Você está na página 1de 9

Vida Eterna - Enfim.

(Vislumbre do Paraíso)

Texto: Desconhecido
Formatação: Landione A Souza
Em breve eu sei.
Um novo mundo uma terra
habitada
Felicidade pra todos sem as
tristezas passadas.

Um dia eu sei.
O pensamento agora
estressante
Desejo tanto que já
chegue o dia e no novo
sistema ver o sol nascer

Debruçar na minha janela


olhando meu jardim tão
lindo florescer
Cada vizinho ser um
grande amigo tudo que
tem comigo partilhar

Andar nos campos cada


entardecer
aproveitando para
meditar
Deixar a casa se quiser
aberta, e passear pela
escuridão

Para ver o céu de estrelas


salpicado,
sem precisar ter medo,
todos são irmãos
Um passarinho
senta no meu
dedo e com
todo seu peito
se põe a cantar

E não sentir
uma dor no
corpo, com
forças e saúde
para trabalhar
Fazer uma viajem,
dinheiro não vou gastar.

Não levo documento,


sem data para voltar.

E receber os amigos
que triste fui enterrar.
vida
nunca terá fim nesse
lugar

Gosto de lembrar que a


cada dia
essa alegria vai se
renovar