N 13 casou com Manuel Vaz, Depositário Geral na cidade de Braga, irmão de Maria Vaz m.er de Francisco Ferreira Rendeiro de Adaufe dos Ferreiras Santaréns, filhos de Sebastião Rodrigues e Margarida Vaz 15 Jerónima de Vilasboas c.c. João Homem do Amaral fº. de Gracia de Vilasboas e seu marido Diogo da Costa Homem c.g. neste ttº. § 15 N 15 15 Angela de Vilasboas c.c. Alexandre da Fonseca fº. de Giraldo de Paiva Brandão e Antónia da Fonseca c.g. no ttº. de Paivas § 2 N 5.

§ 89
MORGADO DO HOSPITAL VELHO

N 10 BENTO PAIS fº. de Maria Gonçalves Vilasboas N 9 do § 8 e seu marido João Pais de Viana Instituidor do Morgado do Hospital Velho de Viana em 1468, outros o quiseram fazer fº. de Teresa Annes Vilasboas e seu marido João Pais Sr. da quinta de Santo António junto a Barcelos e do Reguengo da Várzea o que não seguimos, porque a ser assim sucederia Pedro Annes Pais fº. do dito João Pais Sr. da quinta de Santo António no Morgado do Hospital Velho, e não o que se lhe supõem irmão Matias ou Martim Pais, além do que não consta que o dito João Pais Sr. da quinta de Santo António casado com a dita Teresa Annes assistisse em Viana mas sempre na sua quinta de Santo António em que sucedeu o dito seu filho Pedro Annes Pais, e sucederia no Morgado, se seu pai fosse o Instituidor, sendo portanto aquele

João Pais, diferente do outro, foi Bento Pais Sr. do Morgado do Hospital Velho que seu pai Instituiu (Bento Pais foi Escudeiro Fidalgo como consta da Justificação abaixo) 11 Martim Pais N 11 MARTIM PAIS fº. de Bento Pais N 10 foi Sr. do Morgado do Hospital Velho de Viana (foi Escudeiro Fidalgo como consta da Justificação abaixo). Casou com Brites da Rocha filha de Fernão da Rocha, e Teresa de Prado ttº. de Calheiros § 3 N 11 12 Bento da Rocha Pais N 12 BENTO DA ROCHA PAIS fº. de Martim Pais N 11 foi Sr. do Morgado do Hospital Velho e foi um dos fundadores do Convento de S. bento de Viana, e Administrador da capela dos Reis Magos 24. Casou com ......................................... 13 António da Rocha Pais N 13 ANTÓNIO DA ROCHA PAIS fº. de Bento da Rocha Pais N 12 foi Sr. da Casa de seu pai. Casou com ....................................... 14 O Dr. Gaspar da Rocha Pais Dz.or em Braga onde foi Provisor do Arcebispo D. Frei Agostinho de Castro Instituiu o Morgado na freguesia de Deucriste em 3 de Maio de 1618 14 Catarina da Rocha Pais casada com Manuel Álvares Gaifar fº. de Gracia Gaifar c.g. no ttº. de Costas § 229 N 7.

§ 90
N 18 ROQUE FERROS PONCE DE LEÃO fº. de Roque Ferros N 17 do § 33. Casou com D. Clara Joaquina de Almeida filha de um letrado de ao pé da Ponte do Lima, Domingos José Correia 19 D. Rosa Joaquina Ferros Ponce de Leão c.c. João de Gouveia Mendanha Faria Gayo fº. de Pedro Gouveia Mendanha Faria Gayo 19 D. Maria Josefa Ferros Ponce de Leão c.c. António José de Barros Cação fº. de Manuel Ferreira Gomes Cap.am de Ordenanças e de sua m.er D. Maria de Barros Cação da freguesia de S. Paio de Antas filha B. e leg. de José de Barros Cação e de ..................................

§ 91
N 18 D. MARIA TERESA FERROS filha de Roque Ferros N 17 do § 33. Casou mal com Manuel Rodrigues da freguesia de Fragoso, cirurgião 19 António Ferros casado s.g. 19 João Baptista Ferros s.g. 19 Roque Ferros § 92 19 D. Ana casada em Alvaraens 19 D. Vitória, solteira 19 D. Maria Ferros § 93 N 19 JOÃO BAPTISTA FERROS fº. de D. Maria Teresa N 18. Casou com ...................................

§ 92
N 19 ROQUE FERROS fº. de D. Maria Teresa Ferros N 18 do § 91 (é cirurgião). Casou com D. Vitória Maria de Macedo 20 João Ferros, cirurgião, solteiro 20 João ferros 20 Francisco Ferros 20 Fernando Ferros 20 Manuel Ferros 20 José Ferros 20 D. Maria.

§ 93
N 19 D. MARIA FERROS filha de D. Maria Teresa Ferros N 18 do § 91. Casou com Francisco de Macedo fº. de Manuel José da Cunha de Macedo e Antónia de Morais.

Este Bento da Rocha Pais deste N 12 justificou em Viana em 1541 cuja justificação vi de letra antiga, ser fº. e neto, e 2º neto de João Pais como vai, e a Linha de Rochas como vai até D. Afonso da Rocha Comendatário de S. Salvador da Torre igualmente pela linha de Calheiros, e notei que referindo o dito Bento da Rocha seus ascendentes como deixo dito não dizia as mulheres com quem foram casados só a de seu pai, e sua mãe.

24

§ 94
CASA DE CURVOS

N 19 FRANCISCO FERROS PONCE DE LEÃO fº. de José António Ferros N 18 do § 33 foi Sr. da Casa de Curvos e mais de seu pai. Casou com D. Maria Veloso Barreto de Sareleis filha de João Veloso Barreto no ttº. de Velhos Barretos. 20 Roque Ferros 20 Francisco Ferros.

Interesses relacionados